Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

MEUS MOMENTOS MEMORÁVEIS....

Meus momentos memoráveis…

Axé pessoal, puxa, tive um final de semana memorável. Aliás, não foi o único.
Acredito que minha família, meus filhos espirituais e as pessoas mais próximas já perceberam o quanto vibro ao falar de Umbanda e de toda sua complexidade e magnitude. O quanto me sinto bem compartilhando conhecimento, esclarecendo fundamentos básicos, respondendo perguntas que, às vezes, acompanha o médium por anos dificultando sua compreensão sobre a Umbanda e sua missão dentro dela.  O quanto amo, o quanto me arrepio, o quanto vivo plenamente uma aula. Nossa, me emociono só em pensar…
Sabe, me sinto uma pessoa especialmente privilegiada. Claro que trabalho muito, que durmo pouco, que estudo intensamente, que me avalio e me reciclo continuamente, que enfrento grandes desafios, que recebo fortes demandas negativas, MAS, faço o que gosto e ainda tenho em torno de mim, pessoas que pensam e sentem como eu.  Com certeza é muito privilégio!
Além disso tudo, tenho total convicção que sou, ou melhor, somos intensamente protegidos e acalentados. Sinto em cada aula, por vários momentos, a espiritualidade superior nos “olhando” e às vezes Ela nos aplaude, outras vezes nos abençoa, outras vibra, agradece, “puxa nossa orelha” e outras ainda irradia sobre nós as energias mais puras e benéficas nos fazendo arrepiar, chorar, rir e suspirar, não é mesmo?
É, a cada sábado, a cada domingo são novas emoções, novas pessoas, novos momentos memoráveis.
A aula deste sábado, por exemplo, foi maravilhosa, falamos tantas coisas importantes, aprendemos tantas coisas sobre as pembas, pontos, responsabilidade dos médiuns, segurança espiritual, energética, enfim, foi completa. Consegui explanar tudo que era pertinente ao momento e à aula, com assuntos que em outras aulas não nos foi permitido alcançar e ainda tive o privilégio de ver médiuns respirando fundo, refletindo, anotando, recebendo respostas.  Foi muito bom, tudo muito coeso e divino.
Já a aula deste domingo, foi pura adrenalina… perguntas e mais perguntas, suspiros, risadas e arrepios, nossa… Maravilhoso!
Aliás, preciso aproveitar a oportunidade para parabenizar os alunos/médiuns de domingo, afinal a sala estava cheia, o calor estava intenso e o cansaço foi uma consequência natural, mas mesmo assim, todos estavam empenhadíssimos, na maior empolgação e com muito interesse. Parabéns mesmo, vocês foram guerreiros!
E pensando no cansaço natural do final de aula versus importância de todos os médiuns terem clareza de suas obrigações mediúnicas, assim como, a conduta que o trabalho mediúnico necessita é que pontuo alguns dos assuntos que refletimos durante a aula. Vejam que importante:

Ser é médium é :

  • Estar sempre estudando e se atualizando conforme a humanidade evolui;
  • Além de estudar, é necessário colocar em prática, no dia a dia, o aprendizado adquirido. É necessário ser coerente com o que se fala e prega;
  • Ter compromisso espiritual, não esquecendo que somos espíritos e que já vivenciamos essa experiência, portanto o contato com o plano espiritual é natural e, na maioria das vezes, necessário;
  • Entender a mediunidade como um trabalho em equipe e um trabalho de serviço ao próximo para o bem;
  • Ter compromisso com a instituição, com o grupo, com o plano espiritual superior e com os necessitados (encarnados e desencarnados);
  • Ter compromisso consigo mesmo, com o físico, mental, emocional e a situação energética;
  • Buscar continuamente a elevação moral;
  • Não julgar, não criar juízo de valores e não ter preconceito;
  • Dar o exemplo por atitudes, ter discrição, ter respeito e compaixão;
  • Compreender a REGRA DE OURO: Não podemos tirar o sofrimento das pessoas, podemos apenas mostrar o caminho para a mudança e da esperança.
  • Ter, principalmente, muita disciplina, disciplina e disciplina.
Bom, espero que todos aproveitem essas afirmativas e que não deixem de se cuidarem espiritualmente, mesmo porque, as oportunidades passam rapidamente e o mais importante é cuidar para que o arrependimento não tome conta de nossa vida.
E para completar esse final de semana, fui assistir a peça teatral “Somos Um” e, como já esperava, foi maravilhoso (comentei sobre essa peça no post do dia 30 de janeiro ‘Aplaudindo de perto’ - http://www.minhaumbanda.com.br/blog/?p=5176). Aliás, mais uma vez, recomendo-a e ainda saliento, sua última apresentação acontecerá neste sábado dia 11 de fevereiro.  Ah, mais uma recomendação, levem lenços para enxugar as lágrimas, pois garanto muita emoção.
Enfim, fazer o que gosta, ter a certeza que está fazendo certo e poder compartilhar, vivenciar e ainda se beneficiar disso é algo que qualquer pessoa pode alcançar, só é necessário querer, fazer e persistir.
Axééé e muita atitude a todos.
__________
 

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

MAGIA CIGANA PARA DESPERTAR OU AMPLIAR A 3ª VISÃO:


Magia Cigana


Magia Cigana Para Despertar
Ou Ampliar a 3º Visão

É muito simples e você vai precisar:
Magia Cigana
- Um botão de rosa branca
- Uma pena de pavão que tenha um “olho”
- Uma vela branca
- O cálice com água
- Linha branca de costura
- Um floreiro com água
- Uma tesoura
- Um pedacinho de papel branco e liso
- Uma pinça de sobrancelhas

