Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

domingo, 31 de maio de 2015

O ESPÍRITO DAS PLANTAS DE PODER:




O poder de uma planta psicotrópica, terapêutica ou simplesmente mágico-defensiva ou ofensiva é resultado da interação destes fatores:

1. o poder próprio da espécie vegetal
2. o poder do lugar onde ela cresce
3. o período de coleta da planta
4. a observação dos ritos e tabus tradicionais que regulamentam a coleta da espécie e seu uso
5. o poder dos cantos e fórmulas (citações) que servem para "despertar" o poder da planta



Todas as plantas que curam, têm seu espírito curandeiro, além do seu espírito vital. Com a medicina (San Pedro ou Wachuma), pode-se ver o espírito curandeiro das plantas. O San Pedro tem a capacidade de chamar o espírito curador das plantas.

1. todas as plantas, sem exceção, têm um espírito vital, mas somente algumas possuem um espírito que outorga a visão, como no caso do San Pedro, ou então possuem um espírito curandeiro.

2. O espírito curandeiro evita o "contágio", a energia negativa que produz as enfermidades, quando se passa no paciente varas de certas madeiras cuja característica é possuir esse tipo de espírito. Essas varas defendem também o xamã(ou mestre) e clientes dos ataques dos "maleros".

3. O espírito da planta "sente", mas sua maneira de atuar depende da atitude que se tem com ela: uma atitude ritualmente correta traz como resultado uma ação positiva, enquanto que uma atitude descuidada no que diz respeito ao aspecto ritual, ou de desrespeito, produz como reação uma ação negativa, um "castigo". E mais: o tipo e o valor das ofertas (oferendas, o autor usa a palavra "pagos") podem fazer com que o poder de uma planta volte-se contra quem está usando-a para favorecer o inimigo que ofereceu uma melhor oferenda(mejores "pagos").

4. O "poder", por si só, nuca é bom ou mau. É ambivalente, bom e mal ao mesmo tempo: Todas estas plantas também têm espírito curandeiro ou "malero". Se usam na mesa do curandeiro e do "malero", com fins opostos. O que determina que as plantas atuem positivamente (curando, defendendo, permitindo a visão) ou negativamente (contagiando, ofendendo, obscurecendo) depende da intensão do praticante e da finalidade do rito oficiado por ele. Emerge, com toda evidência, a estrutura arcaica do sagrado cujo poder deve ser oportunamente propiciado e controlado - polarizado - para não resultar em danos. A partir desta perspectiva, é significativa a atitude ritual do xamã que apresenta as oferendas aos instrumentos do seu inimigo(ou seja, aos espíritos que animam esses instrumentos) para neutralizar seu poder. Este procedimento tem a mesma estrutura do rito romano da "exauguratio" cujo objetivo era propiciar o favor de todos os deuses do inimigo de Roma. Ao que se refere ao Peru, há notícias de ritos para fazer diminuir o poder das "huacas" dos inimigos. Obs. huaca - conforme o autor, espírito protetor que vive nas pedras e locais sagrados. Apesar desse ser o significado mais usual, huaca também pode ser o animal de poder como o puma, o gato, a serpente; varas mágicas, pedras atingidas por raios, pedras com formas diversas ou insólitas, ossos de múmias pré-colombianas, etc.

5. Por meio da bebida ritual que desentrava as portas da visão, os espíritos das plantas se manifestam assumindo as formas das plantas na plenitude de seu florescimento. O espírito das plantas psicotrópicas - como o San Pedro - pode assumir formas zoomórficas ou antropomórficas, ou falar com o xamã como uma voz que o instrui.

6. A reação negativa das plantas cujo espírito fica "bravo" com as infrações rituais produz a síndrome da "schucadura" em uma forma particular com manchas e erupções cutâneas. (pags. 297 e 298).

Nota: (Tradução: Menkaiká

Fonte: "DESPIERTA, REMEDIO, CUENTA...": ADIVINOS Y MÉDICOS DEL ANDE - Tomo I e II - Pontificia Universidade Catolica del Peru - Autor: Mario Polia Meconi)

GUARDIÃO DE PROTEÇÃO – EXU GUARDIÃO


Todos possuem consigo um GUARDIÃO DE PROTEÇÃO (EXU GUARDIÃO) – amparadores da Lei Maior e um ANJO DA GUARDA, cada qual com uma função diferente e única!

Uma dica importante, talvez sirva para alguém: Todas as vezes que se sentir estranho, pensamentos repetitivos, negativos, sem vontade de fazer nada, desanimado, triste, saiba que há algo ou alguém conectado em você sugando sua energia e o influenciando negativamente. Ou mesmo alguém fisicamente pensando em você constantemente faz com que ocorra alguma influência negativa...A inveja e a vingança por exemplo, são emoções que cria essa ligação, ou seja, cordões energéticos entre os envolvidos que os manterá em forte ligação até que haja o corte energético! Neste caso específico podemos entrar em conexão com nosso GUARDIÃO DE PROTEÇÃO solicitando sua ajuda para cortar esses cordões negativos de ligação com quem quer que seja! Você notará uma mudança quase instantânea, uma melhora na disposição, aquele “peso” no ombro vai embora e tudo fica mais claro, mais leve...

O nosso Guardião de Proteção tem LIVRE ACESSO a todas as regiões umbralinas e somente ele está capacitado de entrar ali e verificar o que está acontecendo de fato e o único que pode fechar os portais negativos seja na sua casa, trabalho, etc. É o trabalho deles e os fazem com extrema competência, amor e JUSTIÇA acima de tudo.

Não existe trabalho de limpeza sem essa amada Hierarquia de Luz, não tem como!!! E tem muita gente prometendo por aí e fazendo limpezas sem a devida proteção e depois perguntam porque tudo está dando errado e atraindo energias densas…Tomem cuidado com isso, depois não venham reclamar da vida, pois tudo o que é graça um dia será cobrado!!!

Eu não sei se alguém já teve a oportunidade de conversar com um deles....Quem conhece sabe como é, para quem não conhece ainda é bom que estejam bem preparados para ouvir o que NÃO QUEREM OUVIR, pois eles chegam dizendo isso mesmo, que NÃO estão ali não para passar a mão na cabeça de ninguém e nem ficar dizendo palavras agradáveis aos ouvidos....Eles vêm dizer a verdade e ela muitas vezes ela incomoda, né? Eles vêm mostrar o que não queremos ver e ouvir, a realidade do fato, escondido ali nas profundezas do emocional e do mental.

Confesso aqui que também já recebi algumas broncas e no meu caso eles me ajudaram a entender que eu não poderia salvar todo mundo, que muitos que vem me procurar não querem mudar, querem que eu resolva a vida deles, e dessa forma eu acabo ficando com sobrecarga energética tentando ajudar os que me procuram, mas as próprias pessoas não fazem nada para melhorar...foi uma lição para mim, não carregar o mundo e os problemas das pessoas nas costas....

Olha que o próprio Wagner Borges descreve os Exus amparadores: ALGUNS DESSES GRUPOS TRABALHAM LIGADOS A DIVERSOS MESTRES ESPIRITUAIS QUE AJUDAM INVISIVELMENTE A HUMANIDADE. SERVEM NOS PLANOS DENSOS SOB O COMANDO SECRETO DOS MENTORES QUE PATROCINAM O ESCLARECIMENTO ESPIRITUAL PLANETÁRIO.

Reflexão, respeito e amor ao próximo!

Cura e Ascensão - Solange Christtine Ventura

ORAÇÃO DO ENRIQUECIMENTO:




"Ó Deus criador deste imenso universo, eu (FCM) estou aqui
para te invocar em favor da minha vida financeira.
Pois tu senhor es a luz que ilumina o meu destino
Que do alto da minha cabeça até a planta dos meus pés,
que eu seja envolvido aqui e agora por uma corrente de riqueza
e prosperidade que vem diretamente de ti senhor Deus do Universo

Derrame sobre mim (FCM) aqui e agora, o dom da riqueza para que eu veja
a tua glória e proclame a tua existência por onde eu passar.
E que o anjo do dinheiro me visite (FCM) aqui e agora
e coloque em minhas mãos o modo mais rapido de possuir
milhores em dinheiro aqui e agora, coloque nas minhas mãos
o espirito da fortuna e milhões em dinheiro,
para que tudo que eu tocar venha prosperar
e até o que era para dar errado passe a dar certo!

Que venha as minhas mãoes agora todo o dinheiro que preciso para viver
na abundancia de riqueras e para pagar todas as minhas dividas,
e ajudar minha familia, uma quantia alta para resolver meus problemas
e dos meus familiares .

Tu és o dono do ouro e da prata,
então venha dos quatro cantos do mundo
para me fazer um abençoado e de muitas posses.
Deus todo poderoso manifeste em mim (FCM) e
me faça ganhar milhões em dinheiro aqui e agora,
conquistar e enriquecer, porque tu és um Deus que soma,
multiplica e acrescenta.

Pelo poder do nome de Jesus Cristo
eu levanto a minha voz e profetizo que a partir deste instante
o dinheiro virá em todas as direções
e em avalanches de abundâncias.
As riquezas de Deus fazem parte de minha vida aqui e agora.
A partir de agora, o meu destino está selado
porque eu (FCM) sou filho do Deus que criou todas as riquezas do mundo
e eu (FCM) sou muito prospero e vou me tornar muito rico.

Me dê, ó Pai Celestial, o espírito da fortuna e da sorte para que todas
as riqeusas e abundancia do Universo, entra na minha vida segundo
os seu designios, porque para o Senhor tudo é possível!
Sei que o senhor pode interferir em minha vida.
e que esse meu apelo para obter suas riquezas jorrando
em minha vida será atendido
É o que eu te peço e determino que irá acontecer,
em nome de Jesus Cristo.

Eu (FCM) agradeço por isso e te suplico que me ajude a
ganha a quantia para pargar todas as minhas dividas,
Deus me dar uma luz, eu te suplico para me ajudar,
assim seja assim será feito.
Amém."


FONTE: INTERNET

sábado, 30 de maio de 2015

SANTA JOANA D'ARC, HOJE 30 DE MAIO E SEU DIA!!!



Surpreedentes e variadas são as vias da Providência!

Quis Deus libertar os hebreus do jugo dos egípcios, e suscitou um Moisés, que se apresenta diante do orgulhoso faraó, faz milagres para comprovar sua missão divina, lança pragas sobre o Egito, e ostenta o poder divino, abrindo diante de si as águas do Mar Vermelho, enelas sepultando para sempre os exércitos inimigos.

Quis Deus salvar a França do domínio inglês, na Idade Média, e em vez de fazer nascer entre os filhos dessa nação um grande general, chamou para realizar sua obra uma donzela, inocente pastorinha da Lorena.

