Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sexta-feira, 27 de abril de 2012

NANÃ BURUQUÊ- VIDA, HISTÓRIA E ORAÇÃO:


NANÃ
Entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos, existe um portal. É a passagem, a fronteira entre a vida e a morte.Sua regente: Nanã. Senhora da morte, geradora de Iku (morte). Deusa dos pântanos e da Lama. Mãe da varíola, regente das chuvas, Nanã é de origem Jeje, da religião da Dassa Zumê e Savê, no Daomé, hoje conhecida com República de Benin.

A mais temida de todas os Orixás. A mais respeitada. A mais velha, poderosa e seria. Nanã é o encantamento da própria morte. Seus cânticos são súplicas para que leve Iku – a morte – para longe e quem permite que a vida seja mantida.

É a força da Natureza que o homem mais teme, pois ninguém quer morrer! Ela é a Senhora da passagem desta vida para outras, comandando o portal mágico, a passagem das dimensões.

Nas casas de Santo, Nanã é extremamente cultuada e temida, pelo poder que ostenta. É ela a mãe da varíola e se faz presente quando existe epidemia da doença.

Nanã também está presente nos lodaçais, lamaçais, pois nasceu do contanto com água com a terra, formando a lama, dando origem à sua própria vida. Em terras da África, Nanã é chamada de Iniê e seus assentamentos (objetos sagrados) são salpicados de vermelho.

Nanã é lama, é terra com contato com a água. Nanã também é o pântano, o lodo, sua principal morada e regência.

Ela é a chuva, a tempestade, a garoa. O banho de chuva, por isso, é uma espécie de lavagem do corpo, homenagem que se faz à Nanã, lavando-se no seu elemento. Por isso, não devemos blasfemar contra a chuva, que muita vezes estraga passeios, programas, compromissos, festas e acontecimentos. A chuva é a parte da vida, que vai irrigar a terra, Se ela cai demais, é porque a força da Natureza, Nanã, está insatisfeita. E, amigo... queira ver tudo, mas não queira ver a ira de Nanã. Posso lhe assegurar que não existe nada mais feio!

Considerada a Iabá (orixá feminina) mais velha, foi anexada pelos iorubanos nos rituais tal a sua importância. Nanã é a possibilidade de se conhecer a morte para se ter vida. É agradar a morte, para viver em paz. Nanã é a mãe, boa, querida, carinhosa, compreensível, sensível, bondosa, mas que, irada, não reconhece ninguém.

Nanã é o Orixá da vida, que representa a morte. E a isso devemos o máximo respeito e carinho.

                                    Dados

Dia: sábado;

Data: 26 de julho;

Metal: latão;

Cor: branco com traços azuis ou roxos;

Partes do corpo: protege a barriga, o útero, a parte genital feminina, protege as mulheres gestantes;

Comida: Aberem(milho torrado e pilado do qual é feito um fubá com açúcar ou mel), mugunzá;

Arquétipo dos filhos de Nanã: tolerantes, mas implicáveis, maduros, lentos, firmes, bondosos, simpáticos, extremamente limpos e com temperamento artísticos;

Símbolo: ibiri e os bradjas ( contas feitas com búzios, dois a dois, e cruzados nos peitos, indicando ascendente e descendente)

 MITOLOGIA:

Nanã, Senhora de Dassa Zumê, mãe de Obaluaê, Ossãe, Oxumarê e Ewá, elegante senhora, nunca se meteu preocupou com o que este ou aquele fazia de sua própria vida. Tratou sempre de si e dos filhos, de forma nobre, embora tenha sido sempre precoce em tudo.

Entretanto, Nanã sempre exigiu respeito àquilo que lhe pertencia. O que era seu, era seu mesmo. Nunca fora radical, mas exigia que todos respeitassem suas propriedades.

E, mas uma vez, vemos Ogum numa historia.

Viajante, conquistador, numa de suas viagens, ogum aproximou-se das terras de Nanã. Sabia que o lugar era governado por uma velha e poderosa senhora. Se quisesse, não seria difícil tomar as terras de Nanã pois, para Ogum, não havia exercito, nem força que o detivesse. Mas Ogum estava ali apenas de passagem. Seu destino era outro, mas seu caminho atravessava as terras de Nanã. Isto ele não podia evitar e nem o importava, uma vez que nada o assustava e Ogum nada temia.

Na saída da floresta, Ogum deparou-se com um pântano, lamacento e traiçoeiro, limite do inicio das terras de Nanã. Era por ali que teria que passar. Seu caminho, em linha reta, era aquele – por pior que fosse e não importando quem dominava o lugar. O destino e objetivo de Ogum era o que realmente lhe importavam.

Parou à beira do pântano e já ia atravessá-lo quando ouviu a voz rouca e firme de Nanã:

- Esta terra tem dono. Peça licença para penetrar nela!

No que Ogum respondeu em voz alta:

- Ogum não pede, toma! Ogum não pede, exige! E não será uma velha que impedira meu objetivo!

- Peça licença, jovem guerreiro, ou se arrependerá!, retrucou Nanã com a voz baixa e pausada.

- Ogum não pede licença, avança e conquista! Para trás, velha, ou vai conhecer o fio da minha espada e a ponta de minha lança!

Dito isto, Ogum avançou pela pântano, atirando lanças com pontas de metal contra Nanã. Ela, com as mãos vazias, cerrou os olhos e determinou ao pântano que tragasse o imprudente e impetuoso guerreiro.

