Pesquisar este blog

Carregando...

Follow by Email

LINK...

domingo, 3 de janeiro de 2016

PREVISÕES 2.016 (PARTE I) - PRENÚNCIO DO GRANDE CICLO DE SATURNO, ANO DO SOL E O "O LOUCO" REGENDO AS OLIMPÍADAS:






Antes de iniciarmos a análise sobre as previsões 2016 com base no estudo da Astrologia, Tarô e Orixás vamos aprender como identificar qual o planeta e o seu respectivo orixá regente do ano.


Primeiro precisamos conhecer os ciclos de 36 anos (ciclo maior) cada qual regido por um dos 7 astros, sendo que em cada um dos ciclos temos um astro também regendo o ano. Estamos no ciclo de 36 anos do Sol e também teremos o Sol regente o ano de 2016, como é possível observar na tabela abaixo







PLANETA E ORIXÁ REGENTE DO ANO


Observando a associação dos 7 astros do sistema solar (sem considerar a Terra e os orbes além de Saturno que são Urano, Netuno e Plutão) com as 7 linhas dos orixás, temos a seguinte associação e seus significados, mostrando as características mais marcantes dos anos regidos por determina energia (o planeta e sua respectiva linha):


Marte/linha de Ogum - expande a capacidade de enfrentamento práticos das situações, em suma expande a ação, a decisão


Saturno/ linha de Omulu - Obaluaye- expande as restrições, provações, tudo aquilo que foi plantado mal "floresce" mais claramente pela lei do retorno, o karma


Júpiter /linha de Xangô- expande as realizações, mostra os caminhos abertos, tudo aquilo que foi plantado no bem "floresce" mais claramente pela lei do retorno, o karma


Mercúrio/linha de Yori - expande as comunicações e o aprendizado, em suma expande o aprendizado teórico, a indecisão, pois se reflete mentalmente sobre várias direções.


Sol/linha de Oxalá - expande a visão das situações, coloca tudo às claras, potencializa a percepção intelectual, realça situações: a calmaria fica ainda mais visível, assim como o conflito também fica ainda mais claro


Lua/ linha das mães ou linha das águas, popularmente conhecida como linha de Iemanjá (Iemanjá, Nanã, Oxum, Iansã) - expande o sentimento em relação às situações, potencializa a percepção emocional, torna as situações mais suscetíveis ao emocional dos envolvidos


Vênus/linha de Oxóssi - expande a socialização, motiva as trocas intelectuais e emocionais entre as pessoas, uma preocupação maior com as aparências, a sexualidade


Um ano solar duplo como será 2016 findando o grande ciclo de 36 anos do Sol é como se uma luz extra fosse jogada sobre cada situação, tudo fica mais claro, mais evidente. A percepção sobre tudo aquilo que está bom e tudo aquilo que está ruim fica mais presente. É uma preparação para o grande ciclo de 36 anos de Saturno que se iniciará em 2017, em especial no seu período inicial até 2020.


Quanto a isso e complementando o tema exposto até aqui, vale relembrar o que foi dito no capítulo XI do livro Brasil o Lírio das Américas:


"No último grande período de 36 anos em Marte (1909 – 1945) conhecido como “o deus da guerra” tivemos exatamente as duas grandes guerras, sendo que a última delas terminou exatamente ao fim desse período astrológico.


No último grande período de 36 anos da Lua (1945 – 1981) conhecida como “a grande mãe”, a sustentação emocional, tivemos exatamente o processo de liberação feminina e o “baby boom” com um espantoso crescimento da população mundial


Estamos atualmente no grande período de 36 anos do Sol (1981-2017) conhecido como “o senhor do palco”, o rei, o líder, que marcou a ampla disseminação das artes em geral com a internet (livros, vídeos, músicas) e durante um período de 20 anos (1988-2008) a existência de uma única superpotência mundial como “o líder do mundo”.


Em 2017 até 2052 entraremos em um período de 36 anos regidos por Saturno conhecido como “o pai severo”, “o senhor do karma”, “a foice de chumbo”.