De repente, um país derrotado e decadente, retalhado pela ambição, governado por um príncipe fraco e hesitante, ressuscita ao ouvir a convocação de Joana. Sua voz virginal dá força aos fracos, coragem aos covardes e fé aos descrentes. Sua inocência infunde terror nos inimigos, restaura a pureza dos devassos. Seu nome é um brado de guerra. Sua figura, um estandarte imaculado.

Em sua curta vida, conheceu os esplendores da glória e as humilhações da mais vil perseguição: a da calúnia - último recurso dos invejosos, arma traiçoeira dos infames, que poupa o corpo e fere a honra.

Condenada à morte como bruxa, reduzida a cinzas pelo fogo, sua inocência triunfou nos altares para todo o sempre: Santa Joana d'Arc.

No tempo em que a frança feudal, a França do heroísmo e da cavalheirosidade, encontrava-se sob o pé conquistador da Inglaterra, uma pastorinha foi suscitada por Deus numa aldeia muito humilde, cujo nome soa como toque de sino: Domremy.

Desde muito cedo,tinha o costume de rezar enquanto se achava sozinha no campo, apascentando o rebanho de seus pais. Certo dia ouviu vozes misteriosas, que acabaram por identificar-se como sendo de São Miguel e de duas santas. Urgiram-na a apresentar-se ao rei de França e comunicar-lhe que Deus a enviava a fim de anunciar seu auxílio para expulsar os ingleses do território francês.

Aquela virgem encantadora resolveu então partir e apresentar-se ao soberano.

Logo que chegou à corte, passou-se com ela um belíssimo fato que veio provar a autenticidade de sua missão. Numa época como aquela, em que não havia imprensa nem televisão, só restava um modo de se conhecer o semblante do rei: olhá-lo diretamente. Quem nunca o houvesse visto, não saberia identificá-lo pela fisionomia no meio de muitas pessoas. No dia em que o rei Carlos VII condescendeu em ouvir Santa Joana d'Arc, vestiu-se ele como um simples nobre e, no salão de audiências, repleto de pessoas, retirou-se para um lugar secundário, mandando que outro se colocasse no lugar central, trajado como se fosse monarca.

Santa Joana d'Arc entrou, olhou para todos e, sem titubear, foi em direção àquele que se ocultava num dos cantos, dizendo-lhe:" Ó Rei, eu venho vos falar!"

Na conversa que se seguiu, Carlos VII pôs dificuldades `a jovem pastora, contudo ela venceu-as todas. Convencido de sua missão, o monarca colocou-a, frágil e débil, à frente de um dos exércitos mais fortes da Europa. E ela, na sua debilidade virginal e encantadora, comandou-o e empurrou os ingleses quase completamente para fora da França.

Certa feita, santa Joana d'Arc dirigiu-se a Carlos VII, dizendo querer dele um inapreciável presente, e perguntou se o monarca estava disposto a dá-lo. Disse ele que sim. Ela, então, afirmou que desejava o Reino da frança! Surpreso e contrafeito, o rei entretantocondescendeu.

Santa Joana d'Arc imediatamente mandou chamar quatro tabeliães e lavrou um ato pelo qual recebia de Carlos VII a França, despojando-se o soberano, em favor dela, de todos os seus direitos sobre o Reino. Após ter ele assinado o documento, santa Joana d'Arc mandou lavrar um outro, pelo qual ela, em nome de Deus, entregava novamente ao monarca o Reino da França!

Em Carlos VII, que ainda não havia sido coroado, a realeza se achava bastante viva para não ser morta, mas bastante morta para não reviver. Na verdade, encontrava-se a ponto de expirar, e quase estorvava o curso da História. Santa Joana d'Arc pediu a sua desistência, e reinstaurou nele - por mandato divino - aquilo que estava morrendo, dando ao reino da França uma nova vida.

Era uma pastora chamada a brilhar na corte de um rei. Era uma virgem chamada a viver num campo militar onde, infelizmente, tantas e tantas vezes a linguagem é impura, e a presença das mulheres perdidas se faz notar. Ela ali reluziu como um círio de puríssima cera em plena noite.

Sua virgindade tinha algo de imaculadamente prateado, tinha refulgências de uma arquiprata.

Foram tão grandes as vitórias de Santa Joana d'Arc que, antes mesmo de os ingleses estarem fora do território francês, surgiram condições propícias para a coroação de Carlos VII na catedral de Reims.

Conduziu ela até ali Carlos VII e este foi coroado em meio a uma glória indizível. Santa Joana d'Arc assistiu a cerimônia no lugar de honra, portando o seu estandarte azul e branco, no qual estavam bordados os nomes de Jesus e Maria. Como ela sempre tivera inimigos entre os franceses, um deles lhe perguntou:

- O que faz o seu estandarte aqui? É um estandarte para a guerra e não para festas! Ao que ela respondeu:

- Ele esteve comigo na hora da luta e do esforço, é natural que esteja comigo na hora da glória!

Após a coroação de Carlos VII, restava ainda uma parte da França a ser reconquistada.

Na batalha de Compiège, a traição, imunda como a serpente, enroscou-se na heróica pastora. Os borguinhões, vassalos revoltados contra o rei da França, prenderam-na e, mediante dinheiro, entregaram-na aos ingleses.

As vozes que ela ouvira parece lhe haverem prometido que só morreria quando o poderio inglês estivesse quebrado na França. E ela de tal maneira esperava salvar aquele nobre país, que chegou a pular de uma torre onde se achava prisioneira, para fugir e continuar a luta. Em seus insondáveis desígnios, Deus não fez o milagre de ajudá-la, as vozes também não a auxiliaram, e ela foi presa novamente!

Os ingleses entraram em entendimento com um Bispo francês expulso há pouco de sua Diocese por seu apoio ao invasor estrangeiro, e acusaram santa Joana d'Arc de ser bruxa. Diziam que suas vitórias eram fruto de pacto com o demônio.

Durante o julgamento, ela se defendeu como uma leoa. Suas respostas às perguntas dos juízes eram castas como uma couraça e pontiagudas como uma lâmina de espada. Porém, contra toda a expectativa, ela foi condenada pelo tribunal da Inquisição a ser queimada viva, como vil feiticeira!

Deus, que estivera tão presente em todos os combates dela, agora fazia-se ausente. Na manhã da morte, vestem-na com uma túnica infamante e a conduzem numa carreta, de pé, com mãos amarradas às costas, como se fosse malfeitora, em direção ao local do suplício. O povo enche as vias por onde ela passa, e no caminho era lido a sentença, toda feita de infames e falsas acusações.

Continuando seu trajeto, a carreta chega à praça onde está armada a fogueira. Santa Joana d'Arc desce e caminha em sua direção. Pode-se bem imaginar a perplexidade que invafia sua alma: "Mas, então, aquelas vozes não eram verdadeiras? Aquelas vozes teriammentido? Meu Deus, será que minha vida não foi senão um engano? É a Inquisição que me condena! É um tribunal eclesiástico, dirigido por um Bispo, composto por teólogos e por homens de lei... Será que eu não me enganei, ó meu Deus?!"

Acende-se a fogueira. Não demora, e a supliciada vai sentindo crescerem as dores da morte. Em certo momento, ela parece haver tido uma visão e ouvem-na gritar de dentro das chamas: "As vozes não mentiram! As vozes não mentiram!"

O fogo tomou conta de seu corpo, ela morreu com todas as dores de quem é queimada viva, porém repetindo até o último momento: "As vozes não mentiram! As vozes não mentiram!" Como que a dizer: "Há um mistério, mas eu morro contente, porque estou fazendo a vontade de Deus!"

O mistério se explicou para ela: as vozes não tinham mentido.

O ímpeto dado por Santa Joana d'Arc na ofensiva contra os invasores ingleses havia sido tão grande que eles não ousaram resistir ao exército francês. Pouco após o sacrifício da heroína, foi derrubado o poderio inglês na França. Ela morreu sem poder ver o desmoronamento da muralha. Entretanto, as vozes não lhe haviam mentido. Cerca de 120 anos depois, Calais, a última cidade inglesa na França, tombou, terminando a reconquista do território francês.

A Inglaterra, durante este tempo, tornara-se protestante, e Calais se transformara numa cidade herética: era a unha da heresia encravada no solo bendito da França. Mas as vozes não mentiram, e a obra de Santa Joana d'Arc chegara ao fim.

Para Deus não há pressa. Ele é eterno. Passaram-se mais de trezentos anos... Somente em 1908 quis o Altíssimo que São Pio X, numa cerimônia magnífica, em meio a jubilosos repiques de sinos, canonizasse a virgem guerreira de Domremy. O triunfo da santa pastorinha coberta de armadura constituía mais uma cintilação que a Igreja emitia de dentro de si.

O nome de Santa Joana d'Arc permanecerá como uma saga, um mito, um poema, até o fim do mundo: a virgem heróica e débil, que expulsou os ingleses do doce Reino da França e realizou, assim, a vontade de Nossa Senhora, Rainha do Céu e da terra. (Mons. João Clá Dias, EP)

* * * * * * * * * *

Santa Joana D'Arc: exemplo de santidade na política

Em uma de suas audiências gerais (26/01/2011) o Papa Bento XVI falou sobre Santa Joana D'Arc e destacou seu "belo exemplo de santidade para os leigos empenhados na vida política, sobretudo nas situações de maior dificuldade".

O Sumo Pontífice lembrou que Santa Catarina de Siena e Santa Joana D'Arc são as figuras mais características de "mulheres fortes"que, no fim da Idade Média, mostraram sem medo a luz do Evangelho em momentos difíceis da história.

O Santo Padre salientou a força das mulheres em episódios cruciantes da história. Recordou o exemplo de Nossa Senhora e de Santa Maria Madalena: "Podemos escutar as santas mulheres que permaneceram no Calvário, próximas a Jesus crucificado e a Maria, Sua mãe, enquanto os apóstolos fugiram e o próprio Pedro negou Jesus três vezes."

Santa Joana D'Arc

Bento XVI lembrou que Santa Joana D'Arc viveu num período conturbado da história da Igreja e da França: ela nasceu em 1412, quando existia um Papa e dois anti-papa. Junto com este cisma na Igreja, aconteciam contínuas guerras entre as nações cristãs da Europa. A mais dramática delas foi a "Guerra dos Cem Anos", entre França e Inglaterra.

"A compaixão e o empenho da jovem camponesa francesa diante do sofrimento do seu povo tornou mais intenso o seu relacionamento místico com Deus", explicou o Papa.

Santidade na Contemplação e ação

O Pontífice recordou que um dos aspectos mais originais da santidade desta jovem foi a ligação entre a experiência mística e contemplativa e a missão e ação política: "Depois dos anos de vida oculta e crescimento interior, seguem dois anos, curtos, mas intensos, de sua vida pública: um ano de ação e um ano de paixão".

