Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sábado, 27 de julho de 2013

MARIA MULAMBO:




Sua lenda diz que Maria Mulambo nasceu em berço de ouro, cercada de luxo.
Seus pais não eram reis, mas faziam parte da corte no pequeno reinado.
Maria cresceu sempre bonita e delicada. Com seus trejeitos, sempre foi chamada de princesinha, mas não
o era.
Aos 15 anos, foi pedida em casamento pelo rei, para casar-se com seu filho de 40 anos.
Foi um casamento sem amor, apenas para que as famílias se unissem e a fortuna aumentasse.
Os anos se passavam e Maria não engravidava.
O reino precisava de um outro sucessor ao trono. Maria amargava a dor, além de manter um casamento sem amor, ser chamada de árvore que não dá frutos; e nesta época, toda mulher que não tinha filhos era tida como amaldiçoada.
Paralelamente a isso tudo, a nossa Maria era uma mulher que praticava a caridade, indo ela mesma aos povoados pobres do reino, ajudar aos doentes e necessitados.
Nessas suas idas aos locais mais pobres, conheceu um jovem, apenas dois anos mais velho que ela, que havia ficado viúvo e tinha três filhos pequenos, dos quais cuidava como todo amor.
Foi amor à primeira vista, de ambas as partes, só que nenhum dos dois tinha coragem de aceitar esse amor. O rei morreu, o príncipe foi coroado e Maria declarada rainha daquele pequeno país.
O povo adorava Maria, mas alguns a viam com olhar de inveja e criticavam Maria por não poder engravidar.
No dia da coroação os pobres súditos não tinham o que oferecer a Maria, que era tão bondosa com eles. Então fizeram um tapete de flores para que Maria passasse por cima.
A nossa Maria se emocionou; seu marido, o rei, morreu de inveja e ao chegar ao castelo trancou Maria no
quarto e deu-lhe a primeira das inúmeras surras que ele lhe aplicaria.
Bastava ele beber um pouquinho e Maria sofria com suas agressões verbais, tapas, socos e pontapés. Mesmo machucada, nossa Maria não parou de ir aos povoados pobres praticar a caridade.
Num destes dias, o amado de Maria, ao vê-la com tantas marcas, resolveu declarar seu amor e propôs que fugissem, para viverem realmente seu grande amor.
Combinaram tudo.
Os pais do rapaz tomariam conta de seus filhos até que a situação se acalmasse e ele
pudesse reconstruir a família.
Maria fugiu com seu amor apenas com a roupa do corpo, deixando ouro e jóias para trás.
O rei no princípio mandou procurá-la, mas, como não a encontrou, desistiu.
Maria agora não se vestia com luxo e riquezas, agora vestia roupas humildes que, de tão surradas, pareciam mulambos; só que ela era feliz.
E engravidou. A notícia correu todo o país e chegou aos ouvidos do rei.
O rei se desesperou em saber que ele é que era uma árvore que não dá frutos.
A loucura tomou conta dele ao saber que era estéril e, como rei, ele achava que isso não podia acontecer. Ele tinha que limpar seu nome e sua honra.
Mandou seus guardas prenderem Maria, que de rainha passou a ser chamada de Maria Mulambo, não como deboche mas, sim, pelo fato de ela agora pertencer ao povo.
Ordenou aos guardas que amarrassem duas pedras aos pés de Maria e que a jogassem na parte mais funda do rio.
O povo não soube, somente os guardas; só que 7 dias após esse crime, às margens do rio, no local onde Maria foi morta, começaram a nascer flores que nunca ali haviam nascido. os peixes do rio somente eram pescados naquele local, onde só faltavam pular fora d’água.
Seu amado desconfiou e mergulhou no rio, procurando o corpo de Maria; e o encontrou.
Mesmo depois de estar tantos dias mergulhado na água, o corpo estava intacto; parecia que ia voltar à vida. os mulambos com que Maria foi jogada ao rio sumiram.
Sua roupa era de rainha. Jóias cobriam seu corpo. Velaram seu corpo inerte e, como era de costume, fizeram uma cerimônia digna de uma rainha e cremaram seu corpo.
O rei enlouqueceu. Seu amado nunca mais se casou, cultuando-a por toda a vida, à espera de poder encontrá-la de novo.
À espera de poder reencontrar sua Maria. No dia em que ele morreu e reencontrou Maria.

Está é apenas mais uma das lendas de Maria Mulambo.

MARIA PADILHA:




Segundo conta :
Nome que significa Rainha do Fogo, Maria Padilha já teve várias encarnações na Terra, e a última delas foi em Ilhéus na Bahia.
Nesta sua última encarnação, ela era uma espanhola que veio para o Brasil morar em Ilhéus na Bahia e foi morta na porta de um cabaré.
Todos os homens que ela teve, em cada uma das encarnações, num total de sete, estão com ela na espiritualidade.
Entre mitos mais variantes que revelam alguma qualidade a característica especial desta mulher, o que servirá nos terreiros como apoio é o segundo nome que acompanhará o primeiro.
Pomba Gira Maria Padilha é conhecida por sua eficiência e rapidez, e está entre as mais populares das Pombagiras.
Às vezes ela é chamada de "rainha sem coroa", e isso certamente se refere à Maria histórica, que era a rainha do coração de D. Pedro, mas negou que as suas propostas repetidas para o casamento,preferindo a sua independência durante sua estada na corte.
Tem predileção - igual ao seu principal marido, Rei das 7 Liras (Lúcifer) - pelas navalhas e armas brancas em geral, especialmente aquelas que são afiadas e pequenas, onde se deve ter muita agilidade para não ser cortado.
Possui numerosos amantes ou parceiros, com os quais pode "adjuntar-se" ou "trabalhar", sendo essa parceira que protegerá a determinada pessoa.
Cabe esclarecer que nem sempre se formam os mesmos parceiros, pois os mesmos dependeram da morada onde trabalhe a Pomba Gira e o que indique o ponto riscado ou firma espiritual.
Apresenta-se sob a aparência de uma formosa mulher, de longos cabelos negros, pele morena (as vezes mais clara e as vezes mais escura), sua idade e físico variam também de acordo com o tipo de caminho ou passagem desta Pomba Gira, pois existem passagens jovens e velhas, sendo igualmente atrativas em qualquer de suas passagens, isto ocorre com todos os Exús de quimbanda, não importando a idade que apresentem, pois tem o dom da sedução.
Ela gosta de luxo, dos homens, de dinheiro, das jóias, da boa vida, dos jogos de azar, de baile e da música. Seu porte é altivo, orgulhoso, magestoso, possui características das mulheres que não tem medo de nada.
É muito requisitada para atrair amantes, abrir os caminhos, amarrar parceiras, mas principalmente é muito temida por sua frieza e seu implacavel poder na questão de demandas.

Ponto de Maria Padilha




Maria Padilha,

Soberana da estrada,
Rainha da encruzilhada,
E também do candomblé,
Suprema é uma mulher,
de negro,
Alegria do Terreiro,
Seu feitiço tem axé,
Mas ela é, ela é,
Ela é…
A Rainha da Encruza,
A mulher de Lúcifer.


Sem dúvida quem conhece está grande entidade que é Maria Padilha, não esquece dela jamais!
Todos os meus agradecimentos para está poderosa entidade, Dona Maria Padilha.
"Quando for embora joga uma rosa para mim"

MARIA PADILHA DAS 7 ENCRUZILHADAS:





Segundo conta:

Foi uma Rainha no seu tempo na terra.
Diz a história ter sido ela uma linda cortesã que amarrou o coração de um Rei Francês que a tornou Rainha.
Passou-se alguns anos e o Rei veio a falecer.
A Rainha passou a tomar conta sozinha do seu reino o que deixou alguns membros da corte indignados porque ela não teve filhos para deixar o trono como herança e tampouco parentes sangue azul para substituí-la após a sua morte.
Devido a tenacidade da Rainha o seu trono começou a ser cobiçado por outros reinos o que trouxe muita preocupação para a política da corte, então o conselheiro real convenceu a Rainha a casar-se novamente com um homem cujo o reino fosse ainda maior que o seu para juntos vencerem as batalhas e trazer ao reinado a paz e a tranqüilidade que já não tinham mais.
Um dia surgiu no castelo um homem que se dizia seduzido pela beleza da Rainha e dono de um reinado incalculável no oriente e a pediu em casamento, a Rainha preocupada com  o destino da sua corte e pela proteção de seu trono, aceitou a oferta de imediato e logo em seguida casaram-se.
Não demorou muito a querida Rainha foi envenenada pelo seu atual marido que logo após se titulou o Rei e começou a governar a corte da pior maneira possível.
A saudosa Rainha após o seu desencarne chegou ao mundo astral muito perdida e logo começou a habitar o limbo devido a faltas graves que na terra havia cometido.
Depois de algum tempo na trincheira das trevas do astral a Rainha foi encontrada pelo seu antigo Rei que no astral era conhecido como Senhor das Encruzilhadas, este senhor passou a cuida-la e incentivá-la a trabalhar do seu lado para as pessoas que ainda viviam no plano material aliviando suas dores e guerreando com inimigos astrais...
O feito deste casal no astral tornou-se tão conhecido e respeitado que Exu Rei nomeou o Senhor das encruzilhadas como Rei das Sete Encruzilhadas e prontamente o Rei nomeou a sua Rainha.
Juntos eles passaram a reinar os caminhos das trevas e da luz e sob o seus comandos milhares de entidades subordinadas que fizeram do Reino das sete encruzilhadas o maior reino do astral médio superior.
Passou-se muitos anos e o Rei que havia envenenado a Rainha veio a morrer durante uma batalha, e este foi resgatado pelos soldados da Rainha das Sete Encruzilhadas e o mesmo foi levado até ela.
O homem ainda atônico sem entender ainda o que estava acontecendo com ele, se viu diante daquela poderosa mulher a qual foi obrigado a curvar-se e a servi-la para o resto da sua eternidade como castigo por tê-la envenenado.
E hoje através das suas histórias que compreendemos que o povo de Exu não são entidades perdidas do baixo astral e sim entidades respeitadas e de muita importância no mundo astral superior e inferior.
A Pomba-Gira Rainha das Sete Encruzilhadas adora a cor Maravilha, Vermelho, Preto e Dourado trazendo na mão um cedro de ouro.
A Pomba-Gira Rainha das 7 Encruzilhadas também é conhecida como “Dona 7”

PRECES E ORAÇÕES XAMÂNICAS:


Prece Navajo do Belo Caminho


Atualmente as pessoas começam a ter más notícias, a partir do momento que acordam ligando o rádio ou televisão, depois quando lêem jornais. No caminho de casa para o trabalho e vice-versa, as más notícias são visíveis : crianças nas esquinas pedindo esmolas, roubos, violência, trânsito, loucura !!!! Parece que a beleza está se afastando do nosso cotidiano.