E assim aconteceu...

Aos poucos, Ogum foi sendo tragado pela lama do pântano, obrigando-o a lutar bravamente para salvar sua própria pele, debatendo-se e tentando voltar atrás. Ogum lutou muito, observado por Nanã, até que conseguiu salvar sua vida, livrando-se das águas pantanosas e daquela lama que quase o devorava.

Ofegante e assustado, Ogum foi forçado a recuar, mas sentenciou:

- Velha feiticeira! Quase me matou! Não atravessarei suas terras, mas vou encher este de pântano de aço pontudo, para que corte sua carne!

Nanã, impassível e calma, voltou a observar:

- Tu és poderoso, jovem e impetuoso, mas precisa aprender a respeitar as coisas. Por minhas terras não passarás, garanto!

E Ogum teve que achar outro caminho, longe das terras de Nanã. Esta, por sua vez, aboliu o uso de metais em suas terras.E, até hoje, nada por ser feito com laminas de metal para Nanã.

             PRECE  Á  NANÃ  BURUQUÊ:


 Prece à Nanã Buruquê Mãe protetora de todos nós.  Senhora das águas opulentas.  
Deusa das chuvas benévolas.  
Deixa cair sobre nós a chuva divina da tua bondade fecunda e infinita.  
Salubá Nanã Buruquê! 
Purifica com tuas forças nossa atmosfera para que possamos ser envolvidos pelos teus olhos maravilhosos.  Salubá Nanã Buruquê! Salubá!


PS: Carrego  comigo  a honra  e  o  orgulho  de  ser uma  filha legítima  de NANÃ  BURUQUÊ, o que  é raríssimo  nos meios religiosos, foi-me dito por diversos Pais e Mães de Santo.

Adriana Cavalheiro

quinta-feira, 26 de abril de 2012

DAMA DA NOITE - POESIA - AMIGO ANJO DE OGUM





































Uma linda mulher
De cabelos negros e olhar sedutor,
Que em noites de lua cheia
Sai à caça como loba
À procura de um amor.

Ela é a Dama da noite
Que se banha em águas claras.
A sua beleza estonteante
Não há a que se compara.

Ela é pura magia
Seu corpo transpira paixão.
O seu beijo inebria
E aprisiona o coração.

Linda dama caçadora,
Tu prendes sem compaixão
Aquele que te encontra,
Mas vives na solidão. 



(ANJO  DE  OGUM)

quarta-feira, 25 de abril de 2012

RITUAL CIGANO: BANHO DE ARES PARA ABERTURA DE CAMINHOS

ESCOLA ÉVORA
UM NOVO CONCEITO EM ENERGIA !!!
BANHO DE ARES PARA ABERTURA DE CAMINHOS
Este feitiço é indicado para caminhos que por muitas vezes parece fechados ou sem rumo, auxiliando a alcançar os desejos e a felicidade!

Em 2l de água fervendo acrescente:
3 galhos de alecrim;
1 canela em pau (pequena)
3 folhas de mangueira;
1 cravo branco;
Raspas de nós – moscada;

Ritual: 1 vela vermelha e 1 verde.

Colocar as ervas em infusão na água direcionando seus pensamentos e mentalize todos caminhos que deseja alcançar. Tampe e deixe até chegar numa temperatura suportável ao corpo. Derrame este banho da cabeça aos pés.
Após o banho, acender as velas num prato branco e mentalizar através do Fogo de Ares que seus caminhos estejam sempre abertos e que a conquista seja constante.
QUE DEUS ARES ABENÇÕE SUA VIDA COM PLENITUDE!

FONTE: www.escolaevora.com.br

terça-feira, 24 de abril de 2012

ORAÇÃO Á GUARDIÃ CIGANA MANLIORRI:

Oração da Guardiã Cigana Mamliorri.
Ho Mamliorrio ...
Tu kai san tradini pala o Diel.
Thie pomôgis amende lhe roma tchatchunes.
Tu kai volis sá vôrta a no amora tráio.
Sâmo tu Mamliorrio janés o tchatchimôs.
Sikau amengue o drôm lacho.
Han amengue sastimos, zôr, bar ai lôve.
Ankalau lhe diela nasul a na amaro tráio.
Na muc lhe dusmai thie asan améndar.
Janau Mamliorrio, kai pacha tute.
Si thie pirel sá vorta ana amari tchera.
Sâmo tu san, o tchathcimôs Diulesk.


Ho Mamliorri...
Vós que és enviada Celestial.
Para proteger os Ciganos legítimos.
Vós que gostas das coisas corretas.
Somente vós sabeis a verdade sobre os Ciganos.
Oriente nossas vidas.
Traga-nos saúde, força, sorte e dinheiro.
Remova as coisas ruins de nossa jornada.
Não permita que o inimigo vença.
Sei Mamliorri que próximo de Vós.
Tudo transcorrerá bem em minha barraca (casa).
Somente Vós sóis a verdade Divina.

(Jarco Stanesco)



A D V E R T Ê N C I A

Esta Guardiã é puramente essência Cigana.
Guardiã milenar atuante.
Não deve ser invocada por outras raças.
Ou mesmo por Ciganos que não sigam corretamente
as tradições.