Paz e justiça entre os cristãos

O futuro Rei da França, Carlos VII, rendeu-se aos conselhos da camponesa de Domremy, depois de ela passar por exames de teólogos.

A proposta que ela tinha era de uma verdadeira paz e justiça entre os povos cristãos, à luz dos nomes de Jesus e Maria. Esta proposta foi rejeitada e Joana, então, se engaja na luta pela libertação de seu país em 8 de maio 1429.

"Joana vive com os soldados, levando a eles uma verdadeira missão de evangelização. Muitos testemunham sua bondade, sua coragem e sua extraordinária pureza. É chamado por todos, como ela mesma se definia, ‘la pucelle', a virgem", conta o Papa.

Condenação de uma santa

Em 1430, ela é presa por seus inimigos, que a julgaram. "Os juízes de Joana eram radicalmente incapazes de compreender, de ver a beleza de sua alma, não sabiam que condenavam uma santa".

Na manhã do dia 30 de maio, recebe pela última vez a Comunhão na prisão e, em seguida, é conduzida à praça do velho mercado. Pede a um dos sacerdotes para manter diante dela um crucifixo e, assim, morre "olhando Jesus Crucificado e pronuncia mais vezes e em alta voz o Nome de Jesus".

O nome de Jesus, confiança e amor a Deus

"O Nome de Jesus, invocado por essa santa até os últimos momentos de sua vida terrena, era como o contínuo respirar de sua alma, um hábito do seu coração, o centro da sua vida", ressaltou o Santo Padre. Para o Pontífice, o "mistério da caridade de Joana D'Arc é aquele total amor de Jesus que está sempre em primeiro lugar na sua vida. "Amá-lo, significa obedecer sempre a sua vontade. Ela afirmava com total confiança e abandono: ‘Confio-me a Deus, meu Criador, amo-o com todo meu coração'", destacou o Papa.

Oração: diálogo contínuo com Deus

Esta santa viveu a oração como um diálogo contínuo com Deus que iluminava também seu diálogo com os juízes e dava paz e segurança. "Em Jesus, Joana contempla também a realidade da Igreja, a ‘Igreja triunfante' do Céu, como a ‘Igreja militante' da Terra. Segundo suas palavras, ‘é tudo uma coisa só: Nosso Senhor e a Igreja'.

Amar a Igreja

"No amor de Jesus, Joana encontra a força para amar a Igreja até o fim, também no momento de sua condenação", enfatiza o Santo Padre.

Por fim, Bento XVI afirma que o luminoso testemunho de Santa Joana D' Arc convida a um alto padrão de vida cristã: "fazer da oração o fio condutor dos nossos dias, tendo plena confiança no cumprimento da vontade de Deus, seja ele qual for; viver a caridade sem favoritismos, sem limites, e atingindo, como ela, no Amor de Jesus, um profundo amor pela Igreja". Santa Joana D'Arc, foi canonizada pelo Papa Bento XV, em 1920. (JG).

Leia mais: Santa Joana d'Arc: uma saga, um mito, um poema

sexta-feira, 29 de maio de 2015

O FEMININO E OS LIVROS: LAS BRUJAS NO SE QUEJAN



O Feminino e os livros: LAS BRUJAS NO SE QUEJAN
Infelizmente esse livro da analista junguiana americana Jean Shinoda Bolen não foi publicado no Brasil, mas acho ele tão bom que resolvi indicá-lo assim mesmo nessa série que estou escrevendo sobre o Feminino e os Livros.
No original ele se chama “Crones Don't Whine: Concentrated Wisdom for Juicy Women” e foi publicado em 2003 pela Conari Press. A edição que tenho, em espanhol e que se chama "LAS BRUJAS NO SE QUEJAN: un manual de sabiduría concentrada", foi editado pela Kairós Editorial, de Barcelona, em 2004.
Como o livro anterior indicado A CIRANDA DAS MULHERES SÁBIAS é um livro bem pequenininho, mas como o próprio sub-título diz é mesmo um manual de sabedoria concentrada.
Vai tratar, também como o outro, da sabedoria da mulher mais velha, da mulher após a menopausa, como diz Jean Bolen e do arquétipo da Velha Sábia.
Bolen fala que é a primeira vez na história, que as mulheres chegam na idade do início do envelhecimento, desfrutando oportunidades sociais, culturais e econômicas como nenhuma outra geração de mulheres teve antes. Isso nos permite “redefinir”o que é uma mulher mais madura ou velha por nós mesmas. Uma definição diferente da feita pela cultura patriarcal que sempre menosprezou as mulheres mais velhas e que, no fundo também as temeu.
Tornar-se uma “bruja” – e aí o termo tem tudo a ver com o arquétipo da Mulher Sábia – tem a ver com :
“…o desenvolvimento interior e não com aparência externa. Uma “bruja ou velha sábia”é uma mulher que possui sabedoria, compaixão, humor, valentia e vitalidade. É consciente de ser verdadeiramente ela mesma, sabe expressar o que sabe e o que sente e empreender uma ação determinada quando é necessário. Não tira os olhos da realidade, nem permite que sua mente se tolde. Pode ver os defeitos e as imperfeições dela mesma e dos demais, porém a luz com que os vê não é severa nem julgadora. Aprendeu a confiar em si mesma e no que sabe”.
Isso não de consegue da noite para o dia, é um processo ativo e intencional de autodesenvolvimento e que deve ser começado hoje, por isso é um livro que recomendo para as mulheres de todas as idades. Como diz, a Velha Sábia é um potencial que precisa ser reconhecido e levado a prática para desenvolver-se. Essa presença sábia na psique amadurecerá quando confiamos na existência de uma “bruja” em nosso interior e passamos a escutá-la.
Então, o livro vai tratar de descrever as 13 qualidades que toda mulher que aspira ser uma Velha Sábia deve sempre buscar e cultivar. No livro são extensamente descritas, mas aqui seguem, em pequenas tópicos:
AS 13 QUALIDADES DAS VELHAS SÁBIAS
1.Elas não se queixam! Aceitam que o que foi, foi e não pode ser mudado e o que interessa é daqui para frente. Não quer dizer que não expressem dor, mas não se lamentam, não se veem nem agem como vítimas.
2.São atrevidas, tem coragem de experimentar o novo, a buscar o não vivido, o não conhecido.
3.“Tem mãos para as plantas”, concreta e metaforicamente. “Plantam, regam e acompanham o crescimento” de plantas, pessoas, projetos...
4.Confiam em seus pressentimentos/ em sua intuição, honram sua sabedoria interna.
5.Meditam a sua maneira, cultivam um centro interno de silêncio e escuta, de prece e reconexão com o Sagrado.
6.Defendem com firmeza o que mais importa, descobrem sua voz e tendem a tornar-se mais rebeldes e radicais com tudo que consideram errado no mundo.
7.Decidem seu caminho com o coração, mesmo que esse caminho seja difícil.
8.Dizem a verdade com compaixão, mas dizem sempre a verdade, porque sabem que só a verdade cura e liberta.
9.Escutam seu corpo, não o veem como um objeto a ser aperfeiçoado, mas como um instrumento de prazer e auto conhecimento.
10.Improvisam, agem com espontaneidade, fluem com a vida.
11.Não imploram, não fazem NADA com a finalidade de serem aceitas.
12.Riem juntas, riem de si e com isso nutrem um profundo senso de irmandade, porque é um riso que expressa o triunfo do espírito e da alma sobre aquilo que poderia tê-las destruído ou as convertido em mulheres amargas .
13.Saboreiam o positivo da vida, sabem ter gratidão pela beleza da vida, mesmo que mesclada de sofrimentos.
Jean Bolen termina seu pequeno-grande livro dizendo que as Velhas Sábias unidas podem mudar o mundo!
O livro é sensacional! Eu só dei uma pequena amostra: esse livro deve ser de prescrição obrigatória a toda mulher, especialmente aquelas que já fizeram 50 anos.
Texto de Cristina Balieiro
Emoticon heart https://www.facebook.com/groups/mariacflorjasmim/Emoticon heart

quinta-feira, 28 de maio de 2015

O QUE SEUS GUIAS ESPIRITUAIS ESTÃO TENTANDO LHE DIZER?




Os guias espirituais são ajudantes espirituais adoráveis, e todos nós temos. Eles podem nos dar visão de qualquer situação e ajudar-nos a criar uma vida c mais alegre.

Como um médium, eu comecei a comunicação com guias espirituais há mais de 20 anos atrás. Nesse tempo, eu tenho compartilhado milhares de mensagens que canalizo do reino espiritual para ajudar as pessoas a ganharem mais clareza sobre suas vidas.

Aqui estão quatro mensagens que guias espirituais querem que você saiba para ajudar a tornar sua vida mais fácil e pacífica:
1. Você é suficiente do jeito que é

Muitos de nós estamos focados em constantemente nos esforçarmos para sermos melhores. Queremos ser pessoas, pais e cônjuges melhores. Queremos ser mais ricos e mais fortes, mais sábios e mais bonitos.

Esforçar-se para melhorar é ótimo, mas os seus guias espirituais querem que você saiba que você é suficiente. Enquanto você cresce, se desenvolve e explora a vida, lembre-se de apreciar quem você é agora. Você é uma bela alma divina, fazendo o melhor que pode em sua vida. Isso é o suficiente.
2. Tudo está te ajudando de alguma forma



Cada pessoa e acontecimento em sua vida irão ajudá-lo de alguma forma, você percebendo ou não. Dos trabalhadores que constroem as ruas você pelas quais você dirige até a mulher irritante no trabalho … tudo está te ajudando de alguma maneira.

Ao encontrar uma situação ou pessoa difícil, seus guias espirituais sugerem que você pergunte: “Como isto está me ajudando?” Em seguida, tire um tempo para ouvir seu interior e permitir que a resposta venha até você. Você vai se surpreender com quanta paz e clareza pode sentir sobre uma situação anteriormente indesejável, uma vez que percebe como, em última análise, ela está te ajudando.
3. Há sempre tempo para VOCÊ

Você costuma se sentir apressado? Você sente que quando termina sua lista de coisas a fazer, não há tempo de sobra para você? Você se preocupa em ser muito velho, ou não ter tempo suficiente para fazer grandes mudanças em sua vida?

Os guias espirituais querem que você saiba que não há pressa. Você não perdeu tempo e não está se movendo muito lentamente. Tudo acontece no tempo divino, e há tempo de sobra para você fazer tudo o que quer em sua vida. Quando você se sentir apressado, respire fundo e lembre-se: “Há sempre tempo para mim.”
4. Você é amado

A mensagem mais importante que os guias espirituais têm para você é que você é amado. Todos nós temos momentos em que nos sentimos sozinhos ou como se carregássemos o peso do mundo sobre nossos ombros. Você pode liberar esse fardo autoimposto, lembrando que os seus guias espirituais estão sempre lá nos bastidores te ajudando. Peça por sua ajuda, confie que você vai obter as respostas e assistência que precisa e saiba que você não está sozinho. Você é amado imensamente, em cada momento de cada dia.