Tanto nos anos regidos por Saturno (como por exemplo, 2013 e 2017) como nos grandes períodos regidos por esse planeta (2017-2052) tudo aquilo que precisa ser destruído para uma nova e melhor reconstrução é, literalmente, arrancado pela foice de Saturno, o que explica o ápice da transição planetária exatamente no meio deste grande período, em 2036.


Mas existe um astro na Astrologia que faz uma reformulação ainda mais profunda do que Saturno, pois atua a nível social de forma mais ampla devido a sua órbita mais alongada: trata-se de Plutão.


Se Saturno destrói a casa para construir uma nova dos seus escombros, Plutão destrói a casa, as lembranças da casa e não apenas constrói uma nova casa, mas uma casa totalmente diferente daquela que foi demolida para deixar clara a total mudança que realizou. E com Saturno passando por Capricórnio (2018- 2020)


Por volta de fevereiro de 2024, Plutão entrará em Aquário. De 2014 até 2024 Plutão estará em Capricórnio, potencializando ainda mais as mudanças de Saturno, visto que Capricórnio é o signo regido por Saturno.


Conseguem compreender o significado de Saturno e Plutão, entre 2018 e final de 2020 no signo regido por Saturno e no grande período de 36 anos de Saturno? Resumo em uma palavra: Revolução.


Saturno a cada 30 anos aproximadamente entra em Capricórnio, no passado recente esteve entre 1929 – 1932 (grande depressão e eleição no Brasil de Getúlio Vargas), 1958-1961 (período que o Brasil esteve entre uma guerra civil e a ditadura), 1988-1991 (nova constituição e eleição do presidente Collor que sofreria impeachment no ano seguinte)."


Dessa forma compreendemos que existe um astro que rege o grande ciclo de 36 anos e um astro que rege o ano específico. Quando falamos em “regência dupla” falamos no astro que rege o grande ciclo e o astro que rege o ano específico, que no caso de 2016 será um duplo Sol, portanto sob a regência única de Oxalá que como foi dito acima trará um ano que expande a visão das situações, coloca tudo às claras, potencializa a percepção intelectual, realça situações: a calmaria fica ainda mais visível, assim como o conflito também fica ainda mais claro


A partir de 2017 se iniciará o grande ciclo de Saturno e também será um ano regido por Saturno que nos orixás representa Omulu, ou seja, em Saturno a regência será apenas de Omulu. Ou seja, só voltaremos a ter uma regência dupla com astros e orixás diferentes em 2018, quando Saturno (Omulu) continuará regente o grande ciclo de 36 anos e Júpiter (Xangô) regerá o ano.



No texto que publiquei em 31 de dezembro de 2015 explico um pouco mais essa relação entre Sol e Saturno nos ciclos e como isso influenciará o ano de 2016 como um ano preparatório para o grande ciclo de 2017:


https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036/photos/a.366298710058766.83206.360490373972933/1025358484152782/?type=3&theater




TARÔ: OS ARCANOS DE 2016


A Carta Regente de 2016 no Mundo - O Eremita - Um ano de Reflexão


2016 é um ano 9, ou seja, o Eremita vai reger o mundo em 2016. O ancião, o homem velho adentrando a caverna com uma pequena fonte de luz representa o ser humano buscando a maturidade no seu interior, refletindo sobre seus potenciais e limitações, buscando iluminar com a luz do intelecto e o calor do sentimento simbolizado na luz, as trevas interiores e ao mesmo tempo gerar um novo ser, renovado, melhor (exatamente por isso o velho ancião da carta do eremita adentra a caverna que simboliza o útero, a geração do novo, o período de reflexão antes da realização de uma nova ação de forma diferente das ações praticadas anteriormente).


A Carta Regente de 2016 no Brasil - A Morte até Setembro


O Brasil será regido até setembro de 2016 pelo arcano da Morte, (o cálculo é a partir da independência de um país, sempre, nunca pelo seu descobrimento) profundas transformações continuarão acontecendo na política e um maior engajamento da população. A ação dupla do Sol/Oxalá deixará as situações ainda mais claras com relação aos responsáveis e culpados pela atual situação do país. Ao mesmo tempo os pontos positivos e as fragilidades do país serão expostos durante os Jogos Olímpicos.