Acenda a vela, depois pegue o botão de rosa branca e a pena de pavão e ate os dois somente pelo cabo da pena e pelo caule da rosa.
A seguir diga:
“Assim como este botão em flor
Crescerá e se abrirá,
Assim minha visão
Despertará e aumentará”

Magia Cigana
“Assim como o pavão
Deu uma parte de si mesmo
Para minha magia,
E assim como a rosa
Entregou sua força
para minha magia
Assim também
eu entrego uma parte de mim
Aos Elementos aqui presentes
Para que a Roda gire
E todos sejamos beneficiados”


Agora coloque a rosa e a pena no floreiro e corte alguns fios do seu cabelo e queime-os na chama da vela, tendo o cuidado de pegar com a pinça de sobrancelhas para não se queimar.
Os restos de cabel queimado coloque-os no papel branco e amase para enterrar depois que terminar a magia.
Deixe tudo no Altar até terminar de queimar a vela; os restos dela -se houver- e o papel com os restos de cabelo queimado enterre quando isso acontecer.
O botão de rosa e a pena ficam no floreiro até que o botão se abra; quando isso acontecer leve-os e deixe em um bosque, parque ou canteiro de um jardim.
A pena de pavão você encontra em casas de artesanato ou pode comprar um brinco que tenha essa pena, hoje é muito comúm em lojas de bijouteria.
Este ritual se faz na Lua Crescente!
Imagens: ckmckdavi sommerfeldValdiney Pimenta

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

ENSINAMENTOS DE UM PRETO VELHO:

Ensinamentos de um Preto-Velho....!!!!!!!!




Ensinamentos de um Preto-Velho....!!!!!!!! 

Combatendo as “Zicas” do Coração.

Meu filho, com esses olhos, “que a terra não comeu”, pois são olhos espirituais, reais, já vi muita coisa. Algumas boas, outras nem tanto, e mais outras que não vale a pena contar. O que passou, passou mesmo. O que ficou foi a experiência das diversas vidas na carne, aliás, muitas delas, tão iguais e, ao mesmo tempo, tão diferentes.

O que ficou foi o aprendizado e o conhecimento de como é o coração dos homens e das mulheres suas emoções e vontades. Aprendi a ler a verdade de cada um, por dentro, lá na toca das coisas que não se falam, e que todos escondem muito bem.

Tem muita zica dentro dos corações, meu rapaz.

É rolo que não acaba mais!

E coração rançoso e rancoroso, você sabe como é que é, está cheio de irmãozinhos das trevas agarrados nele. Eles se alimentam das emoções podres e dos pensamentos maldosos. E a zica é tanta, que só a pessoa rancorosa é que não vê a energia que está perdendo.

Menino de Deus, como os homens e as mulheres sofrem por causa das emoções podres!

Igualzinho ao corpo carnal, que pode apresentar escaras na pele, devido à falta de movimento em alguma área, o corpo espiritual também tem suas escaras astrais. Porém, essas são causadas pelas emoções podres, estagnadas no meio da alma atormentada e sem centro espiritual.

Falta movimento sutil ali! Falta vergonha na cara para acertar o passo!

Muito disso vem de outras vidas, são escaras do passado, de coisas mal-resolvidas, ainda alojadas no corpo espiritual. Mas, muita coisa é de agora mesmo, é coisa podre dos dias atuais. E o mal-cheiro psíquico exalado atrai os espíritos atormentados e atormentadores, que ficam agarrados em penca na aura da pessoa.

Isso é uma tragédia invisível! É uma doença psíquica que amarra os encarnados e impede os desencarnados carentes de seguirem em frente.

Nosso Senhor Jesus Cristo avisou muitas vezes sobre isso. Ele disse: “Orai e Vigiai!” – Ele sabia do mal que as emoções podres fazem no ser humano.

Todavia, muitos oram de forma egoísta e mecânica, sem coração e sem alma, e outros nem isso fazem, passando ao largo das boas vibrações que poderiam ajudá-los e fortalecê-los. E os que vigiam, raramente se olham por dentro, pois policiam muito mais a vida alheia, e não foi isso que Nosso Senhor ensinou.

Meu amigo, tem tanto espírito agarrado nas pessoas, que há horas em que você não sabe mais quem é quem, de tão entranhados que estão. É um fuzuê energético na aura desses infelizes. Ô coisa feia de se ver!

Mas Nosso Senhor é de uma compaixão infinita. Sob o seu comando, legiões de espíritos de luz vêm ajudando os homens nessas lides do invisível. Sem eles, isso aqui já teria ido para o beleléu! São eles que deslindam as ligações psíquicas daninhas e levam os irmãozinhos das trevas para o Espaço, para serem tratados pelos médicos da luz.

Esses irmãos da luz são os verdadeiros anjos da guarda da humanidade. Pena que os homens se esquecem tão facilmente das bênçãos que recebem. Esses guias e benfeitores espirituais são os trabalhadores de Nosso Senhor, não importa a linha espiritual à qual laboram. Sempre agradeça a eles, pela proteção e luz.

Todavia, se os guias espirituais ajudam, também é verdade que os homens e mulheres precisam fazer sua parte. Que vigiem e orem, e exorcizem as emoções podres de seus anseios. Que renunciem aos desejos torpes de vinganças. Que esqueçam as ofensas e se dediquem a alguma causa nobre e verdadeira.

Ninguém é vítima do destino! Todos são passíveis de falhas na jornada, como também de atos elevados. E todos são capazes de seguir em frente...

Tem muito coração “zicado” nessa vida dos homens terrestres, e muitos espíritos zangados na cola deles. Ainda bem que, lá da Aruanda, vem aquela luz que ilumina a fé dos filhos que querem a cura do próprio espírito.

Como você escreve sobre as coisas do espírito, fale para as pessoas daquela chuva de luz que os guias produzem sobre as cabeças dos filhos que se esforçam na senda da luz e do bem. Aquela luz de Aruanda... Aquele amor que cura o coração.