Houve casos trágicos ocorridos com pessoas inescrupulosas.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

ORAÇÃO Á SÃO JORGE:

Oração a São Jorge

1aijk-2qn-1
Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.
Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.
Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós.
Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

domingo, 22 de abril de 2012

ORAÇÃO Á SÃO JORGE:


São Jorge - O santo guerreiro
1aijk-2qh-1
Oração a São Jorge III

Ó Deus onipotente,
Que nos protegeis
Pelos méritos e as bênçãos
De São Jorge.
Fazei que este grande mártir,
Com sua couraça,
Sua espada,
E seu escudo,
Que representam a fé,
A esperança,
E a inteligência,
Ilumine os nossos caminhos...
Fortaleça o nosso ânimo...
Nas lutas da vida.
Dê firmeza
À nossa vontade,
Contra as tramas do maligno,
Para que,
Vencendo na terra,
Como São Jorge venceu,
Possamos triunfar no céu
Convosco,
E participar
Das eternas alegrias.
Amém!

PRESENTE PRA VOCÊ: A ROSA MÁGICA!



ROSA MÁGICA....

Receba esta mensagem para que a Virgem leve ao seu Filho Jesus
os seus pedidos de proteção e bênçãos.
cid:1.3087425732@web38506.mail.mud.yahoo.com
cid:1.3087425732@web38506.mail.mud.yahoo.com
cid:1.640664533@web26603.mail.ukl.yahoo.com
Trata-se de uma rosa mágica.  Ela é o símbolo da Virgem Maria. Envia esta mensagem aos seus Amigos e reze uma Ave Maria antes de enviá-la.  Depois, diga 3 vezes:  Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós.
Verás que um perfume de rosas o acompanhará o dia todo.  Esta será a prova de que estás sendo abençoado

sábado, 21 de abril de 2012

MARIA MULAMBO DA ESTRADA;


Maria Molambo da Estrada
Ougp-82c-3
Sua lenda diz que Maria Molambo nasceu em berço de ouro, cercada de luxo. Seus pais não eram reis, mas faziam parte da corte no pequeno reinado.

Maria cresceu sempre bonita e delicada. Com seus trejeitos, sempre foi chamada de princesinha, mas não o era. Aos 15 anos, foi pedida em casamento pelo rei, para casar-se com seu filho de 40 anos.

Foi um casamento sem amor, apenas para que as famílias se unissem e a fortuna aumentasse. Os anos se passavam e Maria não engravidava. O reino precisava de um outro sucessor ao trono. Maria amargava a dor de, além de manter um casamento sem amor, ser chamada de árvore que não dá frutos; e nesta época, toda mulher que não tinha filhos era tida como amaldiçoada.

Paralelamente a isso tudo, a nossa Maria era uma mulher que praticava a caridade, indo ela mesma aos povoados pobres do reino, ajudar aos doentes e necessitados.

Nessas suas idas aos locais mais pobres, conheceu um jovem, apenas dois anos mais velho que ela, que havia ficado viúvo e tinha três filhos pequenos, dos quais cuidava como todo amor. Foi amor à primeira vista, de ambas as partes, só que nenhum dos dois tinha coragem de aceitar esse amor.

O rei morreu, o príncipe foi coroado e Maria declarada rainha daquele pequeno país. O povo adorava Maria, mas alguns a viam com olhar de inveja e criticavam Maria por não poder engravidar.

No dia da coroação os pobres súditos não tinham o que oferecer a Maria, que era tão bondosa com eles. Então fizeram um tapete de flores para que Maria passasse por cima. A nossa Maria se emocionou; seu marido, o rei, morreu de inveja e ao chegar ao castelo trancou Maria no quarto e deu-lhe a primeira das inúmeras surras que ele lhe aplicaria. Bastava ele beber um pouquinho e Maria sofria com suas agressões verbais, tapas, socos e pontapés.

Mesmo machucada, nossa Maria não parou de ir aos povoados pobres praticar a caridade. Num destes dias, o amado de Maria, ao vê-la com tantas marcas, resolveu declarar seu amor e propôs que fugissem, para viverem realmente seu grande amor.

Combinaram tudo. Os pais do rapaz tomariam conta de seus filhos até que a situação se acalmasse e ele pudesse reconstruir a família.

Maria fugiu com seu amor apenas com a roupa do corpo, deixando ouro e jóias para trás. O rei no princípio mandou procurá-la, mas, como não a encontrou, desistiu.

Maria agora não se vestia com luxo e riquezas, agora vestia roupas humildes que, de tão surradas, pareciam Molambos; só que ela era feliz. E engravidou.

A notícia correu todo o país e chegou aos ouvidos do rei. O rei se desesperou em saber que ele é que era uma árvore que não dá frutos. A loucura tomou conta dele ao saber que era estéril e, como rei, ele achava que isso não podia acontecer. Ele tinha que limpar seu nome e sua honra.

Mandou seus guardas prenderem Maria, que de rainha passou a ser chamada de Maria Molambo, não como deboche mas, sim, pelo fato de ela agora pertencer ao povo. Ordenou aos guardas que amarrassem duas pedras aos pés de Maria e que a jogassem na parte mais funda do rio.

O povo não soube, somente os guardas; só que 7 dias após esse crime, às margens do rio, no local onde Maria foi morta, começaram a nascer flores que nunca ali haviam nascido. os peixes do rio somente eram pescados naquele local, onde só faltavam pular fora d'água.