Mensagens de guias espirituais são sempre amorosas e irão ajudá-lo a ver sua situação de uma perspectiva mais positiva.

Quais dessas mensagens mais te tocou hoje?



___

Traduzido pela equipe de O Segredo

quarta-feira, 27 de maio de 2015

AS 8 CHAVES DA PAZ:




Por Sri Prem Baba





A paz é a mais elevada das virtudes. É o anseio secreto de todos os seres. Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém. A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas à Deus e deixa que o fluxo da vida a leve. Entregar significa não pensar mais a respeito. Você relaxa e sente autoconfiança. Para isso, é preciso abrir mão do controle. A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.



Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem. Antes mesmo da adolescência, entrei numa escola de conhecimentos espirituais. Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides – criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”



Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria. E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute. Mas, esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.



Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil. Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado. Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.



Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento. Eu diria que essa é a principal doença da humanidade. Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos. O sofrimento é o principal enigma da humanidade. Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?



Através da minha experiência, no trilhar do Caminho do Coração, eu descobri algumas chaves que abrem as portas para o despertar da paz interior, as quais eu compartilho com você agora:



Primeira chave: Silêncio.



O silêncio é uma forma de bater na porta do salão da verdade. Ele é a base que te prepara para qualquer prática; é o alicerce do edifício da consciência. Tudo que é belo e verdadeiro nasce do silêncio.



Um instante de silêncio é suficiente para exorcizar todos os demônios, porque os demônios são os pensamentos. Se existe um pensamento compulsivo constantemente assombrando a sua mente, é porque você deu muita atenção a ele, ou seja, você o alimentou acreditando nele. Mas, ao aquietar a mente, todos os fantasmas desaparecem. Não importa quão antiga seja a escuridão, uma pequena fresta de luz dissipa toda escuridão porque ela é somente a ausência de luz. O silêncio invoca a luz. Quando a mente se acalma, tudo se acalma.



O preço para a realização espiritual é a solidão. Em algum momento você vai ter que encarar a si próprio. Por isso é fundamental aprender a ficar sozinho e em silêncio. Você também pode chamar esta prática de meditação. Mas, eu não quero que você se perca no labirinto das idéias e conceitos, na ginástica do intelecto. Permita-se apenas ficar retirado e em silêncio, observando a grama crescer. Abandone toda a pressa e todo o desejo de chegar a algum lugar. Feche os olhos e focalize no ponto entre as sobrancelhas. Brinque de cultivar o silêncio.



Segunda chave: Verdade.



Falar a verdade não quer dizer que você vai sair por aí dizendo aos outros tudo o que pensa ser verdade, desconsiderando o fato do outro não estar pronto para ouvi-la, o que pode gerar mais conflito, mais guerra. Seguir a verdade significa ouvir o chamado do seu coração.



Se ainda há desconforto e sofrimento na sua vida, significa que ainda há uma camada de mentira te envolvendo. Seja corajoso para encarar suas mentiras. Sem coragem você não será capaz de encarar a verdade. Procure identificar quando você ainda não pode ser honesto com você mesmo e com a vida; quando você tem que usar uma máscara e não pode ser autêntico e espontâneo; quando você tem que fingir que é diferente do que é. Dê uma olhada nas diversas áreas da sua vida. Você terá algum trabalho, mas é um bom trabalho. Lembre-se que “a verdade vos libertará”.



Terceira chave: Ação Correta.



Isso não tem nada a ver com moralismo. A ação correta, ou ação consciente, não se baseia no que está fora, ou seja, não depende da aprovação do mundo externo. Não é seguir um manual com regras sobre o que está certo ou errado. É uma ação determinada pela intuição, que é a voz do silêncio. É ter coragem de ser você mesmo, autêntico e espontâneo. Agir conscientemente significa colocar o amor em movimento, ou seja, trilhar o Caminho do Coração.



Quarta chave: Não Violência.



A não violência é a ação sem ego. É a atitude não contaminada pela vingança e pelo ódio. É não dar passagem para a maldade que provoca sofrimento no outro, não importa em qual nível.



A não violência ou ahimsa, como é conhecida na tradição do hinduísmo, não é cruzar os braços e ficar esperando que as coisas aconteçam. Ela, muitas vezes, envolve ação, atitude. Mas, é uma ação que nasce do coração – é espontânea e sempre vem com sabedoria e compaixão. Não é o ódio ou o medo se manifestando.



Eu mesmo já questionei o poder de ahimsa. Parece que só deu certo com Gandhi, na Índia. Mas, não é verdade. Ahimsa é o remédio que esse planeta precisa. A compaixão é o remédio e ahimsa é compaixão.



Quinta chave: Amor Consciente



Eu uso esta palavra ‘consciente’, porque a palavra amor foi degenerada. Nós demos a ela tantos outros significados que não têm nada a ver com a sua essência. Para o senso comum, o amor está ligado ao egoísmo, a uma satisfação pessoal. Ele é confundido com a paixão, com o sexo e até mesmo com o ódio. Isso acontece de uma forma inconsciente: a entidade acredita estar amando porque não tem consciência do que é amor.



Não é possível definir o amor com palavras, mas eu posso dizer que amar inclui um desejo sincero de que o outro seja feliz. Inclui ver o potencial adormecido no outro e dar força para ele acordar. É querer ver o outro feliz sem querer absolutamente nada em troca. Em última instância, amar conscientemente significa amar desinteressadamente.



Mas, para que possa utilizar essa chave se faz necessário que você reconheça o seu desamor. Procure identificar em quais situações e com quem você ainda não pode ser amoroso. Aonde e com quem o seu amor não flui livremente? Em que situações o seu coração se fecha? Aí há uma pista para você. Vá atrás dessa pista e você descobrirá muito sobre si mesmo. Essa é uma forma de trazer paz para esse mundo: aprendendo a ser amigo do seu irmão; amigo do seu vizinho. Aprender a não julgar os erros do outro. Antes de levantar o seu dedo para acusar o outro, olhe para si mesmo, e pergunte: “Será que eu não tenho um defeito igual, ou outros até piores?” “Será que o meu vizinho não tem nada de bom para eu focar a minha atenção?” Comece a focar no bom que o outro tem. Essa é sua grande missão.



Sexta chave: Presença.



Estar presente significa estar total na ação. É lembrar-se de si mesmo a cada instante. Quando você pode experienciar a presença, a sua energia cresce e você percebe o amor passando por você. Se puder sustentar esse estado de alerta, você terá a percepção de que tudo é sagrado, e a partir dessa percepção, poderá expandir sua energia conscientemente na direção do outro.



Eu sugiro uma prática bem simples para o seu dia a dia. Habitue-se a perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Permita-se parar, apenas por alguns segundos, absolutamente tudo o que você está fazendo. No meio da ação, pare e pergunte-se: Quem está fazendo? Assim você interrompe a imaginação e volta para o seu corpo, para a presença, para a totalidade na ação. Esse é o caminho.



A presença é a chave mestra. Mas, porque não vamos diretamente para ela? Porque nem todos estão prontos para usufruir dela. Poucos estão maduros para abandonar o pensar compulsivo, já que isso lhes dá um senso de identidade. Então, em muitos casos, é necessário um trabalho de purificação, que é este trabalho de transformação do “eu inferior”, para que você esteja pronto para ancorar a presença. Para isso, o corpo é o portal. Sinta-se ocupando o corpo. Sinta seu campo de energia e mova-se a partir dessa percepção.



Sétima chave: Serviço Desinteressado.



Servir desinteressadamente significa colocar seus dons e talentos a serviço do amor. É quando você pode se doar verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo com a intenção de ser recompensado. O único objetivo é ver o outro bilhar. Você se torna o amor que se move em direção à construção.



Acordar pela manhã, consciente de que está acordando para servir, ilumina a alegria de viver. Naturalmente, a consciência do serviço aumenta a conexão com o divino, porque, por mais que cada um tenha seus talentos e dons individuais, ou seja, uma forma particular na qual o amor se expressa através de você – é o próprio amor que está se expressando. No serviço, você se torna um canal do amor. Por isso, eu digo que o serviço é uma forma de manter a chama da conexão acesa. O amor e a felicidade passam por você para chegar ao outro, não importa o que você esteja fazendo, se está cuidando do jardim, construindo uma casa, cozinhando, cuidando de uma empresa ou de uma pessoa.



Oitava chave: Lembrança Constante de Deus.



Lembre-se de que Deus está em tudo: dentro, acima, abaixo, dos lados – em todos os lugares. Ele é a vida única que age em todos os corpos e é o seu Eu Real. Essa percepção de que tudo é Um e de que a energia espiritual se manifesta em todas as formas de vida, promove um profundo contentamento. Não há palavras para descrever essa experiência, ela só pode ser vivida. A sua vida se transforma numa prece, numa oferenda a Deus. Pode passar um tsunami, mas você não se esquece de Deus. Pouco a pouco, a sua fé se torna constante e inabalável, até que possa sustentar a eterna conexão com Deus.



A partir dessa conexão, você olha para o outro e enxerga além das aparências, porque você vê somente Deus e assim pode reverenciá-lo. Este é um sincero namaste: a divindade que está em mim saúda a divindade que está em ti.



Se verdadeiramente utilizar essas oito chaves na sua vida, inevitavelmente você irá experienciar a paz. Essa é a minha experiência.



Durante a fase do desenvolvimento da consciência que eu chamo de “ABC da Espiritualidade” ou purificação do “eu inferior”, muitas vezes, descobrimos verdades pouco agradáveis sobre nós mesmos. Durante esse processo, enfrentamos obstáculos que precisam ser removidos. Aos poucos, nós aprendemos a identificá-los e removê-los e, ao removermos aquilo que não nos serve mais, podemos nos tornar canais do amor divino, para que ele flua livremente através de nós.



(Trecho extraído do livro “Transitando do Sofrimento para a Alegria”)

segunda-feira, 25 de maio de 2015

ORAÇÃO PARA SANTA SARA PARA PROSPERIDADE




No mundo espiritual, linhas ciganas são responsáveis por trazer fartura, riqueza, trabalho e negócios para seus protegidos. Entre os dias 24 e 25 de maio, comemora-se o poder de Santa Sara Kali, a padroeira dos ciganos. Por isso, se desejar sucesso profissional e financeiro, aprenda três orações desta cultura e dedique-as a quem desejar.