A Beleza ainda existe !!!



Prece nativo-americana para reconexão com a beleza (para ser feita antes de sair de casa) .




Hoje sairei a caminhar Hoje todo o mal há de me abandonar Serei tal como fui antes Terei uma brisa fresca a percorrer-me o corpo Terei um corpo leve Sou feliz para sempre Nada há de me impedir Caminho com a beleza à minha frente ( estique um de seus braços, apontanto sua mão para a frente de seu corpo , na altura do seu coração ) Caminho com a beleza atrás de mim ( posicione o mesmo braço para trás de seu corpo ) Caminho com a beleza abaixo de mim ( desça o braço, apontando com a mão para o chão ) Caminho com a beleza acima de mim ( suba seu braço para cima, apontando a mão para o alto ) Caminho com a beleza ao meu redor ( faça gestos circulares com sua mão ao redor de seu corpo, no sentido horário ) Belas hão de ser as minhas palavras ( E saia )













PRECE CANALIZADA (Léo)




PEÇO




Peço força Meu Pai Para que meu Eu Superior não fique subjulgado Para que meu Eu Superior oriente : Meus passos, minhas idéias, meu lar, minha familia, meu trabalho Peço para que rapidamente minha situação se resolva, para que eu possa ajudar meu próximo. Peço para que o Universo, com sua inesgotável fonte de prosperidade e beleza, traga-me o que necessito para ser feliz; e poder irradiar felicidade a todos à minha volta Peço que desmanchem as mágoas dos meus relacionamentos passados. Que se dissolvam quaisquer vínculos carmáticos negativos, com as pessoas que Eu me relacionei. Que elas encontrem a felicidade, e me liberem de quaisquer vibrações que possam vir a atrasar a minha evolução. Peço perdão a Deus, pelo mau uso do meu aparelho nesta e em outras vidas. Peço que Deus me ilumine, para que Eu seja um canal de distribuição de amor, cura, paz e crescimento; à todos aqueles que a mim chegarem. Peço força para continuar a minha caminhada, sem pensamentos revanchistas ou egoístas. Agradeço, Ó Pai Celestial, por todas as coisas boas que colocaste em minha vida. Espero contar com o Teu Infinito Amor, para continuar recebendo as dádivas do Universo. Dádivas que tenho direito por herança natural. Daí-me, ó Pai, tranquilidade e discernimento. Daí-me a fé e a razão. Desviai-me dos caminhos traçados pela ilusão. Mantenha meu aparelho como canal de transmissão; do que é próspero, justo, harmônico e verdadeiro Fazei Meu Pai, neste momento. Colocai-me na minha atividade certa, meu lugar certo Não temo o trabalho. Meu Eu Superior, conecte-se comigo. Dirija meus atos, palavras e pensamentos. Eu vos amo como amo a mim , e como amo a Meu Pai Celestial E vou vivendo na Beleza.















Decreto para o (a) Companheiro (a) Perfeito(a)




Eu sou um(a) filho(a) de Deus puro(a), divino(a) e perfeito(a), porque fui criado(a) à sua imagem e semelhança. Nenhuma outra pessoa tem exatamente as mesmas qualidades que possuo, apesar de todos termos um denominador comum, Deus, essa Chama Divina dentro de cada um de nós. Neste mesmo instante há uma pessoa que anela internamente ser minha(meu) companheira(o) de toda a vida, e que saberá apreciar o que sou e o que desejo expressar. A lei do Bem Absoluto está atraindo para mim essa pessoa. O Espírito de Deus é a suprema atração do Universo. Eu sou parte integrante desse Espírito em manifestação e a Essência dessa suprema atração. Em meu desejo de ter uma(um) companheira(o) não existe egoísmo algum de minha parte, já que em minha consciência existe somente o amor de Deus, que não conhece egoísmo. Ajudai-me, Pai, a compreender que da mesma maneira que estou anelando ter a meu lado essa(e) companheira(o) também ela(e) está ansiando por sua(seu) companheiro(a) perfeito(a). Preparo-me para a chegada de meu(minha) companheira(o) porque minha palavra põe em movimento a lei imutável do amor divino. Ajudai-me, eu vos peço, a deixar de lado qualquer sentimento de solidão que chegue a mim, e a olhar, com fé e esperança, que vós fareis chegar a mim as amizades perfeitas no momento propício. Fazei-me ter sempre presente que, para conseguir amigos, antes de mais nada tenho que ser um(a) amigo(a), e que para que me amem, antes tenho eu que amar. Deste instante em diante vos prometo fazer a minha parte. Abro minha mente e meu coração, e me preparo para receber com os braços abertos a chegada de meu(minha) companheira(o), se essa for a Vossa vontade. Eu vos agradeço, amado Pai, pelas muitas evidências e manifestações de vosso infalível amor e companheirismo, que sempre me consolam e sustentam, e me fazem compreender que nunca estou só. Que assim seja!

























Oração Lakota


Wakan Tanka, Grande Mistério, ensine-me a confiar em meu coração, em minha mente, em minha intuição, em minha sabedoria interna, nos sentidos de meu corpo, nas bênçãos do meu espírito. Ensine-me a confiar nestas coisas, para que possa entrar em meu Espaço Sagrado e amar além do meu medo, e assim Caminhar com Beleza com a passagem de cada Sol glorioso. De acordo com o Povo Nativo, o Espaço Sagrado é o espaço entre a exalação e a inspiração.




Caminhar em com Beleza é ter o Céu (espiritualidade) e a Terra (físico) em Harmonia.








Oração pela Libertação dos Povos Indígenas






Parem de podar as minhas folhas e tirar minha enxada Basta de afogar as minhas crenças e torar minha raíz. Cessem de arrancar os meus pulmões e sufocar minha razão Chega de matar minhas cantigas e calar minha voz. Não se seca a raíz de quem tem sementes Espalhadas pela terra pra brotar. Não se apaga dos avós - rica memória Veia ancestral: rituais para se lembrar Não se aparam largas asas Que o céu é liberdade E a fé é encontrá-la. Rogai por nós, meu pai-Xamã Pra que o espírito ruim da mata Não provoque a fraqueza, a miséria e a morte. Rogai por nós - terra nossa mãe Pra que essas roupas rotas E esses homens maus Se acabem ao toque dos maracás. Afastai-nos das desgraça, da cachaça e da discórdia, Ajudai a unidade entre as nações. Alumiai homens, mulheres e crianças, Apagai entre os fortes a inveja e a ingratidão. Dai-nos luz, fé, a vida nas pajelanças, Evitai, Ó Tupã, a violência e a matança. Num lugar sagrado junto ao igarapé. Nas noites de lua cheia, ó MARÇAL, chamai Os espíritos das rochas para dançarmos o Toré. Trazei-nos nas festas da mandioca e pajés Uma resistência de vida Após bebermos nossa chicha com fé. Rogai por nós, aves-dos-céus Pra que venham onças, caititus, siriemas e capivaras Cingir rios Jurema, São Francisco ou Paraná. Cingir até os mares do Atlântico Porque pacíficos somos, no entanto. Mostrai nossa caminho feito boto Alumiai pro futuro nossa estrela Ajudai a tocar as flautas mágicas Pra vos cantar uma cantiga de oferenda Ou dançar num ritual Iamaká. Rogai por nós, ave-Xamã No Nordeste, no Sul toda manhã. No Amazonas, agreste ou no coração da cunhã. Rogai por nós, araras, pintados ou tatus, Vinde em nosso encontro Meu Deus, NHENDIRU ! Fazei feliz nossa mintã Que de barrigas índias vão renascer. Dai-nos cada dia de esperança Porque só pedimos terra e paz Pra nossas pobres - essas ricas crianças. Nhendiru: Deus Mintã: criança (Eliane Potiguara)











Lakota






Wankan Tanka, Grande Mistério! Ensina-me a confiar em meu coração, em minha mente, em minha intuição, na minha sabedoria interna, nos sentidos do meu corpo, nas bênçãos do meu espírito. Ensina-me a confiar nisso tudo, para que eu possa entrar em meu Espaço Sagrado e amar além do meu medo. E dessa forma, Caminhar em Equilíbrio a cada passo do glorioso Avô Sol.













