Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sábado, 5 de agosto de 2017

CONSTELAÇÃO FAMILIAR:





Alguns leitores têm perguntado pra mim sobre o que é e como funciona a constelação familiar. Vamos compreender o tema:


A constelação familiar trabalha buscando explicar certos padrões de comportamento no histórico familiar (clã) da pessoa ou seja, ao invés de explicar isso pela reencarnação ou atos praticados em encarnações passadas, busca explicar tais atos em comportamentos do clã familiar que a pessoa está inserida.


Na Psicologia se estuda, entre outras coisas, os padrões de comportamento construídos na infância, enquanto que para o Espiritismo muitos desses padrões encontram respostas em encarnações passadas, enquanto que para a constelação muitos desses padrões se explicam pelo modo de vida e necessidades do clã no qual a pessoa encarnou.


Numa explicação mais "espiritualista" a idéia de clã representa uma egrégora, formada por espíritos simpáticos ou não tão simpáticos assim que se unem, através das encarnações, por afinidade ou necessidade ao longo das gerações, mesmo que um espírito nunca tenha encarnado antes dentro daquele clã e ao se unir a essa egrégora, o espírito leva um pouco da sua bagagem imortal de experiências passadas e ao mesmo tempo absorve um pouco do que a egrégora oferece


Da mesma forma ocorre com os pais dessa pessoa/espírito que encarna, por isso que muito da energia da egrégora (do clã ou constelação familiar) influencia em muitos dos padrões que a pessoa desenvolve a partir da infância, ao mesmo tempo em que muitos desses padrões são também desenvolvidos pelas próprias experiências de encarnações passadas que o espírito traz. São, portanto, análises complementares que não se excluem entre si e creio que seja algo muito mais positivo e suave do que, por exemplo, uma regressão à vidas passadas.


A egrégora formada pelo clã familiar é o que se denomina de "consciência familiar" que atua sobre a pessoa inserida naquele clã (formado pelo histórico familiar das gerações): da mesma maneira que uma pessoa herda a aparência física dos seus antepassados ela também é influenciada por uma gama de situações que aquele clã vivenciou, recebendo influências tanto positivas quanto negativas das lembranças dessa "consciência familiar" a qual a pessoa está inserida. A grande questão é encarar esse conhecimento interligado ao conhecimento da lei do karma: um espírito que reencarna em uma família que há várias gerações tem vários dos seus membros envolvidos, por exemplo, com problemas como o alcoolismo, vai ser inevitavelmente testado nesse campo, pois a egrégora ou memória coletiva da "consciência familiar" se alimenta e estimula aquele comportamento há várias gerações.


Um espírito encarnado que tenha abusado do álcool ou outros vícios relacionados cometendo assim suicídio inconsciente e gradual (agindo contra o seu corpo espiritual e seu corpo físico) naturalmente pela lei do karma responderá pelos excessos que cometeu voltando em encarnação seguinte com limitações físicas que repercutem os efeitos negativos dos órgãos que em encarnação pregressa sofreram com os excessos do vício, o que de forma alguma é um castigo, mas uma forma sábia da justiça divina evitar que o espírito incorra naquele mesmo erro (alguém que foi um fumante inveterado normalmente nasce com sérios problemas alérgicos e pulmonares desde a infância motivando a repulsa ao fumo, pela natural sensibilização do aparelho respiratório). Após vencer essa provação, o espírito tem então a prova definitiva, que é reencarnar em perfeitas condições físicas, mas em um ambiente que estimule a prática do vício que ele padeceu no passado e é aqui que entra a encarnação em um ambiente que estimule a prática daquele determinado vício, exatamente o que acontece em um clã que padece, há várias encarnações, de membros envolvidos com aquele determinado vício.


O mesmo entendimento da "consciência familiar" dentro do clã se aplica também na questão dos vícios morais. Em todos esses casos não apenas encarnam espíritos que estão em prova como também aqueles espíritos mais evoluídos moralmente e que já venceram determinados vícios, encarnando para dar o exemplo de como superar um karma negativo.





É dessa maneira que podemos integrar o conhecimento da constelação familiar ou “consciência familiar” (egrégora formada pelas experiências encarnatórias dos membros do clã familiar) com as questões kármicas de origem no passado espiritual e também as questões de ordem psicológica, oriundas de padrões de comportamento mais ligados às raízes psicológicas da infância e a forma como o ego se estruturou a partir das interações sociais que a pessoa teve ao longo da atual encarnação, desde família, escola e demais experiências sociais.



Para maiores informações sobre o método que se utiliza a constelação familiar:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Constela%C3%A7%C3%B5es_familiares


Para maiores informações sobre algumas das questões psicológicas abordadas no post:
http://www.apoiopsicologico.psc.br/principais-conceitos-psicologia-analitica-jung/


Sobre a aplicação da constelação familiar, reproduzo a pergunta e resposta de um outro post e que vai ajudar na compreensão dessa questão:


Pergunta: Eu gostaria de saber sobre a depressão na sua visão será que pode ser espiritual também?


Resposta: "Toda a doença é sinal de desequilíbrio interior, seja uma simples gripe até uma doença severa, desequilíbrio que envolve causas emocionais e físicas. Se cuidamos do nosso equilíbrio emocional e físico, evitando excessos e atitudes destrutivas, automaticamente criamos um ambiente de saúde física e espiritual.


A depressão vai além de uma melancolia ou uma tristeza prolongada e, além disso, manifesta, quimicamente por alterações no cérebro, padrões prolongados de desequilíbrio interior a nível emocional que abrem brechas para a atuação espiritual negativa de outras entidades que tão somente exploram os próprios desequilíbrios que a pessoa cultivou. Sendo assim quando a pessoa busca uma Apometria já com um estado depressivo grave, tomando remédios e sofrendo processo obsessivo a causa não está no espírito obsessor, mas na própria pessoa que não cuidou do seu equilíbrio interior permitindo que chegasse a esse estado (e aqui vale frisar que mesmo as patologias herdadas geneticamente só são herdadas por encontrarem ressonância na vibração do espírito reencarnante).


Dito isso nos casos de depressão é preciso avaliar em que grau a pessoa se encontra, pois os tratamentos (terapia, remédios e auxilio espiritual) são tratamento que atacam a conseqüência (ainda que a linha junguiana foque mais nas causas psicológicas), mas que encontram como verdadeira causa desequilíbrios emocionais e comportamentais, gerando padrões destrutivos que precisam ser trabalhados na base: tanto a nível psicológico para que a pessoa reorganize suas emoções e pensamentos com um auxilio terapêutico adequado (em especial acho a linha junguiana mais eficaz nesse ponto) e ao mesmo tempo encontre motivações e objetivos de vida, algo que o atendimento espiritual é útil.


Estando a pessoa mais reequilibrada, tendo superado a depressão aí eu acredito que entram as outras ferramentas de autoconhecimento, como por exemplo, constelação familiar, astrologia e outras, quando a pessoa consegue olhar para si mesma e refletir sobre alguns temas mais delicados sem tanto sofrimento.


Tendo essa visão de modo mais amplo acredito que tanto médiuns como pacientes poderão entender que combater esses casos vai muito alem de realizar processos de desobsessão e que o trabalho é muito mais amplo, além de fundamentalmente depender do esforço pessoal da pessoa em se reerguer, esforço esse que vai ditar o tempo e eficácia de qualquer tratamento por melhor que ele seja."


Feitas essas considerações temos a definição do conceito de constelação familiar, inserida dentro da realidade espiritual (kármica) e psicológica assim como sua utilidade e aplicação dentro do processo de autoconhecimento e em quais situações ela pode ser mais adequada.



Para adquirir os livros que lancei:
https://facebook.com/josemaria.alencastro2036/photos/a.366298710058766.83206.360490373972933/1452907914731168/?type=3&theater






Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/#ixzz4otNb0i5Q

sábado, 17 de junho de 2017

RESPONSÓRIO DE SANTO ANTÔNIO PARA ENCONTRAR OBJETOS PERDIDOS OU ROUBADOS:






A palavra Responso vem do Latim e significa "resposta" ou "procura de respostas". O Responso é pois uma forma de oração popular muito antiga, em que as pessoas, em momentos de desespero, rezam para obter uma resposta do Céu que as ajude a resolver o que tanto as preocupa.

O Responso de Santo António é uma oração dita para encontrar um objeto perdido ou roubado. Deve ser dita em voz alta e com a firme convicção que vamos encontrar aquilo que tanto procuramos. Santo António é reconhecido pelos milagres que tem feito acontecer, ajudando muitas pessoas a reencontrarem aquilo que perderam ou que lhes foi tirado.

Há quem diga que, para que o Responso resulte, deve ser rezado durante 9 dias, sempre à mesma hora. Mesmo que o objeto reapareça antes desse tempo, devemos continuar a rezar a oração até completar o ciclo de 9 dias. Aconselha-se também acender uma vela branca, antes de rezar a oração.
Responso de Santo António:
Se milagres desejais,
Recorrei a Santo António;
Vereis fugir o demónio
E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no lugar do furacão
Cede o mar embravecido.

Todos os males humanos
Se moderam se retiram,
Digam-no aqueles que o viram,
E digam-no os lusitanos.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte
E torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Rogai por nós, bem-aventurado António.
Para que sejamos dignos das Promessas de Cristo.




Responso de Santo António (II):
Bendito e louvado seja Santo António,
sol brilhante que em Lisboa, França e Itália, deu luz a mais rutilante:
ó beato Santo António, que ao monte Sinai subiste;
o teu Santo Breviário perdeste,
em busca dele voltaste mui triste
e uma voz do céu ouviste:
“António, torna atrás, o teu santo Breviário acharás;
em cima dele Jesus Cristo vivo, três coisas lhe pedirás:
o perdido achado, o esquecido lembrado, e o vivo guardado.”



Agradeça a Santo António pela graça concedida.


- See more at: http://www.mariahelena.pt/pages/responso-de-santo-antonio-para-encontrar-objetos-perdidos#sthash.aswnzo9w.dpuf

quinta-feira, 15 de junho de 2017

O SISTEMA DE CONTROLE OU O DESPERTAR: QUAL GANHARÁ?


Neste momento crucial da história, a era do nosso despertar através da verdade e da transparência, nunca foi mais incrível estar vivo. Alguns de nós sabemos que as apostas são importantes na luta pela nossa liberdade: de um lado, temos um sistema de controle parasita cada vez mais destrutivo. Uma máquina bem ajustada, projetada friamente pela elite governante e associados, para ferrar todo o mundo com seus paradigmas falsos e limitantes. Por outro lado, estamos passando por um despertar em massa de mudanças na consciência com o potencial de cocriar um planeta totalmente diferente.

Então, qual ganhará, o sistema de controle da elite governante ou o nosso despertar ? Uma questão aberta que poderia fornecer muitas respostas diferentes, mas aqui está a minha resposta, do ponto de vista do coração.
O Sistema de Controle

Tudo é energia. Todos os aspectos do sistema de controle parasitário servem para destruir a energia do nosso coração. Isso serve para nos desconectar da nossa poderosa inteligência intuitiva do coração. Simplificando, a elite governante quer que nós sejamos como eles, sem coração.

Eles tentam nos programar e fazer lavagem cerebral para acreditarmos em suas mentiras, para não lembrarmos do nosso poder e demonstrarmos nossa falta de compaixão um com o outro. Tomemos, por exemplo, o caso de lutar em suas guerras fabricadas secretamente através de mentiras e que buscam tão somente poder, lucro e ganhos políticos. Nestas guerras intermináveis, o único inimigo real, o único “nós contra “eles” somos nós a humanidade contra eles “a elite governante”, tudo o mais é meramente uma ilusão.