Fale das egrégoras invisíveis que sustentam os bons pensamentos e os bons ideais, para que muitos outros se liguem a elas e se protejam das vibrações pesadas.

Filho, olhe essa estrela sobre a sua cabeça. É linda e brilhante. Você sabe o significado dela, e sabe quem a enviou para iluminar o seu caminho. Pense que o brilho e a proteção que dela emanam possam ser irradiados para outras pessoas.

Que Oxalá abençoe as pessoas zicadas e as cure do mal que trouxeram para dentro de si mesmas. Que Ele propicie um momento de despertar para elas.

Fique na paz de Nosso Senhor!

Na luz de Aruanda.

Na fé!

- Pai Joaquim de Aruanda –


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

CASAS QUE ADOECEM....


CASAS QUE ADOECEM

Onde o sol não entrar, doenças, médicos, remédios, feiura e despesas podem se apresentar.
Sua moradia pode contribuir para adoecer você. Escolha sempre um lar ventilado, cuja frente e dormitórios sejam banhados pela luz do sol-nascente ou faces Leste e Norte. Deixe as faces Oeste e Sul para lavanderia e cozinha.
Verifique a questão de umidade que gera mofo, berçário de microorganismos como ácaro, produzindo alergias e fomentando rinossinusites, bronquite e asma, além de potencializar estados depressivos.
Caso não possa escapar de uma casa assim, intensifique os cuidados com faxina e produtos que combatem a umidade, indo além dos desumidificadores e aquecedores. Manchas escuras são sinais e não devem ser ignorados. Elas servem de alerta para intensificar os cuidados. Mãos à obra.
A mesma atenção se deve ter com o colchão, os travesseiros e as roupas de cama, bem como com os agasalhos de inverno. Sol neles não basta. É preciso pesquisar e ler mais sobre esses cuidados, para tomar as decisões e as atitudes mais corretas.
Numa casa assim, a família deve se reunir para conversar a respeito. As providências não podem esperar se um membro da família já estiver doente ou em tratamento.
A casa acaba se tornando um campo constituído pela somatória da energia psíquica dos seus moradores. Esse campo fluídico pode ser negativo: doente, depressivo, com queixas, críticas e reclamações uns dos outros.
A primeira atitude da família é modificar esse comportamento viciado nas lamentações. Para compor a energia de uma casa, tanto faz de você fala ou silencia as queixas. Basta pensar e isso já é energia para imantar a casa. Então, cure primeiro seus pensamentos e sentimentos, depois limpe a casa. Se não tiver jeito, procure outra moradia sem umidade e, então, sim, terá uma saúde melhor.
fonte:Humi
 

ASAS DE DEUS... MENSAGEM MARAVILHOSA E IMAGENS IMPERDÍVEIS!!!

Asas de Deus...

Quando você não pode controlar o vento, ajuste as velas!
Isso é muuuuiiiito bonito. Não deixe de ler até o fim..
Os pintores dessas penas são formidáveis, mas a mensagem abaixo das Penas, "Asas de Deus", vai tocar o seu coração!

Descrição: 011801cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b
  
Descrição: 011901cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b
Descrição:
 011a01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

Descrição: 011b01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

Descrição: 011c01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

Descrição: 011d01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b
Descrição: 011e01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

Descrição: 011f01cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

Descrição: 012001cc0e63$7c9df6a0$56EAE11C@yourae066c3a9b

                                                                          Asas de Deus
Depois de um incêndio florestal no Parque Nacional de Yellowstone, guardas florestais começaram a sua caminhada até uma montanha para avaliar os danos do inferno e um ranger encontrou um pássaro literalmente petrificado em cinzas, empoleirado no chão na base de uma árvore. Um pouco enojado com a visão misteriosa, ele derrubou o pássaro com uma vara. Quando ele bateu nela delicadamente, três filhotes minúsculos correram sob as asas de sua mãe morta. A mãe amorosa, em plena consciência do desastre iminente, tinha levado seus filhos para a base da árvore e reuniu-os debaixo das asas instintivamente, sabendo que a fumaça tóxica subiria. Ela poderia ter voado para a segurança, mas se recusou a abandonar seus bebês. Em seguida chegou o incêndio. O calor queimou o seu pequeno corpo mas ela permaneu firme ... porque tinha se disposto a morrer para que aqueles sob a cobertura de suas pudessem viver. "Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas você encontrará refúgio". (Salmo 91:4)


Recebi instruções para enviar essa mensagem para as pessoas que eu queria que Deus abençoasse e eu escolhi todos  vocês  que  lerem  esta  mensagem. Por favor, passe esta mensagem às pessoas que você quer  abençoar. O tempo não espera por ninguém. Valorize cada momento que você tem.
 
 "Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota."            "Madre Teresa de Calcutá ."
 
"Amizade é um amor que nunca morre!" Mario Quintana (escritor gaucho)

TESTANDO A CARTOMANTE!!!

                              TESTANDO A CARTOMANTE:


Muitas pessoas são descrentes do Baralho Cigano e de outros oráculos relacionados à sorte e futuro, mas alguns nos procuram mesmo assim, nem que seja só por curiosidade.