Consagração do Aposento






Dentro do Círculo Infinito da Divina Presença, que me envolve inteiramente, afirmo: Há só uma presença aqui - é a da Harmonia, que faz vibrar todos os Corações de Felicidade e Alegria. Quem quer que aqui entre, sentirá as vibrações da Divina Harmonia. Há só uma presença aqui - é a do Amor. Deus é o Amor que envolve todos os seres num só sentimento de unidade. Este recinto está cheio da presença do Amor. No Amor eu vivo, me movo e existo. Quem quer que entre aqui, sentirá a Pura e Santa presença do Amor. Há uma só presença aqui - é a da Verdade. Tudo o que aqui existe, tudo o que aqui se fala, tudo o que aqui se pensa é a expressão da Verdade. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença da Verdade. Há só uma presença aqui - é a da Justiça. A Justiça reina neste recinto. Todos os atos aqui praticados são regidos e inspirados pela Justiça. Quem quer que aqui entre, sentirá a presença da Justiça. Há só uma presença aqui - é a presença de Deus, o Bem. Nenhum mal pode entrar aqui. Não há mal em Deus. Deus, o Bem, reside aqui. Quem quer que aqui entre sentirá a presença Divina do Bem. Há uma só presença aqui - é a presença de Deus, a Vida. Deus é a Vida essencial de todos os seres, é a Saúde do corpo e da mente. Quem quer que aqui entre sentirá a Divina presença da Vida e da Saúde. Há uma só presença aqui - é a presença de Deus, a Prosperidade. Deus é Prosperidade, pois Ele faz tudo crescer e prosperar. Deus se expressa na Prosperidade de tudo o que aqui é empreendimento em seu nome. Quem quer que aqui entre, sentirá a Divina presença da Prosperidade e Abundância. Pelo símbolo Esotérico das Asas Divinas, estou em vibração harmoniosa com as correntes universais da Sabedoria, do Poder e da Alegria. A presença da Divina Sabedoria manifesta-se aqui. A presença da Alegria Divina é profundamente sentida por todos os que aqui penetram. Na mais Perfeita Comunhão entre o meu eu inferior e o meu Eu Superior, que é Deus em Mim, consagro este recinto à perfeita expressão de todas as qualidades Divinas que há em mim e em todos os seres. As vibrações de meu Pensamento são forças de Deus em mim, que aqui ficam armazenadas e daqui se irradiam para todos os seres, constituindo este lugar um centro de emissão e recepção de tudo quanto é Bom, Alegre e Próspero. Oração: Agradeço-te, ó Deus, porque este recinto está cheio de Tua Presença. Agradeço-te, porque vivo e me movo por Ti. Agradeço-te, porque vivo em Tu Vida, Verdade, Saúde, Prosperidade, Paz, Sabedoria, Alegria e Amor. Agradeço-te, porque estou em Harmonia, Amor, Verdade e Justiça com todos os seres. Assim Seja ! Amém!























Prece para a grande Família (Antiga oração Mohawk)




Honrando as nossas Relações








A nossa gratidão para a Mãe Terra que navega segura no dia e na noite e para o seu rico, raro e doce solo. Que seja assim nos nossos pensamentos. A nossa gratidão para as Plantas, para as folhas de colorido mutante e para as raízes sinuosas que permanecem quitas no vento e na chuva ou dançam na ondulação espiralada das sementes. Que seja assim nos nossos pensamentos. Gratidão para o Ar que sustenta a suave andorinha e a silenciosa coruja ao amanhecer de um novo dia, como o sopro das canções e a brisa do claro espírito. Que seja assim nos nossos pensamentos. A nossa gratidão para os seres selvagens que são também nossos irmãos, que nos ensinam os mistérios e os caminhos da liberdade e compartilham conosco de suas vidas, com coragem e beleza. Que seja assim nos nossos pensamentos. A nossa gratidão para a Água das nuvens, dos lagos, dos rios e das geleiras, cristalizada ou liquefeita, fluindo alegre através de nossos corpos as suas marés salgadas. Que seja assim nos nossos pensamentos. A nossa gratidão para o Sol que nos acorda ao amanhecer, luz que pode cegar, brilho que pulsa através dos troncos das árvores, clareia as neblinas e tremeluz nas grutas quentes onde dormem os ursos e as serpentes. Que seja assim nos nossos pensamentos. A nossa gratidão ao Grande Céu que guarda em si bilhões de estrelas e que vai além de todos os pensamentos e poderes e, no entanto, faz parte de nós. Avó Espaço, a Mente é a sua companheira. Que seja assim nos nossos pensamentos.



















Ajuda aos Espíritos da Mata




Deus se manifesta diante dos meus sentimentos Sob belas e magnificas formas e, neste momento, Na vibração que emana da bendita terra e que sois vós, amados gnomos. Ó terra maravilhosa que acolhestes em teu seio a semente pequenina Devolvendo ao homem a tranqüilidade do elemento! Ó terra poderosa, que alimentais com tua seiva inesgotável A vida do solitário e verdejante bosque!. Sois queridos, gnomos, os filhos nascidos do poder da terra, Sois os espíritos divinos que trabalham em prol da evolução e do amor dos homens. E, em nome do criador maior, eu invoco a vossa presença, pedindo saúde para o meu corpo; Peço perseverança na conquista do bem para minha vida E peço que meus passos sejam firmes e equilibrados Na caminhada em direção a luz. Ó gnomos, filhos da mansa e acolhedora terra, Eu vos amo no verde das campinas e na beleza dos jardins. Ó espíritos amigos, pelo poder que o pai vos concedeu, Eu, vos peço, atuai em minha vida, enterrai nas profundezas da terra Todas as minhas incertezas, tristezas, mágoas, decepções e incompreensões, Transformai-as todas, devolvendo à luz do sol, flores para o mundo aflito. Neste momento que estais atuando em meu ser e em minha vida E eu vos entrego esta oferenda com o pedido de (.......) Envolvo meu coração no bem que emana da terra amiga e me afasto deste local, Levando em meu espirito as influências positivas do bem. Louvado seja deus, o grande arquiteto do universo, Que em sua sabedoria e amor irmanou minha alma, Que vibra no misterioso silêncio da terra fecundante e morna











ORAÇÃO À PACHAMAMA


S. Caticha Ellis


Mãe de Deus, Espírito da tarde, Filha do Sol, Irmã da lua, Mãe do vento, Senhora dos Andes, protetora da vida em todas as suas formas. Tu que eras a vida, a magia de viver, e a certeza de morrer, és agora o mistério, o silêncio e a majestade da cordilheira. Acendias a madrugada de cada dia, pressentida pelos pássaros e pelos poetas. Tu acolhias o Sol cansado e sonolento a cada entardecer e sobre Ele estendias mantos de vicunha, só percebidos pelos índios da cordilheira. Tu guiavas o índio perdido quando seus caminhos chegavan ao céu. Por que te ensombreceste? Acaso foram as caravelas? Foi o homem branco, que tu não criaste? Foram seus rifles e as matanças que fizeram de tua criação? Foram seus deuses ferozes que de Atahualpa beberam o sangue e usurparam as riquezas? Pachamama levanta-te: A natureza é tua. Restitui-a a sua antiga grandeza, a humanidade está a tua espera, precisa de tua bondade e do teu equilíbrio, e até o homem branco, pedindo perdão de joelhos, chorando te agradecerá.







Oração da Alma Gêmea


"Sei e acredito que o meu amor é ilimitado. Alguém que eu amava tanto, se foi, mas não levou o bem mais precioso que eu tenho, que é a capacidade de amar. Alguém, que eu busquei durante tanto tempo na minha vida, ainda não chegou, mas eu não perdi a esperança. O meu coração está cheio de amor para dar. Sim, eu tenho dentro de mim um coração cheio de amor e, como pela lei da mente, o semelhante atrai o semelhante, o meu amor está atraindo para mim um grande Amor. Jesus, o maior sábio de todos os tempos, disse certa vez que tudo o que eu pedir, ao Pai, em oração, crendo, eu receberei. Tudo. Um grande Amor também. Principalmente um grande Amor. Porque o amor é a razão de ser da vida de qualquer pessoa. Ele afirmou esta sentença porque entendia do poder da mente. Ele sabia e lembrou que tudo o que é desejável é realizável, desde que eu tenha fé decidida de que assim é e assim será. Eu acredito que minha mente subsconsciente está ligada na mente subconsciente de todas as pessoas do mundo, por isso a inteligência infinita da minha mente subconsciente sabe onde está a pessoa que me ama, que combina comigo, que adora estar comigo e que quer me fazer feliz. A Sabedoria Infinita, que está em mim, sabe como é o meu coração, sabe dos meus sentimentos e desejos e, portanto, sabe que eu desejo amar e fazer feliz essa pessoa que anda à minha procura e que é parte de mim. Desde o momento em que a minha mente saiu em busca de um Amor, sou como uma metade que está atraindo a outra metade, cuja união e fusão, formarão uma unidade perfeita, harmônica e completa. Foi isso mesmo que disse Deus, na Bíblia: E os dois serão um só corpo e um só espírito?. Isso é maravilhoso! Minha mente agora é um aparelho transmissor que está emitindo uma mensagem de amor para todos os recantos da terra, onde quer que exista um ser vivente, e sei que há uma pessoa querida, maravilhosa, terna e amorosa, como a imagino, que está sintonizando minha mensagem e vem vindo na minha direção. Muito obrigada a você, Amor, porque já está em mim e comigo. Adoro a sua beleza. Adoro a sua personalidade sadia e inteligente. Adoro seu coração cheio de afetos e de sentimentos lindos e profundos a meu respeito. Adoro a sua capacidade de compreensão e o apoio que está me dando. Adoro o seu sorriso puro e o seu entusiasmo por tudo aquilo que eu faço e por tudo que eu desejo da vida. Adoro a sua presença calma e confiante. Adoro seu espírito criativo, que sempre tem surpresas para me encantar e para avivar o nosso amor. Sabe, é admirável como você é exatamente a pessoa com a qual eu sempre sonhei. Até mesmo este espírito aberto e positivo, que sabe levar a vida com fé e otimismo, é bem como eu queria. Eu tenho um coração cheio de ternura para dar a você. Eu tenho um amor inesgotável para dar a você a cada momento do dia. Eu respeito você, assim como você, com essas qualidades, com essas ansiedades, com essas fraquezas, com essa imensa boa vontade. Você pode contar sempre comigo, nas horas boas e nas horas amargas. Nosso amor está crescendo desde já, sempre vivo e livre, por que é na liberdade que o amor mais cresce e mais se aprofunda. Amo os seus ideais e você ama os meus ideais. Olha, eu não quero reformar e nem escravizar você, nem você quer me escravizar e nem me reformar; nós, no entanto, nos entendemos, nos ajudamos e dialogamos calmamente até encontrarmos a Verdade, que mão é minha propriedade e nem sua propriedade. É isso que nos mantém unidos e enlaçados no amor perene. Sei que não estou sonhando e que não estou dizendo utopias. A sua mente é una com a minha, por isso já nos conhecemos e, tendo conhecido você dentro de mim, devo encontrar você fora, pois esta é a lei universal da mente e, por conseqüência, é a Lei do criador, a lei do Pedido e do Atendimento. Muito obrigado porque você recebeu e ouviu o meu chamado. Entre. A porta do meu coração está aberta para você. Entremos e brindemos o nosso amor. Eu sei que tudo isso já está realizado na Mente Divina e agora concluído e realizado em nós. Muito obrigado, Pai. Muito obrigado a você, por ter vindo. Obrigado pelo nosso amor. Obrigado do fundo do meu coração e da minha mente. Assim é e assim será."