Seu amado desconfiou e mergulhou no rio, procurando o corpo de Maria; e o encontrou. Mesmo depois de estar tantos dias mergulhado na água, o corpo estava intacto; parecia que ia voltar à vida. os Molambos com que Maria foi jogada ao rio sumiram. Sua roupa era de rainha. Jóias cobriam seu corpo.

Velaram seu corpo inerte e, como era de costume, fizeram uma cerimônia digna de uma rainha e cremaram seu corpo. O rei enlouqueceu.

Seu amado nunca mais se casou, c

..Exú Mulher Maria Molambo, você que me acompanha , me ajudando nos momentos mais difíceis e aparentemente sem solução, aceite esta pequena homenagem que fiz com muito amor. Podem dizer que você é farrapo, gosta do lixo e tudo o mais, mas eu sei que sem você a minha vida não teria sentido. A sua missão é esta: tratar do lixo espiritual em que a maioria das pessoas vive, curar a depressão e fazer os humanos acreditarem em si mesmos, em sua potencialidade. Este é o seu fundamento. Para isto você foi criada. Laroiê mulher Maria Molambo!!!...

ORAÇÕES E PONTOS CANTADOS DE MARIA PADILHA:

São 12 horas em ponto e o sino já bateu. Sei que nesta hora, pela força do vento a poeira vai subir, e com ela também subirá todo o mal que estiver no meu corpo, no meu caminho e na minha casa. Tudo se afastará da minha vida. É com a força e Axé de Maria Padilha que meus caminhos, a partir deste momento, em que os ponteiros se separam, estarão livres de todos os males materiais e espirituais, pois a luz que clareia o caminho de Maria Padilha também há-de clarear os meus caminhos, para isso estarei sempre na posse desta oração.



CANTIGAS A MARIA PADILHA

Abre essa tumba quero ver tremer,
Abre esse tumba quero ver balançar,
X2

Maria Padilha das Almas,
O cemitério é o seu lugar.

É na Calunga que a Maria Padilha mora
É no barranco que a Maria Padilha vai girar.
X2

Maria Padilha das Almas
O cemitério é o seu lugar.





Exu Maria Padilha
Trabalha na encruzilhada
Toma conta, presta conta…
No romper da madrugada.

Pomba-Gira minha comadre
Me proteja noite e dia
Trabalhando nas encruzilhadas
Com suas feitiçarias.



Maria, Maria Padilha Ela é…
Uma mulher faceira
Que trabalha á Meia Noite
E também a madrugada inteira.

Sete rosas encarnadas
Vou levar para essa Maria
Para afastar de mim,
Toda a feitiçaria.

Maria, Maria Padilha Ela é.



Ela é Maria Padilha
Da sandalinha de pau
Ela trabalha pró bem
Mais ela trabalha pró mal

Oia pombajiré, oia pombajirá, oia pombajirá



De onde é que Maria Padilha vem
Aonde é que Maria Padilha mora
Ela mora na mina de ouro
Onde o galo preto canta
Onde criança não chora.



O povo dos Infernos é quem vai levar
Levar o que não presta pró além mar

Exu Rei da Lira é Lúcifer!
Maria Padilha…
Rainha Exu mulher!



Moça me dá
Um cigarro do seu
pra eu fumar
Que nem dinheiro eu tenho pra comprar
x2

Vivo sozinho
Vivo na solidão
Maria Padilha me dê
A sus protecção




Cemitério é praça linda
É lugar pra passear
Cemitério é praça linda
É lugar pra passear
Numa catacumba branca
Maria Padilha mora lá
Mora lá, mora lá,
Maria Padilha mora lá,
Mora lá, mora lá,
Maria Padilha mora lá,




Com uma rosa e uma cigarrilha
Maria Padilha já chegou,
E na Kalunga
Ela é Rainha
Ela trabalha com muito amor
Sete cruzeiros da Kalunga
É a morada dessa mulher
Ela é!
Maria Padilha,
Rainha do Candomblé…



Quem não me respeitar
Oh! Logo se afunda
Eu sou Maria Padilha
Dos 7 cruzeiros da Kalunga



Moço, você conhece aquela moça
Que trabalha no escuro
Olhando osso,
Osso por osso,
Dente por dente,
Dia trás dia,
Hora trás hora
Ela é Maria Padilha
Ela é Maria Mulher,
Ela trabalha na Figueira,
Por ordem de Lúcifer.



Caminhou por toda a Terra
Na kalunga ela ficou
Lá na Encruza ou lá na rua
Ela é …
Camarada sua,
Maria, Maria Padilha Ela é.



Maria Padilha já chegou
Trago pra Ela uma linda flor
Festa no Terreiro, festa no gongá,
Chegou Maria Padilha para todo o mal levá.



Maria Padilha,
Soberana da estrada,
Rainha da encruzilhada,
E também do candomblé,
Suprema é uma mulher,
de negro,
Alegria do Terreiro,
Seu feitiço tem axé,
Mas ela é, ela é,
Ela é…
A Rainha da Encruza,
A mulher de Lúcifer.



A Padilha não brinca,
Ela não é brincadeira não,
A quem mexe com ela fica maluco
Vira defunto e se torna caveira
E depois de caveira vira poeira
E vai morar com Exu Caveira.



Maria Padilha
Rainha do Candomblé
Firma Curimba
Que tá chegando mulher.