Uma coisa que acontece é a pessoa "testar" a cartomante: 

"Vou contar uma mentirinha, e se ela for boa mesmo, vai descobrir. Agora, se ela não me desmascarar, é tudo mentira mesmo"

Bem, vamos esclarecer alguns pontos:

- Em primeiríssimo lugar: cartomante não é vidente, e eu tenho comigo que, se você trabalha tendo como base somente orientações do plano espiritual, não é trabalho é dom, e dom não pode ser cobrado, mesmo porque as mensagens não seriam suas e você estaria ganhando dinheiro às custas da entidade, a qual com certeza não precisa de valores financeiros em sua caminhada;

- Segundo: quando abrimos o Baralho Cigano estamos trabalhando também com a energia do consulente, ou seja, é a sua energia que determina as cartas que irão sair. Nas consultas presenciais eu embaralho as cartas e quem escolhe quais farão parte da tiragem é o consulente, sacando-as com suas próprias mãos. Uma coisa que chama muito a atenção é que por diversas vezes saem as mesmas cartas, como se o Baralho estivesse batendo na mesma tecla. Vale frisar que as cartas são bem embaralhadas entre cada tiragem, e a escolha de cada uma pelo consulente é livre

- Terceiro: a cartomante irá interpretar os desenhos mostrados nas cartas, fazendo uma análise completa e intercalando as diversas cartas de cada tiragem. É como se as cartas escolhidas formassem uma frase. O papel da cartomante é, com base no seu conhecimento, ler essa frase e passá-la ao consulente.

- Quarta e última questão: pensa comigo, você irá dispor de no mínimo uma hora do seu dia, pagar pelo serviço, e ao invés de aproveitar a oportunidade de conhecer algo novo e ouvir vários conselhos e orientações que irão ajudá-lo muito, vai perder tempo mentindo para testar se os serviços daquela cartomante são bons ou não?

O que faz uma cartomante ser boa em seu trabalho, seja com Baralho Cigano, Tarô ou demais oráculos é a sinceridade (por mais que isso seja difícil para quem está ouvindo os conselhos), conhecimento (sim, precisamos estudar, e muito), não ter somente a visão do lucro em seu trabalho, pois valores exorbitantes não é sinal de qualidade na tiragem das cartas (cobrar o trabalho é permitido sim, afinal, ninguém vive de brisa e as ciganas sempre trabalharam e se sustentaram com isso, mas o dinheiro em hipótese alguma pode estar acima da ajuda ao próximo).

Às vezes é preciso deixar o preconceito de lado para dar passagem a coisas novas em nossas vidas. Coisas que poderão nos enriquecer muito. Elevar nosso espírito, nossa alma, nosso coração...

Optchá!

blog:palavra cigana

TESTE SEU CÉREBRO!!! EXERCÍCIOS NEURÓBICOS:



Veja abaixo alguns exercícios neuróbicos.
O importante não é acertar, mas estimular nossos neurônios e distanciar-nos daquele alemão indesejável (Alzheimer). Façam bom proveito!


 

Consegues ver 10 caras na árvore?



 

Há um rosto nesta foto, consegues vê-lo?  


 


Consegues ver o bebê?



Consegues ver o casal a beijar-se?

 





Consegues ver 3 mulheres?
 
Consegues ver a
diferença entre um cavalo e um sapo?  
Olha bem...
 
depois de girar Descrição: 7.3706472944@web130224.mail.mud.yahoo.com
 
Muito bacana!...Conseguiu ver tudo??....!!!Você está em ótima forma...
Se puder, repasse.

... e não está com alzheimer.
 


 
 

domingo, 12 de fevereiro de 2012

REQUISITOS IMPORTANTES PARA MÉDIUNS DE SUSTENTAÇÃO (CAMBONO):

REQUISITOS IMPORTANTES PARA MÉDIUNS DE SUSTENTAÇÃO (CAMBONO)


RESPONSABILIDADE:
Tanto quanto o médium de incorporação, o médium cambono de sustentação precisa conhecer a mediunidade e tudo o que diz respeito ao trabalho com a espiritualidade e as energias humanas, a fim de poder auxiliar eficientemente o dirigente do trabalho e seus colegas, médiuns ou não.

FIRMEZA MENTAL E EMOCIONAL:
Como é o responsável pela manutenção do padrão vibratório durante o trabalho, o médium cambono de sustentação deve ter grande firmeza de pensamento e sentimento, a fim de evitar desequilíbrios emocionais e espirituais que poderiam pôr a perder a segurança do trabalho e dos outros trabalhadores.

EQUILÍBRIO VIBRATÓRIO:
Como trabalha principalmente com energias – que movimenta com os seus pensamentos e sentimentos, o cambono médium de sustentação deve ter um padrão vibratório médio elevado, a fim de poder se manter equilibrado em qualquer situação e poder ajudar o grupo quando necessário.

COMPROMISSO COM A CASA, O GRUPO, OS GUIAS ESPIRITUAIS E OS ASSISTIDOS: 
O cambono, médium de sustentação, deve lembrar-se de que, mesmo não tomando parte direta nas assistências, tem alguns compromissos a serem observados :
• Com a casa que trabalha: Conhecendo e observando os regulamentos internos a fim de segui-los. Explicá-los, quando necessário, e fazê-los cumprir, se for o caso; dando o exemplo na disciplina e na ordem dentro da casa; colaborando, sempre que possível, com as iniciativas e campanhas da instituição. 

• Com o grupo de trabalhadores em que atua: Evitando faltar às reuniões sem motivos justos, ou faltar sem avisar o dirigente ou o seu coordenador; procurando ser sempre pontual nos trabalhos e atividades relativas; procurando colaborar com a ordem e o bom andamento do trabalho.

• Com os Guias Espirituais: Lembrando que eles contam também com os médiuns cambonos de sustentação para atuar no ambiente e nas energias necessárias aos trabalhos a serem realizados, e que, se há faltas, são obrigados a “improvisar” para cobrir a ausência. Os Guias Espirituais devem ser atendidos com presteza e respeito.

• Com os assistidos: Encarnados e desencarnados, que contam receber ajuda na Casa e não devem ser prejudicados pelo não comparecimento de trabalhadores. Todos deverão ser recebidos e tratados com esmero, dedicação, respeito e educação. 

