Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

AROMATERAPIA - INCENSOS - SIGNIFICADO:





Na Aromaterapia, usam-se essências puras, óleos
essenciais, incensos, perfumes e óleos aromáticos para
despertar os sentidos de forma orientada.
Sempre que inalamos um aroma, este ativa,
três tipos de memória olfativa: pessoal, cultural e
genética. Estes aromas agem diretamente
no cérebro, ativando glândulas do
sistema endócrino e induzindo-o a produzir outros
hormônios (como a adrenalina e a endorfina),
que geram o equilíbrio fisiológico e emocional.
No que toca aos incensos, indianos, chineses, japoneses,
judeus, tibetanos, católicos...não há raça ou religião
que não tenha utilizado este veículo de limpeza,
harmonização e proteção espiritual.



O que é o Incenso?


O incenso é uma mistura de substâncias resinosas
aromáticas cuja queima tem sido empregada desde a
antiguidade em cerimonias religiosas, para aromatizar
ambientes, afastar insetos.

A fumaça aromática exalada por essas varetas, ao
deixar o ar perfumado, confere leveza e conforto aos
ambientes, o que costuma estar associado ao
"descarrego" de energias, como se espantasse as
más energias para dar lugar às boas energias.

Na fabricação de alguns incensos são utilizadas ervas
como tomilho e capim-limão que no passado, eram usadas
para espantar insetos que propagavam doenças. Já, os
nossos antepassados acreditavam que os incensos
traziam saúde e proteção.


Aplicações do incenso



Segundo a aromaterapia, os aromas de determinadas
plantas provocam reações benéficas no organismo dos
indivíduos e podem tanto auxiliar no relaxamento
como estimular e aumentar a energia.
Os componentes inalados são transformados em impulsos
neurológicos que estimulam glândulas responsáveis
pelas boas sensações percebidas.

Pode usar o incenso: para eliminar maus odores e
perfumar a casa, decorar ambientes diferentes em festas e
relaxar durante o banho.



Há incensos de todos os tipos e qualidades mas o bom
incenso pode ser facilmente identificado
pelo seu aroma.

Um dos cuidados que devemos tomar é exatamente
o fator qualidade pois aromas inferiores geralmente são
obtidos através de produtos artificiais o que faria perder
todo o sentido com base na aromaterapia.

Usados com moderação, os incensos são aliados
para os momentos especiais.
Para acendê-los exige mais do que escolher somente a
sua fragrância preferida. É preciso estar sintonizado
com os planos elevados e criar uma perfeita harmonia
com a situação desejada.
Num lugar calmo, onde a pessoa esteja de forma relaxada,
uma música suave ao fundo e um incenso aceso,
certamente será muito fácil alcançar um estado
de meditação profunda.