Pesquisar este blog

Carregando...

Follow by Email

LINK...

sábado, 3 de janeiro de 2015

PREVISÕES PARA 2.015:





Profecias comprovadas em 2014: previsões


Sobre previsões comprovadas nos anos anteriores


Normalmente ao final de cada ano os amigos espirituais trazem até mim algumas previsões sobre o futuro, em virtude do trabalho realizado no blog, que se propõe a estudar seriamente não apenas as profecias como os fenômenos mediúnicos e justamente por esse motivo trago algumas previsões para 2015.


Foi assim ao final de 2012, quando a maioria dos médiuns falava em “nova era a partir de 2012”, “vinda de Nibiru para 2012-2013” e outras fantasias sem qualquer respaldo mediúnico e muito sugestionadas pela visibilidade na mídia da “profecia maia” e eu fui um dos poucos a ir “contra a corrente”, alertando não apenas que nada daquilo aconteceria, como narrando eventos sobre o futuro, (após uma projeção astral consciente), que até então eram impensáveis, como o início de um novo conflito entre russos e americanos (na época em relações tranqüilas de paz). O texto está disponível no blog e em detalhes ainda mais amplos no livro Brasil o Lírio das Américas:


Projeção realizada ao final de 2012: AQUI


Ao final de 2013, recebi a orientação de um dos amigos espirituais que colaborou diretamente na realização dos livros A Bíblia no 3º Milênio e Brasil o Lírio das Américas: o homem da túnica azul Royal, mesmo espírito que será o guia da série de livros que escreverei sobre toda a obra de Nostradamus (que devem ser lançados alternadamente com a série de livros sobre a Atlântida). Nessas orientações foram trazidas 11 profecias para os anos de 2014, 2015 e 2016 sendo que, como informado no primeiro link desse texto (profecias comprovadas em 2014), 6 dessas 11 profecias já se realizaram.







A Projeção Astral ao Final de 2014


Em uma tarde dos últimos dias de 2014 vivenciei duas interessantes experiências projetivas bem interessantes durante o sono.


Em uma delas, os amigos espirituais me acompanharam até a colônia do astral inferior localizada “abaixo” do território da cidade do Rio de Janeiro (a maior colônia umbralina carioca).


Muitas das construções ali existentes, como edifícios e até mesmo uma réplica da estátua do Cristo redentor em uma gigantesca montanha são bem semelhantes às estruturas existentes na esfera física. Mas algo de diferente estava acontecendo. Caminhando pelas calçadas e ruas, eu observei grandes desníveis, alguns com quase 10 metros de altura que antes não existiam. Parte do solo daquela região estava cedendo, inclusive na região da montanha com a réplica da estátua, na qual estruturas de pedra e madeira foram postas para “segurar” a estátua, pois parte do solo que sustentava a montanha também estava cedendo.


Ao longo das ruas e avenidas, semelhantes ao centro e zona sul carioca do mundo físico, muitos prédios e complexos de edifícios inteiros estavam vazios, alguns inclusive cobertos por gigantescas lonas transparentes, que segundo fui informado era uma espécie de campo energético de contenção que os guardiões utilizam nos locais já evacuados, mas que ainda estavam sendo vasculhados e pesquisados na busca de informações ou outros vestígios de milícias umbralinas.


As zonas do astral inferior, mais próximas da superfície estavam não apenas sendo evacuadas, com a retirada de centros de poder de magos negros e kiumbas como em um processo geológico natural: aquela região começava a ruir, impedindo que mesmo um grande contingente de milícias trevosas, de magos negros com grande poder mental e farta cota de ectoplasma pudessem permanecer naquelas regiões por muito mais tempo.


A limpeza nas regiões do astral inferior mais próxima ao astral intermediário, sobretudo nas capitais e grandes cidades das Américas estava em pleno andamento: a ação dos guardiões obedecia não apenas um cronograma claro (como esclarecido no livro Brasil o Lírio das Américas), mas ao mesmo tempo em consonância com uma movimentação geológica natural do próprio planeta, que acontecia primeiro a nível astral para depois (no caso no auge dos eventos em 2036) acontecer a nível físico.


Depois daquelas observações, prossegui na companhia da equipe de guardiões até o outro lado do mundo, na Rússia. Chegamos a um local no astral intermediário na região oriental da Rússia, já era noite e o local estava todo coberto de neve e ao longo era possível visualizar uma pequena casa de madeira. Daquele lugar inóspito e pouco habitado, partiríamos em uma nave para fora do planeta. Quando já estava no espaço pude observar que toda a Terra estava escura (resultado da grande quantidade de formas pensamento de baixa vibração ao redor do planeta) e então a nave jogou um facho de luz sobre todo o território chinês enquanto Jeremias falava comigo: “muitos problema surgirão na Ásia, o dragão vermelho começa a intensificar a sua jornada de expansão pela Ásia (enquanto isso um ponto escarlate brilhava na região do deserto de Gobi), já a partir de 2015 é possível que problemas na fronteira entre a China e o Kazaquistão e na fronteira do Kazaquistão com a Rússia aconteçam”.