AUSÊNCIA DE PRECONCEITO:
O cambono, médium de sustentação, não pode ter qualquer tipo de preconceito, seja com os assistidos encarnados ou desencarnados, seja com os dirigentes, mentores, etc. Ele não está ali para julgar ou criticar os casos que tem a oportunidade de observar, mas para colaborar para que sejam solucionados da melhor forma, de acordo com a sabedoria e a justiça de Deus.

DISCRIÇÃO:
O cambono, médium de sustentação, nunca deve relatar ou comentar, dentro ou fora da casa, as informações que ouve, os problemas dos quais fica sabendo e os casos que vê nos trabalhos de que participa. A discrição deve ser sempre observada, não só por respeito aos assistidos envolvidos, encarnados e desencarnados, como também por segurança, para que entidades envolvidas nos casos atendidos não venham a se ligar a trabalhadores, provocando desequilíbrios. Os comentários só devem acontecer esporadicamente, de forma impessoal, como meio de se esclarecer dúvidas e transmitir novas informações a todos os trabalhadores, e somente no âmbito do grupo, ao final dos trabalhos.

COERÊNCIA: 
Tanto quanto o médium de incorporação, o cambono, médium de sustentação, deve manter conduta sadia e elevada, dentro e fora da casa em que trabalha, para que não seja alvo da cobrança de entidades desequilibradas, no intuito de nos desmascarar em nossas atitudes e pensamentos. Como vemos, as responsabilidades dos cambonos, médiuns de sustentação, são as mesmas que a dos médiuns ostensivos, e exigem deles o mesmo esforço, a mesma dedicação e a mesma responsabilidade.




TODOS SÃO IMPORTANTES

Infelizmente muitos acham que um Terreiro só funciona devido a participação e ação dos médiuns de incorporação.

Lamentavelmente muitos médiuns de incorporação colocam-se em condições superiores perto dos outros médiuns achando que são os únicos que trabalham e que a gira só acontece em decorrência de suas manifestações mediúnicas.

Lastimavelmente muitos médiuns que não incorporam não valorizam suas funções dentro daquele trabalho espiritual, acham que suas participações e ações são insignificantes, desnecessárias, como se fossem apenas apêndices.

O fato é que aquele que abre a porta tem valor e importância, assim como aquele que fica na cantina, que anota nomes, que distribuiu fichas, que dá sustentação energética, que faz doação de ectoplasma, portanto, são muitos trabalhando por todos e todos trabalhando por um.

Essa é, no meu entender, uma das essências de nossa querida Umbanda, o que me faz lembrar da ética africana Ubuntu, que de origem Banto, permeia o território da República da África do Sul, o país de Mandela, e se resume na frase:

“EU SÓ EXISTO PORQUE NÓS EXISTIMOS”.

Mônica Caraccio


sábado, 11 de fevereiro de 2012

OLHO GORDO:




Nas crianças se chama quebranto, é um esmorecimento geral, um langor, uma quebreira da vontade que toma conta do corpo. Pode dar em qualquer pessoa.
 
    Tem sido atribuído à força do olhar de invejosos ou mal-intencionados. Acontece também que algumas pessoas isentas de inveja tem olhar forte, condição desconhecida as vezes até do próprio dono do olhar.

       Na sociedade primitiva, o invejoso, outro tipo de pessoa de olhar forte, é sempre rejeitado, porque influi no ânimo das pessoas. E fácil conhecer quando acontece o mau olhado. Se ao olharem para nós começarmos a espirrar, ou abrirmos a boca em longos bocejos, sem parar, é sinal de que fomos atingidos.

     Não é de hoje que se temem os seus efeitos. Demócrito mencionava já entre os mediterrâneos essa crença, da qual não conseguira determinar as origens. Aristóteles comentava que o olhar de algumas pessoas podia causar perturbação funesta no corpo e na mente dos fascinados. A história de Medusa, cujo olhar petrificava as pessoas é uma história de mau-olhado.

    Os povos antigos conheciam a figa, símbolo sexual e amuleto, para afastá-lo.
 
      Entre nós, usa-se a figa feita de duas plantas mágicas: de arruda e de guiné para o mesmo fim.

      O mau olhado é força mais branda do que o feitiço e na maioria das vezes não é premeditado. Contra ele, além da figa e da fava-da-inveja que se colocam no pulso ou no pescoçinho das crianças, usam-se as plantas mágicas: a arruda, a guiné, comigo-ninguém-pode e outras; fazem-se os ensalmos e cumprem-se os rituais das simpatias.

     A crença no mau-olhado é universal. A língua dos povos atesta a sua difusão e persistência. E o mal-occhio, o evil eye, o mal de ojo. Entre nós é chamado além de mau-olhado, olho de seca-pimenteira, olho-grande, olho de inveja, olho-mau, maus-olhos.

    No IX livro das Noites Áticas, Aulo Gélio conta que as pessoas da Ilíria podiam matar, estando irritadas, apenas olhando fixamente para o adversário. (In Dicionário de Folclore Brasileiro, de Luís da Câmara Cascudo).

     A mágica de proteção contra o mau-olhado na antiga Grécia era desenhar ou gravar olhos nos objetos, para defender das forças invisíveis do mal. Talvez reminiscência da maga Medusa, uma das Górgonas, de olhos tenebrosos e cujo olhar fazia se transformarem em pedra as pessoas que os fitavam.

     Os amuletos mais populares contra o mau-olhado são: a figa, o corno, a mão cornuda, a meia lua, o corcunda, o elefante. Usa-se também uma fitinha vermelha, amarrada no pulso o ou em torno do pescoço.