O mesmo pode ser dito sobre outros conflitos fabricados secretamente, como aqueles que envolvem distúrbios civis, divergências religiosas, conflitos raciais e os despojos da ruptura econômica causada por eles…

Do berço ao túmulo, a nossa energia cardíaca intuitiva recebe marteladas de um currículo do sistema educacional emburrecedor e profundamente sufocante, em seguida a massificação continua no local de trabalho: em ambos os casos, fomos programados e lobotomizados por culpa dos sistemas de adoração, auto atendimento corporativo/bancário, como aquele consumista “que morre com a maioria dos brinquedos que ganha” e a “sobrevivência do mais apto”, que tomou as atitudes que o sistema ensinou.

Ainda existe a mídia convencional controlada pela elite governante. O entretenimento é um arrastão: a mídia convencional é projetada para afetar o nosso comportamento, depois de assistir horas intermináveis de TV/filmes onde as pessoas se tratam de forma horrivel, é uma forma de programar para nos tornarmos insensíveis. Não se esqueça das falsas notícias que induzem o medo. Vendendo falso terrorismo patrocinado secretamente pelos próprios governos com seus demônios externos ou falsos bichos-papões…
Ocultismo

Outro ataque ao coração existe sob a forma de ocultismo. A elite governante se encontra secretamente em salas ditas terem a geometria/simetria correta para conduzirem seus rituais de energia negativa ou simbolismo oculto como, por exemplo, os logotipos das corporações são projetados para ter efeitos contraproducentes na humanidade, afetando nossa psique e o campo morfogenético.
Transhumanismo

Nossas qualidades humanas estão seriamente ameaçadas pela agenda do transhumanismo. Com o uso de suas tecnologias, como a nanotecnologia, engenharia genética, drogas farmacêuticas, robótica e biônica… ditas para nos “melhorar”, corremos o risco de perder a conectividade do nosso coração e ficarmos incapazes de fazer qualquer coisa contra o controle do sistema da elite dominante.
Terra e a Nossa Desconexão Energética

As energias do nosso coração se estendem em uma conexão energética com a Terra. A elite governante está destruindo a energia do coração poluindo a Terra, o ar, a comida e a água através da geoengenharia, perfurações, poluição química, radiação, modificação genética… enquanto aceitamos passivamente.

Os protestos feitos contra a instalação de um oleoduto em Standing Rock, Dakota foi um apoio a energia do coração: Aqui nós tivemos uma situação em que, de um lado, havia manifestantes protegendo um pedaço de Terra como uma entidade viva sagrada, ofertada por Deus, fornecendo solo fértil e água fresca… Do outro lado, havia uma série de indivíduos sem coração. Políticos corruptos que representavam as corporações dirigidas pela ganância, pelo excesso de poder e uma força policial violenta, militarizada, que só precisava lidar com manifestantes pacíficos.
Nosso Despertar

Nessa era da verdade e transparência, em nosso despertar, precisamos escolher o caminho do “serviço aos outros”, mais do que nunca, precisamos demonstrar gratidão, compaixão, empatia, generosidade, bondade e cuidado uns com os outros, como forma de permanecermos conectados com o coração.

Ao buscar a auto aceitação, encontrar a paz dentro de nós mesmos, permanecemos no coração, um lugar onde o sistema de controle parasitário não consegue encontrar uma maneira de se anexar para usá-lo.

Não só para a nossa sobrevivência e apoio uns aos outros, mas também para a nossa transformação, eu sempre acreditei que a resposta reside na formação de comunidades locais. Cada comunidade deve ter unidade, auto suficiência e discernimento para sobreviver e prosperar. Uma vida baseada na comunidade que se concentra em uma distribuição uniforme de riqueza ao invés de concentrá-la nas mãos de alguns poucos…

Precisamos redefinir o sistema educacional com teoria e prática que vai além do paradigma atual. Além da abertura, precisamos demonstrar mais honestidade e integridade em nossas abordagens. Nós, como uma raça, estamos nesta bagunça essencialmente por aceitar cegamente o consenso geral das massas e as opiniões dos chamados especialistas, agora cabe a nós cocriarmos conscientemente o nosso caminho para fora disso. A consciência é a chave para a mudança mundial. É muito mais simples do que alguns podem imaginar. Vamos fazer essa mudança através do sentimento, pensamento e ação pelo coração.

Embora tenha traumatizado a consciência coletiva, foi preciso experimentar esta realidade atual para entender que precisamos transformá-la. Ela nos permitirá alinhar nossa intenção consciente de massa para criar uma nova experiência de paradigma, um mundo que faz a diferença para todos. Isso nos permitirá ter a profunda percepção de que eu sou você e você é eu, então por que mentir, trapacear e machucar ?
Em conclusão

Toda realidade, seja falsa ou real, se manifesta como uma consequência de onde estamos conscientemente em nossas vidas. Nosso despertar ganhará: a mudança na consciência de massa para a energia do coração trará a realidade manifestada necessária para vencer o sistema de controle.

©Paul A. Philips

Origem: wakingtimes

OBS: Com o objetivo de facilitar a leitura alguns dos links estão acionando a tradução do google, caso alguém deseja ver o texto original é só clicar no botão “original”.

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

terça-feira, 13 de junho de 2017

A VIRGEM DE MEDJUGORIE, NA BÓSNIA- HERZEGOVINA:



A Jovem ( a “Virgem”) Senhora de MEDJUGORIE


“Deus é a Verdade e a Luz é Sua sombra“. Platão

Međugorje (Medjugorie, que significa “em meio aos montes”) é uma pequena região na Bósnia e Herzegóvina, composta por cinco vilas (Međugorje, Bijakovići, Vionica, Miletina e Šurmanci), onde alegadamente ocorreram as mais recentes (segundo Ela mesma avisou, as últimas) aparições da energia Divina Feminina da Deusa.

Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

A última aparição da (“Virgem”) Jovem Senhora em MEDJUGORIE

As mensagens que a jovem Senhora de Medjugorie dirigiu a todos encorajam-nos a ter fé, perseverar na oração, a se reconciliarem consigo mesmos, entre si e com Deus, a fazerem penitência, a lerem, estudarem e meditarem sobre a Palavra de Deus (este é o pagamento do dízimo, o esforço MÍNIMO na compreensão de sua relação com seu Criador), enfim, a se converterem (ao caminho da busca espiritual), neste “tempo de graça.”



Međugorje (Medjugorie, que significa “no meio dos montes”) é uma pequena região na Bósnia e Herzegóvina, composta por cinco vilas (Međugorje, Bijakovići, Vionica, Miletina e Šurmanci), onde alegadamente ocorreram as mais recentes (e segundo Ela mesma avisou, as últimas) aparições da energia Divina Feminina da Deusa)

Estas aparições da Jovem Senhora tiveram início a 24 de Junho de 1981, portanto há 36 anos, tendo havido, nos primeiros meses, uma frequência diária, e posteriormente passado a aparições mensais ou anuais (dependendo dos contatados). Entre os contatados, encontram-se seis pessoas nascidas nos arredores da localidade e a quem a Jovem teria se apresentado como a “Rainha da Paz” (sem usar nenhum nome específico).

Em 1991, a Conferência Yugoslava de Bispos da Igreja Católica Apostólica de Roma considerou que não havia nada de sobrenatural nessas ocorrências. A Igreja Católica continua, no entanto, a estudar estas aparições, a fim de “determinar” a sua veracidade.


A aparência da jovem, a “Rainha da Paz” que falou aos contatados, há trinta e seis anos, em Medjugorie.

“Pela vontade (Graça) de Deus eu estou aqui com vocês neste lugar!”

Na época em que a Iugoslávia estava sob o regime comunista, o Estado era radicalmente ateu (como todo estado comunista) e a prática das religiões era tolerada sob uma condição: a fé era livre, desde que praticada de maneira privada (não podiam existir, neste período, manifestações religiosas em público).

Foi nesse cenário, em 24 de Junho de 1981, que teria ocorrido à primeira aparição da Jovem Senhora, trazendo consigo pedidos de paz, perdão e reconciliação. E quando os contatados (sempre são crianças, como em Fátima e Lourdes, nunca um padre, bispo e/ou cardeal da “santa” igreja de Roma) perguntaram a ela o porque dela ter escolhido esta região dos Balcãs, ela, a Rainha da Paz, respondeu: “Porque são firmes na fé, fiéis a Deus e porque rezam”.


Um dos locais onde a Virgem teria se manifestado frequentado por peregrinos do mundo inteiro que oram e rezam no local que é completamente entulhado de rochas naturais da região, uma característica da região.

De fato, nenhuma repressão foi suficiente para conter os acontecimentos da aparição e contato da Jovem Senhora de Medjugorje. Os padres, as crianças (contatados) e os fiéis não se intimidavam diante das forças militares. Pelo contrário, estavam inundados de uma fé firme, de uma esperança inabalável, que provinha das mensagens da “Gospa”.

E, como “tudo é possível àquele que crê”, eis que o regime (ATEU) comunista da Yugoslávia caiu, e mesmo estando num território em meio à guerra pela independência entre sérvios e croatas, Medjugorje permaneceu livre de qualquer ataque. É interessante ressaltar que no tempo da guerra, tudo ao redor de Medjugorje foi bombardeado e destruído, e só uma bomba caiu em Medjugorje, a qual não detonou.

As mensagens que a Jovem Senhora dirige a todos os fiéis encorajam-nos a ter fé, perseverar na oração, a se reconciliarem entre si e com Deus, a fazerem penitência, a lerem e meditarem a Palavra de Deus, enfim, a se converterem, neste “tempo de graça“; são mensagens simples, como os conselhos dados por nossas mães e que devem ser colocadas em prática, pois é Ela mesma que nos pede: “Vivam as minhas mensagens!”.


Colina Krizevac onde a jovem teria aparecido pela primeira vez aos contatados da região.

Os principais pedidos de Jovem Senhora podem ser apresentados da seguinte forma: a oração diária do Rosário completo, a Confissão mensal, participação frequente na Missa e na Adoração ao Santíssimo Sacramento, o jejum às quartas e sextas-feiras e a leitura da Bíblia. Nesse mês, em 24 de junho já se completarão trinta e três anos do início das aparições da “Jovem Senhora” em Medjugorie, a última intervenção da energia da própria Deusa pedindo para que a humanidade fosse mais espiritual, dedicada a Deus e menos materialista (Nunca pediu a ninguém a conversão ao catolicismo romano, mas sim a dedicação a reunificação de cada um com o Criador).

Essas aparições aconteceram principalmente para minimizar os efeitos do conflito armado que se avizinhava no horizonte daquela região com a divisão da antiga Yugoslávia em várias nações, conflito que tinha o potencial (e isso estava sendo buscado pelos seres das trevas naquele momento) de ser o estopim da III Guerra Mundial. (foi na Sérvia, em Sarajevo, no dia 28 de junho de 1914, com o assassinato do Arquiduque Francisco, herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro, que ali teve início a Primeira Guerra Mundial).


Localização geográfica dos eventos

Essa 3ª Guerra Mundial foi evitada pelo fervor religioso suscitado pelas aparições e depois por causa dela, através das orações e preces dos filhos da Luz que ali residiam e que passaram a seguir as orientações dadas pela jovem Senhora e que impediram que um conflito local se espalhasse pelo resto da Europa e depois pelo planeta inteiro.

Enfim uma enorme batalha foi ganha pelos seres da Luz que ali estavam encarnados e que através de suas preces, pedidos e orações conseguiram reverter tudo que havia sido planejado pelos seres das trevas (mas eles não desistiram de criar um terceiro e final conflito global, por isso “ORAI E VIGIAI” todos os dias).