PRECE PODEROSA PARA A PROSPERIDADE



Ó criador do mundo, Tu que dissestes, peças e receberás embora esteja nas alturas,em Vossa Divina Glória inclinai Teus ouvidos a esta humilde criatura. Ouve a minha prece Ó Pai amado. Fazei que por Vossa vontade eu obtenha a graça que tanto almejo e necessito para minha vida minha vida e que isso seja feito pelo Poder do nome do Vosso Adorado Filho Jesus. Deus supre agora todas as minhas necessidades, segundo as Suas riquezas, sempre ativas, presentes, imutáveis e abundantes

(Fazer esta prece de manhã, 7 vezes,junto com o Salmo 23 e o Pai-Nosso-Publicar no terceiro dia e dia e observar o que acontece no quarto dia
























































Prece Navajo do Belo Caminho
Prece nativo-americana para reconexão com a beleza (para ser feita antes de sair de casa) .
PRECE CANALIZADA (Léo)
Decreto para o (a) Companheiro (a) Perfeito(a)
Oração Lakota
Oração pela Libertação dos Povos Indígenas
Lakota
Consagração do Aposento
Prece para a grande Família (Antiga oração Mohawk)
Ajuda aos Espíritos da Mata
ORAÇÃO À PACHAMAMA
Oração da Alma Gêmea
PRECE PODEROSA PARA A PROSPERIDADE





































Para os Lakota, o Espaço Sagrado se encontra entre uma inalação e a exalação. Caminhar em Equilíbrio é ter o Pai Céu (espiritualidade) e a Mãe Terra (físico) em Harmonia

RELIGIÕES/SEITAS QUE UTILIZAM PLANTAS ENTEÓGENAS:


USO SACRAMENTAL - CENTROS

As plantas enteógenas são um veiculo para penetrarmos na mente de Gaia. Com toda essa crise ambiental que o planeta atravessa pedem também uma revitalização, uma ressacralização do mundo. Em todas as partes do mundo já estão surgindo os "centros verdes". As entidades religiosas ayahusqueiras de maior tradição são : Igreja Nativa Americana, Daime, Santo Daime (Linha do Pad. Sebastião); União do Vegetal; Barquinha, Catimbó, Igreja Nativa Americana, Movimento Rastari, Igreja Nativa America do Fogo Sagrado, entre outras.

Transcrevo abaixo parte do triálogo de Ralfh Abrahan, Terence McKenna e Rupert Sheldrake extraído do Livro: Caos, Criatividade e o Retorno do Sagrado, editado pela Cultrix :

Sheldrake : Uma das grandes vantagens emocionais do cientismo para as pessoas é o seu senso de superioridade. Converti-me ao cientismo por volta dos quatorze anos de idade. Mais ou menos como aconteceu com você Ralph, eu olhava para todas as pessoas à minha volta e as via rezando ou parecendo rezar, e imaginava que desde um ponto de vista superior, em face do qual tudo isso era superstição. As pessoas modernas sentem-se superiores à parte da religião que lhes parece infantil e pertencente ao passado. Entretanto, está ocorrendo, em toda nossa volta, um colapso de fé no cientismo; tem-se acentuado uma difundida desilusão pública com relação à ciência.

McKenna: A ciência e a política verde podem ser sacralizadas por meio da experiência psicodélica. A pessoa psicodélica sabe que o cientista que despreza pessoas curvadas em oração é um pobre tolo. Um partido verde que utilizasse uma linguagem mística, uma linguagem psicodélica, uma linguagem de integração com a natureza e com a emoção seria atraente ao extremo. É por isso que Rupert se mostra tão apaixonado pelos cultos da ayahuasca no Brasil, pois, em um novo nível, eles procuram preservar as florestas chuvosas e ajudar o povo dos duendes, mas, em outro nível, eles oferecem uma religião psicodélica que diz respeito à à imaginação, ao coração e à alma do mundo.

Sheldrake: A faixa noroeste da América voltada para o Oceano Pacífico é uma parte do mundo onde se verifica uma tentativa de reintegrar a política verde e os cultos psicodélicos das tradições judaicas e cristãs. Na Europa, muitos pessoas usam cogumelos nativos que contém psilocibina, mas não sei se eles são usados num cenário cerimonial . Na América, os culto do cogumelo desenvolveram-se sob a influência de círculos de peiote e das tradições norte-americanas da Igreja Nativa referente ao uso sacramental das plantas. Não creio que ainda restam na Europa tradições indígenas vivas desse tipo.

O moderno culto da ayahuasca originou-se na Amazônia, quando um cristão (Mestre Irineu) ingeriu essa substância e teve uma visão de Maria, que lhe apareceu como Nossa Senhora da Floresta. Ela estava vestida de verde e revelou o esquema do uso ritual da ayahuasca - que os devotos chamam de daime - como uma comunhão. Tais coisas são reveladas e não inventadas. precisam ser canalizadas. Se um culto do cogumelo tivesse de crescer na Inglaterra, isso precisaria ocorrer espontaneamente, por meio de oração e da orientação visionária.

CENTROS :




CENTRO DE REGENERAÇÃO E FÉ - A FUNDAÇÃO



A historia da Doutrina começa com o nascimento de Raimundo Irineu Serra, em São Vicente do Ferré no dia 15/12/1892 no Estado do Maranhão. Irineu um negro alto com 2 metros de altura, filho do ex-escravo Sancho Martino e Joana Assunção, o fundador da Doutrina Santo Daime.

Saiba mais http://dev1.wikionline.com.br/Lua/SubLua1185897462It001




SANTO DAIME - CEFLURIS





O seringueiro e construtor de canoas Sebastião Mota de Melo, natural de Eurinepé, Amazonas, foi um homem simples de sólida convicção espírita e trabalhador incansável. Discípulo do Mestre Irineu, dele recebeu o dom de trabalhar com o Santo Daime. Reuniu em torno de si centenas de adeptos - não por proselitismo, mas de forma natural, como resultado da amizade e do respeito que ele conquistou, ao atender a todos que o procuravam em busca de um conforto para os males da alma e do corpo. Há cerca de 15 anos retirou-se dos arredores do Rio Branco, Acre, onde havia fundado a comunidade religiosa conhecida como Colônia Cinco Mil, e levou parte de seu povo para uma área virgem no interior da floresta, denominada Rio do Ouro, onde trabalhavam a seringa e construíam casas, desenvolvendo também atividades agrícolas. Dois anos depois fundou o assentamento que se transformaria na atual Vila Céu do Mapiá, no município de Pauini, Amazonas.