Maria Padilha é…
Rainha do Candomblé
Maria Padilha mora,
Nas portas de um cabaré.



Maria Padilha
Trás linda figa de ouro
Oi saravá Rainha linda de quimbanda
Sua protecção é um tesouro!




Quando eu toco tambor
Eu só toco pra Ela
Seu olhar é sereno
Seu olhar me fascina.
Ela vem girando na linha das Almas
É a Maria Padilha.

MARIA PADILHA:

Nome que significa Rainha do Fogo, Maria Padilha já teve várias encarnações na Terra, e a última delas foi em Ilhéus na Bahia. Nesta sua última encarnação, ela era uma espanhola que veio para o Brasil morar em Ilhéus na Bahia e foi morta na porta de um cabaré. Todos os homens que ela teve, em cada uma das encarnações, num total de sete, estão com ela na espiritualidade.

Entre mitos mais variantes que revelam alguma qualidade a característica especial desta mulher, o que servirá nos terreiros como apoio é o segundo nome que acompanhará o primeiro. Recebe outros apoios que alguns podem pensar que se trata de outra Pombagira, mas na realidade é ela: "Rainha dos Infernos", "Rainha do Candomblé", "Rainha das Marias", "Rainha das Facas", "Mulher de Lucifer", "Rainha da Malandragem", "Rainha dos Ciganos", etc. Em cada lugar lhe dão diferentes sobrenomes, que na realidade busca elogiar a entidade e transmitir uma maior intimidade.

Pomba Gira Maria Padilha é conhecida por sua eficiência e rapidez, e está entre as mais populares das Pombagiras. Às vezes ela é chamada de "rainha sem coroa", e isso certamente se refere à Maria histórica, que era a rainha do coração de D. Pedro, mas negou que as suas propostas repetidas para o casamento,preferindo a sua independência durante sua estada na corte. Este também descreve um certo tipo de mulher, aquele que exige respeito, e cujo comportamento é real, mesmo se ela é pobre ou da classe trabalhadora. Maria também é um exemplo perfeito de como "espíritos novos" nascem: lendas cresceram em torno da mulher real, que tinha uma reputação de feiticeira, e dentro de cem anos, as bruxas em Espanha e Portugal estavam usando seu nome e chamando seu espírito para ajudar los em suas magias.

Tem predileção - igual ao seu principal marido, Rei das 7 Liras (Lúcifer) - pelas navalhas e armas brancas em geral, especialmente aquelas que são afiadas e pequenas, onde se deve ter muita agilidade para não ser cortado. Como toda pomba gira, possui numerosos amantes ou parceiros, com os quais pode "adjuntar-se" ou "trabalhar", sendo essa parceira que protegerá a determinada pessoa.

Cabe esclarecer que nem sempre se formam os mesmos parceiros, pois os mesmos dependeram da morada onde trabalhe a Pomba Gira e o que indique o ponto riscado ou firma espiritual. Apresenta-se sob a aparência de uma formosa mulher, de longos cabelos negros, pele morena (as vezes mais clara e as vezes mais escura), sua idade e físico variam também de acordo com o tipo de caminho ou passagem desta Pomba Gira, pois existem passagens jovens e velhas, sendo igualmente atrativas em qualquer de suas passagens, isto ocorre com todos os Exús de quimbanda, não importando a idade que apresentem, pois tem o dom da sedução.

Ela gosta de luxo, dos homens, de dinheiro, das jóias, da boa vida, dos jogos de azar, de baile e da música. É uma grande bailarina, cujos movimentos podem incluir passos das ciganas em alguns momentos, mexendo sensualmente seus braços, como quem desfruta plenamente de seduzir com o corpo em movimento. Seu porte é altivo, orgulhoso, magestoso, possui características das mulheres que não tem medo de nada. É muito requisitada para atrair amantes, abrir os caminhos, amarrar parceiras, mas principalmente é muito temida por sua frieza e seu implacavel poder na questão de demandas. Algumas das principais Pomba Giras que estão dentro de sua falange, abaixo de sua ordem são:

Maria Molambo
Maria Quitéria
Maria Lixeira
Maria Mirongueira
Maria das Almas
Maria da Praia
Maria Cigana
Maria Tunica
Maria Rosa
Maria Colodina
Maria Farrapos
Maria Alagoana
Maria Bahiana
Maria Navalha

ESSA É PARA RIR UM POUQUINHO...


ESSA É PARA RIR UM POUCO, MAS ESTOU VIVENDO MAIS OU MENOS ASSIM AMIGOS.......


Recebi de uma amiga pedindo desculpas por não me enviar mais e-mails
1e6aed2.gif
Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.

Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes..
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.
E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).

Cada dia uma Aspirina, previne infarto.
Uma taça de vinho tinto também.
Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.
Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.
O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber
.
1e6aee1.gif

Todos os dias deve-se comer fibra.
Muita, muitíssima fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente.
E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada.
Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.

E não se esqueça de escovar os dentes depois de comer.
Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito.

As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma). 

1e6aee1.jpg

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação..

Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!

Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã

Agora tenho que ir.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.

E já que vou, levo um jornal...

Tchau..... 


1e6aef1.jpg

Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail. 


Luís Fernando Veríssimo
 
PS. Não esqueça de orar, agradecendo por ter tempo para tudo isto.
  