”A HUMANIDADE TEM ESSE PODER, DEVEMOS USÁ-LO, DIARIAMENTE”.

A história de Medjugorje, começa no século VII quando os habitantes da região aceitaram a fé católica. E eles a conservaram corajosamente contra seitas e contra o domínio turco muçulmano, entre os anos 1478 e 1878, ainda que sofrendo torturas e martírios. Os habitantes de Medjugorje são, para o mundo, um exemplo de viva fé.


Uma anedota que sintetizava o sistema político-étnico da Iugoslávia sob Tito era: “Seis repúblicas, cinco etnias, quatro línguas, três religiões, dois alfabetos, um Partido e um “LÍDER”, Josip Broz Tito”. Após a sua morte, diferenças, ódio e ressentimentos entre os diferentes grupos étnicos desencadearam o maior conflito bélico europeu após a Segunda Guerra Mundial, nos anos de 1990, desmembrando as repúblicas iugoslavas, e levando a guerras e impasses que perduram até hoje na região, como o caso de Kosovo.

Medjugorje é um vilarejo situado em uma esplanada dominada por dois pedregosos montes, na região da Herzegóvina ( Medjugorje significa “entre colinas”) e o monte mais alto chama-se Krizevac’ ou Morro da Cruz (kriz = cruz) porque ali, em 1933, os paroquianos construíram uma grande Cruz para comemorar os 19 séculos da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Jamais,em qualquer lugar, em toda a história do cristianismo, a energia feminina da Deusa apareceu diariamente e por tanto tempo quanto em Medjugorje. Estas aparições estavam nos planos Divinos.


“Venho para chamar, pela última vez o mundo à conversão. Não APARECEREI mais nesta Terra”.

A jovem Senhora disse que este tempo em que estamos vivendo é um tempo de graças (que esta finalizando) para a humanidade e a Hierarquia Espiritual convida a todos para à salvação de suas ALMAS. Após este período de graças virá um segundo período, que será um tempo de PURIFICAÇÃO (ATRIBULAÇÃO) e por último virá a grande manifestação de Deus.”


Vista aérea de Medjugorie, com a Igreja no centro

Desde o início, ela nos tem pedido uma fé firme, conversão, paz, oração, jejum, confissão mensal e leitura diária da bíblia. Após o fim das aparições diárias em Medjugorje não mais haverá aparições verdadeiras sobre a terra, apenas algumas falsas aparições (E ESSAS FALSAS APARIÇÕES JÁ ESTÃO EM CURSO, INCLUSIVE NO BRASIL …).

Mas sabemos que a jovem Senhora prometeu aos contatados que lhes apareceria pelo resto de suas vidas pelo menos uma vez ao ano como acontece atualmente para três deles. “Convertam-se e sem demora”. Este é o pedido da Jovem Senhora, que se apresentou como a Rainha da Paz, feito para cada um de nós. (Trecho com base em texto retirado do Eco de Medjugorje Brasil – Número 207).

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

www.thoth3126.com.br

segunda-feira, 12 de junho de 2017

PORQUE SANTO ANTÔNIO E CONSIDERADO O SANTO CASAMENTEIRO?

Resultado de imagem para santo antonio

Enviado por Gomes Tobias

Da Editora Moderna



Passando o fervor dos casais apaixonados, 13 de junho é o dia em que as mulheres solteiras oram para Santo Antônio trazer o amor de suas vidas. Mas você sabe por que Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro?

Batizado de Fernando Bulhões, Santo Antônio era um frade franciscano, nascido em 1195, em Portugal, mas viveu durante a maior parte de sua vida em Pádua, na Itália. Apesar de não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, Santo Antônio ficou conhecido como o santo que ajuda mulheres a encontrarem um marido por conta da ajuda que dava a moças humildes para conseguirem um dote e um enxoval para o casamento.

Reza a lenda que, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Desesperada, a jovem – ajoelhada aos pés da imagem de Santo Antônio – pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante. O bilhete dizia que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. Obviamente, o homem não se importou, achando que o peso daquele bilhete era insignificante. Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Nesse momento, o comerciante se lembrou que outrora havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio haviera fazer a cobrança daquele modo maravilhoso. A jovem moça pôde, assim, casar-se de acordo com o costume da época e, a partir daí, Santo Antônio recebeu – entre outras atribuições – a de “O Santo Casamenteiro”.

Outra história que envolve a fama de Santo Antônio é a de que uma moça muito bonita, que havia perdido as esperanças de arranjar um marido, apegou-se a Santo Antônio. Dizem que a mulher adquiriu uma imagem do santo e colocou-a em um pequeno oratório. Todos os dias, a jovem colhia flores e as oferecia a Santo Antônio sempre pedindo que este lhe trouxesse um marido.

Mas, passaram-se semanas, meses, anos… e nada do noivo aparecer.

Então, tomada pelo desgosto e pela ingratidão do santo, ela atira a imagem pela janela.



Neste exato momento, passava um jovem cavalheiro que é atingido pela imagem do Santo. Ele apanha a imagem e vai entregar à jovem, que se apaixona por ele e atribui a sua chegada a fé por Santo Antônio.

A partir daí, as moças solteiras que querem casar começaram a fazer orações pedindo ajuda ao santo e cultuando sua imagem. Entre as simpatias mais populares, acredita-se que as jovens devem comprar uma pequena imagem do Santo e tirar o Menino Jesus do colo, dizendo que só o devolverá quando conseguir encontrar o amor, ou ainda, virar o Santo Antônio de cabeça para baixo.



Para conferir mais simpatias de Santo Antônio, clique aqui.

---

Devoções, tradições e crenças
As primeiras manifestações de culto deram-se logo após a morte do santo, desdobrando-se depois, passo a passo, numa constelação de práticas, devoções e crenças, algumas das quais, mais conhecidas, são elencadas a seguir.

Santo casamenteiro
Assim é invocado pelas moças que desejam casar e assim é lembrado pelo nosso folclore. Não se sabe qual a origem da devoção. Talvez se ligue a algum milagre feito pelo santo em favor das mulheres, por exemplo, quando fez um recém-nascido falar para defender a mãe acusada injustamente de infidelidade pelo pai.

Mas há outro episódio com explicação mais direta. Certa senhora, no desespero da miséria a que fora reduzida, decidiu valer-se da filha, prostituindo-a, para sair do atoleiro. Mas a jovem, bonita e decidida, não aceitou de forma alguma. Como a mãe não parasse de insistir, ela resolveu recorrer à ajuda de Santo Antônio. Rezava ela com grande confiança e muitas lágrimas diante da sua imagem quando das mãos do Santo caiu um bilhete que foi parar nas mãos da moça. Estava endereçado a um comerciante da cidade e dizia: “Senhor N…, queira obsequiar esta jovem que lhe entrega este bilhete com tantas moedas de prata quanto o peso do mesmo papel. Deus o guarde! Assinado: Antônio”.

A jovem não duvidou e correu com o bilhete na mão à loja do comerciante. Este achou graça. Mas vendo a atitude modesta e digna da moça colocou o bilhete num dos pratos da balança e no outro deixou cair uma moedinha de prata. Mas qual! O bilhete pesava mais! Intrigado e sem entender o que se passava, o comerciante foi colocando mais uma moeda e outras mais, só conseguindo equilibrar os pratos da balança quando as moedas chegaram a somar 400 escudos. O episódio tornou-se logo conhecido e a moça começou a ser procurada por bons rapazes propondo-lhe casamento, o que não tardou a acontecer, e o casamento foi muito feliz. Daí por diante, as moças começaram a recorrer a Santo António sempre que se tratava de casamento.

Santo das coisas perdidas
Esta tradição é antiquíssima, encontrando-se menção dela no famoso responsório “Si quaeris miracula”, extraído do ofício rimado de Juliano de Espira. Popularmente o “Siquaeris” é mencionado como uma oração taumaturga para encontrar objetos perdidos. A crença pode estar ligada a episódios como este, da vida de Santo António. Quando ensinava teologia aos frades em Montpeilier, na França, um noviço fugiu da Ordem levando consigo o Saltério de Frei António, com preciosas anotações pessoais que utilizava nas suas lições. Rezou o santo pedindo a Deus para dar jeito de reaver o livro e foi atendido deste modo: Enquanto o fugitivo ia passando por uma ponte, foi subitamente tomado pelo pavor, parecendo-lhe ver o demônio na sua frente que o intimava: “Ou você devolve o Saltério ao Frei António ou vou jogá-lo da ponte para o rio!” Assustado e arrependido, o jovem voltou ao convento com o saltério e confessou ao Santo sua culpa.

O “pão dos pobres”
É ao mesmo tempo uma piedosa devoção e uma instituição assistencial benemérita. Consiste em doações para prover de pão os pobres, honrando assim o “protetor dos pobres” que é Santo António. Uma tradição liga esta obra ao episódio de uma mãe cujo filho se afogou dentro de um tanque mas recuperou a vida graças a Santo António. Ela prometera que, se o filho recuperasse a vida, daria uma porção de trigo igual ao peso do menino. Por isso, no começo, esta obra foi conhecida como a obra do pondus pueri (peso do menino). Outra tradição relaciona a obra do pão dos pobres com uma senhora de Tbulon, chamada Luísa Bouffier. A porta do seu armazém tinha enguiçado de tal modo que não havia outro remédio senão arrombar a porta. Fez então uma promessa ao Santo: se conseguisse abrir a porta sem arrombá-la, doaria aos pobres uma quantia de pães. E deu certo. Daí por diante, as petições ao Santo foram se multiplicando em diferentes necessidades.Tbda vez que alguém era atendido, oferecia certa quantia de dinheiro para o pão dos pobres. A pequena mercearia de Luísa Bouffier tornou-se uma espécie de oratório ou centro sócial. A benéfica obra do “pão dos pobres” teve extraordinário desenvolvimento, com diferentes modalidades, e hoje é conhecida em toda parte.

Trezena
E uma “novena” de 13 dias lembrando a data da morte de Santo António. Também se lembra o dia 13 de cada mês, porque “Dia 13 não é dia de azar, é dia de Santo António”. Outros lembram Santo António nas quartas-feiras, dia em que foi sepultado.

Breve de S. Antônio
Consiste numa medalha ou imagem do Santo que se leva consigo, com esta sentença escrita no verso: “Ecce Crucem Domini, fugite partes adversão! Vicit Leo de Tribu Juda, radix David. Alleluia, alleluia!” (Eís a Cruz do Senhor, afastai-vos forças adversas! Venceu o Leão da tribo de Judá, da raiz de Davi. Aleluia, aleluia). Esta sentença teria sido revelada pelo Santo a uma senhora que estava possessa, a fim de ser por ela libertada. É uma devoção que remonta ao século XIII.

Extraído dos Cadernos Franciscanos, “Santo Antônio e a devoção Popular”, de Frei Adelino Pilonetto, ofmcap

SIMPATIAS DE SANTO ANTÔNIO:

Resultado de imagem para santo antonio

No dia 13 de junho é comemorado o Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro. Se você passou o Dia dos Namorados sozinho e está cansado de procurar um grande amor, o site do Mais Você lista três simpatias que prometem te ajudar. Quem sabe um empurrãozinho na sorte não é suficiente para você encontrar o amor dos seus sonhos ou não deixar que o atual vá embora? Leia atentamente as dicas abaixo, escolha a simpatia que mais gostar, e mãos à obra! E tem até a oração de Santo Antônio para dar aquela forcinha...