Enquanto Jeremias falava, eu visualizava rápidos flashes de batalhas que já estavam ocorrendo no astral daquela região do Kazaquistão e então ele prosseguiu: “ O mago negro russo encarnado começará a perceber que uma aliança política com a China é impossível. A aliança firmada entre chineses e iranianos há alguns anos mostrará a importância do mar Cáspio aos chineses. Tensões que começarão e serão intensificadas nos próximos anos e aproximarão cada vez mais de forma clara a China do mundo islâmico”


Após aquelas informações, retornei ao meu corpo físico com a lembrança muito clara de todos aqueles acontecimentos e pronto para transcrevê-los.




2015 – O ano de Marte e Ogum





Em um post futuro eu explicarei como funciona a regência astrológica e dos orixás em cada ano. Como podemos observar na tabela acima, o ano de 2015 será regido por Marte (dentro do grande ciclo de 36 anos do Sol que se encerra em 2017). A combinação Marte-Sol fortalece o potencial guerreiro marciano, que tem seu arquétipo correspondente nos orixás exatamente no guerreiro Ogum. Recentemente vimos a ação de Marte-Ogum em um ano: o ano de 2001, quando ocorreu o atentado nas torres gêmeas, também foi um ano de Marte (e por conseqüência de Ogum).


Marte representa o guerreiro, os começos (pois rege Áries), a coragem e o ímpeto para aceitar desafios, ao mesmo tempo que age como um executor: tudo aquilo que foi julgado por Xangô (representado por Zeus-Júpiter na mitologia) recebe a “pena” , a “execução” através de Ogum. Quem plantou coisas boas, vai colher coisas boas, quem plantou coisas ruins vai colher inevitavelmente coisas ruis, algo que fica bem claro nos anos regidos por Ogum.


Em escala planetária, basta lembrarmos que se em 2001 os Estados Unidos sofreram um duro golpe com a queda das torres, em 2008 (outro ano Ogum-Marte) a bolha imobiliária definitivamente colocou toda a economia abaixo, mostrando a clara ascensão mundial chinesa. O novo ciclo de Ogum-Marte em 2015 vem estabilizar a nova condição chinesa que deve ser reconhecida ao longo do ano como a nova maior economia do planeta, superando definitivamente os Estados Unidos.


No Brasil as delações premiadas serão intensificadas e tudo virá as claras, condenando os envolvidos nos grandes esquemas de corrupção e iniciando um forte processo de transformação política no Brasil, ainda que pela via dolorosa, trazendo condenação proporcional aos maus feitos cometidos: os partidos e políticos que participaram mais ativamente dos esquemas de corrupção sentirão a mão pesada de Ogum no início de um forte processo de transformação que será ainda maior na década de 20, como descrito no livro Brasil o Lírio das Américas.


A execução dessa justiça fica ainda mais clara por 2015 ser também um ano do arcano 8 (o arcano da justiça) a nível mundial. Será um ano marcado pela devassa de informações na política e transformações a ferro e fogo (tipicamente de Marte e Ogum). Há a possibilidade de desencarne de mais de um líder político/militar de grande renome.


O Brasil especificamente será regido pelo arcano 12 (o dependurado) até meados de setembro de 2015.


A independência do Brasil aconteceu em setembro de 1822, sendo assim o ano 192 (1+9+2 = 12) começou em setembro de 2014, “coincidentemente” o período que o governo começou a ficar engessado nas suas ações e força política (tanto que foi em setembro que Marina surgiu como a primeira colocada nas pesquisas eleitorais) e até hoje vem sofrendo com forte oposição de quase metade do país. A partir de setembro de 2015 se inicia o novo ano do Brasil nos arcanos maiores, que será regido pelo arcano 13 (a morte) mostrando o início de algo muito diferente ou, a nível literal, a morte de algum partido ou grande força política do governo.







A última vez que tivemos um ano regido pelo arcano 13 (morte) a nível mundial foi em 1930 (ano da revolução de 30) , um ano também de Marte-Ogum e na época o Brasil estava em ano do arcano 8 (justiça), ou seja, a mesma configuração que viveremos a partir de setembro de 2015, com a diferença que agora o Brasil viverá um ano do arcano morte e a nível mundial do arcano da justiça. De toda forma, a mensagem é clara: a morte ou fim de algo para que venha a justiça.


