Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

ASSEPCIA ESPIRITUAL COM SAL GROSSO:





Sal grosso - Assepsia Espiritual:

Um dos compostos químicos naturais mais utilizados em trabalhos de assepsia espiritual nos templos umbandistas é o sal grosso.
A imensa maioria das pessoas e um grande número de médiuns que militam nas orbes umbandistas desconhecem o fundamento de tal prática.
Os que têm conhecimento, limitam-e a dizer que o sal grosso serve para banho de descarrego.

O sal grosso, assim chamado por não ter passado pelo processo de refino industrial, é um composto químico natural cientificamente nominado de cloreto de sódio, derivado da coesão de dois outros elementos químicos naturais, que são o cloro e o sódio. O cloro é formado por moléculas de grande poder germicida e bactericida, sendo utilizado em várias finalidades depurativas.O sódio, outro elemento formador do sal grosso, é um metal invisível a olho nú, e tem como função agir como condutor térmico e eliminador de corpos nocivos à saúde. Falamos até agora do sal grosso enquanto composto químico formado pela junção natural do cloro e do sódio, elementos existentes em nosso planeta.

O aparecimento do sal grosso, ou cristalizado, deu-se a partir da fusão daqueles elementos já mencionados, obedecendo a espiral de determinadas circunstâncias atinentes ao planeta Terra, e também a precipitação de condições para sua condensação. Vale ressaltar, antes de continuarmos, que estamos falando de elementos químicos naturais, e não destes produtos químicos industriais que se vendem por aí, e que fazem mal à saúde.
É de conhecimento geral que a matéria tangível aos nossos sentidos foi formada a partir da química astral, sendo esta um dos reflexos de atuação do fluído universal.

Os elementos químicos astrais, durante a formação da Terra, entraram em um ciclo de condensação permanente, dando origem ao planeta tal qual o conhecemos tanto é verdade, que o centro de nosso planeta recebe continuamente estes elementos astrais, que, sob certas condições, formam novos elementos químicos condensados (densos, materializados).
Soma-se a isto o fato incontestável do centro da Terra estar sob a dinâmica de uma força centrífuga (de dentro para fora), que expeli para a crosta os elementos supracitados. Desta forma, é notório que o cloro e o sódio são elementos químicos resultantes do que se pode chamar, para entendimento geral, do cloro e do sódio astrais, que condensados e fundidos, deram origem ao Cloreto de Sódio (sal).

Assim sendo, os éteres do sal grosso é que fazem a limpeza fluídica do ser humano. O cloro em forma etérea será o responsável pela limpeza do corpo astral, do corpo vital, da aura, enquanto o sódio, também em forma etérea, terá a função de condutor e escoador dos miasmas e cargas fluídicas negativas. É comum as entidades espirituais ao ministrarem banhos de descarrego com sal grosso, orientarem os consulentes a se secarem naturalmente.

Tal medida é aconselhada para que as partículas etéreas do sal grosso possam atingir com maior eficácia o perispírito, o duplo etérico, desagregando energias negativas.

As entidades que atuam na Umbanda, orientam como terapêutica físico-espiritual o banho de mar, justamente porque o mar contém o sal e o fundamento para tal prática é o mesmo da do descarrego com sal grosso, acrescido, é claro, do elemento químico natural iodo, com grande poder anti-séptico. Os banhos de mar limpam e higienizam os centros vitais de força (chakras), a aura, o corpo vital, e assim por diante. Em suma, aí estão expostos os fundamentos basilares do uso do sal grosso.