Para arrumar um namorado. Encha um copo americano novo com água, adicione três pitadas de sal e um botão de rosa vermelha. Deixe a flor lá até que murche. Tome um banho com essa água, repetindo treze vezes a seguinte frase: "Santo Antônio, Santo Antônio, mande um Antônio para mim."

Para descobrir com quem vai se casar. Amarre uma fita vermelha na base de uma vela também de cor vermelha. Acenda-a em frente a uma imagem de Santo Antônio e peça ajuda para ele. Espere a vela queimar até chegar perto da fita. Apague-a, embrulhe o que restou da vela e a fita em um papel vermelho e jogue tudo em água corrente. A partir daí, comece a anotar em um caderno branco os nomes de todos os homens que conhecer até o fim do mês. Quando sonhar com um deles, procure-o imediatamente: ele é o seu amado.

Para segurar o namorado ou marido. Escreva o nome dele na sola do pé esquerdo do sapato que usar. Antes de se deitar, pise com força no chão e repita três vezes, em voz alta, a seguinte frase: "Debaixo do meu pé eu te prendo (diga o nome dele), eu te amarro (de novo o nome dele), eu te mantenho (e, de novo, o nome dele) pelo poder das 13 almas benditas."

Oração de Santo Antônio. "Meu grande amigo Santo Antônio, Tu que és o protetor dos enamorados, olha para mim, para a minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, as desilusões, os desencantos. Fazei que eu seja realista, confiante, digno e alegre. Que eu encontre um amor que me agrade, seja trabalhador, virtuoso e responsável. Que eu saiba caminhar para o futuro e para a vida a dois com as disposições de quem recebeu de Deus uma vocação sagrada... Que meu amor seja feliz e sem medidas. Que todos os enamorados busquem a mútua compreensão, a comunhão de vida e o crescimento na fé. Assim seja."

Curta o Mais Você nas redes sociais e fique por dentro de tudo o que rola no programa.

Baixe o aplicativo do Gshow gratuitamente na loja do seu smartphone e tablet e acompanhe tudo sobre o entretenimento da TV Globo.

domingo, 11 de junho de 2017

SINAIS DE MEDIUNIDADE, SAIBA RECONHECÊ-LOS:






Muitas pessoas possuem mediunidade apurada mas não querem desenvolvê-la por medo, por falta de informação, por insegurança. Mas é preciso saber que existem formas seguras, sem dogmas ou rigidez para desenvolver a mediunidade: através do estudo.

Através do conhecimento sobre essa faculdade do nosso espírito, podemos encontrar métodos leves, amorosos que fazem com que você se sinta bem e consiga trazer o bem para as pessoas ao seu redor através desse seu dom.

Quais são os sinais de mediunidade?

Os sinais de mediunidade são a sensibilidade ao extrafísico, é a capacidade que a nossa alma tem de captar energias de natureza não-física.

Intuição aflorada: você sente que deve ou não deve fazer algo, e depois do feito vê que a sua intuição estava certa. “Algo estava me dizendo para fazer/não fazer isso”.

Sonhos reveladores: você tem sonhos que indicam caminhos, apontam soluções ou mostram questões que você precisa levar em conta em sua vida.

Compaixão com o sentimento alheio: você se importa com as dores do mundo, o sofrimento dos outros mexe muito com você e você sente a necessidade de ajudar de alguma forma, tem vontade de mudar cenários negativos.

Aromas: você sente aromas que não existem no ambiente físico, sente aromas que as outras pessoas que estão junto de você não sentem.

Presenças: enxerga, sente ou pressente a presença ou vultos que aparecem e desaparecem num piscar de olhos.

Competência para falar em assuntos: você está falando sobre um assunto que nunca estudou e sabe com clareza e fluência falar sobre ele, fala com uma competência elevada, acima dos demais, sem nem mesmo saber por que.

Coincidências: percebe coincidências, que as outras pessoas não notam e quando você diz elas se surpreendem, na verdade as coincidências são chamadas de sincronicidades e vocês as percebe melhor que os outros.

Ombro amigo: você é conhecido como um ombro amigo, muitos vêm lhe pedir conselhos e até mesmo desconhecidos se sentem a vontade para desabafar com você.

Perdão: você tem o dom do perdão, tem facilidade em perdoar.

Ambientes/pessoas carregados: você sente quando um ambiente está carregado com energias negativas ou pessoas possuem energias negativas, o bocejo é um sinal disso.

Mudança de hábitos para o melhor: melhora na alimentação, no cuidado com o seu corpo físico e mental, afastamento de pessoas e hábitos tóxicos, diminuição da futilidade, vaidade e costumes mundanos, etc.

Mudança no ciclo de amizades: descobre que amizades antigas podem não ter mais tanto a ver com você e busca por pessoas que tenham o mesmo tipo de energia e percepção da vida que você.

Autor desconhecido

domingo, 28 de maio de 2017

A LUA, FASES E PARA QUE SERVE CADA UMA



A Lua é um dos principais ingredientes para magia na tradição cigana. Mesmo os mais céticos acreditam na influência da lua em diversos aspectos da nossa vida.


As Fases da Lua


LUA NOVA
Projetos e relacionamentos iniciados durante esta fase são cheios de idealismo e você não medirá esforços para que dêem certo. No entanto, se sentirá predisposto a agir por si mesmo, sem levar em consideração a opinião das pessoas que o rodeiam. Um namoro que começa na Lua Nova pode levar o casal a ter sonhos impossíveis. Já no setor profissional promete progresso. É uma ótima fase para quem trabalha por conta própria.




LUA CRESCENTE

Neste período, as pessoas são dotadas de ótima intenções, mas falta espírito prático para concretizar projetos, principalmente no trabalho. Esta fase da Lua estimula o poder de persuasão. Desse modo, vendedores e políticos são os mais beneficiados. Esta fase, porém, não é favorável a assinatura de contratos de trabalho.As relaçoes amorosas iniciadas sob a Lua Crescente têm longa duração.




LUA MINGUANTE

Esta fase é ótima para o amor e traz promessas de felicidade duradoura e união equilibrada, sem desilusões nem aborrecimentos. Segundo os astrólogos, um grande amor pode acontecer nos últimos dias da Lua Minguante. Ess fase é boa também para quem se dedica à música, pos favorece à inspiração artística.As possibilidades de sucesso no trabalho também são boas, principalmente para quem ainda não tem objetivos definidos.Além disso, a comunicação é estimulada, o que facilita a realização de festas e reuniões agradáveis.




LUA CHEIA

Nesta fase é preciso tomar cuidado porque há risco de relações afetivas e profissionais confusas. A Lua Cheia estimula brigas e acusações, mas, apesar disso, casais que se unem sob ela têm chances de viver uma relação duradoura, se um dos parceiros não resolver tirar vantagem do outro. É também uma fase de muita conversa e, tal qual na Lua Minguante, boa para encontros sociais.




A Lua Azul
A Lua Azul é o nome que se dá à segunda Lua Cheia dentro do mesmo mês. Um fenômeno que acontece, em médica, uma vez a cada dois anos e sete meses, sete vezes a cada dezenova anos e 36 vezes no século. É considerado um acontecimento de muita força magnética e poder espiritual, reforçando a plenitude da lua cheia. É uma lua da abundância, que permite colher muito mais do que se plantou. Os encantamentos têm mais poder e os resultados são mais rápidos.





A Lua Negra
A lua negra acontece mensalmente, nos 03 dias que antecedem a lua nova. É uma fase favorável para transformações e renovações.



A Lua nos Signos Zodiacais


Áries - Ficamos mais ativos, corajosos e impulsivos. Período favorável a decisões rápidas, mudanças e inícios de projetos.

Touro - Aumentam nossas necessidades de buscar segurança material e financeira. Aumenta também a nossa busca a tudo aquilo que nos gratifique emocionalmente.
Gêmeos - Nossas faculdades intelectuais, mentais, culturais e públicas estão aumentadas. Aumenta a facilidade de contatos. As pessoas ficam mais comunicativas e também curiosas.

Câncer - A sensibilidade exalta-se, podendo chegar à pieguice. Ficamos mais sensíveis e afetivos. É um bom período para nos dedicarmos aos assuntos domésticos, aos favores e empréstimos.


Leão - A sensibilidade exterioriza-se mais facilmente. Aumenta nossa energia vital e também a busca por aventuras, divertimentos e paixões. É um bom período para as especulações financeiras e para lidar com pessoas influentes.

Virgem - Ficamos mais analíticos,mais críticos e seletivos. Á imaginação está menos atuante. Ficamos mais práticos. E um bom período para tratar de tudo que necessite de organização. Também é favorável aos tratamentos de saúde

Libra - Período em que buscamos a harmonia. Ficamos mais

tolerantes, mais diplomáticos. É grande a preocupação com a estética, com a aparência. As associações estão favorecidas.


Escorpião - Nesta fase a Lua acentua os desejos incontroláveis. É o momento das grandes paixões, atitudes agressivas e audaciosas. Nosso magnetismo pessoal está muito aumentado. É a hora de o usarmos!


Sagitário - É o momento do entusiasmo. As oportunidades encontram-se favorecidas. O otimismo e o idealismo estão em alta.Período bom para viagens, estudo e empreendimentos ambiciosos


Capricórnio - Ficamos mais sérios e introspectivos. É uma fase em que nos tornamos práticos e objetivos. Bom período para tratar de assuntos imobiliários.


Aquário - A sensibilidade funciona como se fosse um radar que captasse o outro. Ficamos mais criativos e desejosos de liberdade. Os negócios são beneficiados.


Peixes - Ficamos extremamente sonhadores e sensíveis. Sentimos a necessidade de nos devotarmos ao próximo. Bom período para meditar e aprofundar-se em assuntos místicos.

sábado, 27 de maio de 2017

O QUE É O MÉTODO REIKI?





O método Reiki é um sistema natural de harmonização e reposição energética que mantém ou recupera a saúde. É um método de redução de estresse. Reiki é um sistema próprio para despertar o poder que habita dentro de nós, captando, modificando e potencializando energia. Funciona como instrumento de transformação de energias nocivas em benéficas.


Reiki é uma palavra japonesa que identifica o Sistema Usui de Terapia Natural (Usui Reiki Ryoho), nome dado em homenagem ao seu descobridor, Mikao Usui. Rei significa universal e refere-se ao aspecto espiritual, à Essência Energética Cósmica que permeia todas as coisas e circunda tudo quanto existe. Ki é a energia vital individual que flui em todos os organismos vivos e os mantém. Quando a energia ki sai de um corpo, ele deixa de ter vida. A energia Reiki é um processo de encontro dessas duas energias, a Energia Universal e a nossa energia física. Ocorre depois da sintonização ou iniciação, feita por um mestre. A energia Reiki é uma das maiores forças deste planeta para a evolução das pessoas, um caminho de harmonização interior com o Universo. É uma energia confortadora vinda de Deus, do Criador. Vem do macrocosmo para o microcosmo. Todos nós temos acesso à energia Reiki. Utilizá-la é nosso direito inato. Reiki é um presente poderoso, uma oportunidade para o iniciado crescer e transformar-se. É uma energia de paz e libertação com a qual o Criador abençoa o planeta. Ajuda a deter a violência e tendências autodestrutivas. É um poderoso antídoto contra o cigarro, o alcoolismo e as drogas que degeneram a humanidade.







Algumas das vantagens e benefícios do método Reiki?