Oração para realizar seus objetivos
materiais e profissionais


Salve a natureza!
Salve o círculo mágico azul que me envolve!
Eu sou feliz e rico, eu tenho o hoje e o amanhã!
Tenho o meu futuro pela frente!
A saúde tomou conta de meu corpo!
Obrigado, por tudo de bom que vós me destes continuarás dando!
Porque eu posso, eu quero, eu mereço eu vou conseguir através da Lua Cigana e dos Mentores Ciganos, eu realizarei todos os meus sonhos, porque querer é poder, e eu posso!
Salve Santa Sara Kali!
Que sempre ilumine o meu caminho, afastando os inimigos da minha estrada, que os olhos deles não cheguem até os meus e que seus passos não cruzem o meu caminho.
Que eu realize meus objetivos materiais e profissionais.
Que meus negócios prosperem.
Que assim seja e assim se faça!


Oração para benção do dinheiro

SARA, Amada Mestra,
Abençoa meu dinheiro
Para que ele se multiplique
Assim como Jesus
Multiplicou os peixes.
Que cada moeda e nota
Seja mil em minhas mãos.
Obrigada, Amada Sara!
EU SOU o dinheiro que preciso!
EU SOU (3x)



Oração de Santa Sara para prosperidade


Opcha, Opcha minha Santa Sara Kali, mãe de todos os clãs ciganos dessa terra ou do além túmulo.
Mãe de todos os ciganos e protetora das carruagens ciganas. Rezo invocando teu poder, minha poderosa Santa Sara Kali, para que abrande meu coração e tire as angústias que depositaram aos meus pés. Santa Sara me ajude!
Abra meus caminhos para a fé no teu poder milagroso.
Venceste o mal, todas as tempestades e caminhou nas estradas que Jesus Cristo andou.
Mãe dos mistérios ciganos que dá força a todos os ciganos no dom da magia, me fortaleça agora, sendo eu cigano ou não-cigano.
Bondosa Santa Sara, abranda os leões que rugem para me devorar.
Santa Sara, afugenta as almas perversas para que não possam me enxergar.
Ilumina minha tristeza para a felicidade chegar.
Rainha, atravessaste as águas dos rios e do mar e não afundaste e eu invoco teu poder para que eu não afunde no oceano da vida.
Santa Sara, sou pecador, triste, sofrido e amargurado.
Traga-me força e coragem, como dás ao Povo Cigano teus protegidos.
Mãe, Senhora e Rainha das festas ciganas.
Nada se pode fazer em uma tenda cigana sem primeiro invocar teu nome, e eu invoco pelo meu pedido, Santa Sara Kali.
Tocam os violinos, caem as moedas, dançam as ciganas de pés descalços em volta da fogueira, vem o cheiro forte dos perfumes ciganos, as palmas batendo, louvando o Povo de Santa Sara Kali.
Que o Povo Cigano me traga riquezas, paz, amor e vitórias.
Agora e sempre louvarei teu nome Santa Sara Kali e todo o Povo Cigano.
Opcha, Opcha Santa Sara Kali!

FONTE:BLOG CIGANOS ENCANTADOS

OS CRISTAIS FALAM...


Deixar-se entrar na frequência vibratória dos cristais é um ato de meditação. É quando nos desligamos das preocupações, traumas, medos, angústias para nos posicionarmos na realidade do momento presente.
Estando em sintonia com a organização de seus átomos, esta se reflete em nós e é aí que se dá a integração dos dois reinos, mineral e hominal, em harmonia perfeita. O contato com nossa própria fonte interior e o acesso à informação exata e ao conhecimento interno, se abrem para a consciência, resultando nas respostas que tanto ansiamos.
Ao aquietar a mente concreta com a ajuda de uma ponta de quartzo ou de um cristal rolado brancos, estamos permitindo que a luz que emana da pedra penetre em nossa corrente sanguínea e funda-se em nossa aura. A consciência então se expande e conseguimos soluções não somente para nossos pequenos problemas, como também, para os grandes enigmas do Universo!
Todo o Cosmos está dentro de nós, somos representantes de todos os reinos mas nos esquecemos disso, e principalmente de como acessar esse poder interior. A essência do que é feito os minerais vem nos contar esse segredo em um bate-papo amoroso e verdadeiro.
Os cristais nos revelam o que já sabemos através de dores físicas, choros emocionais, rebuliços mentais, ativando talentos para a clarividência e clariaudiência a fim de que compreendamos a nós mesmos em nossa sagrada totalidade.
Recorra ao seu cristal, converse com ele em sua linguagem e ele responderá na linguagem dele e, com certeza, a sincronização estará estabelecida, porque através dele você estará entrando em comunhão com a essência de seu próprio Ser!

Sonia Andrade é Terapeuta de cristais, astrologa, Mestre Reiki. Ministra cursos e palestras.

Simone Costa é terapeuta de cristais e reikiana. Palestrante.



domingo, 24 de maio de 2015

SANTA SARA KALI, HOJE 24 DE MAIO É SEU DIA!!!



Santa Sara Kali




Santa Sara Kali, a cigana escrava que venceu os mares com sua fé.
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem previsões.
Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Até então, Sara retira seu diklô (lenço) da cabeça, chama por Kristesko (Jesus Cristo) e promete que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit- Rhône, hoje a tão querida Saintes-Maries-de-La-Mer, no Sul da França. Sara cumpriu a promessa até o final dos seus dias.
Suas histórias e milagres a fez Padroeira Universal do povo cigano, sendo festejada todos os anos nos dias 24 e 25 de maio. Segundo o livro oráculo "Lilá Romai Cartas Ciganas" (o único escrito por uma cigana), de Miriam Stanescon, deve ter nascido deste gesto de Sara Kali, a tradição de toda mulher cigana casada, usar um lenço, tornando a peça mais importante do seu vestuário. Quando se quer oferecer o mais belo presente a uma cigana, se diz: - Dalto chucar diklô, (Te darei um lindo lenço). Além de trazer saúde, prosperidade, Sara Kali é cultuada também pelas ciganas por ajudá-las diante da dificuldade de engravidar. Muitas que não conseguiam ter filhos, fazim promessas, no sentido de que, se concebessem, iriam à cripta da Santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer, fariam uma noite de vigília e depositariam aos seus pés como oferenda, um lenço, o mais bonito que encontrassem. E lá, existem centenas de lenços, como prova que muitas mulheres receberam essa graça.
Para as mulheres ciganas, o milagre mais importante da vida, é o da fertilidade. Quanto mais filhos a mulher cigana tiver, mais dotada de sorte ela é considerada pelo seu povo. A pior praga para uma mulher cigana é desejar que ela não tenha filhos.Talvez seja esse o motivo das mulheres terem desenvolvido a arte de simpatias e garrafadas milagrosas para fertilidade.
Outra lenda diz, que Sara Kali, as três Marias e José Arimatéria, teriam fugido numa pequena barca, transportando o Santo Graal (o cálice sagrado), que seria levado para um mosteiro da antiga Bretanha. A barca teria perdido o rumo durante o trajeto e atracado no porto de Camargue, às margen do Mediterrâneo, que ficou conhecido como Saintes-Maries-de-La-Mer, transformado num grande local de concentração cigana.
O seu dia é comemorado e reverenciado através de uma longa noite de vigília e oração pelos ciganos espalhados no mundo inteiro, com candeias de luzes azuis, flores e vestes coloridas, muita música e muita dança. Cujo simbolismo religioso representa o processo de purificação e renovação da natureza e do eterno "retorno dos tempos".


O dia de Santa Sara é comemorado em 24 de maio, e no dia 25 de maio homenageia-se as três Marias.

Altar de Santa Sara - Altar é tudo o que vem do alto. Sintoniza energias superiores capazes de nos proteger e materializar nosso desejo de comunicação com a divindade. No altar, coloque: toalha branca, rosas amarelas, cesta de pães, frutas, taça de vinho tinto, vela azul clara, um punhado de arroz cru, moedas douradas, incenso de rosas, cristais e uma imagem de Sta Sara.
Os rituais de invocação a Santa Sara devem ser feitos com a mente livre, coração aberto e com a alma plena de amor. Ela é amiga, conselheira e protetora. Faça uma prece pedindo proteção para sua família, ofereç um pedaço de pão e vinho para todos da casa, para que aproteção esteja presente na vida de todos e que os milagres acontecerão.
Segundo a tradição, quando um milagre é concebido, em sinal de respeito, admiração e gratidão, entrega-se um manto azul claro, em seu altar ou na sua imagem.

Oração de Sta Sara - Tu que és a única Santa cigana no mundo. Tu que sofreste todas as formas de humilhação e preconceito. Tu que fostes jogada no mar, para que morreste de sede e de fome. Tu sabes Santa Sara, o que é a mágoa e a dor no coração. Não permitas que meus inimigos zombem de mim ou me maltratem. Que Tu sejas minha dvogada diante de Deus. Que tu me conceda sorte e saúde! Que assim seja!

O manto de Sta Sara - Oferecer um manto a Sta Sara, faz parte do seu culto, em agradecimento a uma graça alcançada, faça um manto e coloque na imagem dela:
- Amarelo e dourado - para qualquer vitória alcançada.
- Azul - para proteção, luz espiritual, poder intuitivo e filhos.
- Branco - paz de espírito, casamento, agradecimentos.
- Lilás - carinho, amor e prosperidade.
- Púrpura - prestígio e vantagens profissionais.
- Rosa - amor, compaixão e maternidade.
- Verde - saúde, bens adquiridos e vitalidade.
Quando Sta Sara morreu, foi feito um manto de ouro, que foi colocado sobre seu corpo quando ela foi devolvida ao mar.



Oráculo de Sta Sara - O jogo das conchas - Um oráculo para obter respostas de "sim" ou "não". É necessário 12 conchinhas (de praia), sendo 02 auxiliares (de preferência diferenciada das outras), 01 toalha pequena com uma mandala no centro, 01 moeda sobre a toalha e uso de incenso ou velas conforme intuição. Colocar a toalha aberta. Na mão direita, pegar 10 conchinhas, mentalizar a pergunta e desenhar uma estrela de cinco pontas, após esfregar as conchas com as duas mãos e jogar. As conchas que cairem fora da toalha são eliminadas. Se, dentro da mandala, a quantidade de conchas for em nº par, a resposta é "sim", se for nº ímpar, a resposta é "não". Ainda se as conchas estiverem voltadas para cima, indicam facilidade, se estiverem para baixo, dificuldade. As 02 conchinhas auxiliares são usadas para questões relacionada a tempo, representado por meses. Portanto para perguntas sobre tempo, jogar as 12 conchinhas e contar os meses a partir do mês presente.

Ritual de Sta Sara - Indicado para fazer no dia de Sta de Sara. Colocar na imagem de Sta Sara, vários lenços, pequenos e coloridos, dobrados em triângulos, comos e fossem mantos. Energizá-los com orações, pedidos e agradecimentos. Após isso, presentear pessoas queridas. Quem receber, irá fazer um pedido, dar um nó ao meio do lenço e guardar. Quando o pedido for realizado, desfazer o nó e guardá-lo.

