Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sábado, 10 de maio de 2014

O TARÔ E A ASTROLOGIA SE COMPLEMENTAM AO PREVER O FUTURO?



:: Graziella Marraccini ::


Muitos dos meus clientes quando vêm para uma consulta astrológica me pedem para complementá-la com uma leitura de Tarô. Em geral, costumo explicar que essas consultas são coisas separadas porque, apesar de ambas poderem oferecer uma orientação sobre fatos futuros que possivelmente ocorrerão na vida da pessoa, eu percebo que agem de forma diferente. De fato, e em minha opinião, para ser um bom astrólogo não há necessidade de possuir nenhum dom sensitivo ou sobrenatural. A Astrologia requer estudo, isso sim, muito estudo e muita prática de atendimento. A Astrologia é muito abrangente e tem muitas vertentes, por isso quanto mais estudo, melhor! O conhecimento astrológico não se baseia em intuição, mas exige, isso sim, uma mente aberta e flexível que saiba absorver o ensinamento astrológico de uma forma holística e ampla. O raciocínio astrológico não requer uma inclinação para os assuntos esotéricos como numa leitura de Tarô onde a racionalidade do raciocínio científico nem sempre (aliás quase nunca) parece estar presente. No entanto, para aprender Astrologia, precisamos aprender a raciocinar de forma diferente, não horizontalmente, mas verticalmente. Eu explico melhor esse meu pensamento no livro A MAGIA QUE VEM DOS ASTROS que pode ser obtido em leitura virtual gratuita no meu site.
Se pensarmos racionalmente com um pensamento cartesiano, talvez não consigamos absorver as analogias indispensáveis para fazer as sínteses necessárias à interpretação astrológica. Aliás, essa é sem dúvida a principal diferença entre a interpretação fornecida pelos softwares de Astrologia e a interpretação feita por um astrólogo profissional. O primeiro não tem a capacidade de fazer nenhuma síntese e fornece a análise dos dados e aspectos astrológicos do Mapa como numa 'receita de bolo'! As informações serão úteis certamente, pois servem como orientação e conselho, mas do mesmo modo que você não se torna um bom chef de cozinha, cozinhando somente com as receitas dos livros, não saberá tirar suas conclusões somente com a leitura da interpretação do software.

Diferentemente, o astrólogo será capaz de interpretar o seu mapa, lhe fornecerá informações indispensáveis ao seu autoconhecimento e também lhe fornecerá, nas Previsões Anuais e Revoluções Solares, indicações preciosas sobre o caminho a seguir, aconselhará e explicará para você as razões astrológicas de um determinado obstáculo ou dificuldade presente naquele momento, indicando-lhe inclusive, os meios para superá-los e ainda esclarecerá todas suas dúvidas! Essa consulta é ampla, completa e abrangente e muito raramente deixa alguma dúvida na cabeça do consulente e ainda por cima lhe dá muita liberdade de ação, aumentando seu Livre-Arbítrio.

A consulta de Tarô é principalmente um oráculo do futuro e fornece poucas informações sobre a personalidade do cliente. Quando o tarólogo e o consulente estão conectados com o campo astral, a sintonia mútua determinará a escolha dos arcanos (as cartas do Tarô se dividem em Arcanos Maiores e Arcanos Menores) que serão posteriormente interpretados pelo tarólogo. A sensibilidade deste e a sua prática na leitura serão determinantes para obter um bom resultado e uma boa orientação. Neste caso, porém, o consulente terá indicações sobre tendências e não certezas sobre fatos futuros. Quando eu interpreto uma leitura de Tarô (faço uma leitura astrológico-cabalística) estou usando somente a minha sensibilidade e minha intuição e nunca o conhecimento racional, pois este iria bloquear a recepção das informações provenientes do plano divino. Nesta leitura eu me sinto mais um canal, como se eu fosse um rádio sintonizado numa estação de freqüência específica! Recebo informações através dos arcanos, pois eles possuem uma simbologia arquetípica, mas "sinto", mais do que "penso". Geralmente não associo as duas interpretações, mesmo porque o Tarô requer uma preparação esotérica e uma sintonia diferente da astrologia. Posso abrir e ler um mapa em qualquer lugar, mas não faço o mesmo com o Tarô e muito menos com a consulta de mesa radiônica que requerem uma preparação interior e uma conexão com o plano divino.

Caro leitor, espero ter esclarecido alguns pontos importantes sobre essas interpretações. Se você deseja obter mais informações sobre minhas consultas - Astrologia, Tarô, EFT ou Radiestesia no link abaixo.

Fiquem em Paz com a Luz Divina e saibam compartilhá-la para o bem de todos! Esse é meu desejo para todos vocês!

São Paulo, 4 de maio de 2014