Pesquisar este blog

Carregando...

Follow by Email

LINK...

domingo, 15 de fevereiro de 2015

ORAÇÕES AOS ORIXÁS:







Oxalá
Salve meu Pai Oxalá. Senhor do branco, pai da luz. Senhor absoluto do universo, toda criação te saúda: Êpa babá. Pai da misericórdia. Dai-me, Senhor, a paz, o vigor e o rumo nos meus caminhos.
Oxalá, meu Senhor, faz minha casa feliz e dai-me as bênçãos da prosperidade. Obrigado meu Deus, meu Senhor, meu Pai.
Êpa Baba Oxalá!


Iemanjá
Salve Iemanjá,
Rainha das Ondas, sereia do mar.
Como é belo seu canto, senhora!
Quem escuta chora, mãe das águas,
Do oceano, soberana das águas.
Dê-me sucesso, progresso e vitória.
Abra meus caminhos no amor e cuide de mim.
Que as águas sagradas do oceano lavem minha alma e meu ser.
Abençoe mãe, minha família e meus amigos.
Permita que o amor seja nossa maior fonte de energia.
Sou suas águas, suas ondas, e a senhora cuida dos meus caminhos.
Iemanjá, em seu poder eu confio. Odoiá Iemanjá!


Ogum
Salve Ogum, Orixá, protetor, Deus das lutas por um ideal. Abençoai-me, dai-me forças, fé e esperança.
Senhor Ogum, deus das guerras e das demandas, livrai-me dos empecilhos e dos meus inimigos.
Abençoai-me neste instante e sempre para que as forças do mal não me atinjam.
Ogum Iê, Cavaleiro Andante dos caminhos que percorremos.
Ogum Iê Patacori!
Ogum meu Pai, vencedor de demanda Ogum Saravá Ogum!


Logum
Menino deus
Senhor das brincadeiras e das alegrias constantes
Menino deus
Que abençoes a vida e a terra cintilante
Menino deus
Do abebé e do Ifá que sua atenção caia sobre mim
Menino deus
Do ouro das pedras de arco-íris
Menino deus
Do arco e da flecha que aponta o destino
Menino deus da prosperidade
Menino rei da bondade
Menino deus guarda os meus passos
Menino deus me acolha em seus braços
Menino deus
Senhor do mundo
Senhor da esperança
Guie os meus passos
Sob seu manto sagrado
Lóci, Lóci Logum!


Iansã
Salve Iansã, Orixá dos ventos. Rainha das tempestades.
Mãe que afugenta para bem longe os que me querem fazer mal.
Deusa guerreira e corajosa, que defende seus filhos com tua espada
de cobre.
Mãe da alegria e do bom viver, que teus ventos abra meus
Caminhos, encoraje minha Alma e alegre meu coração.
Ê Parrei Oyá!


Oxum
Oh Mamãe Oxum!
Senhora dos rios e cascatas.
Orixá das águas claras que lavam os males do mundo.
Deusa do Amor!
Que o canto de suas águas embale meus sentimentos alimentando meu coração com as vibrações de paz e perdão.
Senhora do ouro, clareia meus caminhos.
OraIê Iê Oxum!


Nanã
À minha mãe Nanã,
eu peço a benção e proteção
para todos os passos de minha vida.
À minha mãe Nanã,
eu peço que abençoe o meu coração,
minha mente, meu espírito e meu corpo.
Que aos poderes dados
somente à Senhora das Senhoras,
sejam caridosos e benevolentes,
e me escondam de meus inimigos
ocultos e poderosos.
Minha querida Mãe e Senhora,
tenha piedade de meu coração.
Minha querida Mãe e Senhora,
faça com que eu seja puro de coração
para merecer a sua proteção e caridade.
Saluba Nanã!


Oxóssi
Oh caçador! Guerreiro de uma única flecha. Rei das Matas, Rei da Umbanda. Pai da Inspiração e da Esperança dê-me as bênçãos da prosperidade e inspira-me os pensamentos do bem.
Ajuda-me no sustento da minha fé; a fim que possa cumprir com minhas obrigações e meus deveres neste mundo.
Indica-me com sua flecha sagrada os verdadeiros caminhos da prosperidade.
Okê, Arô!


Xangô
Ao meu pai Xangô,
eu peço na benção de Oxalá
que atenda às minhas palavras
e ouça meu coração por amor a Orumilá
Ao meu pai Xangô, eu peço a sua misericórdia e proteção para minha vida.
Ao meu pai Xangô, eu peço que seja digno
de carregar em minha vida
a sua proteção, a sua benevolência
e sua força.
Ao meu pai Xangô, eu peço que abra os meus caminhos
e afaste de minha alma,
de meu corpo e de meu espírito, os inimigos que me desejam o mal.
Ao meu pai Xangô, pela minha verdadeira fé e devoção.
eu peço que ouça minhas palavras
e que eu, seja digno de seu perdão.
Kaô Kabecilê!


Obaluaê
Salve o Senhor o Rei da Terra!
Senhor da Cura de todos os males do corpo e da alma.
Pai da saúde e da bem-aventurança.
Em ti deposito minhas dores e amarguras, rogando-te as bênçãos de saúde e paz.
Faz-me digno de merecer todo dia e toda noite, vossas bênçãos de Luz e misericórdia.
Oh, Mestre da Vida,
Vós sois o limitador das enfermidades.
Conceda-me um corpo sadio
Mestre da Cura amenize todo e qualquer sofrimento escolhido para resgatar nessa encarnação!
Atotô!


Ossãe
Orixá Ossãe
Veio para eu louvar
Oi saravá deus das ervas filho de Pai Oxalá
Eu, eu, eu Ossãe
Seu canto quero escutar
Eu, eu, eu Ossãe
Suas ervas fazem curar.
Eu Eu Assá!
FONTE: O PANTEÃO NEGRO