Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

REPRESENTAÇÃO ANIMAL DOS ORIXÁS


A Umbanda é uma religião 100% brasileira que usa conceitos de outras religiões como o Candomblé, o Catolicismo, Religiões Indígenas (Pagelância, Jurema, etc), Espiritismo de mesa branca, entre outras para formar-se como religião independente, todavia, hoje em dia já é possível verificar ramificações da Umbanda, tais como: Umbandomblé, Umbanda Branca, etc.

Você já ouviu a expressão "Umbanda esotérica" ou "Umbanda cabalística"? Estas são apenas algumas ramificações dos tipos de Umbanda que consideram o estudo dos animais junto aos orixás (Forças da natureza), sejam por simbolização, analogia, complemento de linha, características e até magia, embora tenham ênfase muito mais para correlação de animais x Orixás x horóscopo tradicional / chinês e neste sentido, acabam por considerar a simbologia de animais diversos a cada linha correspondente do Orixá.

Já no Candomblé, dependendo da nação (Angola, Jêje, etc) também é possível considerar um animal como extensão do Orixá (por exemplo Borboleta como Yansã) ou sagrado por ele. Neste caso, lendas africanas respaldam esta ligação e simbolização do Orixá em e/ou com o animal.

Religiões indianas reverenciam animais como vaca, elefante, etc. Religiões egípcias tinham o gato como um animal sagrado. O próprio Jesus (Oxalá em terra) tinha um grande afinco com as ovelhas, sendo inclusive pastor.

Desde o homem primitivo das cavernas, o ser humano sente esta necessidade de desenhar, simbolizar, colocar para fora o que tem e sente dentro de si. A domesticação, convivência, uso, observação e até luta com os animais presentes na natureza fez e faz história da nossa espécie. Podemos ir desde a descoberta do fogo, passando pela arca de Noé e indo com macacos e cachorros para os foguetes na lua, marte e outros experimentos espaciais.

O homem reconhece o animal da natureza em seus ritos, em sua sociedade, em seu uso, em seu subjetivismo, em sua religião e até em seu modo de ser (como tribos antigas usavam mascaras e peles de animais como vestimentas), ou ainda mais atual, o jogo do bicho, a criação de zoológicos, a domesticação de animais (cães, gatos, aves, peixes, etc), o uso de animais em bandeiras representando nações e assim por diante.

Independente da vertente teórica, teológica ou religiosa que fundamenta esta ideia, é possível perceber que estes animais psicológica, social, antropológica ou até espiritualmente tornam-se sagrados em muitas religiões, pois passaram a ter ligação direta e muitas vezes sendo interpretado como a própria presença dos deuses próximo a um filho.

Temos a lógica de quando vemos alguém com uma tatuagem no corpo de uma cobra: pensamos logo... essa pessoa é de Oxumaré, quando uma pessoa só usa peixes, estrelas do mar ela é de Iemanjá ou até quem só usa borboletas sabe que ela é de Iansã.... Mas e os outros orixás... Qual é a relação deles com os animais?

O homem sempre sentiu uma força animal dentro de si. Quando falo em animal falo de todas as espécies que não o homo sapiens. Os grandes mestres sempre disseram que temos um animal dentro de nós. Os chamãs, por exemplo, em seus rituais, sempre imaginam ou sentem a força de animais selvagens com energias fluindo, fazendo o corpo vibrar. Como por exemplo, um logo, uma onça ou uma ave. Veja que a águia faz parte da bandeira de vários países. Como também na Bíblia, temos muitas citações em relação aos animais principalmente na ritualística sagrada. Não é a toa que os animais sempre fizeram parte dos altares de todas as religiões.

Eram sempre usados vários tipos de animais em rituais, especialmente os sacrificais. De certa forma o sacrifício de Cristo, é um ritual mais evoluído das praticas ritualísticas de todos os tempos, que empregavam os sacrifícios de animais em oferta aos deuses. No Candomblé, por exemplo, existe o uso em rituais usando vários tipos de animais. Vemos que no Egito os deuses eram vistos com aspectos de animais, ou com caras, olhos, bocas, chifres e até totalmente em forma de animal. Também foram desenvolvidas diversas formas de lutas marciais que empregam o movimento dos animais na arte da luta. Como por exemplo, o Kungfu, a Capoeira e muitas outras.

Uma outra coisa muito profunda é a simbologia do Zodíaco de vários povos que sempre empregou a imagem de animais, para simbolizar o signo do nativo nascido num certo período. E até mesmo a elaboração do mapeamento do céu usou a forma animal para nomear a maioria das constelações. Isso porque o ser humano sempre capta essa forma animal no sagrado.

E assim também cada orixá tem seu animal preferido, como Ogum que está sempre ligado ao cavalo, como também na Umbanda-Astrologica pelo signo de Áries ligado ao Carneiro. E assim por diante. Descubra qual animal mais mexe com sua natureza, meditando, fazendo uma reflexão dos seus atos e de suas emoções. Também que seu signo age internamente dentro de você, saiba que um ariano tem mais iniciativa para a guerra, um escorpiano mais iniciativa pra vingança e assim se segue. Sabendo no entanto que tudo pode ser amplificado, minimizado ou até anulado dependendo das configurações gerais do mapa.