A iniciativa cresceu sob sua liderança espiritual e seu exemplo de trabalho. Dirigia pessoalmente mutirões, acolhia pobres, doentes e necessitados. Em 1974 mandou registrar sua entidade, o Centro Eclético de Fluente Luz Universal Raimundo Irineu Serra ( CEFLURIS ), com sede na cidade do Rio Branco, como um centro espírita estruturado sob a forma de sociedade religiosa sem fins lucrativos, responsável pela organização da Doutrina e pela feitura e distribuição da bebida sacramental utilizada nos rituais. O Padrinho Sebastião, como era carinhosamente chamado por seus afilhados, faleceu em 20 de janeiro de 1990 no Rio de Janeiro, vítima de uma insuficiência cardíaca que o fez sofrer nos últimos anos. Além da viúva, senhora Rita Gregório de Melo, deixou aos filhos Padrinho Alfredo e Pad. Waldete, respectivamente, como presidente e vice-presidente da instituição, a responsabilidade pela continuação de sua obra espiritual e da administração comunitária, feita a partir de uma associação de moradores, cuja diretoria é eleita periodicamente por seus sócios. Atualmente a população da comunidade compreende cerca de 1.000 pessoas, entre a vila e pequenas colocações ao longo do Igarapé Mapiá.Com o crescimento espontâneo registrado nas últimas duas décadas e os desafios sociais e institucionais decorrentes, a Doutrina se espalhou por diversas regiões do País e do Mundo. Website: http://www.santodaime.org




UNIÃO DO VEGETAL



O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, sociedade religiosa sem fins lucrativos, tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento humano, com o aprimoramento de suas qualidades intelectuais e suas virtudes morais e espirituais, sem distinção de cor, credo ou nacionalidade. Suas leis situam a cidade de Brasília - Distrito Federal, Brasil - como Sede Geral. A UDV tem como símbolo da paz e da fraternidade humana Luz, Paz e Amor.

Centro - é o espaço onde se reúnem os espíritos encarnados para obter a concentração mental, estado propício ao autoconhecimento.

Espírita - pela crença nos preceitos milenares da reencarnação.

Beneficente - pelos comprovados benefícios prestados aos seus discípulos e à sociedade.

União do Vegetal - por utilizar em seus rituais, para efeito de concentração mental, o chá denominado Hoasca, preparado com a união de dois vegetais, Mariri e Chacrona, comprovadamente inofensivos à saúde.

A missão do Mestre

O uso ritualístico do chá Hoasca entre os povos amazônicos remonta aos períodos anteriores ao descobrimento da América, no século XVI. A UDV foi recriada em 22 de julhode 1961 por José Gabriel da Costa. Aqui, de braços abertos aos seus primeiros discípulos, o Mestre da União dá início à sua missão. Em 10 de fevereiro de 1922. Ao meio-dia, nasceu o Mestre da União do Vegetal, José Gabriel da Costa, na localidade Coração de Maria - município de Feira de Santana, na Bahia. Filho de Manuel Gabriel e Dona Prima Feliciana, viveu até a juventude no seio de sua família, seus pais e mais treze irmãos, que dele dão o testemunho de pessoa simples e de notável correção moral. Ainda jovem, mudou-se para trabalhar na cidade de Salvador, onde viveu por apenas quatro anos. Alistou-se como Soldado da Borracha para colher seringa na floresta amazônica. Chegou a Manaus de navio e de lá partiu para Porto Velho, no antigo território federal de Guaporé (Rondônia), onde trabalhou como enfermeiro em hospital público e conheceu Raimunda Ferreira, dona Pequenina, sua esposa. Depois, mudou-se para os seringais. Próximo à fronteira com a Bolívia, entra em contato com a Hoasca, bebendo ali o Vegetal pelas primeiras vezes.

Ainda nos seringais, ao lado de Dona Pequenina, Mestre Gabriel recriou, a 22 de julho de 1961, a União do Vegetal.

No final de 1965, retornou a Porto Velho, em busca de melhores condições de desenvolver as atividades religiosas da sociedade que recriara, distribuindo o Vegetal inicialmente numa pequena olaria de sua propriedade.

Quando passou a realizar as sessões em sua residência, Mestre Gabriel já se fazia acompanhar de alguns discípulos que viriam depois a constituir-se nos mestres responsáveis pela expansão de sua doutrina por todo o país.

Estraido de siete da União do Vegetal. Mais informações : http://www.udv.org.br/




A BARQUINHA





Fonte: Wikipédia

A Barquinha foi fundada por Daniel Pereira de Mattos, ex-marinheiro oriundo do Maranhão. Após alguns anos da sua passagem para a vida espiritual, o centro foi oficializado como “Centro Espírita e Culto de Oração Casa de Jesus Fonte de Luz”. Com o tempo foram se abrindo outros centros que seguem a Doutrina.

Funcionando desde 1945, em Rio Branco, Acre, é uma organizacao religiosa cristã, que sincretiza práticas religiosas africanas, indígenas e européias.A história da Barquinha está ligada ao líder religioso do CICLU (Centro de Iluminação Cristã Luz Universal) Raimundo Irineu Serra - também sistematizador da doutrina daimista. Em 1936, Daniel, acometido de uma enfermidade no fígado, foi fazer um tratamento espiritual através do daime com o Mestre Irineu.Após uma visão, Daniel começou os trabalhos espirituais com o uso do Daime em um seringal, por nome de Santa Cecília. Neste espaço, começou o seu trabalho de atendimentos, por ele designados de Obras de Caridade.

Mestre Daniel tinha, segundo depoimentos, uma relação muito próxima com o mar.

Wladymir Sena Araújo, em A Barquinha: Uma cosmologia amazônica em construção, fala sobre o significado místico da barca:

"para os seus integrantes tem dois significados: o primeiro é o de que a mesma (a barca) representa a própria missão deixada por Daniel e a segunda expressa a viagem de cada um. Esta barca é a viagem de suas vidas, em resumo, uma viagem dentro da grande viagem. Ela tem como característica principal realizar uma grande travessia. A barca tenta sobretudo atravessar uma grande tempestade. Os homens que nela viajam estão na barca de Deus. Ele é portanto o seu proprietário de direito. Para que a barca não afunde é necessário “trabalhar”, procurando evitar que a Barquinha desapareça mar a dentro. Esses trabalhadores vivem em função de seu proprietário e o trabalho é uma dívida que os praticantes tem com ele."






IGREJA NATIVA AMERICANA - NATIVE AMERICAN CHURCH





Seu fundador foi Quanah Parker, um chefe Comanche que estudou o peyote no México no 1880s, como a medicina para curar doenças e ferimentos sérios. Na época de sua morte em 1911, o peyote era usado por diversos tribos, que integravam elementos do cristianismo e dos nativos. Gradualmente o uso ceremonial do peyote espalhou para outras tribos.

O estabelecimento formal de igrejas veio principalmente em resposta às controvérsias sobre o uso do cacto, que ameaçavam criminalizar o seu uso. Os indios defenderam bravamente a liberdade religiosa em seus estados respectivos e no congresso. Consideravam o Peyote como uma medicina holística e um sacramento cristão como “uma parcela do corpo de Cristo”.

A igreja americana nativa representa uma fusão do cristianismo, invocações de Jesus, leituras da Bíblia, uso de crucifixos com as religiões do peyote . Primeiramente em Oklahoma e mais tarde em outra nativas americanas tradicionais. As contrapartes nativas do ritual que a igreja nativo americana usa é semelhante aos rituais mexicanos do peiote; o fumo sacramental envolvido na palha do milho, penas, tambor d’agua, chocalho, incensos, fogo central (fogo transversal na forma de meia lua), artefatos sagrados, a ênfase nas quatro direções. Estima-se que a Native American Church - NAC conta com aproximadamente 250.000 participantes.

Website : http://www.nativeamericanchurch.com/








IGREJA NATIVA DO FOGO SAGRADO  DE ITZACHILATLAN



Fundada por Aurélio Dias Tekpankalli.aA Igreja do Fogo Sagrado, tem representações nos países EUA, Canadá, México, Nicarágua, Peru e Equador, além do Brasil.Cerimônias do Caminho Vermelho http://www.fogosagradodobrasil.com.br



CATIMBÓ

fonte:Wikipédia

O Catimbó baseia-se no culto em torno da planta Jurema. Não há dúvida que o Catimbó é xamanista com muita práticas de pajelança, mas é baseado em Mestres, apesar de os Caboclos também participarem. O Catimbó não é muito diferente ou melhor do que esses cultos, e não se pode dizer que suas entidades sejam de nível superior; pelo contrário, sob o ponto de vista espírita-kardecista, são entidades de baixa energia e que guardam muitas referências com a última vida que tiveram em "terra fria". .

O Catimbó é uma reunião alegre e festiva quando em sua forma de roda (ou gira), mas, pela falta da corrente doutrinária formal vários formatos serão encontrados, dependendo da “ciência”, vidência, maturidade e ética de quem o dirige e realiza, podendo haver práticas bem soturnas.Cultua ervas, símbolos e santos católicos, mas se tivermos que caracterizar qual é o principal objeto de culto não ha dúvida que são as ervas. O Catimbó tem como principal elemento a árvore da Jurema e todos os Mestres tem um erva de fundamento.

A jurema é uma árvore que floresce no agreste e na caatinga nordestina. Da casca de seu tronco e de suas raízes faz-se uma bebida mágico sagrada que alimenta e dá força aos “ encantados do outro mundo” . Acredita-se também que é essa bebida que permite aos homens entrar em contato com o mundo espiritual e os seres que lá residem, mas o Catimbó existe sem que seja necessário fazer ou beber a Jurema, Catimbó não é Santo Daime. Tal árvore é símbolo e núcleo de várias práticas mágico-religiosas de origem ameríndia. De fato, entre os diversos povos indígenas que habitaram o Nordeste, se fazia e em alguns deles ainda se faz o uso ritual desta bebida.

Este culto se difundiu dos sertões e agrestes nordestinos em direção às grandes cidades do litoral, onde elementos das outras matrizes étnicas entraram em cena. Desse modo, o símbolo da árvore que liga o mundo terreno ao além, embora amarga (muito amarga...), dá sapiência aos que dela se alimentam, ganha novos significados, surgindo um mito com traços cristãos. Neste sentido a Jurema surge como a árvore que escondeu a “ sagrada família” dos soldados de Herodes, durante a fuga para o Egito, ganhando desde então suas propriedades mágico religiosas.

