Pesquisar este blog

Carregando...

Follow by Email

LINK...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

PONTOS CANTADOS DE CIGANOS E CIGANAS NA UMBANDA:


PONTOS DE UMBANDA (CIGANOS E CIGANAS)

PONTOS DAS CIGANAS
Vinha, caminhando a pé
Para ver se encontrava pombagira cigana de fé
Ela parou, e leu minha mão
E disse toda a minha verdade
Amigo, você não me engana, pombagira cigana é um Exu de fama (bis)
Bem que eu lhe avisei, que você não jogava essa cartada com ela
Você parou no valete
E eu parei na dama (Eu parei na dama)
Amigo, você não me engana, pombagira cigana é um exu de fama (bis

PONTO DA CIGANA ESMERALDA
Cigana do olho verde
Tuas cartas são maiorais
Teu nome é Esmeralda
Elas não mentem jamais
Alupandê, elas não mentem jamais! (bis)
Cigana do olho verde
Tu tens um grande amor
Ele é o Exu Capa-Preta
Rainha, é teu senhor
Alupandê, rainha é teu senhor! (bis)


CIGANAS 
Juraram de me matar, na porta de um cabaré
Sou pombagira cigana, sou pombagira de fé
Sou pombagira que gira na cabeça de quem quer


CIGANA CELOÍ
Oi dança na ponta do pé, dança na ponta do pé, oi dança na ponta do pé
Que eu quero ver a Celoí
Eu perguntei às cartas, perguntei às runas e ao tarô
Auê, auê ó Celoí (bis)
Cigana, teu povo é quem te chama, que eu quero ver a Celoí


CIGANA CARTOMANTE
Eu vi, um acampamento eu vi, na beira da estrada eu vi
Como era lindo
É que não era Soraia, não é
Não era Saionara, não é
Era a cigana da sorte lendo a sorte de quem quer


CIGANA DO PANDEIRO
Oi Cigana, vai buscar o meu amor que foi embora
A ... (usar nomes de Ciganas) vai, a ... vem, a ... balança e o pandeiro não cai
(Madalena, Celoí, Esmeralda, Saionara, Paloma, Samara, Sarita, Tainara, Zaira, Najara, Soraia, etc)


CIGANASA Cigana tem, tem, tem, um sorriso sem igual
Faz um homem delirar e depois se apaixonar
Então eu vou, eu vou, vou casar contigo agora eu vou
Só não me caso contigo porque tenho um outro amor
Então eu vou, eu vou, vou embora agora já
Com os olhos cheios de lágrimas por não poder te amar


PONTO DA QUITANDAOlha a quitanda passando, essa quitanda é de Naô
Olha que bela quitanda, olha que bela quitanda
Olha que bela quitanda, essa quitanda é de Naô


PONTO DO OURO DAS CIGANAS
É que eu tenho um balanço, eu tenho um balanço
Eu tenho um balanço na terra
É que eu tenho um balanço, eu tenho um balanço
De ouro no fundo do mar


CIGANA RAINHAOi Cigana Rainha, oi cigana linda
Leva a minha quizila, leva pro fundo do mar


CIGANA DA PRAIA
Oi Cigana da Praia
Ela é da areia, ela é da praia, ela é do mar
Ciganinha menina
Ela é da areia, ela é da praia, ela é do mar


CIGANAS 
A roseira que eu plantei
Não deu rosas, deu espinhos
Eu vou chamar uma cigana
Prá limpar os meus caminhos


DESPEDIDA DAS CIGANAS
Vai, vai, vai, a cigana vai passear, oi vai
Por uma estrada florida, numa noite de luar
A cigana foi, foi, foi
A cigana foi passear, oi foi
Por uma estrada florida, numa noite de luar


CIGANA DO JARRO
Se hoje tem festa lá na praça, Lanã com seu povo cigano
Alupandê prá Cigana do Jarro, alupandê Tiriri Lanã
E ele toca seu lindo violino, prá saudar a Cigana do Jarro


FIRMAçÃO DAS CIGANAS
Lerum, ele é patchô lerum
Ele é patcholá, lerum
Ele é patchô, lerum, lerum, lerum, lerum


FESTA DAS CIGANAS
Amigos joguem flores e perfumes, joguem flores e perfumes
Que a cigana está em festa
Auê, Povo Cigano, auê dia de festa


CIGANAS 
Eu vinha pela praça, eu vinha trabalhando
Eu vi uma cigana e ela ‘tava trabalhando
É que não era Soraia, não era Saionara (bis)
Era a (...) e ela ‘tava trabalhando


CIGANAS 
E a menina do sobrado, vai na encruza de sapato dourado
Reza prá Exu de joelhos, que a Cigana se veste de vermelho


EXU CIGANO
Da tribo do Cigano eu vim, da tribo do Cigano eu vou girar
Oi salve as sete linhas de Umbanda, salve a tribo do cigano


CIGANOQuem é ele, quem é ele, quem é ele quem vem lá
Ele é o Exu Cigano que chegou prá trabalhar
Mas ele traz na sua mão esquerda um violino prá tocar
Mas ele traz na sua mão direita um baralho prá jogar

CIGANO BAHAMAS LASILAS
Cigano Bahamas Lasilas, que mora lá no Oriente
Ele vem cortando estradas prá saudar a nossa gente


CIGANAS
O teu Ganga não me engana, o teu Ganga me enganou (bis)
Foi essa moça cigana, foi Atotô quem mandou
Pandeiro, pandeiro, pandeiro rê rê rê


PONTO DO ORIENTE E EXU SETE CRUZEIROS
O Oriente é o lugar da paz, o lugar da vida
O lugar do amor
Eu sou Exu, é que eu sou exu
Sete Cruzeiros na Linha do Oriente