Entre janeiro a setembro de 2015 teremos, portanto o Brasil regido pela carta o dependurado (arcano 12) e o mundo regido pela carta justiça (arcano 8). A soma desses arcanos mostra o que espera o Brasil: o arcano do julgamento (arcano 12+ 8), ou de forma bem clara o dependurado (arcano 12) a espera do julgamento (arcano 20) tendo como resultado do julgamento a morte (arcano 13), o fim de um ciclo, o início de uma nova situação, claramente pelos idos de setembro de 2015 até setembro de 2016.



Para saber um pouco mais sobre os arcanos tem esse post aqui do blog: Os 22 arcanos maiores




Análise Astrológica sobre 2015





O ano de 2015 será muito conflituoso. O primeiro dia, do ano de 2015 que será regido por Marte, já começa com uma grande cruz no céu, 4 planetas em Capricórnio, sendo que dois deles em conjunção (Sol e Plutão) farão uma quadratura com Urano em Áries, ativando as casas 7,8,4 e 12, ou seja famílias (4, com Sol e Plutão) buscando associações publicas tensas e combativas (Urano em quadratura na casa 7) pelo controle da situação trazendo a tona assuntos polêmicos (casa 8, com Lua próxima de Algol e a mais forte na grande cruz) alem da casa 12 que fala das transformações e regeneração emocional, marcada pela oposição Júpiter (regente de 2014) e Marte (regente de 2015)


Do início do ano até o início de maio de 2015 a quadratura Urano e Plutão estará muito forte no céu mantendo o clima acirrado nos confrontos políticos e ideológicos entre o atual governo e a oposição. Durante todo o mês de junho a posição mais forte será uma conjunção entre Marte e Sol, demonstrando que maio pode apresentar algum evento significativo que diminua um pouco o foco dos confrontos na esfera política, mas tende a ser algo breve, pois em junho as lutas (Marte) na esfera política (Marte e Sol em Gêmeos) voltam com força total.


A partir do dia 10 de julho surgem algumas configurações explosivas (literalmente) no céu: Urano em quadratura ao Sol e depois a Marte, juntamente com uma oposição entre Marte e Plutão e uma quadratura entre Júpiter e Saturno. Aspectos tão tensos envolvendo Marte, Urano e Plutão em qualquer ano já seriam complicados, em um ano regido por Marte é mais complicado ainda. A oposição entre Marte e Plutão segue forte até o dia 20 de julho, depois disso a quadratura entre Urano e Marte, Júpiter e Saturno segue até 01 de agosto. O mês de julho será particularmente sensível em qualquer questão ou conflito que esteja em vias de tomar maiores proporções, sobretudo em questões tensas como as do Oriente Médio e na questão dos territórios próximos da Rússia.


Em 1º de outubro teremos novamente uma grande cruz no céu, com Marte se aproximando de uma conjunção a Júpiter (fortalecendo a força de Marte) ambos em oposição.


Em 10 de outubro teremos um dos céus mais tensos do ano: Urano em oposição ao Sol, Marte e Júpiter em exata conjunção e em oposição a Netuno e também em quadratura a Saturno.


Saturno iniciou 2015 já no signo de Sagitário e em meados de agosto, devido ao seu movimento retrógrado nessa época, retornará aos últimos graus de Escorpião, ficando entre Escorpião e Sagitário, enquanto Júpiter (planeta que rege Sagitário) entrará no signo de Virgem, fazendo com que Júpiter fique em quadratura com Saturno e em uma oposição a Netuno. Esse posicionamento indica enormes possibilidades de acidentes ou eventos graves envolvendo águas (Netuno e Saturno em signos de água). Predominantemente entre os dias 23 e 25 de agosto é o período mais tenso desse posicionamento.


Além disso, a partir desse período e por alguns meses, devido a posição de Saturno (Escorpião e Sagitário e depois em Sagitário) e Júpiter adentrando no signo de Virgem (saúde) é bem provável que apareçam problemas ligados a saúde, desde uma nova epidemia de alguma doença à problemas envolvendo doenças por falta de água potável ou águas contaminadas


A partir do final de novembro, a quadratura entre Urano e Plutão se intensifica, sendo que pelos idos de 3 de dezembro teremos posições bem tensas no céu: Plutão em quadratura a Urano e Marte, quadratura entre Saturno e Netuno, prenuncio que dezembro será um mês difícil em virtude de algum evento natural extremo ou algum conflito geopolítico severo.




O ano da presidente reeleita


A coisa vai estar feia no mapa dela exatamente no dia 12 de março de 2015. Nesse dia teremos no céu Marte exaltado e Urano em Áries, ambos em conjunção, em forte quadratura com Plutão, além de uma outra quadratura envolvendo Saturno e Netuno. São aspectos muito tensos envolvendo todos os planetas "sociais" ou "transpessoais".