A soma do arcano que rege o mundo com o arcano que rege o Brasil mostra exatamente o que está guardado para o país a nível mundial, ou seja, como será visto pelo mundo (em especial na época das Olimpíadas): a soma do arcano 9 (regendo o mundo) com o arcano 13 (regendo o Brasil) que resulta no arcano 22, o arcano “O Louco” que simboliza a impulsividade, a despreocupação, o impulso, ação impulsionada em virtude de grandes preocupações. É a carta que representa o filho pródigo, mostra um homem iniciando uma jornada com poucas roupas na bagagem, vestido de “bobo da corte”, com roupas rasgadas e sendo atacado por um cachorro, ou seja, alguém que foi forçado a abandonar uma situação e iniciar a duras penas um novo caminho.


A carta “O Louco” traz uma energia muito semelhante a Áries, que representa o início, a ação intempestiva, busca por desbravar um novo caminho, mas ao mesmo tempo carece do planejamento e da análise mais minuciosa, o que é péssimo para gerir um evento da magnitude dos jogos de 2016. Certamente é uma das piores cartas pra representar como o mundo enxergará o Brasil em um ano de Olimpíadas, um tema que foi abordado em detalhes no livro “Armagedoom 2036”







A partir de setembro de 2016 até setembro de 2017 o Brasil será regido pela carta da Temperança, um período que estimulará maior diplomacia, busca por coalizão a nível político para enfrentar os problemas do país, o que denota que provavelmente as lutas, sobretudo a nível político, continuarão o acirramento de 2015 até os idos de setembro de 2016. A partir de setembro de 2016 a ação da carta A Temperança deve ser sentida: tal qual a imagem da carta, ocorre uma limpeza, uma decantação da água, mas que é lenta, pois ela sai de um recipiente e precisa entrar cuidadosamente em outro, o que em uma interpretação das mais claras aponta para o ápice da limpeza (decantação) através da lava jato (água dos recipientes na carta).


Voltando a questão da carta “O Louco” que estará intimamente ligada aos jogos no Brasil em 2016, trago um exemplo prático: a Rússia. Para analisarmos a carta de um país no ano identificamos quando ocorreu sua independência (e não o seu descobrimento), verificamos quantos anos até o ano atual e somamos os números, prosseguindo a soma até um número igual ou menor que 22. O Brasil, por exemplo, ficou independente em setembro de 1822, sendo assim em setembro de 2015 chegamos ao ano 193, que somado resulta em 13 (a carta A Morte) que vai reger até setembro de 2016.


O “Louco” na Rússia


Seguindo essa linha de estudo, a Rússia surgiu com a ascensão de Yeltsin a presidência em 25 de dezembro de 1991, quando as republicas definitivamente se separaram da antiga URSS. Sendo assim, na época da crise da Criméia e todo o problema com a Ucrânia ocorrido no início de 2014, a Rússia estava exatamente no decorrer de um ano do “O Louco”, que havia começado em 25 de dezembro de 2013 (22 anos após dezembro de 1991). A “sorte” foi que nessa época o mundo estava em um ano 6 (Os enamorados), uma carta voltada para união e o equilíbrio. Quando “O Louco” rege uma nação a energia de agir sem pensar muito, não planejar adequadamente, querer partir para o enfrentamento fala mais alto, quando as situações forçam a uma ação e mudança drástica, energia que estará especialmente sobre o Brasil na época dos jogos, algo que é potencializado em virtude do país ainda estar, até setembro de 2016, sob a força da carta “A Morte”.


Para quem quiser se aprofundar no tema, eu deixo dois textos:



Os 22 arcanos do Tarô:
http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2012/05/os-22-arcanos-maiores-do-taro.html



O Brasil e a carta Morte:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036/photos/pb.360490373972933.-2207520000.1451728285./989159041106060/?type=3&theater





Quem quiser adquirir os livros, clique em um dos banners abaixo que direcionam para o site do Clube dos Autores.





.







Na segunda parte dessa análise o estudo astrológico sobre o novo ano e especialmente sobre as Olimpíadas..... dia 04, segunda- feira




Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036/


Fórum Profecias 2036:
http://www.profecias2036.com.br/forum/



Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2016/01/previsoes-2016-parte-i-prenuncio-do.html#ixzz3wBj9HVNg