       A figa é o mais usado e o mais antigo dos amuletos contra o mau-olhado. Sobrevive nos usos dos povos os mais diversos. Sabe-se que já existia entre os etruscos. E mencionada por Dante, por Shakespeare. Entre os povos da antigüidade, como símbolo fálico, prendia-se aos cultos da fertilidade e da fecundidade. Em Roma era usada no pescoço das mulheres e das crianças, o que provocou o desaprovador reparo de Varrão, de que a figa é a representação do ato sexual, sendo polegar em riste apertado entre o indicador e o médio dobrados, o órgão masculino penetrando o órgão feminino.

      Encontraram-se inúmeras figas nas ruínas de Herculano e de Pompéia. Hoje ela vive um pouco nos folclores de toda a Europa de onde passou para as Américas.

       Autor Desconhecido

ORAÇÃO AOS ORIXÁS.... VAMOS SEMEAR A PAZ:



ORAÇÃO AOS ORIXÁS - VAMOS SEMEAR A PAZ

Que a irreverência e o desprendimento de Exú nos animem a não encarar as coisas da forma como elas parecem à primeira vista e sim que nós aprendemos que tudo na vida, por pior que seja, terá sempre o seu lado bom e proveitoso! Laro yê exu!

Que a tenacidade de Ogum nos inspire a viver com determinação, sem que nos intimide com pedras, espinhos e trevas. Sua espada e sua lança desobstruam nosso caminho e seu escudo nos defenda. Ogum yê meu pai!

Que o labor de Oxóssi nos estimule a conquistar sucesso e fartura à custa de nosso próprio esforço. Que suas flechas caiam à nossa frente, às nossas costas, à nossa direita e à nossa esquerda, cercando-nos para que nenhum mal nos atinja. Okê arô ode!

Que as folhas de Ossanhe forneçam o bálsamo revitalizante que restaure nossas energias, mantendo nossa mente sã e corpo são. Ewe ossanhe.

Que Oxum nos dêem a serenidade para agir de forma consciente e equilibrada. Tal como suas águas doces – que seguem desbravadoras no curso de um rio, entrecortando pedras e se precipitando numa cachoeira, sem parar nem ter como voltar atrás, apenas seguindo para encontrar o mar – assim seja que nós possamos lutar por um objetivo sem arrependimentos. Ora yeyêo Oxum!

Que o arco-íris de Oxumaré transporte para o infinito nossas orações, sonhos e anseios, e que nos traga as respostas divinas, de acordo com nossos merecimento. Arrobobo Oxumaré!

Que os raios de Iansã alumiem nosso caminho e o turbilhão de seus ventos leve para longe aqueles que de nós se aproximam com o intuito de se aproveitarem de nossos fraquezas. Êpa hey oyá!

Que as pedreiras de Xangô sejam a consolidação da lei divina em nosso coração. Seu machado pese sobre nossas cabeças agindo na consciência e sua balança nos incuta o bom senso. Caô! Caô cabecilê!

Que as ondas de Iemanjá nos descarreguem, levando para as profundezas do mar sagrado as aflições do dia-a-dia, dando-nos a oportunidade de sepultar definitivamente aquilo que nos causa dor e que seu seio materno nos acolha e nos console. Odoyá Iemanjá!

Que as cabaças de Obaluaiê tragam não só a cura de nossas mazelas corporais, como também ajudem nosso espírito a se despojar das vicissitudes. Atotô Obaluaiê!

Que a sabedoria de Nanã nos dêem uma outra perspectiva de vida, mostrando que cada nova existência que temos, seja aqui na terra ou em outros mundos, gera a bagagem que nos dá meios para atingir a evolução, e não uma forma de punição sem fim como julgam os insensatos. Saluba Nanã!

Que a vitalidade dos Ibeijis nos estimule a enfrentar os dissabores como aprendizado; que nós não percamos a pureza mesmo que, ao nosso redor, a tentação nos envolva. Que a inocência não signifique fraqueza, mas sim refinamento moral! Oni di beijada!

Que a paz de Oxalá renove nossas esperanças de que, depois de erros e acertos; tristezas e alegrias; derrotas e vitórias; chegaremos ao nosso objetivo mais nobre; aos pés de Zambi maior! Êpa babá Oxalá!

Que assim seja! Porque assim será! Porque assim o é!

Axé!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

SÃO LÁZARO - OMULÚ

Postado por ATUAA em 16/08/2007 15:48

O B A L U A Ê - O M U L Ú - XAPANÃ - SÃO ROQUE - SÃO LÁZARO - SÃO BRÁZ
Obaluaê é o Senhor dos espíritos encarnados e desencarnados. Poderoso Orixá, responsável pelos elementos desintegradores, cujas transformações se processam momento a momento, na expressão da grande Vida onde a alquimia reúne e dispersa, solve e coagula todos os valores susceptíveis, emanados do grande laboratório da natureza.
Omulú, Senhor da Morte, expande-se pelos “oito cantos do mundo”, na faina de bem servir a causa evolutiva dos seres terrenais.
Consciente dos atos de grandeza de seus propósitos age acertadamente no importante papel que desempenha no nosso mundo sub-lunar, através de seus prepostos e auxiliares, chegando conseqüentemente, até a hierarquia dos Exus que o servem.
O Senhor Obaluaê é conhecido por diversos nomes, que passamos a enumerar: Xapanã, Omulú, O Velho, Senhor da Morte, Senhor da Destruição e outros mais.
O local apropriado para “arriada” das “obrigações” e oferendas Cavernas, lugares esconsos, debaixo de velhas árvores e junto a troco de árvores caídas. Não aceita “trabalhos” para Si no cemitério, embora, de sete em sete anos, seja de seu agrado, ordeiras romarias ou visita pessoal dentro da necrópole para uma reflexão da temporalidade da vida humana e tudo mais.
Obaluaê é um dos mais importantes dos Orixás do panteão umbandista. Saturno é seu planeta, sábado seu dia. Sua insígnia, uma cruz negra. Suas cores: preto e branco extensiva, portanto às “guias” (colares), toalhas, velas, enfeites, roupas dos seus devotos e outros haveres.