OBS; Este email me fez rir tanto que fazia muito tempo que não estava tendo mais essa experiência na minha vida, só poderia ser do Luís Fernando Veríssimo mesmo. Mas desde que me mudei aqui para Goiânia -Go, estou correndo mais que notícia ruim, porque aqui é mais fácil achar um marido para casar, ganhar na mega sena, o Cristo Redentor bater palmas, mas achar uma diarista ou uma empregada doméstica!!!!  NUNCA  NO  BRASIL!!!!
POR ISSO, DIGO AOS AMIGOS QUE DEVO ESTAR COM A PRAGA DA MARINETE (seriado que passou na tv)), QUE ARE BABA, JÁ REZEI PRA TUDO  QUE É SANTO, FIZ  PROMESSA,  NOVENA,  ORAÇÃO,  SIMPATIA, SÓ NÃO FIZ  DESPACHO EM ENCRUZILHADA AINDA, MESMO ASSIM, A  TÃO  DESEJADA AJUDANTE NUNCA APARECEU!!!
Então o jeito é eu me virar mais que "bolacha em boca de véio", como diz o gaúcho, mas eu tem horas que tenho acessos de fúria, choro, depressão, pânico, porque ter que deixar de estar na net lendo, fazendo os cursos que quero, estudando tudo o que os Mestres recomendam e o melhor, retribuindo todo o AMOR, CARINHO  E  ATENÇÃO QUE  RECEBO DOS AMIGOS  AQUI  NA NET, é uma verdadeiro HARAM  E ME  DA  VONTADE  DE ARRANCAR  OS  CABELOS...
Beijos de amor e luz no coração  de todos  vocês!!!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

OXUM:


OXUM
RORA YEYÉ GBÉMI!, mãe grandiosa, proteja-me
1aijk-2pj-1
Feminina, sensual, ingênua, dócil e infantil, desejosa de curar, ajudar e cuidar dos fracos.

Afetividade, familiaridade, concordância, maternidade, altruísmo, inverso: maledicência .

Poder claramente relacionado com a fecundidade, é personagem de um mito muito conhecido em que um simbolismo transparente mostra que mesmo OXALÁ supera o tabu da menstruação para prosternar-se aos seus pés. Transformando em penas vermelhas o papagaio da costa, o sangue que gotejava do corpo de uma sacerdotisa.

OXALÁ nunca há de separar-se desta pena vermelha que é ekodidé e que será o único sinal desta cor que carregará pela eternidade.

OXUM representa a mãe da criação que toma conta dos filhos dos outro em gestação e até o décimo sexto dia de nascimento. Diz-se que ela é provedora, atende as necessidades dos outros e que portanto, merece o reconhecimento dado a uma mãe.

OXUM entidade é muito imponente, delicada, graciosa, geralmente bonita.Não se zangam com facilidades. Não gostam de brigas. Não sabem recusar. Adoram crianças pequenas. Algumas são ambiciosas, adoram o luxo, o conforto e a riqueza,julgam que para vencer na vida consiste em usar seus encantos para conseguir o que querem.

Mas também tem seu lado intrigante, hipócrita, mentirosa, interesseira.

Orixá que recebe o nome de um rio da Nigéria, em Ijexá e Igebú.

Segunda mulher de Xangô, deusa do ouro, da riqueza e do amor.

A OXUM pertence o ventre da mulher e ao mesmo tempo controla a fecundidade, por isso as crianças lhe pertencem . Dona da água doce, gosta de usar colares, jóias, brincos de ouro e tudo que se relaciona com a vaidade, flores, etc.

Orixá das águas doces é a própria Vênus. Por um lado é a moça faceira e sedutora, por outro preside os mistérios femininos, a maternidade, a magia, profundezas da imaginação, a riqueza, crescimento e a fecundidade.

OXUM a estrela, mostrando sua luz na imensa escuridão da mente humana.

OXUM, a senhora das águas doces, e de parte das águas do mar, é a aiabá da beleza, da fertilidade, da feminilidade e do charme.

Poderosa rainha que conquistou o coração de XANGÔ também de BARÁ, ou OGUM, recebendo o nome de ÁPARA sendo muito semelhante com IANSÃ.

Dona de uma elegância e de uma astúcia surpreendente.

Dama da mais alta hierarquia. Foi ela que criou a galinha da angola, ave que por ter o corpo pintado e ostentar um osu na cabeça é tido como feito -iniciado- .Entidade da medicina curativa, madrinha da procriação e da gestação que toma sob sua proteção todos os seres humanos desde a concepção até que comecem a andar e adquirir conhecimento.

Evita abortos e complicação durante a gravidez.

OBÁ tem muito ciúme e raiva de OXUM, a ninfa das cascatas, e ódio mortal da relação que XANGÔ mantém com a charmosa senhora dos rios, ribeirões e lagos límpidos.

A esperta OXUM foi junto com IANSÃ a causadora do aleijão de OBÁ, quando ludibriada perdeu a orelha esquerda.

Pela tradição nos terreiros, não se pode deixar dançar perto uma da outra.

OXUM é a água que produz todas as qualidades de som, esposa rica de XANGÔ, a senhora do Ijexá.

A graciosa rainha, cuja idés de ouro imitavam o burburinho das cascatas.

Ela se vestia de ouro e de bronze, tinha dentes belos e era muito elegante e esperta.

Cantava muito lindo.