1- Simplicidade e praticidade
2- Rompe tempo e espaço
3- Holístico (trata o físico e o energético)
4- Sem polaridade e seguro
5- Expande da consciência
6- Sem conotação religiosa ou credos
7- Não desgasta o terapeuta
8- É possível o autotratamento
9- Sem diagnóstico
10- Beneficia todo ser vivo
11- Não fica obsoleto
12- É possível tratamento à distância




A história do Reiki


Muitas são as histórias sobre Mikao Usui e sobre como o Reiki apareceu, no entanto, não são as histórias o mais importante, elas podem dar-nos um contexto histórico da época e da pessoa mas Reiki é algo que se experiencia de forma íntima e profunda. Mikao Usui nasceu a 15 de Agosto de 1865 na aldeia de Taniai, no Japão, tendo sido um aluno regular e profissionalmente um funcionário do Estado Japonês. Um dia, foi para o monte Kurama, para aperfeiçoar a sua disciplina e após 21 dias começou a sentir Reiki (energia universal) no topo da sua cabeça. Num momento de inspiração, compreendeu um novo método de disciplina energética, a qual aplicou em si, em primeiro lugar, depois, a membros da sua família e. finalmente, em 1922 abriu o primeiro centro de tratamento e ensino de Reiki.



(Mikao Usui)


Os seus ensinamentos passaram para Chujiro Hayashi e deste para Hawayo Takata que levou o Reiki para o Havai, tendo passado para os Estados Unidos, Brasil, Canadá e Europa.




Os cinco princípios de Reiki


Mikao Usui instituiu cinco princípios, orientadores, para o desenvolvimento interior dos praticantes de Reiki. Podemos encontrar o valor destes cinco princípios em todas as civilizações.




Só por Hoje,


Não se aborreça,
Não se preocupe,
Seja grato,
Trabalhe honestamente
Seja gentil com todos.




quarta-feira, 24 de maio de 2017

SANTA SARA KALI, PADROEIRA DE TODO POVO CIGANO!!!




Santa Sara Kali, a cigana escrava que venceu os mares com sua fé.
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem previsões.
Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Até então, Sara retira seu diklô (lenço) da cabeça, chama por Kristesko (Jesus Cristo) e promete que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit- Rhône, hoje a tão querida Saintes-Maries-de-La-Mer, no Sul da França. Sara cumpriu a promessa até o final dos seus dias.
Suas histórias e milagres a fez Padroeira Universal do povo cigano, sendo festejada todos os anos nos dias 24 e 25 de maio. Segundo o livro oráculo "Lilá Romai Cartas Ciganas" (o único escrito por uma cigana), de Miriam Stanescon, deve ter nascido deste gesto de Sara Kali, a tradição de toda mulher cigana casada, usar um lenço, tornando a peça mais importante do seu vestuário. Quando se quer oferecer o mais belo presente a uma cigana, se diz: - Dalto chucar diklô, (Te darei um lindo lenço). Além de trazer saúde, prosperidade, Sara Kali é cultuada também pelas ciganas por ajudá-las diante da dificuldade de engravidar. Muitas que não conseguiam ter filhos, fazim promessas, no sentido de que, se concebessem, iriam à cripta da Santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer, fariam uma noite de vigília e depositariam aos seus pés como oferenda, um lenço, o mais bonito que encontrassem. E lá, existem centenas de lenços, como prova que muitas mulheres receberam essa graça.
Para as mulheres ciganas, o milagre mais importante da vida, é o da fertilidade. Quanto mais filhos a mulher cigana tiver, mais dotada de sorte ela é considerada pelo seu povo. A pior praga para uma mulher cigana é desejar que ela não tenha filhos.Talvez seja esse o motivo das mulheres terem desenvolvido a arte de simpatias e garrafadas milagrosas para fertilidade.
Outra lenda diz, que Sara Kali, as três Marias e José Arimatéria, teriam fugido numa pequena barca, transportando o Santo Graal (o cálice sagrado), que seria levado para um mosteiro da antiga Bretanha. A barca teria perdido o rumo durante o trajeto e atracado no porto de Camargue, às margen do Mediterrâneo, que ficou conhecido como Saintes-Maries-de-La-Mer, transformado num grande local de concentração cigana.
O seu dia é comemorado e reverenciado através de uma longa noite de vigília e oração pelos ciganos espalhados no mundo inteiro, com candeias de luzes azuis, flores e vestes coloridas, muita música e muita dança. Cujo simbolismo religioso representa o processo de purificação e renovação da natureza e do eterno "retorno dos tempos".


O dia de Santa Sara é comemorado em 24 de maio, e no dia 25 de maio homenageia-se as três Marias.

Altar de Santa Sara - Altar é tudo o que vem do alto. Sintoniza energias superiores capazes de nos proteger e materializar nosso desejo de comunicação com a divindade. No altar, coloque: toalha branca, rosas amarelas, cesta de pães, frutas, taça de vinho tinto, vela azul clara, um punhado de arroz cru, moedas douradas, incenso de rosas, cristais e uma imagem de Sta Sara.
Os rituais de invocação a Santa Sara devem ser feitos com a mente livre, coração aberto e com a alma plena de amor. Ela é amiga, conselheira e protetora. Faça uma prece pedindo proteção para sua família, ofereç um pedaço de pão e vinho para todos da casa, para que aproteção esteja presente na vida de todos e que os milagres acontecerão.
Segundo a tradição, quando um milagre é concebido, em sinal de respeito, admiração e gratidão, entrega-se um manto azul claro, em seu altar ou na sua imagem.

Oração de Sta Sara - Tu que és a única Santa cigana no mundo. Tu que sofreste todas as formas de humilhação e preconceito. Tu que fostes jogada no mar, para que morreste de sede e de fome. Tu sabes Santa Sara, o que é a mágoa e a dor no coração. Não permitas que meus inimigos zombem de mim ou me maltratem. Que Tu sejas minha dvogada diante de Deus. Que tu me conceda sorte e saúde! Que assim seja!

O manto de Sta Sara - Oferecer um manto a Sta Sara, faz parte do seu culto, em agradecimento a uma graça alcançada, faça um manto e coloque na imagem dela:
- Amarelo e dourado - para qualquer vitória alcançada.
- Azul - para proteção, luz espiritual, poder intuitivo e filhos.
- Branco - paz de espírito, casamento, agradecimentos.
- Lilás - carinho, amor e prosperidade.
- Púrpura - prestígio e vantagens profissionais.
- Rosa - amor, compaixão e maternidade.
- Verde - saúde, bens adquiridos e vitalidade.
Quando Sta Sara morreu, foi feito um manto de ouro, que foi colocado sobre seu corpo quando ela foi devolvida ao mar.



Oráculo de Sta Sara - O jogo das conchas - Um oráculo para obter respostas de "sim" ou "não". É necessário 12 conchinhas (de praia), sendo 02 auxiliares (de preferência diferenciada das outras), 01 toalha pequena com uma mandala no centro, 01 moeda sobre a toalha e uso de incenso ou velas conforme intuição. Colocar a toalha aberta. Na mão direita, pegar 10 conchinhas, mentalizar a pergunta e desenhar uma estrela de cinco pontas, após esfregar as conchas com as duas mãos e jogar. As conchas que cairem fora da toalha são eliminadas. Se, dentro da mandala, a quantidade de conchas for em nº par, a resposta é "sim", se for nº ímpar, a resposta é "não". Ainda se as conchas estiverem voltadas para cima, indicam facilidade, se estiverem para baixo, dificuldade. As 02 conchinhas auxiliares são usadas para questões relacionada a tempo, representado por meses. Portanto para perguntas sobre tempo, jogar as 12 conchinhas e contar os meses a partir do mês presente.

Ritual de Sta Sara - Indicado para fazer no dia de Sta de Sara. Colocar na imagem de Sta Sara, vários lenços, pequenos e coloridos, dobrados em triângulos, comos e fossem mantos. Energizá-los com orações, pedidos e agradecimentos. Após isso, presentear pessoas queridas. Quem receber, irá fazer um pedido, dar um nó ao meio do lenço e guardar. Quando o pedido for realizado, desfazer o nó e guardá-lo.

Novena de Sta Sara para gravidez - Para pedir a Sta Sara, a graça de ser mãe e ser atendida, faça essa novena. É simples e poderosa. Compre um lindo lenço, bem colorido, como usam as ciganas, e amarre-o em volta da imagem ou gravura de Sta Sara, pedindo por um bebê. Durante 09 meses, que é o tempo de uma gestação - faça todos os dias a oração de Sta Sara. Segundo a lenda, a graça poderá ser atendida antes mesmo do fim da novena. Quando o bebê nascer, o lenço passará a aser amarrado no berço até a criança completar um ano. Se for menina, em agradecimento, costuma=se dar o nome de Sara, se menino, nomes dos díscipulos de Cristo, podendo ser usados como segundo nome. Boa Sorte!

Poderosa Oração de Sta Sara - "Amada Sta Sara! No silêncio da minha alma, dirijo-me a vós e peço com todo amor que perdoe e mim e aos meus semelhantes que por ventura tenham me causado mal, proposital ou não. Eu os perdôo também, pois sei que é única e verdadeira rainha cigana, que abençoa e ampara a todos, sendo cigano ou não, pois sei que tens muita luz para entender a pequenez humana, e sei que sabe que não somos propriedade de ninguém, inclusive de etnias, sendo um Espírito de muita luz, indo além disso tudo! Qualquer ser humano que se dirija a vós, será abençoado e amparado por vossa luz. Sta Sara nos ampare, abra nossos caminhos espirituais, para que não sejamos vítimas das injustiças e da malidicências. E que não tenhamos inimigos, pois todos nós somo irmãos! E que eu pratique a luz, a devoção a vós, e que nunca aja de forma cruel com meus semelhantes, e que eles não se tornem cruéis, incluindo os que professam a vossa devoção! Pela alegria dos ventos, da lua cheia, do sol que nos ampara, através do fogo divino, pelas águas abençoadas que nos fornece a vida e o alimento pela terra que piso com orgulho de ser sua devota. Recorro a vós pedindo: paz, luz, sorte, saúde, proteção para mim e minha família. Agradeço-te também pela energia de luz que recebo nesse momento em que eu oro e recebo vossa luz que necessito (fazer pedidos). Pelas fitas coloridas, pelas rendas, pelas músicas alegres do povo cigano, dedico essa prece para todos os povos e criaturas da natureza. Que assim seja sempre!"

Oração para realização de seus propósitos - "Salve a natureza! Salve o círculo mágico azul que nos envolve! Eu sou feliz e rica, eu tenho o hoje e o amanhã! Tenho meu futuro pela frente! A saúde tomou conta do meu corpo! Obrigada por tudo de bom que me destes e continua dando. Porque eu posso, eu quero, eu mereço, eu vou conseguir através da luz cigana, dos mentores ciganos, e e realizarei todos os meus sonhos, porque poder é querer, e eu posso. Salve Sta Sara Kali! Que sempre ilumine o meu caminhos afastando os inimigos da minha estrada, que os olhos dele não cheguem até os meus, e que seus passos não cruzem meus caminhos. Que assim seja sempre!E que assim se faça sempre!"

Bênção de Sta Sara - Para que você possa sentir a anergia desta Sta Cigana. Pegue um copo com água filtrada. Esta é uma mentalização para limpeza de seu interior. Uma limpeza no corpo físico e no corpo espiritual. É simples: coloque sua mão direita sobre o copo e repita as evocações:


- Deus Pai, Sta Sara, meu povo cigano, que desça sobre este copo com água, suas energias de anmor, saúde, paz e prosperidade.
- Que Sara Kali, derrame todas as suas bênçãos nesta água, água que é a fonta da vida, é fonte purificadora.
- E ao bebê-la todo o meu corpo físico e meu corpo espiritual sejam purirficados de condensações energéticas negativas, de energias que adoecem a alma e contaminam a mente.
- Que eu seja abençoado(a) e protegido(a) pelo seu amor, minha Sara Kali. Amém!