Novena de Sta Sara para gravidez - Para pedir a Sta Sara, a graça de ser mãe e ser atendida, faça essa novena. É simples e poderosa. Compre um lindo lenço, bem colorido, como usam as ciganas, e amarre-o em volta da imagem ou gravura de Sta Sara, pedindo por um bebê. Durante 09 meses, que é o tempo de uma gestação - faça todos os dias a oração de Sta Sara. Segundo a lenda, a graça poderá ser atendida antes mesmo do fim da novena. Quando o bebê nascer, o lenço passará a aser amarrado no berço até a criança completar um ano. Se for menina, em agradecimento, costuma=se dar o nome de Sara, se menino, nomes dos díscipulos de Cristo, podendo ser usados como segundo nome. Boa Sorte!

Poderosa Oração de Sta Sara - "Amada Sta Sara! No silêncio da minha alma, dirijo-me a vós e peço com todo amor que perdoe e mim e aos meus semelhantes que por ventura tenham me causado mal, proposital ou não. Eu os perdôo também, pois sei que é única e verdadeira rainha cigana, que abençoa e ampara a todos, sendo cigano ou não, pois sei que tens muita luz para entender a pequenez humana, e sei que sabe que não somos propriedade de ninguém, inclusive de etnias, sendo um Espírito de muita luz, indo além disso tudo! Qualquer ser humano que se dirija a vós, será abençoado e amparado por vossa luz. Sta Sara nos ampare, abra nossos caminhos espirituais, para que não sejamos vítimas das injustiças e da malidicências. E que não tenhamos inimigos, pois todos nós somo irmãos! E que eu pratique a luz, a devoção a vós, e que nunca aja de forma cruel com meus semelhantes, e que eles não se tornem cruéis, incluindo os que professam a vossa devoção! Pela alegria dos ventos, da lua cheia, do sol que nos ampara, através do fogo divino, pelas águas abençoadas que nos fornece a vida e o alimento pela terra que piso com orgulho de ser sua devota. Recorro a vós pedindo: paz, luz, sorte, saúde, proteção para mim e minha família. Agradeço-te também pela energia de luz que recebo nesse momento em que eu oro e recebo vossa luz que necessito (fazer pedidos). Pelas fitas coloridas, pelas rendas, pelas músicas alegres do povo cigano, dedico essa prece para todos os povos e criaturas da natureza. Que assim seja sempre!"

Oração para realização de seus propósitos - "Salve a natureza! Salve o círculo mágico azul que nos envolve! Eu sou feliz e rica, eu tenho o hoje e o amanhã! Tenho meu futuro pela frente! A saúde tomou conta do meu corpo! Obrigada por tudo de bom que me destes e continua dando. Porque eu posso, eu quero, eu mereço, eu vou conseguir através da luz cigana, dos mentores ciganos, e e realizarei todos os meus sonhos, porque poder é querer, e eu posso. Salve Sta Sara Kali! Que sempre ilumine o meu caminhos afastando os inimigos da minha estrada, que os olhos dele não cheguem até os meus, e que seus passos não cruzem meus caminhos. Que assim seja sempre!E que assim se faça sempre!"

Bênção de Sta Sara - Para que você possa sentir a anergia desta Sta Cigana. Pegue um copo com água filtrada. Esta é uma mentalização para limpeza de seu interior. Uma limpeza no corpo físico e no corpo espiritual. É simples: coloque sua mão direita sobre o copo e repita as evocações:


- Deus Pai, Sta Sara, meu povo cigano, que desça sobre este copo com água, suas energias de anmor, saúde, paz e prosperidade.
- Que Sara Kali, derrame todas as suas bênçãos nesta água, água que é a fonta da vida, é fonte purificadora.
- E ao bebê-la todo o meu corpo físico e meu corpo espiritual sejam purirficados de condensações energéticas negativas, de energias que adoecem a alma e contaminam a mente.
- Que eu seja abençoado(a) e protegido(a) pelo seu amor, minha Sara Kali. Amém!


Beba a água lentamente, sentindo que ela está limpando todo o seu interior. Se você sentir algum desconforto, não se preocupe, pois faz parte dessa limpeza, e será passageiro.
(Essa benção de Sta Sara foi pessada pela Cigana Isabelita na Rádio Mundial-SP)

A imagem de Sta Sara fica na cripta da Igreja de Saint Michel, em Saints Marie De La Mer, região da Provença, Sul da França, onde seus ossos foram depositados. O epíteto "Kali", significa "negra!, porque sua tez é escura. Fontes variam se sua canonização aconteceu em 1712. Porém é considerada pela Igreja Católica, Santa de Culto local . Sua imagem é coberta de lenços, seu manto é azul, algumas possuem uma pequena coroa na cabeça, e também é possível encontrá-la em versões branca e negra. É a protetora da maternidade, dos desesperados, oprimidos e desamparados. Atende todos os pedidos. Assim, todos os anos, na madrugada do dia 24 de maio, milhares de ciganos de todas as regiões da Europa e do Mundo, reunemse na pequena igreja Saint Michel em louvor e homenagem à sua Padroeira. No Brasil, já temos sua imagem, numa gruta ao ar livre, no Parque Garota de Ipanema, no Rio de Janeiro, onde também são realizadas festas e homenagens à Sta Sara.


Consagrando a Imagem de Sta Sara - Para consagrar sua imagem, siga seu coração. Pode-se levá-la ao mar e banhá-la, porém nunca afunde a imagem. Pode-se também perfumá-la com lavanda ou outro perfume de sua preferência. Faça um pequeno altar, coloque a imagem, um vaso com 03 rosas brancas (03 Marias) e acenda uma vela azul clara.
A imagem emana uma energia quase mágica, é como um fio condutor de energia que liga o céu e a terra, nos aproximando ainda mais de tudo aquilo que acreditamos.

Música Santa Sara (Wal Hei):
Sempre ao meu lado ela está
com seus mistérios, sua luz.
Santa Sara, Santa Sara,
Minha vida tu conduz.
Somos filhos do vento,
das estrelas, do luar.
Tua voz, meus sentimentos.
Tua força em meu cantar.
Te pedimos pela figa,
pelo brilho dos cristais.
Estrela de cinco pontas,
meu caminho, sigo em paz.
Escureça como a noite o olhar dos inimigos
A ti peço todo dia que abençoe minha tsara
Santa Sara, me acompanhe,
ilumine o meu cantar,
e palavras de carinho
quero a todos ofertar.
E me afasta do orgulho,
da vaidade, ambição.
Sei que herdarei o mundo,
dando a ti meu coração.
Santa Sara, me acompanhe,
ilumine meu pensar,
e palavras de carinho
quero a todos ofertar.

Manjar de Sara Kali - Esse manjar é servido durante a slava de Sta Sara no dia 24 de maio, ou nas festas ciganas em sua reverência.
Ingredientes: 01 garrafinha pequena de leite de côco, 01 xícara de açúcar, fava de baunilha à gosto, 03 colheres de amido de milho, 150gr de côco ralado, ameixas em calda, clara de 03 ovos, raspas limão.
Modo de fazer: Misturo tudo e leve ao fogo brando para cozinhar até que se forme um mingau. Coloque numa fôrma e leve para geladeira até endurecer. Depois desenforme. Bata as claras em neve, acrescentando açúcar, a calda da ameixa e as raspas de limão. cubra o manjar e leve ao fôrno rapidamente para dourar. Pronto para Servir.
Para oferenda, cubra o manjar com pétalas de rosas brancas e leve-o ao mar. Pode ser também recheados de pedidos. Acendas 03 velas, para Sta Sara, Maria Salomé e Maria Jacobé.


Ritual de Sta Sara para o Amor - Santa Sara pode nos trazer amor, proteger os relacionamentos afetivos e favorecer as uniões e alianças sentimentais. Você poderá fazer este ritual para qualquer dificuldade que esteja sendo enfrentada em sua vida amorosa; seja para o fortalecimento de um relacionamento ou até mesmo para o encontrar um verdadeiro amor. Este ritual deverá ser feito durante três dias consecutivos, em fase de Lua Cheia. Procure criar uma corrente de proteção realizando este ritual no mesmo horário, todos os dias. Num prato branco, coloque duas velas azul-claras. Em volta delas, acrescente em forma de círculo um pouco de mel e ao lado não deixe de colocar um vaso com flores amarelas e uma vareta de incenso de rosas. Acenda as velas e o incenso e faça uma oração à Santa Sara mentalizando seus pedidos. As velas e o incenso deverão queimar sem interrupções até o final. As sobras do ritual deverão ser entregues num local onde haja natureza, pode ser num jardim ou praça.

Oração à Sta Sara
Abençoada Senhora
Protetora dos caminhantes, conduza- nos com sua luz na segurança de nossos passos.
Assim como os anjos celestiais a conduziram, rogamos sua proteção em nossos caminhos por esta vida. Senhora Sta Sara, somos todos ciganos em busca de um campo plano e virtuoso onde possamos fincar nossas famílias. Que hoje, nossa alma se alegre e festeje na sua graça e bondade, e todas as cores de céu, enfeitem a nossa vida na certeza de dias claros e serenos. Salve Sta Sara Kali.


Oração Ritualística à Sta Sara
Estrela Azul de D'Arma, pelos sagrados símbolos do triângulo e da cruz, eu (dizer seu nome), nascido(a) no dia (data de nascimento), protegido(a) por Sta Sara, peço ao povo cigano, (mentalizar a energia que o acompanha), que traga para mim (pedidos, nunca pessoas), em nome de Sta Sara e do Mestre dos Mestres, Jesus, o Cristo. Que assim seja para todo o sempre!

Música Sta Sara, com oração de romanês
Manglimos Katar e Icana Sara Kali.
Tu Ke San Pervo Icana Romli Anelumia.

Tu Ke Biladiato Le Gajie Anassogodi y Guindiças.


Tu Ke daradiato Le Gajie. Tai Chudiato Anemaria.

Thie Meres Bi Paiesco Tai Bocotar.


Djenes So Si e Dar, E Bock, Thai O Duck Ano Ilô.

Thiena Mekes Murre Dusmaia Thie Açal Mandar Thai Thie Bilavelma.


Thie Aves Murri Dukata Angral O Dhiel

Thie Dhiesma Bar, Sastimôs ,Thai Thie Blagois Murrô Traio


Thie Dhiel. O Dhiel.a

sexta-feira, 22 de maio de 2015

SANTA RITA DE CÁSSIA, HOJE 22 É DIA DELA:



Nasceu na Itália, em Cássia, no ano de 1380. Seu grande desejo era consagrar-se à vida religiosa. Mas, segundo os costumes de seu tempo, ela foi entregue em matrimônio para Paulo Ferdinando.

Tiveram dois filhos, e ela buscou educá-los na fé e no amor. Porém, eles foram influenciados pelo pai, que antes de se casar se apresentava com uma boa índole, mas depois se mostrou fanfarrão, traidor, entregue aos vícios. E seus filhos o acompanharam.

