Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

HÁ 97 ANOS O SOL BAILOU NO CÉU E 100.000 PESSOAS PRESENCIARAM O MAIOR MILAGRE DO SÉCULO 20!!!




Testemunhas do Milagre do Sol, há 97 anos.



Você está a caminho do trabalho, como faz todos os dias. Imagine se num dia comum, de repente, você olhasse para o céu e…



…o Sol começasse a se mexer!

No mínimo curioso, não é?

Pois foi exatamente isso que aconteceu há 97 anos!

No dia 13 de outubro de 1917, 70.000 pessoas estavam na Cova da Iria, local onde os pastorinhos Lúcia, Francisco e Jacinta contemplavam a visita de Nossa Senhora desde maio daquele ano.

Agora era o cenário onde milhares de pessoas poderiam ver com os próprios olhos o milagre que a Mãe de Deus já havia previsto para aquela data.

Nossa Senhora havia alertado os pastorinhos, três meses antes do milagre do sol, que ela faria um milagre

“para que todos vissem e acreditassem”.


O governo de Portugal tentou evitar que as pessoas chegassem até a Cova da Iria. Haviam soldados impedindo a passagem dos fiéis. Uma verdadeira agitação. Mas nada impediu aqueles que esperavam o milagre anunciado pela Virgem de Fátima.

Todos estavam ansiosos, inclusive os céticos e, independentemente da motivação para chegarem até lá, ninguém imaginava o que estava por vir…

Ninguém além dos três pastorinhos podia ver Nossa Senhora. Ela apareceu a eles, novamente perto de uma árvore chamada azinheira, como havia feito desde o começo de suas aparições.

Enquanto a Virgem Maria fazia previsões às três crianças, a multidão começou a presenciar o milagre do sol.

Esse foi o testemunho do sr. Mário Godinho, que presenciou de perto os 10 minutos em que o Sol “bailou” no céu:

“Vi, numa área bem nítida do céu (onde não se pode fixar o sol diretamente) o próprio sol. Era como um disco de vidro fosco iluminado por detrás e girando sobre si mesmo, dando a impressão que estava caindo sobre nossas cabeças. Ouvi centenas de pessoas gritarem palavras de fé e amor à Santíssima Virgem.

E Então acreditei. Estava certo de que não tinha sido vítima de sugestão. Nunca mais vi o sol como aquela vez.”

Além das 70.000 testemunhas que estavam na cova da Iria, cerca de 30.000 pessoas ainda puderam assistir ao espetacular milagre em até 960 km quadrados de distância.

Inúmeras pessoas se converteram naquele dia. O Sol se mexeu no céu, sem cegar. As roupas das pessoas secaram da chuva. Era um sinal claro, direto e maravilhoso que Deus, por intermédio de Nossa Senhora, enviou ao povo de Portugal no dia 13 de outubro de 1917.

O país inteiro começou então a perceber que não se tratava de invenção das três crianças.

Multidões inteiras continuaram a se dirigir a Fátima e o impacto do milagre aumentava à medida em que as testemunhas divulgavam mais e mais o que tinham visto.

O Milagre do Sol é dirigido a nós para nos recordar de que Deus existe e que nós o rejeitamos toda vez que O desobedecemos e ignoramos; foi espetacular e assustador para que todos acreditassem.

A Virgem Maria em sua gigantesca bondade nos deu em suas aparições os meios de rejeitarmos a nós mesmos e abandonar o pecado que nos lança para os castigos de Deus.

Se de um lado a mensagem é terrível, de outro ela nos dá esperanças e a total confiança na máxima:”Por fim meu Imaculado Coração Triunfará”


“Sinto-me incapaz de descrever o que vi [...]

Apavorado, corri e me escondi do meio das pessoas que choravam, imaginando que o fim do mundo fosse iminente.

Tratava-se de uma multidão reunida do lado de fora de nossa aldeia em que homens e mulheres gritavam surpreendidos pelo que estava acontecendo; razão pela qual
todos nós deixamos as aulas e corremos à rua.”

(Padre Joaquim Lourenço, que assistiu ao milagre)