Beba a água lentamente, sentindo que ela está limpando todo o seu interior. Se você sentir algum desconforto, não se preocupe, pois faz parte dessa limpeza, e será passageiro.
(Essa benção de Sta Sara foi pessada pela Cigana Isabelita na Rádio Mundial-SP)

A imagem de Sta Sara fica na cripta da Igreja de Saint Michel, em Saints Marie De La Mer, região da Provença, Sul da França, onde seus ossos foram depositados. O epíteto "Kali", significa "negra!, porque sua tez é escura. Fontes variam se sua canonização aconteceu em 1712. Porém é considerada pela Igreja Católica, Santa de Culto local . Sua imagem é coberta de lenços, seu manto é azul, algumas possuem uma pequena coroa na cabeça, e também é possível encontrá-la em versões branca e negra. É a protetora da maternidade, dos desesperados, oprimidos e desamparados. Atende todos os pedidos. Assim, todos os anos, na madrugada do dia 24 de maio, milhares de ciganos de todas as regiões da Europa e do Mundo, reunemse na pequena igreja Saint Michel em louvor e homenagem à sua Padroeira. No Brasil, já temos sua imagem, numa gruta ao ar livre, no Parque Garota de Ipanema, no Rio de Janeiro, onde também são realizadas festas e homenagens à Sta Sara.


Consagrando a Imagem de Sta Sara - Para consagrar sua imagem, siga seu coração. Pode-se levá-la ao mar e banhá-la, porém nunca afunde a imagem. Pode-se também perfumá-la com lavanda ou outro perfume de sua preferência. Faça um pequeno altar, coloque a imagem, um vaso com 03 rosas brancas (03 Marias) e acenda uma vela azul clara.
A imagem emana uma energia quase mágica, é como um fio condutor de energia que liga o céu e a terra, nos aproximando ainda mais de tudo aquilo que acreditamos.

Música Santa Sara (Wal Hei):
Sempre ao meu lado ela está
com seus mistérios, sua luz.
Santa Sara, Santa Sara,
Minha vida tu conduz.
Somos filhos do vento,
das estrelas, do luar.
Tua voz, meus sentimentos.
Tua força em meu cantar.
Te pedimos pela figa,
pelo brilho dos cristais.
Estrela de cinco pontas,
meu caminho, sigo em paz.
Escureça como a noite o olhar dos inimigos
A ti peço todo dia que abençoe minha tsara
Santa Sara, me acompanhe,
ilumine o meu cantar,
e palavras de carinho
quero a todos ofertar.
E me afasta do orgulho,
da vaidade, ambição.
Sei que herdarei o mundo,
dando a ti meu coração.
Santa Sara, me acompanhe,
ilumine meu pensar,
e palavras de carinho
quero a todos ofertar.

Manjar de Sara Kali - Esse manjar é servido durante a slava de Sta Sara no dia 24 de maio, ou nas festas ciganas em sua reverência.
Ingredientes: 01 garrafinha pequena de leite de côco, 01 xícara de açúcar, fava de baunilha à gosto, 03 colheres de amido de milho, 150gr de côco ralado, ameixas em calda, clara de 03 ovos, raspas limão.
Modo de fazer: Misturo tudo e leve ao fogo brando para cozinhar até que se forme um mingau. Coloque numa fôrma e leve para geladeira até endurecer. Depois desenforme. Bata as claras em neve, acrescentando açúcar, a calda da ameixa e as raspas de limão. cubra o manjar e leve ao fôrno rapidamente para dourar. Pronto para Servir.
Para oferenda, cubra o manjar com pétalas de rosas brancas e leve-o ao mar. Pode ser também recheados de pedidos. Acendas 03 velas, para Sta Sara, Maria Salomé e Maria Jacobé.


Ritual de Sta Sara para o Amor - Santa Sara pode nos trazer amor, proteger os relacionamentos afetivos e favorecer as uniões e alianças sentimentais. Você poderá fazer este ritual para qualquer dificuldade que esteja sendo enfrentada em sua vida amorosa; seja para o fortalecimento de um relacionamento ou até mesmo para o encontrar um verdadeiro amor. Este ritual deverá ser feito durante três dias consecutivos, em fase de Lua Cheia. Procure criar uma corrente de proteção realizando este ritual no mesmo horário, todos os dias. Num prato branco, coloque duas velas azul-claras. Em volta delas, acrescente em forma de círculo um pouco de mel e ao lado não deixe de colocar um vaso com flores amarelas e uma vareta de incenso de rosas. Acenda as velas e o incenso e faça uma oração à Santa Sara mentalizando seus pedidos. As velas e o incenso deverão queimar sem interrupções até o final. As sobras do ritual deverão ser entregues num local onde haja natureza, pode ser num jardim ou praça.

Oração à Sta Sara
Abençoada Senhora
Protetora dos caminhantes, conduza- nos com sua luz na segurança de nossos passos.
Assim como os anjos celestiais a conduziram, rogamos sua proteção em nossos caminhos por esta vida. Senhora Sta Sara, somos todos ciganos em busca de um campo plano e virtuoso onde possamos fincar nossas famílias. Que hoje, nossa alma se alegre e festeje na sua graça e bondade, e todas as cores de céu, enfeitem a nossa vida na certeza de dias claros e serenos. Salve Sta Sara Kali.


Oração Ritualística à Sta Sara
Estrela Azul de D'Arma, pelos sagrados símbolos do triângulo e da cruz, eu (dizer seu nome), nascido(a) no dia (data de nascimento), protegido(a) por Sta Sara, peço ao povo cigano, (mentalizar a energia que o acompanha), que traga para mim (pedidos, nunca pessoas), em nome de Sta Sara e do Mestre dos Mestres, Jesus, o Cristo. Que assim seja para todo o sempre!

Música Sta Sara, com oração de romanês
Manglimos Katar e Icana Sara Kali.
Tu Ke San Pervo Icana Romli Anelumia.

Tu Ke Biladiato Le Gajie Anassogodi y Guindiças.


Tu Ke daradiato Le Gajie. Tai Chudiato Anemaria.

Thie Meres Bi Paiesco Tai Bocotar.


Djenes So Si e Dar, E Bock, Thai O Duck Ano Ilô.

Thiena Mekes Murre Dusmaia Thie Açal Mandar Thai Thie Bilavelma.


Thie Aves Murri Dukata Angral O Dhiel

Thie Dhiesma Bar, Sastimôs ,Thai Thie Blagois Murrô Traio


Thie Dhiel. O Dhiel.

domingo, 21 de maio de 2017

DESCUBRA A SUA MISSÃO PELA DATA DO SEU ANIVERSÁRIO!!! OS 7 RAIOS CÓSMICOS DE MISSÃO




No Plano Divino, tudo está dividido em seções de 7, o Reino Celestial, a Terra. Assim, também, os raios cósmicos se manifestam no mundo das formas, no mundo terreno, em 7 raios principais, vindo de uma única fonte, da luz branca cristalina, que é emanada pelo Criador. Cada raio corresponde a uma cor, com atributos e virtudes que devemos alcançar nesta experiência terrena. E todos nós, estamos ligados a um raio cósmico, que nos mostra os desafios que devemos superar nesta vida.

Cada raio cósmico é regido por um dirigente responsável, um mestre ascensionado, que orienta na busca e consciência dos atributos que devemos conquistar, a nossa missão terrena! Estes mestres são ascensionados, porque viveram na Terra, como qualquer outro humano, mas, superaram o sofrimento, aspectos do ego, e alcançaram uma grande evolução espiritual, deixando, o ciclo de reencarnações na Terra!

São vários mestres ascensionados que trabalham no Plano de Luz, orientando a humanidade na sua evolução. Trabalhando com os raios cósmicos, são conhecidos como a Fraternidade Branca. Além desses mestres, anjos, arcanjos, e todas as denominações dos que trabalham a serviço da Luz, auxiliam nesse trabalho de evolução da consciência humana.

Todos, são parte de um projeto maior, auxiliando a humanidade na sua jornada terrestre, na superação do seu sofrimento, de pensamentos, emoções negativas que limitam a nossa capacidade de expandir o AMOR. São como amparadores, instrutores que nos orientam transmitindo seus conhecimentos para que possamos despertar a nossa consciência para um propósito maior.

E estes seres de luz estão muito próximos de nós…

…Conhecem o nosso sofrimento, muitos, também sofreram no plano terreno até que alcançassem a ascensão. Mestres como Jesus, Buda, Maomé, Confúcio, Moisés, Abraão, que foram encarregados de levar a mensagem de Deus para os povos da sua época. Muitos considerados santos na Terra, como Maria, São Francisco, São José, Santa Clara, fazem parte desta hierarquia de luz. E eles sempre estão dispostos a nos aconselhar com palavras de compreensão, amor, incentivo, paz.

Se você quer se comunicar com eles, esteja de coração aberto…

…disposto a receber as mensagens. Meditação é um bom caminho, orações, além de mensagens canalizadas por muitas pessoas que divulgam o trabalho destes mestres, através de livros, áudios e escritos que podem ser acessados em sites de forma gratuita. O importante é transmitir ao maior número de pessoas o conhecimento sobre a Fraternidade Branca e seus ensinamentos.

Para conhecer alguns ensinamentos desses mestres, sugiro que você acesse o blog da Maria Silvia Orlovas, que é escritora, terapeuta de vidas passadas, e canaliza mensagens da Fraternidade Branca.

http://mariasilviaporlovas.blogspot.com.br/

Em grande parte do material estudado, a Fraternidade Branca dividisse em sete raios principais. Cada raio corresponde a uma cor, e tem um mestre que é responsável por cada raio. Então, são sete raios, sete cores: azul, amarelo, rosa, branco, verde, rubi e violeta. Também são conhecidos outros raios além dos sete, mas, vamos aqui falar apenas destes.

Cada raio está relacionado a uma qualidade do Eu superior. A um potencial divino que o ser humano deve alcançar dentro de si. Os raios trazem uma qualidade, um potencial em cada cor representada.
O raio azul está relacionado ao poder, força, coragem.
Raio amarelo à sabedoria, inteligência.
Raio rosa ao amor, tolerância e beleza.
Raio branco à pureza, harmonia, ascensão.
Raio verde à verdade e cura.
Raio rubi à devoção, tolerância.
Raio violeta à transmutação, purificação.

E como o conhecimento destes raios pode ajudá-lo?!

Sabemos que estamos em um mundo de sofrimentos e cada um de nós traz uma dificuldade, um aspecto negativo em nossas personalidades, que são formadas ao longo de vidas, por ancestralidades. E temos uma longa jornada de emoções, sentimentos negativos que devemos superar para vivermos de forma plena, alcançando o divino dentro de nós.

Intolerância, raiva, incompreensão, medo, ódio…estes são aspectos que cada raio, em sua frequência e vibração, tem o poder de curar.

Para dar mais um passo na sua evolução espiritual, trabalhe as suas emoções!

http://opoderdacura.com.br/contato-e-sessoes-de-eft/

Como exemplo, o raio azul, dá coragem e força, e nos traz a cura do sofrimento pelo medo. O raio verde está relacionada à cura, e muitas pessoas que trabalham como médicos, enfermeiros, estão relacionados a este raio. E para quem precisa se libertar de padrões negativos, vícios, e transmutar sua vida, o raio violeta tem o poder de fazer esta transformação.



Se você observar a sua vida, seus familiares, e quem está à sua volta, vai entender que existe sempre um padrão, uma situação, acontecimento que se repete na sua vida, e isso quer mostrar um aprendizado que você precisa ter. Aquilo que você precisa aprender, superar, esta é a sua missão na vida! Como exemplo, se você se comporta de uma forma intolerante, o seu aprendizado é se tornar mais tolerante com os outros e situações das quais não gosta. Neste caso, o raio rosa, seria a sua missão, porque a tolerância, amor, compreensão são qualidades deste raio.