Quem queria ter dinheiro pedia a OXUM que ela dava.

OXUM meticulosa cozinheira.

Vaidosa, maternal, sensual, esposa mais rica do rei de Oió.

OXUM IYANHÁ,vó, casada com OGUM ALGBEDÉ, ogum da forja.

OXUM IÉ IÉ OKÉ, mulher de ODÉ OXOSSI .

As OXUNS ligadas as fontes são levianas, jovens

As OXUNS ligadas ao mar são traiçoeiras, maduras

As OXUNS ligadas as águas profundas são honestas, velhas

As OXUNS ligadas ao pântano são feiticeiras.





Existem 16 tipos de OXUM

DEFUMAÇÃO DE OGUM:


Defumação de Ogum

1aijk-2pn-1
Com a licença meu pai ogum
Filho quer se defumar
Umbanda tem fundamentos
É preciso preparar
Com incenso de benjoin
Alecrim e alfazema
Defumai filhos de pemba
Com as ervas da jurema

Cheirou
Como cheira umbanda
Umbanda cheirou guiné
Cheirou como cheira umbanda
Umbanda cheriou guine

Defuma com jesus, maria e jose
Para os seus filhos defumar
Defuma com deus
E nossa senhora
Pra afastar os inimigos da porta pra fora

Eu defumei defumei
Foi com as ordens de oxala

Pra todo o mal
Que aqui se encontra
Ô leva para as ondas do mar

ANJO DE  OGUM

quinta-feira, 19 de abril de 2012

CONHEÇA O SIGNIFICADO DE CADA SONHO DE A a Z:


Conheça os significados dos sonhos de A a Z

Conheça os significados dos sonhos de A a Z

Monica Buonfiglio

Todas as nossas emoções e experiências podem se refletir nos sonhos? Sonhos ruins têm sentido contrário? Eles são resultado da imaginação ou existe algo mais profundo em seu significado? 

O fundador da psicanálise Sigmund Freud (1856 – 1939) publicou o livro A Interpretação dos Sonhos e revolucionou o tema tecendo um método de análise. Explicou que ao estarmos acordados, a mente tenta continuamente transformar nossas ações ou pensamentos. Porém, quando aparecem barreiras, fatalmente são desmascaradas durante o sono. Assim, conseguimos superá-las, livrando-nos dos problemas. 

Para o fundador da psicologia analítica Carl Gustav Jung (1875-1961), os sonhos representam uma espécie de sinal para dar mais atenção a alguns fatores que podem estar sendo negligenciados. Se não os realizamos, se tornar pesadelos. 

Confira o que cada sonho pode significar.



terça-feira, 17 de abril de 2012

LOUVAÇÃO A OXUM:

Louvação a Oxum

1aijk-2nt-1
Kerêô declaro aos de casa que estou chegando
Quem sabe venha buscar-me em festa

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo
Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo

Oxum que me cura com água fresca
Sem gota de sangue
Dona do oculto, a que sabe e cala
No puro frescor de sua morada
Oh! Minha mãe, rainha dos rios
Água que faz crescer as crianças
Dona da brisa de lagos
Corpo divino sem osso nem sangue

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo
Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo

Eu saúdo quem rompe na guerra
Senhora das águas que correm caladas
Oxum das águas de todo som
Água da aurora no mar agora
Bela mãe da grinalda de flores
Alegria da minha manhã

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo
Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo

Ipondá que se oculta no escuro
De longe me chega a cintilação dos seus cílios
Oxum é água que aparta a morte
Oxum melhora a cabeça ruim, a yê yê orarei!
Bendita onda que inunda a casa do traidor

Orarei a Oxum
Que adoro Oxum
Sei que sim
Xinguinxi comigo

Oxum que eu bendigo na boca do dia
Oxum que eu adoro
Rica de dons, riqueza dos rios
Oxum que chamei, que não chamei
Adê-okô, senhora das águas

MÃE MENININHA DE GANTOIS:

 Mãe Menininha Filha de oxum 

1aijk-2nq-1
Ai minha mãe
Minha Mãe Menininha
Ai minha mãe
Menininha do Gantoise

A estrela mais linda, hein? Tá no Gantoise
E o sol mais brilhante, hein? Tá no Gantoise
A beleza do mundo, hein? Tá no Gantoise
E a mão da doçura, hein? Tá no Gantoise

O consolo da gente, hein? Tá no Gantoise
E a Oxum mais bonita, hein? Tá no Gantoise
Olorum quem mandou
Essa filha de Oxum

Tomar conta da gente
E de tudo cuidar
Olorum quem mandou ô ô

Ora iê iê ô...

Ora iê iê ô...

Foi apelidada Menininha, talvez por seu aspecto franzino. “Não sei quem pôs em mim o nome de Menininha… Minha infância não tem muito o que contar… Agora, dançava o candomblé com todos desde os seis anos”.

Foi iniciada no culto dos orixás de Keto aos 8 anos de idade por sua tia-avó e madrinha de batismo, Pulchéria Maria da Conceição (Mãe Pulchéria), chamada Kekerê – em referência à sua posição hierárquica, Iyá kekerê (Mãe pequena). Menininha seria sua sucessora na função de Iyalorixá do Gantois. Com a morte repentina de Mãe Pulchéria, em 1918, o processo de sucessão foi acelerado. Por um curto período, enquanto a jovem se preparava para assumir o cargo, sua mãe biológica, Maria da Glória Nazareth, permaneceu à frente do Gantois.