Grande é a sua atuação sobre as almas dos africanos, popularmente conhecidos por “pretos-velhos”. Cravos vermelhos são a sua flor predileta e até mesmo nos seus cânticos não faltam alusões a essa preferência.
Ervas conhecidas: Barba de Velho, mastruço, velame, tamarindo (folhas), cotiveira, guiné, cambará, acônito, vassoura preta, figueira, lentilhas (folhas), tremoços (folhas), canela de velho e senza.
Pedra semi-preciosa: ônix
Metal: Chumbo
Frutos: Abacaxi, figo, tamarindo, limão, laranja-lima e outras que se distinguem pela excessiva acidez.
Elemento: Terra
Bebidas: Sumo de ervas, dendê, mel e vinho tinto.
Exu: Senhor Caveira, com toda a sua falange e outros Exus agregam-se à poderosa brigada que guarda a Casa onde se processa a desintegração do poderoso Orixá.
Saudação: 'Atotô, Atotô, Atotô “. Esse cumprimento é seguido com o bater da mão direita no solo três vezes:” Silencio! Silencio! Silencio! Ele está entre nós! Ele está entre nós!”“.

No rtitual de Almas e Angola, Obaluaê é o Orixá mais importante, é o axé que dá ao ritual sua sustentabilidade energética e espiritual. Há ascentamento da casa das almas e no altar onde junto ao Orixá Oxalá e Ibeji completa a tríade sagrada do ritual. Representa a fé, a resignação, a saúde, a benevolência e a beatitude.


Axé de saúde, paz, equilíbrio e harmonia!



Comentários (17):

Em 16/08/2007, às 15:54:35, Kátia Regina de Omulú | página pessoal | e-mail disse:
Atotô Obaluaê!
Atotô Omulú!

Obaluaê é o Orixá que atua na Evolução e seu campo preferencial é aquele que sinaliza as passagens de um nível vibratório ou estágio da evolução para outro.
Muitos associam o divino Obaluaê apenas com o Orixá curador, que ele realmente é, pois cura mesmo! Mas Obaluaê é muito mais do que já o descreveram. Ele é o "Senhor das Passagens" de um plano para outro, de uma dimensão para outra, e mesmo do espírito para a carne e vice-versa.

Saravá!

Axé de paz e luz!
Em 16/08/2007, às 16:10:28, RAFAEL DE OXOSSI | página pessoal disse:
Bença aos mais velhos

Pipoca e fé são remédio são alimento, é saúde, esperança que fazem a vida se multiplicar por vários anos.

Asé
Rafael D’Oxossi

OS ORIXÁS....

EXÚ - (vestimenta de gala - brasil)

EXÚ - (vestimenta de gala - brasil)
Primeiro Orixá no Candmblé. Senhor das encruzilhadas. Fertilizador do homem, vem a terra como mensageiros dos orixás.

OGUN (imagem do Ilê Ifé - Nigéria)

OGUN (imagem do Ilê Ifé - Nigéria)
Divindade masculina dos yorubás. Representa a guerra, a siderurgia e todos aqueles que trabalham em extração de minério de ferro.

OXOSSE (o caçador)

OXOSSE (o caçador)
Oxossi é o protetor das caças e dos animais, seus filhos são geralmente esguios, ágeis e sorateiros. Seus elementos é o Arco e Flexa, simbolisado o "Ofá".

OSSÃE (orixá das folhas)

OSSÃE (orixá das folhas)
Diz-se dentros do cultos afro, que nada se pode fazer sem as folhas de Ossãe,o ato de colheita das folhas depende de um grade ritual, até para entrar nas matas! que é o seu domínio.

OMULÚ e/ou OBALUAIÊ (senhor das Bexigas)

OBALUAIÊ (senhor das Bexigas)
Obaluaiê, Omolú, Chaponã etc. São nomes dados ao Senhor dos Cemitérios

OXUM (a deusa dos rios)

OXUM (a deusa dos rios)
Oxum é a mãe da água doce. Orixá feminino que atua sobre o baixo ventre do corpo humano. É também a senhora do ouro, da meiguice. Suas qualidades são comparadas aos rios calmos e encachoeirados.

IEMANJÁ (a deusa do mar)

IEMANJÁ (a deusa do mar)
Iemanjá: é igual a Iyê - mon - ejá (a mãe cujo os filhos são peixes). No Brasil ela é cultuada em duas datas específicas; no dia 31 de dezembro se comemora em conjunto com o povo umbandista, no dia 2 de fevereiro com várias nações de candomblé.

OXALÁ (sua forma jovem-Oxaguiã)

OXALÁ (sua forma jovem-Oxaguiã)
Oxaguiã na Nigéria, é o protetor das colheitas de inhame, alimento muito cultivado em Ilê Ifé, capital da Nigeria

LOGUN-EDÉ (o principe encantado)

LOGUN-EDÉ (o principe encantado)
Diz-se que existe duas qualidades de Logun, Logun-odé(o filho de oxun e oxosse) logun-edé, o ogun que entrou aclamado na cidade de edé. histórias contadoas por Pierre Fatumbi Vergê - livro: "Orixás"

XANGÔ (o orixá da justiça)

XANGÔ (o orixá da justiça)
Seus elementos principais são as pedras de raios, usa um machado de dois cortes para defender a justiça onde ela é ferida. Na sua cidade foi rei, de muitas aventuras amorosa!

OBÁ ( Orixá guerreira)

OBÁ ( Orixá guerreira)
Segundo a lenda, Obá perdeu uma das orelhas por amor a Xangô. Foi ludibriada pela artimanhas da Oxum. No panteão africano, divide as guerras dos raios com Oyá.