Rita então, chorava, orava, intercedia e sempre dava bom exemplo a eles. E passou por um grande sofrimento ao ter o marido assassinado e ao descobrir depois que os dois filhos pensavam em vingar a morte do pai. Com um amor heroico por suas almas, ela suplicou a Deus que os levasse antes que cometessem esse grave pecado. Pouco tempo mais tarde, os dois rapazes morreram depois de preparar-se para o encontro com Deus.

Sem o marido e filhos, Santa Rita entregou-se à oração, penitência e obras de caridade e tentou ser admitida no Convento Agostiniano em Cássia, fato que foi recusado no início. No entanto, ela não desistiu e manteve-se em oração, pedindo a intercessão de seus três santos patronos – São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolas de Tolentino – e milagrosamente foi aceita no convento. Isso aconteceu por volta de 1441.

Seu refúgio era Jesus Cristo. A santa de hoje viveu os impossíveis de sua vida se refugiando no Senhor. Rita quis ser religiosa. Já era uma esposa santa, tornou-se uma viúva santa e depois uma religiosa exemplar. Ela recebeu um estigma na testa, que a fez sofrer muito devido à humilhação que sentia, pois cheirava mal e incomodava os outros. Por isso teve que viver resguardada.

Morreu com 76 anos, após uma dura enfermidade que a fez padecer por 4 anos. Hoje ela intercede pelos impossíveis de nossa vida, pois é conhecida como a “Santa dos Impossíveis”.

Santa Rita de Cássia, rogai por nós!

quinta-feira, 21 de maio de 2015

AS 10 MAIORES VERDADES ESPIRITUAIS QUE NÃO APRENDEMOS NA ESCOLA:



As 10 Maiores Verdades Espirituais Que Não Aprendemos na Escola



Como seria o nosso mundo de hoje se estas 10 maiores verdades espirituais fossem ensinadas em nossas escolas, na mídia e em nossos livros de história ? Como podemos mudar o sistema para introduzi-las ? Estes são temas para nossa realidade futura ? Como o mundo vai ser depois de reconhecer com sucesso estas verdades espirituais ?

1. Nós somos seres espirituais em uma jornada humana. Antes de descermos e “vestirmos” este corpo físico, nós planejamos o ponto no tempo em que iríamos começar a despertar para quem e o que somos. O ventre de nossa mãe foi o túnel do esquecimento, e nós sabíamos que o desafio de lembrar seria difícil. O maior risco que nós tínhamos era o de não despertar. Nós nunca estivemos desconectados da nossa Fonte de luz, no entanto, a conexão foi esticada ficando extremamente longa e fina para podermos experimentar esta parte de densidade do Universo. Nosso desafio é fortalecer esta conexão e fazer crescer o nosso pilar de luz para lembrarmos e reconhecermos quem realmente somos.

2. Nossa alma não morre, nós apenas mudamos o nosso foco. Como uma centelha de luz a partir da Origem, nós estamos infinitamente conectados ao fluxo das experiências. Quando é hora de desconectar o cabo da vida do nosso corpo físico, a nossa centelha sobe e sai do corpo físico humano. Nós levamos a experiência de nossa vida conosco, mas nosso foco é alterado para um nível diferente de vibração. Nós ainda existimos como uma pessoa igual a quando estávamos na forma humana, bem como lembramos das muitas pessoas que fomos antes nas outras vidas. Em cada vida acumulamos experiência e sabedoria.

3. Tudo é energia que vibra em uma determinada frequência. Todos os seres vivos na Terra têm consciência, até mesmo as pedras e as árvores. Cada coisa e cada um estão ligados a uma “árvore da vida” ou uma fonte de energia infinita. Podemos nos conectar com a consciência das árvores e das rochas e mantendo conversações com elas pela sintonia com a sua frequência vibracional particular. Nosso corpo contem 74% de água e pode ser programado e moldado para uma determinada frequência vibracional através de pensamentos, som, cor e amor. Quando entendemos as vibrações, podemos entender como tratamentos holísticos e alternativos podem curar qualquer doença ou enfermidade no corpo, alterando a vibração da água.

Artigo Relacionado: Tudo é Energia

4. Nossos pensamentos criam a nossa realidade. Todos os pensamentos são energia que se manifestam da maneira como interpretamos a realidade. Sempre estar consciente dos pensamentos é um dos primeiros passos na responsabilidade da cocriação da nossa realidade. É um conceito simples, mas exige consciência e trabalho. Se cada pessoa na Terra mudasse seus pensamentos em direção à paz e à liberdade, não haveria mais guerras ou tirania. Concentrar-se em pensamentos negativos cria uma frequência vibracional inferior manifestando uma realidade negativa de conflitos e sofrimentos, concentrar-se em pensamentos positivos eleva a frequência vibracional criando uma realidade de igualdade fraternidade e realizações. Nossa realidade é uma manifestação do que nós criamos através dos nossos padrões de pensamentos.

5. Nós somos aqueles por quem temos estado à espera. Existem muitas raças e seres de outras dimensões no planeta neste momento. Anjos querubins, Anjos serafim, Arcanjos, Pleiadianos, Órions, Sirianos, Arcturianos, Andromedanos, só para citar alguns. Nós nos oferecemos para estar aqui neste momento, atendendo ao chamado da consciência do Planeta Terra quando ela gritou pedindo ajuda. Viemos aqui de outras galáxias, Universos e Cosmos. Muitos vieram aqui porque era uma oportunidade para alcançar a “Era de Ouro”, após a “queda”. Esses tempos ainda não foram completamente alcançados, tudo o que aconteceu foi uma preparação para este acontecimento.

Artigo Relacionado: Lira – Inicio da Consciência Humana

6. A maioria de nós encarnou antes aqui muitas vezes, a fim de se preparar para esta vida atual. Há almas que estão aqui para serem sinalizadores e líderes e há almas que só queriam estar aqui para testemunhar a ressurreição da vibração da raça humana em harmonia com o planeta, o que afetará o Sistema Solar, o Universo, o Cosmos e além. Para aqueles que lideram pelo exemplo, nossa educação nunca termina. Tivemos muitas “classes” para nos preparar a fim de nos tornarmos mestres nesta encarnação. O escopo do evento terá este efeito sobre toda a criação e a data é um dos maiores segredos de todos. Existem algumas informações de que o ciclo de encarnação terminou e que esta vida é a grande oportunidade de nos libertarmos da roda do carma, ou da necessidade de equilibrarmos as nossas ações.

Artigo Relacionado: Para Encarnar na Terra Você Teve Que Dominar o Poder da Manifestação

7. Nunca estivemos sozinhos. Nós não poderíamos existir aqui sem a ajuda dos nossos guias e anjos espirituais, ou seres vibracionais elevados de luz que fizeram acordos conosco para ajudar nos orientando no caminho para o objetivo da ascensão. Eles existem em outra dimensão ou nível de vibração mais elevada do que a nossa. Por isto a maioria de nós não consegue vê-los. Eles estão sempre conosco esperando pacientemente pelo nosso pedido de ajuda já que vivemos em um planeta de livre arbítrio. Eles respeitam as leis de não interferência por causa do nosso livre-arbítrio, mas se pedirmos ajuda e é para o nosso maior interesse, eles têm formas criativas de manifestar o que pedimos. A maioria vem através de uma orientação do nosso interior como um processo de telepatia, onde recebemos como uma ideia na mente. As mensagens podem também vir de outras pessoas, daquelas que podem nos tocar com o seu nível de vibração, a fim de ouvirmos o que elas têm a dizer.

8. O tempo é uma ilusão. Nós temos um passado e já fomos para o futuro. A nossa partícula de energia (alma) existe em um lugar de “não tempo”. O tempo é criado a fim de termos experiências e é parte do experimento controlado. A meditação ou “ir para dentro” é a chave para voltar ao lugar do “não tempo”, onde se encontram todas as respostas.

Artigo Relacionado: O Tempo é Uma Ilusão

9. A ascensão não envolve ir para outro lugar. É um estado de ser, um foco de conhecimento, de consciência em uma frequência vibracional superior. É para isto que fomos criados para “ir adiante e experimentar”, replicando as experiências para a Fonte em um ciclo infinito de cocriação e maestria. A principal recompensa de encarnar nas profundezas do “inferno” neste momento é a de subirmos como uma Fênix a partir das cinzas para a luz do AMOR e da felicidade. Este é o objetivo a ser atingido por nós.

10. O amor é tudo o que existe. Encontrar, nos reconectar e nos amar novamente é a coisa mais importante que podemos fazer como seres humanos. A Fonte é AMOR incondicional e nós somos centelhas de sua Origem, o que significa que também SOMOS AMOR. Portanto, a chave do que buscamos para retornarmos a Fonte é nos amarmos incondicionalmente.

A mudança começa com cada pessoa individualmente reconhecendo estas verdades. Não é nossa responsabilidade convencer os outros sobre a nossa verdade, em vez disto tudo o que temos a fazer é “ser” e “viver” esta verdade, que o resto se seguirá. Como podemos fazer isto ? Sendo o exemplo ao falar e viver a nossa verdade, vendo o mundo mudar diante de nossos olhos. Ao nos tornarmos responsáveis por nós mesmos, nossos pensamentos e nossas ações, daremos um grande salto em direção ao futuro que desejamos para nós e para a humanidade como seres espirituais em uma jornada humana. Temos a maior oportunidade da história na Terra para ser a melhor versão de um ser humano que podemos ser. Simplesmente sendo responsáveis sobre a forma como nós vamos criar o futuro glorioso da humanidade existente na nave espacial que chamamos de Terra.

Este artigo foi escrito Dentro das 10 horas das horas de energia do retorno astrológico Solar da autora, inspirado em uma leitura por lavandar.

©Michelle Walling

Origem: Na 5ª Dimensão

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

quarta-feira, 20 de maio de 2015

SAL GROSSO E INCENSOS, REALMENTE FUNCIONAM?





Entenda o motivo pelo qual sal grosso e incenso são realmente eficientes para a purificação e o equilíbrio energético de pessoas, coisas e ambientes.

SAL GROSSO VERDADE OU MITO?

Na sabedoria popular, muito se fala sobre o poder dos incensos e do uso do sal grosso quando o assunto é energia dos ambientes. Mas será que esses simples elementos realmente são eficientes para harmonizar energeticamente tanto ambientes como pessoas? Ou será que estamos diante de pura crença sem fundamento científico ou funcional?

Não é de hoje que ouvimos falar o quanto esses elementos – incenso e sal grosso – são empregados em muitos casos em que o objetivo em questão é tratar a energia sutil, das coisas, pessoas ou ambientes. Também já ouvimos falar da tão comentada proteção espiritual, e que esses dois elementos, novamente são aprovados pelo conhecimento popular. Seria isso verdade ou não passa de uma superstição tola?
Sim! Eles funcionam!