Foi a quarta Iyálorixá do Terreiro do Gantois e a mais famosa de todas as Iyálorixá brasileiras. Sucessora de sua mãe, Maria da Glória Nazareth, foi sucedida por sua filha, Mãe Cleusa Millet. “Minha avó, minha tia e os chefes da casa diziam que eu tinha que servir. Eu não podia dizer que não, mas tinha um medo horroroso da missão (…): passar a vida inteira ouvindo relatos de aflições e ter que ficar calada, guardar tudo para mim, procurar a meditação dos encantados para acabar com o sofrimento.” [1]

O terreiro, que inicialmente funcionava na Barroquinha, na zona central de Salvador, foi posteriormente, transferido para o bairro da Federação onde hoje é o Ilê Axé Iyá Nassô Oká, na Avenida Vasco da Gama, do qual Maria Júlia da Conceição Nazaré sua avó também fazia parte. Com o falecimento da iyalorixá da Casa Branca Iyá Nassô, sucedeu Iyá Marcelina da Silva Oba Tossi. Após a morte desta, Maria Júlia da Conceição e Maria Júlia Figueiredo, disputaram a chefia do candomblé, cabendo à Maria Júlia Figueiredo que era a substituta legal (Iyakekerê) tomar a posse como Mãe do Terreiro. Maria Júlia da Conceição afastou-se com as demais discidentes e fundaram outra Ilé Axé, o (Terreiro do Gantois), instalando-se em terreno arrendado aos Gantois – família de traficantes de escravos e proprietários de terras de origem belga – pelo cônjuge de Maria Júlia, o negro alforriado Francisco Nazareth de Eta.[2] Situado num lugar alto e cercado por um bosque, o local de difícil acesso era bem conveniente numa época em que o candomblé era perseguido pelas forças da ordem. Geralmente, os rituais terminavam subitamente com a chegada da polícia.[3]

Em 1922, através do jogo de búzios, os orixás Oxóssi, Xangô, Oxum e Obaluaiyê confirmaram a escolha de Menininha, então com 28 anos. Em 18 de fevereiro daquele ano, ela assume definitivamente o terreiro. “Quando os orixás me escolheram eu não recusei, mas balancei muito para aceitar”,

POMBO GIRA MENINA DA PRAIA:

Lenda Pomba Gira Menina da Praia 
1aijk-2nn-1
Carrana (pomba gira menina da praia), em uma ilha do oceano pacifico, viveu Carranna, em uma aldeia de pescadores.Onde esses pescadores adoravam o grande rei maligno do mar, DAGON, por teme-lo a grande furia do mar, e o mar nao dar mais peixes e alimentos a seu povo.

O povo com medo da furia de DAGON o rei maligno do mar, faziam a cada sete anos um sacrificio para acalma-lo, levando uma menina virgem ate a beira da praia, amarrando-a em duas pedras, entregando-a a DAGON,e quando subisse a mare para leva-la.

Carranna que era uma menina que tinha os conhecimentos dos ONDINOS, que havia sido passado de sua avó para ela , sabia os rituais .Carranna revolta com tudo isso, os sacrificios oferecidos a DAGON. Entao em uma noite de lua cheia foi a beira da praia com os sagrados pergaminhos dos ONDINOS, escondida de seu pai e de sua avo.Ela foi na beira da praia invocar DAGON, pois ela era a unica menina que nunca tinha sido oferecida a DAGON, pois ela estava sendo preparada para ser a grande SACERDOTIZA de seu povo.

Carranna fazendo o ritual, invocou o temivel DAGON, nesse momento o mar se abriu e saiu DAGON em forma de um anjo,e ele perguntou para Carranna, o que vos quer de mim, o menina tao pequenina .

Carranna respondeu ao terrivel DAGON, porque vos leva a cada sete anos uma menina de minha aldeia, entao DAGON respondeu, porque busco uma rainha. Entao Carranna perguntou a DAGON , o que e preciso para libertar meu povo dessa maldicao, entao DAGON respondeu.. Somente a verdadeira sacerdotiza teria o poder de acalmar as ondas do amanhecer, e de acalmar a grande furia que ha dentro de mim.

Carranna entao falou, a DAGON, estou aqui para vos libertar meu povo desses sacrificios, me ofereco a ir junto com vos, e ser sua noiva etrenamente,e quando a primeira onda do amanhecer bater na areia da praia seremos um so.

DAGON, vendo Carranna sem medo de enfrenta-lo, lhe propos, eu liberto seu povo, mas voce ficara pressa entre a beira da praia e o mar. Pois voce foi a unica de todas as meninas que teve a coragem e a audacia de vir falar comigo, para salvar todo seu povo dos sacrificios , pois entao libertarei seu povo,mas voce ficara eternamente pressa entre a praia e o mar, e seu povo aprtir de hoje fara oferendas de frutas e perfumes e essencias a todos os seres do mar.

Desde entao Carranna ficou sendo a protetora dos pescadores e das meninas que vagam na beira da praia, por isso quando voce for a uma praia ou na beira do mar , pois voce sempre vera meninas brincando ou passendo na beira da praia, voce sempre ira ver o espirito de Carranna que ali esta, por isso que todas as oferendas que sao entregues no mar retorn am a beira da praia para a sempre CARRANNA.