Mais informações : http://www.catimbo.com.br/






TAKIWASI





Centro em Tarapoto, no Peru dirigido há anos pelo médico frances Jaques Mabit, especializado na cura e reabilitação de pacientes dependentes de drogas e outras doenças como câncer, aids e etc.Atualmente recebe pessoas do mundo inteiro, e a base do trabalho é a ingestão da ayauasca. O centro chama-se Centro de Rehabilitacion de Toxicomanos y de Investigacion de las Medicinas Tradicionales " Takiwasi ". É formado da união de médicos, cientistas e curadores nativos. Website: http://www.takiwasi.com/






MOVIMENTO RASTAFARI





Apresenta impottantes traços de práticas xamânicas : uso de um sacramento vegetal (Ganja),busca da experiência mística / transcendental, tambores, musica.

Surgiu com a coroação do imperador da Etiópia Hailé Selassié, em 1930. Através da musica popular jamaicana, o reggae, ganhou conhecimento internacional na década de 70 e fez seguidores no mundo inteiro.

O rastafari é conhecido por suas enormes tranças de cabelo (dreads), alimentação vegetariana, sacralização da ganja, gestos vagorosos, olhar sereno e bom humor. Pró-cristãos, seguem os ensinamentos da Bíblia. A bebida alcoólica é evitada, bem como, além da carne, ovos, queijos e massa branca. Plantar o que se come é o ideal para eles (deveria ser para todos nós!). A alimentação rasta é comumente chamada de Ital, termo oriundo de natural e vital.

Os dreads (cabelos trançados) surgiram por voltas de 1935, inspiradas em fotos de guerreiros massais e somalis da Africa Oriental. A idéia correntre de que as tranças são sujas, nunca lavadas, não é verdadeira. Uma espécie de touca de lã tecidas nas cores etíopes, a tam, as guarnece do sol e vento.

Fumar a ganja é um sacramento, comparável a hóstia ou ao incenso na igreja cristã. Citam o Gênesis, 1 29 :

"Deus disse: Eis que vos dou toda a erva de semente que existe sobre toda a face da Terra, e toda a árvore que produz fruto com semente, para vos servires de alimento.

Sob o efeito da ganja, os rastas dizem manter íntima relação com divindades, unidade com o mundo e raciocínio lógico. É consagrada durante meditações , cânticos e orações. Na forma de chá, é utilizada para relaxar crianças pequenas que choram muito ou se mostram tensas. Inúmeros pratos da cozinha rasta fazem uso da erva, também usada contra males do corpo como infecções, febres e dores de cabeça.

Bob Marley, levou, através da sua música, a realidade jamaicana e os rastafaris, às primeiras páginas de todos os jornais do mundo.Está gravada na história da Jamaica a imagem do primeiro-ministro branco, Edward Seaga, unificando os brados de Jah Rastafari no funeral de Bob Marley. A música é o maior veículo de pregação e reivindicação social. São intrinsicamente ligados à musica. Em Salmos 18, 50 lê-se:

"Por isso, Senhor, te darei graças entre as nações, entoando hinos a teu nome.

A base de tudo são os tambores burru, tradição ritmica africana difundida nos tempos de escravidão e adotada pelos rstas como nyahbinhi drums Eles cantam e louvam a JAH = DEUS, com tambores e o sacramento vegetal na mão.

Segundo Ras Kadu, musico, vocalista, integrante da Banda Jah I Ras :

" Só duas coisas q acho importante corrigir, é que os Dreads não surgiram em 1935 e sim a milenios atrás. Na verdade quando se assume a vivencia RASTA é feito o voto Nazireu discrito na Biblia em Levitico 21 (Livros de Moisés) onde abandonamos as bebidas alcoolicas, consumo de carnes, o corte de cabelo e qualquer tipo de agressão ao corpo humano, tais como tatuagens, amputamento de algum membro, etc...

Talvez o adepto mais conhecido dessa antiga disciplina que temos informação seja Sansão, que como sabemos era Nazireu e desde de seu nascimento nunca havia cortado o cabelo, as escrituras inclusive narra que ele tinha "SETE TRANÇAS" que para nós é claro que são Sete Dreads imensos.....

Outro ponto importante é que a vivencia RASTAFARI é afirmada por nós como a cultura mais antiga da Terra, atraves da historia sabemos que os povos do mundo inteiro migraram na verdade do primeiro continente habitado por seres humanos de carne e osso, mas precisamente da ETHIOPIA.

Afirmo inclusive que o xamanismo rastafari é uma vertente das praticas e vivencias dos Anciões Africanos Etiopes e isso se comprova cientificamente e historicamente por dados e pesquisas dos antropologos.

(Entende-se "Apresenta importantes traços de práticas xamânicas : uso de um sacramento vegetal (Ganja),busca da experiência mística / transcendental, tambores, musica")

A Etiopia guarda grandes segredos, entre eles o maior tesouro desse pais, que é a herança da humanidade, encontra-se dentro das montanhas de Askum, onde a cerca de 1.500 anos atras Salomão confiou na mão da Rainha de Sabá (ou Rainha do Sul) a guarda da ARCA DO PACTO DE JEOVA, talvez o objeto de maior importancia Biblica.

NA verdade esse encontro entre o Rei Salomão e a RAinha de Sabá gerou um descendente chamado Menelik, esse descendente de Salomão firmou uma dinastia de REIS honrada, fundamentada no DEUS UNICO, JEOVÁ (JAHOVAH) daí o nome JAH, vale lembrar que nessa epoca praticamente tdos povos africanos eram politeistas. MAs o fato mais intrigante dessa história é que na Afrika existe um livro chamado "KEBRA NEGAST" que tem tanta importancia quanto a Biblia para o povo Etiope, esse livro narra a historia dos Reis, e nele contem uma profecia maxima, que diz: "Quando o 225º Rei da Dinastia de Menelik fosse coroado Rei a redenção estaria proxima"

Esse Rei foi RASTAFARI MAKONNEN (Dai o Rastafari) coroado no 2 de Novembro de 1930, e honrado com o Titulo de HAILE SELASSIE I que significa "O PODER DA SANTISSIMA TRINDADE"

Selassie I restaurou a força, e junto com ele coroou toda humanidade.

Sobre os tambores, NYAHBINGHI quer dizer batida do coração, termo usado tambem no toque xamanico, me informaram os anciões da vivencia que existem dois sons primordiais na nossa existencia, a batida do coração e o sopro da respiração, sentidos e escutados quando ainda estavamos na barriga de nossa mãe.

Leozão espero ter ajudado, esses pontos são bem importantes, é a raiz da nossa historia, a raiz de Davi e Salomão, a raiz RASTAFARI. A Tribo RASTAFARI agradece a força!!!!!!!Se precisar de qualquer coisa estamos ai !



Mais informações:

www.ganjahzumba.hpg.ig.com.br
http://www.reggaevale.com.br/rastafari.htm

A MULHER E OS ARQUÉTIPOS XAMÂNICOS ANDINOS:


Mil vivas! O nosso mundo precisa de mais homens como você. A maior dificuldade hoje está no fato do homem não reconhecer a mulher na sua originalidade e em suas diferenças. A maioria deles identifica a mulher com a "mãe", imagem imaginária de ideal de mulher. E, enquanto a mulher aceitar desempenhar este tipo de papel, tudo anda bem, pois um relacionamento mãe-filho, tem menos possibilidade de acarretar problemas. Mas, a mulher, pelo fato de ser genuína, com personalidade própria, não aceitará esta identificação por muito tempo.



Daí surgem os conflitos e tantos divórcios. O correto é a mulher, pelo fato de ser o que ela é, dizer ao homem que ele é o homem, e ele, pelo fato de ser quem é, desperta nela a consciência de ser mulher. O amor é a integração e a consciência destas diferenças. Elas jamais devem ser suprimidas, ou relegadas a um segundo plano, pois são elas que unem, se encaixam e se completam. Há uma igualdade nas diferenças de natureza e espírito.

Acho, na minha vã filosofia, que à medida que um relacionamento evolui, nós temos como mensurar estas diferenças. O homem pode, perfeitamente, aprender a viver com esta nova dimensão da mulher, buscando o aspecto feminino que ele tem dentro de si. Isso não só lhe ajudará a desenvolver seus sentimentos e sensibilidade, como também sua própria virilidade instintiva se humanizará. Neste momento, a mulher terá a chance de desenvolver, sem problemas, o seu lado masculino, que até então encontra-se projetado no homem. A relação que a princípio tinha um caráter exógeno, passa a ter caráter endógeno. Somente quando encontramos um ponto de equilíbrio entre o feminimo e o masculino podemos realizar uma verdadeira relação, onde o amor pode ser vivido com toda a intensidade. Para tanto, é necessário cultivarmos esta plantinha frágil chamada "unidade interior", que deve ser aperfeiçoada e completada. A complementaridade entre o masculino e o feminino é bem fácil de ser conseguida no mundo exterior, mas no plano interior é um ideal bem difícil de ser alcançado. Mas, o homem e a mulher devem pensar e repensar o que está em jogo.

O que falo e repito, para quem tem paciência de me escutar, é que a partir desta Nova Era, a mulher não necessita mais se definir em relação ao homem, muito menos com o mundo das "mães", mas precisa sim, primeiro aprender a definir a si mesma em relação a si mesma e por si mesma. O amor virá como conseqüência!