O problema é que nesse dia, essas posições estarão em posições muito difíceis ao mapa natal dela. O Plutão natal dela estará em quadratura com o ponto da fortuna nesse dia, o Sol natal em quadratura com o Sol do dia, além de seu Mercúrio e Júpiter natais (em conjunção) em uma quadratura com Netuno que vai durar muitos meses, dificultando enormemente sua capacidade de dialogo (Mercúrio) e aprendizado com os problemas (Mercúrio e Júpiter). Essa posição envolvendo Netuno estará muito forte e tensa, pela quadratura, até final de 2017 começo de 2018.


A posição do seu Júpiter natal em quadratura com Netuno por vários meses, sendo que nesses meses Júpiter estará no signo da saúde (Virgem) e seu signo regente (Sagitário) estará com Saturno, transitando entre Escorpião e Sagitário, indica problemas de saúde (Virgem com Júpiter em mau aspecto a Saturno no signo regido por Júpiter) pela expansão desordenada (Júpiter em Virgem em mau aspecto a Saturno) das células (água, Netuno em Peixes, Saturno em Escorpião), deve ter cuidado redobrado com a saúde, sobretudo a partir de agosto.




Um grande evento natural





Como já foi mostrado em estudos anteriores aqui do blog, tanto Nostradamus como Parravicini fizeram previsões sobre uma época que teríamos dois papas ao mesmo tempo, como ainda fizeram a previsão de que quando isso acontecesse, um evento de proporções globais atingiria a humanidade.



Falei amplamente sobre essas duas profecias aqui nesse link: Profecia sobre dois papas de Nostradamus e Parravicini


Ele fala em dois grandes de bons ares.... não preciso dizer que Nostradamus era um grande astrólogo, portanto ele poderia se referir não apenas a uma época com dois papas, ao mesmo tempo fazer uma referência a um papa vindo de “buenos Aires” como também ainda algo a mais: ao final da primeira linha temos a palavra “luminares”, ao final da segunda linha temos a palavra “mars” (março, mês em honra a Marte) e na terceira linha “debonaires” ou de bons ares, sendo que Ares é o mesmo deus mitológico Marte que rege o ano de 2015.


Na Astrologia o Sol e a Lua são os únicos luminares e se considerarmos que o mês de abril é em honra a Vênus na mitologia, teremos Sol e Lua (luminares) próximos ao signo de Leão (loing) no ano de 2015 (se obviamente tal interpretação estiver correta) socorrendo terra e água (signos de Virgem e Câncer, do elemento terra e água ambos ao lado do signo de Leão no zodíaco) e ao mesmo tempo entre os planetas Marte e Vênus. Em conjunto com o estudo apresentado no último link a pouco, se Bento XVI estiver vivo após abril de 2015, o período da profecia iria até março de 2016 (se o papa emérito desencarnar nessa época em 2016).


Após abril de 2015 e ainda em 2015 (ano de Marte, Ares) teremos a configuração astrológica do Sol e Lua (luminares) entre Marte e Vênus na região de 90º dos signos Câncer, Leão e Virgem , sem que Sol ou Lua estejam no signo de Leão, somente por um curto período de tempo: no dia 18 de julho, entre 21h e 47 m (hora de Brasília) e 21h e 50 m, ou seja, uma janela exata de 3 minutos. Se a interpretação estiver correta, a previsão foi feita de forma milimétrica para apontar dia e hora exatos.


Na profecia de Parravicini ele demarca que tal evento global ocorrerá quando o papa estiver na América. Segundo foi divulgado no final de 2014, o papa visitará os EUA em setembro de 2015 e ao longo do ano três países da América Latina (as datas não foram ainda confirmadas).


Além dessas questões todas é importante lembrar que ocorreu uma gigantesca explosão vulcânica ao final de 2014 na ilha do fogo em Cabo Verde, quando as bocas do vulcão se uniram em uma só. A região é muito próxima ao Cumbre Vieja, o que significa que a região está em atividade vulcânica e talvez em breve uma erupção no próprio Cumbre Vieja possa acontecer.





São essas as profecias e análises para o ano de 2015, com base nas informações mediúnicas e dos estudos sobre Astrologia que costumo realizar, além é claro dos 5 itens que ainda estão para acontecer entre 2015 e 2016. No fórum acompanharemos e debateremos sobre esses acontecimentos a medida que eles forem acontecendo no tópico “Previsões para 2015”, para participar basta se inscrever de forma rápida e fácil no fórum



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036


Fórum Profecias 2036:
http://www.profecias2036.com.br/forum/






Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2015/01/previsoes-para-2015.html#ixzz3Nkx8L38V