Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

segunda-feira, 30 de julho de 2012

ESPÍRITO CIGANO...


ESPÍRITO   CIGANO








(Alguns Toques Vitais da Sabedoria Cigana)





Todo espírito é meio-Cigano!
Ao longo das muitas vidas, viaja muito.
Uma hora, é mulher; outra hora, homem… Eternamente viajando…
Quantas vezes dançou em volta de fogueiras? Quantas vezes teve seu sono embalado pelos pais, enquanto ouvia histórias sobre heróis e fadas?
Quantas vezes amou, brigou e entrou e saiu de corpos transitórios? Quantos parceiros já teve?
Que riqueza é a reencarnação!
Poder ser homem ou mulher; alto ou baixo; branco ou negro; amarelo ou vermelho; gordo ou magro. Tudo é possível!
A riqueza está na mudança, na possibilidade de ir e vir, sempre…
O espírito é o mesmo, mas a roupagem muda, como deve ser.
Os milênios passam, as vidas se sucedem, e as danças mudam!
Quem não aceita a reencarnação, é porque quer tudo igual, sempre formatado de acordo com a própria intransigência.
No entanto, o idoso de hoje será a criança do futuro. E a criança de agora é o velho de outrora! Atrás do véu dos sentidos e dos corpos, o mesmo espírito.
Nos olhos – azuis, verdes, castanhos, claros ou negros -, o mesmo brilho do eterno. Que maravilha, poder ser tudo, de todos os jeitos!
Poder aprender bastante, sendo muitos! E, ao mesmo tempo, sendo o mesmo!
Todo espírito é meio-Cigano, pois viaja muito… E dança em volta das fogueiras do infinito.
E a Mãe Divina – ou Pai Divino, se quiserem -, dança junto, dentro de cada ser.
A vida jamais será do jeito que os homens desejam.
Cada dança é diferente das outras; cada momento é uma dádiva; cada vida, uma grandeza! Mudam as vestimentas e os costumes. Contudo, o dançarino é o mesmo, pois é eterno!
Que todas as danças sejam lindas! Que os dançarinos sejam muito felizes!
Comemorem a vida, do jeito que ela vier!!!



OPTCHÁ!!!


FONTE: infinitooriente.blogspot.com