São realmente eficientes no que tange ao trabalho de equilibrar energias sutis. Obviamente que se tentarmos comprovar esses benefícios pelo viés da ciência clássica moderna a qual é, sobretudo, materialista (que tem como base ou fundamento apenas os elementos materiais) aí realmente fica difícil comprovarmos. Mas a pergunta é: será que temos que ter comprovação científica de uma ciência que foi seqüestrada por uma visão meramente materialista?



Por isso, selecionei neste texto um apanhado de informações que coletei ao longo da minha vida, desde as experiências que tive como químico (minha formação acadêmica), como também terapeuta e professor de terapias holísticas. Além disso, no estudo o qual dediquei grande parte do meu tempo para construir a Fitoenergética, também encontrei muitas vezes no meio do caminho da pesquisa, as intrigantes atuações dos incensos e sal grosso.

Mesmo defendendo a ideia que o tema abaixo foi amplamente estudado para que essa definição fosse apresentada, ainda sim sugiro que você mesmo teste e encontre as suas próprias conclusões.



INCENSOS:
O poder do incenso é transcendental porque reúne múltiplos elementos que são muito eficientes na harmonização de um ambiente. Quando a vareta é queimada, múltiplos elementos entram em ação e atuam no ambiente, pessoa ou objeto que se deseja. Veja os principais elementos benéficos oferecidos na queima do incenso:

SAL GROSSO:
O sal grosso, quimicamente falando é NaCl, ou seja, a união do Cl (cloro) com o Na (sódio). No átomo de cloro temos um ânion (-) ou a partícula negativa. No átomo de sódio temos o cátion (+) ou a partícula positiva. Portanto, o positivo se liga ou negativo para formar uma molécula em equilíbrio.

Vemos essa visão na espiritualidade e nas filosofias orientais como o Taoismo, por exemplo, onde o Tao, que é o todo, o inefável, a presença maior, a grande mente universal, emana para o planeta Terra o Chi. Na visão oriental temos o Chi que tem seu corresponde ocidental conhecido como magnetismo, fluído vital ou energia vital simplesmente. Ao longo da história da humanidade e em diversos povos, o Chi também recebeu nomes como quinta essência, manas, prana, entre outros.
E o que isso tem haver com as propriedades do sal grosso? Tudo…

Quando o sal entra em contato com a água, os átomos de Na(+) e Cl(-) tendem a se separar para reagir com a água (H20). Nesse processo, naturalmente encontramos também a possibilidade de partículas negativas do ambiente, pessoa ou objeto, serem atraídas magneticamente para a parte do Na+ (sódio), ao passo que partículas carregadas positivamente serão atraídas para a parte do Cl – (cloro).

Engana-se quem pensa que energia positiva em excesso é algo bom, pois o correto e harmônico é o equilíbrio, e por isso, o sal além de absorver a negatividade em excesso, também absorve a parte positiva que estiver em desequilíbrio.

> Colocar um copo com água + sal grosso nos principais ambientes de uma promoverá o ajuste da energia desses locais, entretanto é bom que se saiba que este copo precisa ser trocado.

> Troca-se o copo com água e sal grosso sempre que este começar apresentar formação de uma casca de sal em sua borda. Nesse momento, joga-se o conteúdo do copo em esgoto normal, lava-se bem o copo e repete-se o processo.

> Mantenha os copos com água e sal grosso nos ambientes que quer harmonizar e você promoverá o efeito filtro de ambiente, o que nos ajuda muito na rotina diária, para mantermos a qualidade da energia de nossos lares.

> Use preferencialmente copos de vidro transparente, sempre preenchendo com água mineral ¾ do volume, ou seja, deixe o copo com uma margem vazia.

> Em um copo de 300 mL use de duas a três colheres de sal.

Você pode colocar no ambiente que desejar, entretanto se você escolher apenas os principais do local onde deseja “filtrar a energia”, você já terá um grande ganho. Deixe de lado a superstição, sal grosso com água realmente funciona, entretanto se quando você for preparar os copos em sua casa, além de sal e água você colocar uma intenção positiva, amorosa e confiante, certamente os resultados serão potencializados.
ELEMENTO FOGO:

Quando o incenso queima, a força do elemento fogo atua no ambiente contribuindo para a transmutação das energias desequilibradas do local. O elemento fogo tem a força de limpar as saturações atmosféricas condensadas já em níveis materiais. Sempre que os fluídos densos psíquicos já estão muito condensados, os grupos de elementais do fogo agem purificando as forças e devolvendo o reequilíbrio.
ELEMENTO AR E ÉTER:

Na queima do incenso, a fumaça liberada ao ar tem a propriedade de transitar entre a dimensão física (fumaça) e a dimensão extrafísica (éter quinto elemento, que é o veículo pelo qual o ar transita). Essa capacidade permite que as propriedades do fogo, das resinas, óleos essenciais e ervas do incenso, atuem simultaneamente nas duas dimensões citadas, portanto trata-se de um agente de conexão, de transição ou comunicação.


ERVAS, RESINAS E ÓLEOS NATURAIS:

As propriedades específicas desses elementos usados individualmente ou combinados oferecem as forças de suas essências energéticas altamente benéficas. Além disso, quando queimadas, emanam ao ambiente a energia potencial retida em suas estruturas durante todo o processo de surgimento na natureza, desde os primeiros segundos de vida no planeta Terra, quando surgiram como sementes ou semelhantes, até o momento de uso.
A FORMA CORRETA DE UTILIZAR UM INCENSO:

> Escolha o loca do ambiente no qual deseja acender um incenso, que deve ser de boa qualidade. Evite incensos indianos que tenham mão de obra escrava envolvida;

> Providencie um incensário que dê segurança ao ritual, para não permitir que partes ainda incandescente possam gerar um dano indesejável;

> Segure o incenso entre as suas duas mãos(ainda apagado). Coloque as mãos em prece na frente da testa com o incenso entre elas. Eleve seu pensamento ao alto colocando uma intenção positiva para a queima do incenso e respire fundo várias vezes. A intenção é a chave de tudo, faça com bastante concentração;

> Ascenda o incenso e agradeça as bênçãos recebidas;

> Você poderá deixar o incenso fixo em algum lugar da casa, mas poderá também mover-se no interior do ambiente, levando consigo incenso aceso liberando sua fumaça e suas propriedades balsâmicas;

> Para aplicar as energias do incenso em uma pessoa, transite com o incenso aceso a distância de meio metro dela, e deixe que suavemente a fumaça obtida toque o todo o seu corpo. De preferência solicite que a pessoa a ser incensada fique de pé com os braços bem abertos no formato de cruz. Ande ao redor da pessoa suavemente, segurando o incenso, liberando a fumaça e mantendo uma forte intenção positiva.

Essas práticas promovem purificações muito intensas tanto em lares, ambientes e objetos quanto em pessoas, principalmente de energias mentais e emocionais desarmônicas.

Existem muitos incensos de qualidade no Brasil, poderia citar os nomes e marcas, mas prefiro dizer aquilo que acredito muito, escolha com a sua intuição e use com a sua intenção, esse é e sempre foi o segredo do bom uso.


A AÇÃO NO CAMPO ESPIRITUAL:
Uma vez que tanto sal grosso como incenso equilibram os aspectos psíquicos e emocionais de um ambiente, naturalmente a ressonância com a mesma freqüência espiritual se estabelecerá. Em outras palavras, quando o psiquismo for equilibrado, o campo espiritual também será. É simples assim, mas depende sempre da atitude coerente de cada um de nós!

Fitoenergética

É um sistema natural de cura, equilíbrio e elevação da consciência no qual através da energia das plantas (fitoenergia), ajuda os seres vivos no equilíbrio das emoções e pensamentos pois quando estão em desequilíbrio, são os reais causadores das doenças. É uma terapia que proporciona a elevação da consciência e do o discernimento, estimulando profundos sentimentos antiegoísmo.

A Fitoenergética atua com a concepção básica de que os vegetais possuem um campo de energia com a capacidade de gerar influência sobre a anatomia sutil dos seres vivos. Busca compreender como essa influência pode atuar positivamente no campo energético de cada ser vivo, agindo nas causas geradoras de doenças.

O livro Fitoenergética – A Energia das Plantas no Equilíbrio da Alma é um livro inédito no mundo. Sucesso editorial desde 2005, ensina as pessoas como usar esse conhecimento oculto das energias contidas nas plantas, de uma forma absolutamente eficiente.

______

Por Bruno J. Gimenes – Fonte: Luzdaserra

terça-feira, 19 de maio de 2015

HISTÓRIA DE SANTO IVO, PROTETOR DOS ADVOGADOS, HOJE É DIA DELE:






História do Santo Ivo:



"O advogado dos pobres" .


Santo Ivo foi estudar direito civil em Orleans sob o famoso jurista Peter de la Chapelle e completou seus estudou em Paris.


Praticou com brilhantismo a advocacia, tanto na corte civil quanto na corte eclesiástica. Em 1284 ele entrou para o sacerdócio e construiu um hospital para os pobres e cuidava dos pobre com considerável fervor.
Foi nomeado juiz eclesiástico pelo decano de Rennes. Ele era um juiz muito justo e venerado até mesmo pela parte perdedora. Mais tarde foi indicado como oficial para Alan de Bruc, Bispo de Tréguier.
A defesa de Santo Ivo dos pobres deu a ele o titulo de "Advogado dos Pobres"


Alem de ser considerado um juiz que não aceitava nenhum presente, era considerado o melhor mediador da França, e sempre tentava conseguir acordos fora das cortes para minimizar os custos legais para ambas as partes.


Em 1284, Santo Ivo foi ordenado sacerdote. Em 1287 renunciou ao seus cargos oficiais e devotou todo o seu tempo aos seus paroquianos em Tredrez e depois em Lovannec. Alem de ser um excelente pregador dos ensinamentos de Jesus ele era freqüentemente chamado para arbitrar disputas as mais variadas.


Seus conhecimentos legais estavam sempre a disposição dos seus paroquianos e também o seu tempo e seus bens. Sua austeridade é famosa mesmo com sua saúde comprometida. Diz a tradição que certa vez, deu sua capa a um pobre, seu paletó a outro e seus sapatos a um terceiro, indo para casa descalço e só de camisa em pleno inverno. Diz ainda que, doutra vez, deu sua cama a um mendigo que dormia na porta de uma casa e foi dormir onde dormia o mendigo.
Ele distribuía suas rendas e seus bens para os pobres.


É o santo padroeiro dos advogados , dos juizes , oficiais de justiça e escrivães.


Morreu rezando a missa da Ascensão. Na liturgia católica ele é mostrado segurando um livro, com um anjo perto de sua cabeça e um leão a seus pés. Foi canonizado em 1347. Sua festa é celebrada no dia 19 de maio
FONTE; INTERNET