Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

domingo, 8 de janeiro de 2012

A SLAVA (FESTA DO SANTO PROTETOR):

Toda criança cigana possui um santo protetor escolhido por seus pais. A escolha do santo é feita por algum aviso recebido em sonho, como homenagem por alguma graça anteriormente recebida, ou através de alguma mensagem indireta que soe como um aviso.
Todos os anos, no dia do santo protetor, a família promove uma festa em agradecimento e homenagem ao santo. Os pais prosseguem com esta obrigação durante todo o tempo de vida do filho e, quando eles morrem, cabe ao filho prosseguir da mesma maneira com a cerimônia anual, enquanto viver.
Esta festa é conhecida como SLAVA e para ela são convidados os parentes e os amigos mais chegados.
A FESTA: ela começa pontualmente às doze horas, com os pais, a criança e os convidados reunidos em torno da mesa onde serão servidas as bebidas, a comida e as frutas além do vinho.
No centro da mesa é colocada a imagem do santo protetor, uma vela ritual enfeitada de flores, um pão redondo e uma garrafa de vinho. Logo após o acender da vela, que dá início à festividade, o pai e a criança, frente a frente na cabeceira da mesa, começam a girar o pão recitando preces de agradecimento ao santo protetor. Um parente próximo então derrama um pouco de vinho em quatro partes do pão, que serão beijadas pelo pai e pelo filho. O pão em seguida é partido ao meio e recolocado no centro da mesa.
Às dezoito horas, os pais renovam os agradecimentos e reforçam os pedidos ao santo, apagando em seguida a vela com um pedaço de pão bento.