Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

SIGNIFICADO DA COR DA AURA:


Estudiosos garantem: existe um corpo luminoso, conhecido como aura, que envolve os seres vivos ou inanimados
por Revista Tudo




O que é aura?

A palavra “aura” tem origem no latim e significa “sopro de ar”. Segundo diversas tradições e crenças, ela é uma espécie de radiação luminosa e invisível que envolve o corpo humano, assim como outros seres. Ela é formada de frequências vibracionais que são emitidas por partículas do corpo físico.

Em antigas esculturas hindus, em imagens de aborígenes feitas em pedras e em totens de nativos norte-americanos é possível perceber a imagem de figuras rodeadas de luzes, com linhas que se irradiam dos corpos. A aura foi descrita pela primeira vez como um corpo luminoso, na Grécia antiga, por volta de 500 a.C. e acreditava-se que essa luz poderia influenciar os seres humanos.
Tipos de aura

Ela possui diversas camadas vibratórias correspondentes aos diversos corpos por onde a consciência se manifesta. De maneira geral ela pode ser dividida em três frequências: físico, extrafísico e mental.

A aura do corpo físico reflete as predisposições energéticas e as condições do corpo físico no momento.

A aura do corpo extrafísico reflete diretamente as emoções do ser humano, as condições psíquicas e parapsíquicas da consciência.

A aura do corpo mental, reflete diretamente o clima interno de nossos pensamentos e idéias.

Pode irradiar-se a uma distância de noventa centímetros a um metro e vinte do corpo. Sua energia impregna todos os sistemas de energias sutis (camadas de energia). Quando estamos doentes ela se contrai e se mantém próxima ao corpo físico com o intuito de proteger sua energia vital.

Clarividentes, pessoas que possuem a percepção visual por meios paranormais, conseguem observá-la normalmente. A existência da aura tem sido comprovada pela ciência por meio da Máquina Kirlian, criada em 1939 pelo soviético Semyon Davidovitch Kirlian. Trata-se de um método que fotografa através de um campo magnético a energia que circunda materiais, biológicos ou não. Desde então o equipamento foi reproduzido em diversos países.


Foto Kirlian

A imagem tirada do dedo (foto Kirlian) de uma pessoa revela as cores de sua aura. Na cura vibracional as cores são associadas às qualidades espirituais, emocionais, mentais e físicas. Isso significa que a presença ou a ausência de determinadas cores na anatomia sutil possibilita o conhecimento sobre as condições gerais da pessoa.
Significado das cores

Verde: sensibilidade, capacidade de resolver problemas e de perdoar, autoconfiança. Indica saúde e vigor, pessoas que estão de bem com a vida.

Amarela: inteligência, poder de comunicação, supremacia da razão sobre a emoção. Capacidade de dar e receber, de realizar trabalhos em grupo.

Azul: saúde equilibrada, paz interior, bem estar, autoconfiança. Capacidade de cura por meio das próprias energias espirituais ou mentais.

Vermelha: coragem, vitalidade, excitação, forte energia sexual. Prioriza-se o mundo material. Saúde estável com tendência à irritabilidade. Sua ausência indica problemas no sangue, anemia. Nos animais expressa vigor e instinto.

Violeta: inspirações criativas, poderes mediúnicos, saúde, compreensão, mente equilibrada. Capacidade de transformar sofrimento em algo positivo. É a cor mais próxima do equilíbrio emocional, psíquico e espiritual.

Prateada: médium natural, capacidade de cura. O grande desafio é o autoconhecimento e compreender seus dons especiais.

Cristal (névoa brilhante e branca): poder de cura, dons telepáticos, mediunidade, pureza, bondade. Geralmente está presente nas mãos de pessoas que lidam com cura.

Conheça outros conteúdos da Revista Tudo.

A autora, Ana Elizabeth Cavalcanti, é formada em História e Estudos Sociais. Escritora de diversas obras esotéricas (Editora Berkana) e de periódicos sobre Filosofia, Psicanálise, História (Mythos Editora). Colaboradora da revista Sexto Sentido. Contato: anaelizabeth5@hotmail.com