E você pode descobrir a sua missão através dos raios da fraternidade branca. Basta que some a data do seu aniversário, exemplo: 06/09/1980. Você reduzirá a um único número, que será igual ou menor que sete.

Então: 0+6+0+9+1+9+8+0 = 33, então 3+3= 6



Com esta data, o resultado será 6, que significa que a pessoa tem o raio de missão rubi, o sexto raio. Se o resultado for 1, então você é do 1º raio, se for 2 é do 2º raio, assim, sucessivamente. Se a soma der 8, 9, você reduzirá de 7. Abaixo, as ordens dos raios, seus mestres e qualidades de cada um.


Confira qual a sua missão de acordo com os raios!


1º Raio – Azul

dia da semana: domingo

Mestre dirigente deste raio: El Morya Khan


Se você tirar este raio de missão, provavelmente é uma pessoa com grande capacidade de liderança. Com coragem para persistir diante dos obstáculos, capacidade natural para inspirar outras pessoas a agirem com mais ousadia e expressão. Tem grande confiança no cumprimento das suas tarefas, sempre exigindo de si e se colocando nas situações de grande desafio.

Características positivas: coragem, diligência, rápido discernimento, capacidade de liderança, inspira os outros, aventureiro, não desanimado por fracassos iniciais, persistente até que o objetivo seja alcançado.

Características negativas: ambição ilimitada, uso da vontade para propósitos egoístas, manipulação dos outros pelo poder pessoal, ira fácil, intolerância a crítica, forte sentimento de orgulho pessoal, não tem paciência para os detalhes, pois está sempre preocupado com o resultado final e as vezes não respeita o ritmo mais lento dos outros.

Como conselho, as pessoas com estas características devem cultivar a compaixão, humildade, tolerância com o próximo, o interesse em partilhar seus conhecimentos.

Você precisa utilizar a sua capacidade de liderança para ajudar ao próximo no conhecimento do seu potencial. Os líderes devem ser pessoas sensatas, com um grande amor para oferecerem. Para que não se tornem tiranas, vazias. Não se deixe levar pela insegurança que muitas vezes nos traz uma atitude arrogante. Você não é o melhor, nem o pior. Apenas segue o seu aprendizado, a sua missão, assim como cada um tem o seu caminho.


2º Raio – Amarelo

dia da semana: segunda-feira

Mestre dirigente deste raio: Confúcio.


Pessoas que possuem este raio de missão são pacificadoras, tem o dom da intuição. São considerados mestres natos, tendo grande capacidade para ensinar, e orientar os outros. O forte magnetismo característico deste raio, faz com que a pessoa se sinta sobrecarregada, devido sua forte sensibilidade à necessidade dos outros, querendo sempre ajudar.

Características positivas: naturalmente solidário, compassivo, desejoso de ser útil, generoso, filantrópico, calmo, forte, paciente no lidar com as situações cotidianas da vida, leal, confiável, amante da verdade, intuitivo por natureza.

Características negativas: frieza, exageradamente enfatizado no aspecto da Sabedoria, indiferença com os outros, afeição mal dirigida, sempre lamentando as coisas, tendo uma perspectiva negativa da vida, e raramente satisfeito com realizações pessoais.

Cultive uma intelectualidade, sabedoria, voltada para o Amor,ajudando o próximo a se descobrir e superar suas dificuldades. Quando o conhecimento é desprovido de amor ele não é expandido. Ficamos limitados àquilo que achamos que é melhor, envolto em pensamentos de crítica. E não evoluímos como devemos evoluir!

Sem o Amor, a intelectualidade se torna vazia, sem propósitos maiores. E devem cultivar esse amor por si mesmos, respeitando seus limites. Para que não se sintam vítimas dos outros, o que pode levar a um isolamento, no intuito de se defenderem do outro.


3º Raio – Rosa

dia da semana: terça-feira

Mestre dirigente deste raio: Rowena


Caracterizam pessoas deste raio de missão sua capacidade de criação de ideias. Inventores, pensadores, eruditos são aqueles que estão sob a influência do raio rosa. Além disso, habilidade em negócios, que sendo influenciado pelo ego, geram pessoas manipuladoras, inescrupulosas nos negócios. São capazes de planejar um futuro melhor para o seu tempo, são muito ativas, criativas. Gostam de compartilhar ideias, informações e têm grande capacidade de comunicação.

Características positivas: adaptabilidade, intelecto claro, fala articulada e facilidade na comunicação de ideias, habilidade para os negócios, habilidade de planejar com antecedência de modo lógico, capacidade apurada em não preocupar a si e aos outros com assuntos insignificantes.

Características negativas: Tendência a ser excessivamente ativo e nervoso, muito orgulhoso de suas próprias capacidades, egoísmo por meio de um sentimento de isolamento, manipulação de outros, especialmente em termos do uso dos recursos de outras pessoas, jogos mentais, demasiado apego ao materialismo.

Pessoas com estas características podem ser muito críticas e precisam vencer este aspecto em suas personalidades. Também devem ser receptivos às ideias de outras pessoas. Tolerância, partilha, evitar o isolamento devido um orgulho intelectual que pode considerar outras pessoas inferiores, são características que pessoas deste raio de missão devem vencer.

Você tem seu dom, outros também têm dons diversos. Confie em você, na sua capacidade, e esteja longe dos julgamentos que limitam o que você é e o que os outros são realmente! Você deixa de agir de forma espontânea, criativa, porque o medo de ser julgado também passa a fazer parte de você. Liberte-se para poder libertar o outro!


4º Raio – Branco Cristal

dia da semana: quarta-feira

Mestre dirigente deste raio: Seraphis Bey


Características positivas: grande senso de equilíbrio e simetria, sensibilidade poética, especialmente quanto à natureza, imaginação, criatividade na formação do estilo de vida de uma pessoa, pode manter a luta e o conflito até que os objetivos desejados sejam alcançados.São pessoas com grandes dons, mas encontram grande dificuldade de exteriorizar seus talentos, devido uma falta de atitude, inércia diante da vida. Entretanto, quando sobrepõem essa dificuldade se tornam dinamicamente criativas, agindo com coragem e visão firme. Possuem uma natural atração pelas coisas da matéria, gostam de conforto, de se vestirem bem, são na grande maioria vaidosas, e associam bem-estar a segurança material.

Características negativas: indolência, comodismo, pode ser excessivamente impetuoso, pode iniciar conflitos desnecessariamente, inquietude e tendência para a depressão quando as metas não podem ser atingidas. Tendência a preguiça.

Deve cultivar o equilíbrio e serenidade nas suas realizações. Manter uma mente tranquila para compreender e se focar nos seus objetivos. Sair da sua zona de conforto, se sente que sua vida está parada, faça um movimento para sair desse estado! Cure-se e liberte-se de tudo que lhe prende evitando as suas realizações.

Ame-se e respeite o seu aprendizado, todos erramos e devemos compreender que esse é um processo natural. Não existe aquele que é melhor porque não erra! Confie, aja e erre para poder aprender! Não se prenda ao medo, que é o pior inimigo. Quando não agimos por medo de errar ficamos parado no tempo.


5º Raio – Verde

dia da semana: quinta-feira

Mestre dirigente deste raio: Hilarion


Pessoas com intelecto perspicaz e precisos nos detalhes, com grande amor pelo conhecimento, são pessoas voltadas para área dos estudos. Com grande preocupação em provar tudo através de métodos científicos. Suas contribuições para o bem-estar da humanidade são ilimitadas. Pessoas desse raio de missão estão envolvidas com processos de cura. Trazem uma grande contribuição para a medicina, são médicos, enfermeiros, terapeutas…nos mais diversos aspectos da cura.

Características positivas: poder de dominar uma área de especialização escolhida, observador imparcial em busca da verdade, exatidão na fala, percepções mentais precisas e visão para a aplicação do conhecimento, amor pela pesquisa científica.

Características negativas: ausência de compaixão e simpatia, uma perspectiva demasiadamente estreita, análise constante e excesso de minúcias, pedante, superestimativo dos aspectos de sua forma de vida, materialismo, crítica severa, orgulho mental, preconceito.

Pessoas com características negativas em relação ao raio de missão devem cultivar a tolerância intelectual, evitando uma atitude crítica em relação aos outros. Expandir o seu conhecimento com amor e compartilhar dos sentimentos dos outros. Entender que a vida não é explicada sempre pela lógica.

Não queira o controle sobre tudo na vida. A vida é um mistério. E nem tudo pode ser provado, sempre estamos cercados de dúvida. Seja livre, permita-se ser quem você é, você não precisa provar nada a ninguém. Ame, cuide e esteja sempre disposto a ajudar ao próximo, sem julgamentos, apenas fazendo o que tem que fazer!


6º Raio – Rubi dourado

dia da semana: sexta-feira

Mestre dirigente deste raio: Nada


Geralmente pessoas muito devotas, idealistas por natureza. Muitas podem ser levadas ao fanatismo, aqueles que são membros de uma religião, seita ou culto. Forte sensibilidade e noção de ajuda ao próximo, podem se sentir sobrecarregadas e sofredoras por fazerem sempre pelo outro esquecendo de si mesmas. São pessoas que estão na busca da espiritualidade e na sustentação da paz.

Características positivas: amor, ternura, abnegação, devoção e reverência, coragem para lutar por suas convicções, lealdade, sinceridade e objetividade.

Características negativas: virtudes exclusivistas, preconceito, intolerância, fanatismo.

Precisam estar atentos a esses aspectos negativos, trabalhando o equilíbrio de seus sentimentos. Maior flexibilidade e tolerância com os outros. Verdade e capacidade de dizer não às pessoas, e serem verdadeiras consigo mesmas. Sair do estado de vitimização, em que os outros são sempre responsáveis pelos seus sofrimentos. Cultivar uma visão ampla de todos os aspectos da vida.

Não existe uma única verdade, um único caminho. As pessoas são de lugares, culturas, e mesmo, ainda que de um mesmo local, tiveram experiências diferentes. Cada um tem seu aprendizado! Você também tem o seu. Seja tolerante, respeite, ame, doe-se, mas sem se perder de você. De quem você é de verdade, sem conceitos, crenças, limitações!


7º Raio – Violeta

dia da semana: sábado

Mestre dirigente deste raio: Saint Germain


Pessoas que são amantes dos rituais e cerimônias. Apreciam uma vida organizada, metódica, seja no aspecto pessoal ou profissional de suas vidas. Buscam se recolher, se isolam, procurando lugares em meio à natureza, em busca da espiritualidade.

Características positivas: cuidado no detalhe, força e autoconfiança, habilidade de fazer surgir ordem, transmutação/transformação de sentimentos negativos.

Características negativas: adesão excessivamente rígida a regras e regulamentos, pode sacrificar a autodeterminação para seguir ordens impostas por superiores. Supersticiosos, pretensiosos, formais.

Devem cultivar um espírito mais livre para alcançarem a espiritualidade. Buscarem uma atitude menos rígida diante da vida. Sendo tolerantes consigo mesmos e com outros que não aceitam sua forma de pensar. Desprender-se de uma posição formal, libertar-se de conceitos que possam limitá-los nas suas ações, na evolução do seu ser. Acreditar na sua capacidade de mudança, de transformação, que leva ao conhecimento do seu Eu verdadeiro.