A maioria das mulheres desconhecem a força de seu interior que lhe foi outorgada pela Natureza. Hoje, na Era de Aquário, o despertar feminino começa a ser estimulado, por ter uma conotação deveras importante nesta virada de jogo (poder masculino dá lugar para o feminino), onde a palavra de ordem, é a reestruturação geral e a perpetuação da vida sobre a Terra.

Tenham convicção de que a protagonista destes Novos Tempos é a mulher. É necessário, portanto sabermos despertar que existe em cada uma de nós, através da busca do equilíbrio da energia feminina, que passará a dominar a Terra daqui para frente.

Esta passagem de cetro ao poder feminino acarretará repercussões cósmicas e planetárias. O caminho percorrido por nossas ancestrais e o empenho observado nos nossos dias, permitiu que a mulher conseguisse ir adentrando e atuando em várias frentes, que anteriormente sua presença era totalmente proibida. Mas somente com a recuperação da nossa Dimensão Sagrada de mães, amantes e adoradoras da Lua, chegaremos a simplicidade que viemos buscar em todas as coisas. Tal como a Lua que muda de fase a cada 7 dias, a mulher, consoante a tradição xamânica, possui sua lua interna exteriorizada através de seu ciclo menstrual. Na tradição indígena, a mulher tem a tarefa de conectar-se com a influência dessas duas luas: a pessoal e a planetária (na linguagem indígena, Pachamama e Mamachilla).Com isso, abrem seus canais de percepção, dando passos adiante em seu crescimento pessoal, expandindo-se em luz e amor. Uma mulher íntegra não precisa dizer nada, sua própria presença já diz tudo.

São quatro as fases dos ciclos lunares (interno e externo). Na tradição andina dos Incas, o quatro é um número sagrado, por isso, para as mulheres, ele é representado por quatro arquétipos, apontando nas quatro direções.





1. DEUSA PACHAMAMA, A MÃE-TERRA




A maioria das mulheres modernas perderam a sintonia com o Sagrado, mas toda esta sabedoria e informação está escrita no DNA de nossas células, basta saber como ativá-las. Está na hora de resgatarmos a nossa energia feminina.

O primeiro arquétipo que todas nós mulheres devemos entrar em contato é a nossa Mãe-Terra, Pachamama. Este elo pode ser estabelecido por intermédio de atividades muito simples, como por exemplo, caminhar descalça ou sentar-se sobre a terra ou grama, como e também através de meditação ao entardecer. Para se desfazer de energias negativas, coloque as duas mãos sobre a terra (ou gramado), de modo que você fique acocorada e então, visualize um campo energético fluindo de seu corpo e penetrando na terra. O resultado é surpreendente!

Agora, se você mora em um apartamento e fica difícil qualquer dos procedimentos acima citados, procure comprar um tapete de pele de animal e caminhe e sente sobre ele.

A Pachamama identifica-se com as deusas gregas Deméter e Atena.





2. DEUSA MAMA CHILLA, A MÃE-LUA




São muitas as deusas da Lua. Mas, assim que se estuda seus atributos, características e histórias de suas vidas, reconhecemos que todas elas são realmente uma única divindade. O culto a Mãe-Lua acontece desde o mais longínquo registro histórico.

Mama Quilla, nossa Mãe-Lua Inca, é a esposa do deus Sol "Inti". O contato com o arquétipo desta deusa é feito através de meditação, que deve ser realizada na Lua Crescente, três dias antes da Lua Cheia. Coloca-se as mãos em forma de triângulo, voltando-a para a Lua. Se estiver nublado e não for possível enxergar a Lua, poderá fazer o movimento com as mãos e voltá-las para uma árvore. Todas plantas têm a energia forte da Mama Kilya.

A Mamaquilla identifica-se com a deusa grega Ártemis. É protetora das mulheres casadas e guardiã de nossos sonhos.



3. DEUSA MAMACOCHA, A MÃE-MAR



Mamacocha é o terceiro arquétipo. São as águas - os lagos e os mares (para os índios, o mar segue ao princípio feminino). As águas outorgam às mulheres os anseios de sua alma, o místico, o mágico, o profundo mistério. ‘‘A terra dá à mulher a força de que ela necessita. Já Mamacocha lhe dá o movimento e a flexibilidade necessária, como a água, que é capaz de tomar todas as formas, sem perder sua essência. Pode-se conectar com ela por meio da dança livre e espontânea.).



4. DEUSA MAMAOCLLO, A MÃE-INTERIOR




Representa a xamã interior, a mulher de sabedoria, capaz do encontro consigo mesma. Neste âmbito, basicamente a mulher se conecta com Mamaocllo por meio da meditação e, quando se encontra em sua fase lunar mais externa (no período menstrual), através da auto-observação e auto-contemplação.

O povo andino, alcançou nossos dias unidos por um espírito comum e reverenciando a Terra como sua Mãe. Eles possuem a mais alta das dignidades, trilham o caminho do entendimento equilibrado e têm o devido respeito pelos homens e pela natureza.

Quem tiver a sorte de caminhar pela Terra Sagrada dos Incas, cruzará com um xamã, o "Chaski", que peregrina pelas trilhas divulgando sua cultura. Ele lhe dirá, que hoje nosso Planeta está passando por transformações, caracterizadas pelo predomínio da energia feminina. Entretanto, isso não quer dizer, absolutamente, que o Mundo vai ser dominado pelas mulheres e, sim, que a Terra carece do plantio de sentimentos tão sublimes como os de uma mãe zelosa tem por seu filho mais querido. Só este tipo de sentimento fará brotar no coração dos homens o Lírio da Paz e consolidará o Amor Universal.



Paz e Luz!

OS ANIMAIS NO XAMANISMO:





As relações entre o xamã e os animais são de natureza espiritual, e de uma intensidade mística tal que se torna difícil para a mentalidade moderna, cética, imaginá-la.
A relação era tão íntima que os xamãs achavam possível tornar-se um animal. Ao se tornar um animal mítico, o homem transformava-se em algo maior e mais forte do que ele próprio.
O pensamento xamânico diz que existe uma mente grupal, e um animal arquetípico ou mestre para cada espécie.
Os espíritos animais estão seguros numa espécie de consciência coletiva e sabedoria de suas espécies.
Em conseqüência, espíritos animais são excelentes professores, guias, auxiliares da humanidade.
Os xamãs tem ao menos um animal de poder, que age como espírito guardião e como intermediário para acessar outras realidades.
Nas viagens xamânicas ele assume os talentos de seu animal e vê de maneira diferente.
Os animais protegem os xamãs em trabalhos perigosos e são fontes de conhecimento.
Para o xamã japonês, eles podem ser uma forma exaltada de uma transformação do Buda.
Os animais no xamanismo, são também, classificados segundo os quatro elementos ( há variações de linhas ) :

Criaturas aquáticas, anfíbios = elemento água
Répteis = elemento terra
Pássaros = elemento ar
Mamíferos = elemento fogo

Os animais da água são freqüentemente, os guardiões de nossos sonhos, guardam conhecimentos e facilitam projeções astrais.
Os anfíbios nos ensinam a refletirmos para aprendermos a usar as emoções ( água) construtivamente ( terra).
O Reino dos pássaros é o ar que interliga o Paraíso com a Terra.São os pássaros que se movem entre ambos. Fazem o caminho entre a espiritualidade e a matéria. O ar em movimento é o vento que simboliza a o movimento e a capacidade de voar, nas asas da inspiração, intuição e criatividade.
Os insetos reúnem habilidades para voar, espalhar, a adaptabilidade, a armadura, a reprodução, organização, fertilização, etc.
A aranha entre os nativos americanos é ao mesmo tempo Avó e Criador, que criam novas energias dentro da existência.
Os répteis são os guardiões dos registros da Terra, ensinam a capacidade de sobrevivência.
Algumas versões da Roda Medicinal trazem o seguinte :

DireçãoElementoTotem AnimalPortalCorpoNorte Ar Búfalo Branco Sabedoria Mental
Sul Água Coiote Fé/Emoções Emocional
Oeste Terra Urso Cinzento Introspecção Físico
Leste Fogo Águia Dourada Iluminação Espiritual




Os povos nativos têm acreditado que os clãs animais têm grandes poderes medicinais que eles compartilham conosco, se nós temos a sabedoria para receber os ensinamentos.
O antropólogo Michael Harner, em seu livro: The Way of The Shaman; descreve que quando uma pessoa está doente ela fica desanimada , ou seja ela perdeu sua força animal, está deprimida, fraca e predisposta a adoecer.
Os povos xamânicos chamam a energia dos animais honrando-os.
Nós também podemos tirar proveito desses poderes, em todo o conjunto do seu clã, por um processo chamado invocação.
Invocação pode ser entendida como um tipo de prece, um caminho para chamar o espírito de certos animais, até nós.
Quando nós invocamos, nós estamos literalmente convidando um espírito animal para viver perto de nós, então podemos compartilhar de seu poder medicinal. Ao invocar um espírito animal, estamos rezando para o conjunto das espécies daquele animal.
Quando nós invocamos algum animal, chamamos a sabedoria do conjunto das espécies.
O simples fato de procurar deliberadamente o seu poder e de inclui-lo em nossa vida pode transformar completamente a nossa maneira de viver.
Você não estará chamando espíritos de animais mortos ou vivos, não deve procurar o seu animal de poder fora de você, ele está no seu interior.
Ao invocarmos a Águia, invocamos o poder, conhecimento e experiência de todos as águias, da alma coletiva, da essência espiritual do animal que vive na Terra, e no Mundo Espiritual.
Deve-se estudá-lo atentamente para aprender mais coisas a respeito de sí próprio. Quando interagimos com os animais, nós aprendemos a vê-los e tudo na natureza toma um novo caminho.
Nós chegamos para apreciar e reverenciar a sabedoria e poder, inerentes a todos os seres da natureza. Nos temos nos desenvolvido na ciência, tecnologia e habilidade analítica, mas os espíritos animais têm outros poderes que, em alguns caminhos, vão além de todos os nossos próprios.
Nós podemos receber a sua orientação e sermos curados por sua medicina, por invocar seus poderes até nós.
Podemos usar os totens animais para aprender sobre nós mesmos e sobre mundos invisíveis. Há uma força arquetípica que se manifesta através dessas criaturas. Esses arquétipos têm suas próprias qualidades e características refletidas pelos comportamentos e hábitos dos animais.