INHANSÃ (a deusa dos raios)

INHANSÃ (a deusa dos raios)
Nas grandes tempestades, é o orixá que iremos pedir o abrandamento dos ventos e das tempestades. Foi a amante mais cobiçada de Xangô, pela qual lutou até a morte!!!

OXUMARÊ (a dualidade de vida)

OXUMARÊ (a dualidade de vida)
É um orixá masculino, ele representa o "Arco Iris". Os filhos deste orixá são persistentes, não medindo esforços para atingirem seus objetivos. No ciclo "Vida e Morte", ele também está presente. O seu simbolo mais forte é o da cobra mordendo a própria cauda.

NANÃ (a divindade ligada a morte)

NANÃ (a divindade ligada a morte)
Diz-se a história da África, contada por Pierre Fatumbi Vergê, que Nanã é um orixá que só incopora em épocas festivas em cabeça de mulheres, não tomando o homem como seus filhos.

EWÁ (divide os rios com oxun)

EWÁ (divide os rios com oxun)
Segundo alguns zeladores de orixás, este é o orixá da loucura. Seus filhos são tempestivos e ao mesmo tempo, dócil, muito pouco cultuado Brasil.

IROKO (a gameleira branca)

IROKO (a gameleira branca)
Esta árvore que representa o orixá Iroko só é cultuada em nações ala-ketú. Êste orixá não toma a cabeça do ser humano, ele é simplesmente plantado e acentado dentro ou nos arredores do candomblé.

TEMPO (determinante na angola)

TEMPO (determinante na angola)
Existem várias nações que cultua este orixá, principalmente a nação de angola, onde ele é preparado e acentado do lado de fora da casa de cultos

IBEJI (a dualidade gêmeas)

IBEJI (a dualidade gêmeas)
Muitas nações de candomblé, preparam estes dois orixás em duas cabeças gêmeas. O primeiro a ser feto em duplicidade foi em São Luiz do Maranhão em 1947, na casa de Biron de oxosse.

OXALÁ ( Oxalufan, o Oxalá velho)

OXALÁ ( Oxalufan, o Oxalá velho)
Êste orixá é muito considerado em todas as facções do candomblé. Respeitado e adorado por qualquer membro de casas de cultos de origem africana, não importando orixá da cabeça de cada um.

ORACION A SAN LÁZARO (BABALU AYE) PARA BUENA SUERTE Y SOLUCIONAR PROBLEMAS::

ORACION A SAN LAZARO (BABALU AYE) PARA BUENA SUERTE Y SOLUCIONAR PROBLEMAS:


.
Glorioso Patrón de los Pobres, que en tantos tormentos me veo, con solo llamando tu espíritu me des lo que yo deseo, y que encuentre que mis males sean remediados con solo decir esta oracion:
.
En el Nombre de San Lazaro,
que los buenos espíritus que me ayuden
y que vengan en mi auxilio,
cuando yo padezca de algún mal
o este en algún peligro que me los detengas,
y que a mi no lleguen,
y que esto me sirva de una prueba
 de vuestra protección para mi
y haced, San Lazaro que tu espíritu sea mi fe
y todo el que a mi lado estuviere,
y que en ti, patrón,
encuentre la fuerza que necesita mi materia
para poder llevar estas pruebas de este planeta
en que habitamos y de este camino que hay que pasar, mandado por Dios, nuestro Padre,
pues en ti pongo mi fe para que me salves de esta
y me des consuelo a mis grandes males
y que por tu valor tenga otro porvenir mejor a este que tengo, y que en el nombre de San Lazaro
los espíritus malos se alejen de mi para siempre
con solo decir esta Oracion;
.
San Lazaro conmigo y yo con el;
el delante, yo detrás de él,
para que todos mis males los haga desaparecer,
la Gloria de todos.
.
Amen.

.
El que esta oracion tuviere, todos sus atrasos perdiere, y a los veinte días vendrá el patrón en sueños a indicarle en lo que ha de tener su suerte.
.
Si fe tuviere en el, se salvara también.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

INVOCANDO AS SALAMANDRAS PARA OBTER BOA SORTE E CONQUISTAS PESSOAIS:

Invocando as Salamandras para obter boa sorte e conquistas profissionaiS

As Salamandras são os elementais do fogo, responsáveis pelo impulso de realização, pela energia e pela paixão. Aprenda aqui como invocar a proteção e o poder delas em sua vida.

Para invocar as Salamandras, há encantamentos e orações que podem ser utilizados, aliados à prática mágica. Elas devem ser pronunciadas com o praticante de magia voltado para a direção Sul, com uma vela acesa ou um triângulo formado com os dedos indicador e polegar. 

As Salamandras devem ser invocadas com respeito e intenção construtiva, nunca por brincadeira ou intenções fúteis. 


Além disso, deve-se sempre invocar também o rei e o guardião desse reino, que são Djinn ou Agni (rei do reino do fogo) e o Príncipe Mikael (guardião).

A seguir você encontra uma oração de invocação às Salamandras, que lhe ajudará a ter mais determinação, força de vontade e, assim, obter conquistas profissionais e pessoais.

Com a permissão de Djinn
Com a proteção de Mikael
Eu as convido, Salamandras, a participar dete ritual!
Que você possam vir dançar
Possam meu feitiço imantar
Com seu poder de acender a chama da alma,
a centelha da vida, o desejo de realizar.
Está aqui presente, no Reino Elemental do Fogo,
O poder da magia,
A sagrada energia
Do primeiro passo.
Que eu tenha a força e a paixão
para dar nó no laço
Para finalizar tudo que faço.
Pelo poder do três vezes três
A vitória é minha!
Em um dia, uma semana, um mês,
Minha magia se realiza em luz e graça.
Assim seja, assim se faça!