Você tem a capacidade de se transformar e transformar tudo e todos à sua volta.. Quando você se liberta de padrões, crenças, então, encontra o seu Eu verdadeiro. Seja confiante em suas ações e mude aquilo que você quer mudar. Não deixe que os outros digam o que você deve fazer, olhe para si e encontre as respostas que procura . Liberte-se de tudo que lhe prenda à situações, e pessoas, que não contribuem para o seu crescimento.

Se inscreva no nosso site, cadastre seu e-mail no campo abaixo! E receba atualizações sobre este tema, mensagens, artigos, cursos…e muito mais!! Você receberá conteúdo de qualidade para ajudá-lo no dia a dia, na sua evolução e autoconhecimento!

Também…deixe seu comentário sobre este artigo, o que achou sobre ele?!

Você conhece a Fraternidade Branca?

Como você se comunica com seus mentores, anjo da guarda, os seres que te auxiliam?

Você já sabe qual é a sua missão?

E também deixe sua sugestão…para tornar os artigos sobre este tema cada vez melhores…Adoraria saber a sua opinião!! Obrigada!

SANTA RITA DE CÁSSIA, DIA 22 COMEMORAMOS SEU DIA!!!



O sofrimento que tanto causa horror ao homem moderno é um dos meios mais eficazes de conferir celebridade. É o que encontramos nestas linhas sobre Santa Rita.


Santa Rita de Cássia
O cálice da obediência



A obediência é uma das virtudes mais difíceis de serem praticadas, pois obedecer significa contrariar a própria vontade para fazer a de outrem, mortificando de modo especial a natureza humana, que recebeu de Deus a liberdade.

A História nos revela inúmeros belos exemplos de obediência. O mais sublime, sem dúvida, é o de Jesus, o qual, para redimir o gênero humano, “fez-se obediente até a morte, e morte de cruz”.

Abaixo do Salvador, o mais excelso modelo de obediência é Maria Santíssima, a perfeita discípula de seu Filho Divino, nesta como em todas as outras virtudes.

Convido o leitor a passear comigo, neste artigo, pela vida de uma santa que sorveu desde menina o cálice da obediência, seguindo o exemplo supremo de Jesus e excelso de Maria: Santa Rita de Cássia.

Sua festa se celebra no dia 22 de maio. Ela é invocada especialmente como protetora das causas impossíveis, pelo motivo que o leitor verá adiante.


Menina privilegiada

Embora já de avançada idade, Antonio Mancini e sua esposa, Amanta, não cessavam de rogar a Deus, confian­te e insistentemente, a bênção de terem um filho que ­lhes alegrasse o lar. Viviam eles na pequena aldeia de Rocca Porena, em Cássia, na Úmbria.

Para atender às preces desse piedoso casal, realizou Deus o primeiro “impossível” da vida de Santa Rita: seu nascimento no dia 22 de maio de 1381.

Era uma encantadora menina. E desde sua mais tenra idade, a Divina Providência começou a manifestar especiais desígnios a seu respeito. Segundo narra uma tradi­ção, enquanto ela dormia na cestinha que lhe servia de ber­ço, com freqüência apareciam umas raras abelhas bran­cas que esvoaçavam em torno dela e depositavam suavemente mel em seus lábios, sem feri-la ou despertá-la. Um dos camponeses vizinhos, presenciando a cena por primeira vez, quis afastar os insetos com a mão aleijada que tinha. No mesmo instante sua mão ficou curada.

Depois da morte de Santa Rita, essas mesmas abelhas brancas começaram a aparecer anualmente no mosteiro das agostinianas, onde ela passou os últimos anos de sua vida. Lá chegavam na Semana Santa e permaneciam até o dia 22 de maio. Depois se retiravam, para retornarem na Semana Santa seguinte. Até hoje podem ser vistos pelos peregrinos os buraquinhos feitos por elas nas paredes do mosteiro.


Infância marcada pela piedade e obediência

Desde pequena, demonstrava Rita grande inclinação para a piedade. Seus pais, apesar de não saberem ler nem escrever, ensinaram-lhe o Catecismo e a história de Jesus. Dedicava-se com grande gosto à oração, meditava sempre sobre a Paixão de Nosso Senhor. Não sabia ler nem escrever. Entretanto, “lia” continuamente o mais mag­nífico de todos os livros: o Crucifixo.

Além de ser especialmente devota de Nossa Senhora, es­colheu como padroeiros São João Batista, Santo Agos­tinho e São Nicolau de Tolentino. Procurava abs­ter-se de brinquedos e travessuras próprias à ida­de infantil, como mortificação para consolar a Jesus Crucificado.

O maior anseio de sua alma era ser religiosa. Exa­tamente neste ponto, exi­giu dela a Providência um enorme ato de obediência, acei­tando um estado de vida oposto ao chamado religioso que sentia na alma. Com apenas 12 anos de idade, foi obri­gada pelos pais a contrair matri­mô­nio com o noivo por eles escolhido, chamado Paulo Ferdinando.


Sofrimentos na família

O marido logo revelou-se um homem agressivo, de mau gênio, beberrão e dissoluto, o que fazia Rita sofrer tremendamente. Ela, entretanto, não só lhe foi sempre fiel, como também suportou tudo isso com extrema pa­ciência, durante 18 anos, sempre rezando e oferecendo esta espécie de martírio pela conversão dos peca­do­res, sobretudo de seu detestável marido.

E mais uma vez o “impossível” se realizou na vida des­sa mulher exemplar. Teve ela, afinal, a alegria de ver o es­­poso converter-se e pedir-lhe perdão por todos os maus tratos e pela vida devassa que havia levado. Quão oportuna foi esta conversão! Pouco tempo depois de reconci­liar-se com Deus, pelo Sacramento da confissão, Paulo Ferdinando foi assassinado por alguns dos maus compa­nheiros que tivera.

Os filhos do casal, dois gêmeos, então com 14 anos, juraram vingar a morte do pai. Vendo Santa Rita quanto os filhos haviam herdado as más tendências do pai, e te­men­do pelo destino eterno dos dois, dirigiu a Deus uma súplica: preferia ver seus filhos mortos a seguirem o cami­nho da perdição. Logo demonstrou o Pai de Misericórdia seu comprazimento com essa súplica de uma mãe verdadeiramente católica. Em menos de um ano, os dois fi­ca­ram doentes e faleceram, perdoando os assassinos de Paulo Ferdinando.


Entrada na vida religiosa

Viúva, sem filhos, livre de tudo que poderia atá-la ao mundo, Rita desejava fazer-se religiosa. Pediu para ser aceita no mosteiro das freiras agostinianas de Cássia, on­de sempre quisera ter estado. Mas — oh decepção! — a supe­riora lhe disse que infelizmente não podiam acei­tar viúvas na congregação, a qual era destinada apenas a virgens.

Imagine-se sua desilu­são e tristeza ao voltar pa­ra ca­sa!… Mas ela era uma mulher santa. Enquanto tal, em vez de deixar-se abater ou desanimar, decidiu seguir com mais ardor ainda do que antes sua vida de oração e peni­tência.

Acorreram em seu au­xí­lio seus padroeiros, San­to Agos­tinho, São João Batista e São Nicolau de Tolentino, obtendo da Medianeira de todas as graças a realização de mais um “impossível” em favor de sua protegida.

Conta-se que numa noite, estando ela imersa em ora­ção, apareceram-lhe estes três Santos e convidaram-na a segui-los. Em êxtase, ela os acompanhou. Quando voltou a si, estava dentro do mosteiro das agostinianas… Havia entrado lá milagrosamente, pois todas as portas e janelas encontravam-se perfeitamente fechadas.

Na manhã seguinte, a madre superiora reconheceu nesse prodigioso fato uma clara indicação da vontade divina e decidiu acolher Rita como noviça nessa santa congregação.


Obediência recompensada pelo milagre

Já revestida do hábito, a nova religiosa foi um exemplo de virtude para todas as suas irmãs de vocação.

Dos três votos da religião, aquele em que mais se esmerava era o de obediência, fazendo sempre a vontade das outras em tudo, até mesmo no que poderia parecer ridículo e insensato. Por exemplo, a superiora mandou-lhe regar todos os dias uma parreira que já estava seca e morta. A obediente freira cumpriu rigorosamente a ordem durante um ano. Uma vez mais o que parecia impossível se realizou: do tronco morto brotaram sarmentos que cresceram e produziram flores e frutos! Existe ainda essa “videira de Santa Rita”, que produz uvas de um sabor especial, as quais amadurecem em novembro.


Partícipe das dores de Jesus coroado de espinhos

Durante a Quaresma de 1443, o grande pregador Santiago de Monte Brandone fez em Cássia um magnífico sermão sobre a Paixão de Jesus, destacando sobretudo o episódio da coroação de espinhos. Depois de ouvir esse sermão, Santa Rita sentiu-se tomada do desejo de parti­cipar dos sofrimentos de Nosso Senhor nesse lance de sua Paixão.

Rezando diante de seu crucifixo, viu espargir-se dele suavemente uma luz, e um espinho desprender-se da co­roa e cravar-se em sua fronte, provocando-lhe uma ferida que a fez sofrer durante seus últimos 15 anos de vida. Além de exalar mau odor, essa provocava-lhe muitas enfermidades. Assim, teve ela atendido deu desejo de ser verdadeiramente partícipe das dores de Jesus coroado de espinhos.


Morte santa, a recompensa

Santa Rita teve uma morte santa, sendo obediente à vontade de Deus até o fim.

Estando já muito enferma, pediu a Jesus um sinal de que seus filhos estavam no Céu. Em meio a um rigoroso inverno, recebeu uma rosa colhida no jardim de sua antiga casa, em Rocca Porena… Pediu um segundo sinal e, no fim do inverno, recebeu um figo, também de seu jardim. Com a realização desses dois “impossíveis”, Deus, por assim dizer, mostra seu comprazimento em que essa gran­de Santa seja invocada como a “Advogada dos impossíveis”.

No dia 22 de maio de 1457, voou para o Céu a bela alma de Santa Rita.

A chaga de sua fronte transformou-se em uma mancha vermelha como um rubi, de onde se exalava uma agradável fragrância. Sua cela ficou iluminada por uma luz celestial e os sinos, sozinhos, repicaram num toque de júbilo e glória.

Foi velada na igreja, aonde acorreu uma multidão de pessoas para vê-la e venerá-la. De seu santo corpo ema­nava um tal perfume que nunca foi enterrado. Perma­ne­ce incorrupto até hoje, exposto à veneração dos fiéis no convento de Cássia.


Mensagem de Santa Rita para os dias atuais

Qual é a mensagem que esta grande Santa nos transmitiria nestes dias em que vivemos?

Creio que a resposta está nas palavras proferidas pelo Santo Padre João Paulo II, em 20 de maio de 2000, saudando os devotos de Santa Rita que faziam a peregrinação jubilar:


É uma mensagem que brota de sua vida: a humildade e a obediência foram o caminho que Rita percorreu para uma semelhança cada vez mais perfeita com Cristo crucificado. O estigma que brilha em sua fronte é a autenticação de sua maturidade cristã. Na cruz com Jesus culminou o amor que já havia conhecido e expressado de modo heróico em seu lar e mediante a participação nas vicissitudes de sua cidade.

Seguindo a espiritualidade de Santo Agostinho, fez-se dis­cípula do Crucificado e ‘especialista em sofrimento’, aprendeu a compreender as penas do coração humano. Deste modo, Rita se converteu na advogada dos pobres e dos desesperados, obtendo inumeráveis graças de consolo e for­taleza aos que a invocam nas mais diversas situações.

Que Santa Rita de Cássia nos ajude a compreender os desígnios de Deus para cada um de nós individualmente, e a sorver até a última gota o cálice da obediência à sua vontade santíssima, ao longo de nossa existência.