Você poderá trabalhar com outros animais, e os descobrirá à medida que for desenvolvendo habilidades xamânicas, mas seu animal principal continuará sempre sendo o mais importante para você.
Alguns xamãs não aconselham revelar o seu animal de poder para outras pessoas, outros falam publicamente, o certo nesse caso é que cada um ouça a sua voz interior, e que tenha uma clara e boa intenção ao revelar.
Quando encontrar seu animal, você saberá, ou então ele se comunicará com você de alguma maneira.
Se quiser poderá falar com ele. Ao voltar da viagem ele o acompanhará através do túnel, de forma que a energia dele estará ao seu lado, o tempo todo, pronta para ser usada quando você quiser. Comece a meditar sobre seu animal, faça visualizações simples, imagine-o na sua frente. Deixe que ele se comunique telepaticamente com você. Veja como ele pode ajuda-lo em diferentes áreas da sua vida. Não use o racional, não se preocupe em entender, vá com o coração e a mente de uma criança, que obterá uma conexão mais forte com ele.


Fonte: http://www.xamanismo.com.br

HORÓSCOPO CHINES:


 

Descubra qual é o seu signo pela data
do seu aniversário.

22/1/47 a 9/2/48=
Porco
12/2/56 a 30/1/57=
Macaco
2/2/65 a 20/1/66=
Serpente
10/2/48 a 28/1/49=
Rato
31/1/57 a 17/2/58=
Galo
21/1/66 a 8/2/67=
Cavalo
29/1/49 a16/2/50=
Boi
18/2/58 a 7/2/59=
Cão
9/2/67 a 29/1/68=
Carneiro
17/2/50 a 5/2/51=
Tigre
8/5/59 a 27/1/60=
Porco
30/1/68 a 16/2/69=
Macaco
6/2/51 a 26/1/52=
Coelho
28/1/60 a 14/2/61=
Rato
17/2/69 a 5/2/70=
Galo
27/1/52 a13/2/53=
Dragão
15/2/61 a 4/2/62=
Boi
6/2/70 a 26/1/71=
Cão
14/2/53 a 2/2/54=
Serpente
5/2/62 a 24/1/63=
Tigre
27/1/71 a 15/1/72=
Porco
3/2/54 a 23/1/55=
Cavalo
25/1/63 a 12/2/64=
Coelho
16/1/72 a 2/2/73=
Rato
24/1/55 a 11/2/56=
Carneiro
13/2/64 a 1/2/65=
Dragão
3/2/73 a 22/1/74=
Boi






23/1/74 a
10/2/75=Tigre
13/2/83 a 1/2/84=
Porco
4/2/92 a 22/1/93=
Macaco
11/2/75 a 30/1/76=
Coelho
2/2/84 a 19/2/85=
Rato
23/1/93 a 9/2/94=
Galo
31/1/76 a 17/2/77=
Dragão
20/2/85 a 8/2/86=
Boi
10/2/94 a 30/1/95=
Cão
18/2/77 a 6/2/78=
Serpente
9/2/86 a 28/1/87=
Tigre
31/1/95 a 18/2/96=
Porco
7/2/78 a 27/1/79=
Cavalo
29/1/87 a
16/2/88=Coelho
19/2/96 a 7/2/97=
Rato
28/1/79 a 15/2/80=
Carneiro
17/2/88 a 5/2/89=
Dragão
8/2/97 a 28/1/98=
Boi
16/2/80 a 4/2/81=
Macaco
6/2/89 a 26/1/90=
Serpente
29/1/98 a 16/2/99=
Tigre
5/2/81 a 24/1/82=
Galo
27/1/90 a 14/2/91=
Cavalo
17/2/99 a 5/2/00=
Coelho
25/1/82 a 12/2/83=
Cão
15/2/91 a 3/2/92=
Carneiro
6/2/00 a 24/1 01=
Dragão

LIMPANDO A MENTE:





Limpe sua mente com um
Show de imagens e sons neuro-acústicos tecnicamente potentes




Para que serve este exercício de 7 minutos?



Serve como um recurso para você limpar, reciclar, reprogramar a sua mente substituindo as imagens impressas do nosso violento cotidiano atual por imagens que desencadeiam bons sentimentos, paz, relaxamento e bem estar.



Este exercício tem o objetivo de trazer de volta ao imaginário humano imagens onde a natureza exibe com força e seu poder curativo através da beleza, suavidade, esperança, luz, amor, trazendo a todos nós paz e calma, abrindo no imaginário de cada um encantadoras possibilidades de criar um mundo original e novo.



Usufrua deste exercício sempre que sentir que pensamentos repetitivos negativos ocorrem em sua mente e deixe-se levar pelo som e pelas imagens pelo menos uma vez por dia. Preferencialmente antes de deitar.





Atitude para realizar o exercício:



Coloque sua intenção nesta visualização. Utilize um fone de ouvido para que o som atue de forma eficiente. Sente-se confortavelmente, respire algumas vezes para se sentir relaxado e depois faça o seguinte quando a o som começar:



1. Pisque os olhos, seis vezes, a cada imagem ou bata gentilmente suas mãos sobre suas pernas enquanto assiste as imagens.


2. Visualize estas imagens quantas vezes quiser por dia. Quanto mais, melhor.


3. Num momento de aflição ou quando uma imagem forte e destrutiva atingir você durante o dia (uma notícia de TV, um acontecimento que impactou), imagine que a imagem negativa está sendo retirada da sua mente pelo lado esquerdo e puxe pelo lado direito uma das imagens que assistiu na tela.


4. Faça conexões entre as imagens e seus sentimentos e/ou desejos pessoais. Por exemplo: ao visualizar uma rosa imagine-se colocando esta rosa no coração de quem você ama muito... ou de quem precisa pedir perdão ou mesmo perdoar.


5. Se possível utilize este recurso antes de dormir. Propositalmente como se fosse este seu último gesto do dia.


6. Não se esqueça de usar o fone de ouvido. Isso torna o resultado ainda mais efetivo.

Agradecimentos:
- Dr. Marcelo Peçanha de Paula que sonorizou as imagens com sua técnica revolucionária de estimular as diferentes regiões do cérebro - a neuroacústica.
- Teresa Morais David e a Cátia Mellão, terapeutas holísticas que colaboraram com as fotos que seus olhos viram e suas almas clicaram.
- site:Somostodosum.ig.com.br/Izabel Telles 





ALTAR DE NOSSA SENHORA E ALGUMAS SANTAS:



Oração
Nossa Sra. da Abadia

Oração


Nossa Sra. de Achiropita 

Oração


Nossa Sra. do Amparo 





Oração
 Nossa
Sra. da Anunciação

Oração
1-


Nossa Sra.
Aparecida

Oração


Nossa Sra. Auxiliadora



Oração
Nossa Sra. da Cabeça

Oração


Nossa Sra.  Caravaggio

Oração


Nossa Sra. do Carmo

Oração
Nossa Sra. co Carmo de la legua

Oração
Nossa Sra. da Conceição




Oração
Sagrado Coração de Maria

Oração
Nossa Sra. da Defesa 

Oração
Nossa Sra. do Desterro 

Oração
Nossa Sra. Desatadora dos Nós



Oração
Nossa Sra. de Fátima

Oração
Nossa Sra. das Graças

Oração
Nossa Sra. da Glória

Oração


Nossa Senhora de Guadalupe

Oração


Nossa Sra. dos Impossíveis







Oração
Nossa Sra. do Loreto

Oração
Nossa Sra. de Lourdes

Oração
Nossa Sra. de Luján

Oração
Nossa Sra. d´Oropa







Oração


Nossa Sra. de Medugorje
 (Medigórie) 

Oração
Nossa Sra. do Monte Serrat

Oração
Nossa Sra. dos Navegantes

Oração
Nossa Senhora da Penha

Oração
Nossa Sra. Rosa Mística




 

Oração
Nossa Sra. da Salette

Oração
Nossa Sra. da Saúde 

Oração
Nossa Sra. do Perpétuo Socorro

Oração
Nossa Sra. de Schoenstatt

Oração
Nossa Sra. do Trabalho

 




Oração
Santa Ana

Oração
Santa Agatha

Oração
Santa Ângela

Oração
Santa Apolônia





Oração
Santa Catarina

Oração
Santa Clara

Oração
Santa Cecília

Oração
SANTA EDITH STEIN






Oração
Santa Ifigênia

Oração
Santa Filomena 

Oração
Santa Gertrudes

Oração
Santa Genoveva 

Oração
Santa Helena







Oração
Santa Isabel

Oração
Santa Joana D'arc

Oração
Santa Luzia

Oração
Santa Marta

Oração
Santa Maria Madalena


 



 

 

Oração
Santa Mônica

Oração
Santa Rita de Cássia 

Oração
Santa Terezinha

Oração
Santa Tereza D'Ávila