Segundo as Escrituras a desgraça do homem sempre veio em simbologia animal. Primeiro a Serpente tenta ao casal no paraíso. Depois temos a adoração de um bezerro de ouro pelo povo no deserto e muitos outros fatos ligados ao demônio com ligação com o simbolismo animal. Como por exemplo, uma legião de demônios que foi tirados de um homem e colocando em porcos por Jesus. Mas, também temos a citação do Salvador simbolizado como um Cordeiro Divino, o Leão da Tribo de Judá e a Pomba do Paraclito Santo, uma das Três Pessoas da Santíssima Trindade. Então que cada um possa sentir a força de seu animal interno de forma positiva, como um tigre ou um leão como foi compreendido, nas forças vitais descritas por Sidharta o Buda.

Então como podemos relacionar os animais com os orixás? Que eu saiba não existe uma relação especifica de animal com Orixá, mais sim existem imagens que representam ou imagens vendidas em lojas que fazem esse tipo de representação, ou seja uma lista de animais que energeticamente combina com o reino de atuação de cada orixá. São considerados amuletos de cada um deles e nada tem relação com os trabalhos realizados no terreiro. Vale como aprendizado de sabermos que nossa fé possa estar relacionada às forças da Natureza e que eles não poderiam ficar de fora.

Voltando a Umbanda, em geral, temos 7 linhas ou 7 tronos sagrados. Em cada trono há 2 ou mais Orixás, então temos:

TRONO DA FÉ
Oxalá – Caramujo, pomba branca em algumas casas, o carneiro e igbi.
Oiá – Borboleta e libélula
Iroko – Tartaruga e papagaio

TRONO DO CONHECIMENTO
Oxossi – Abelhas, Pavão e faisão
Obá – Ganso e galinha de angola
Logum Edé – Pato

TRONO DA LEI
Ogum – Cavalo e cachorro
Yansã – Borboleta e búfalo
Exu – Gato, galo, rato
Eguns, quiumbas – Mosca, mariposa. aranha, barata, rato, centopeias, insetos em geral.

TRONO DA JUSTIÇA
Xango – Leão e tartaruga
Egunitá – Mico-leão dourado, onça pintada e leoas.

TRONO DO AMOR
Oxum – Canário, peixes de água doce, canário e galinha de angola (sendo este ultimo sagrado para ela)
Oxumaré – Cobras
Ibeji – Coelho, macaco, andorinha, papagaio

TRONO DA EVOLUÇÃO
Obaluaê – Cachorro branco, marrom e/ou mestiço
Nanã – Rã e caranguejo (nos Mangues)

TRONO DA VIDA
Yemanjá – Estrela do mar, peixes, golfinhos, lagosta, baleias, e sereias (Embora este ultimo não possa ser visto hoje em dia como um animal existente na fauna terrestre)
Omolu – Cachorro negro
Ewa – Cobra

fonte: pagina A  MAGIA NA UMBANDA FACEBOOK

domingo, 8 de dezembro de 2019

OXUM, NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO HOJE 8 DE DEZEMBRO É SEU DIA, SAIBA TUDO SOBRE ELAS:

Oxum orixá feminina das águas doces, dos rios e cachoeiras, da riqueza, do amor, da prosperidade e da beleza, cultuada no Candomblé e Umbanda.

Quem é Oxum Orixá?

Imagem de Oxum Orixá, simbolizada por uma bela mulher vestida na cor amarelo ouro, segurando um espelho onde admira sua beleza.
Conhecida pelos nomes: Osun, Oshun, Ochun ou Oxum é uma orixá feminina ligada ao ouro e à fartura material.
É a Senhora da prosperidade e distribui riquezas materiais e espirituais aos fiéis que cultuam a orixá com regularidade.

Domínios na natureza e no corpo humano

A bela orixá Oxum tem domínio na natureza sobre as águas doces, as cascatas, as cachoeiras, rios e a chuva fértil e leve.
No corpo humano, Oxum rege o aparelho reprodutor e os hormônios.

Orixá da maternidade

Oxum é uma deusa africana incorporada à Umbanda, que está intimamente ligada à fecundidade, à gravidez e a criação dos filhos.
Por isso na Umbanda; as mulheres que desejam ter filhos recorrem a Mamãe Oxum, com sucesso; na maioria das vezes.
A orixá Oxum tem domínio sobre o líquido amniótico, a gravidez, sobre o feto e sua proteção à criança extende-se até os 7 anos de idade, quando passa a responsabilidade ao orixá de cabeça.

Orixá do amor

A faceira e delicada Oxum tem domínio também sobre a sexualidade e a sedução, sendo a orixá do amor, responsável pelas ligações amorosas.
Com seu brilho e inteligência seduziu a quem desejou, e; através de sua estonteante beleza, conquistou quase todos os orixás masculinos.
Devido as suas conquistas no campo amoroso; a bela Oxum também rivaliza com muitas orixás femininas, principalmente Iansã, pela disputa do amor de Xangô.
Através de mamãe Oxum; os fiéis buscam auxílio para a solução de problemas no amor, uma vez que ela é a responsável pelas uniões, sendo a deusa do amor.

Oxum Orixá – Patrona do Oráculo do Jogo de Búzios

A yabá Oxum é uma das orixás mais intuitivas do panteão africano, sendo a patrona do Jogo de Búzios.
No oráculo dos Búzios, através da interpretação de Oxum, são transmitidas as revelações dos orixás a seus filhos.

A força da palavra dita pelo filho de Oxum

Sua palavra é lei, e dizem na Umbanda, que quando um filho de Oxum fala algo, aquilo se realiza profeticamente, mais cedo ou mais tarde.
Oxum atua também na vida financeira, a que se deve sua denominação de “Senhora do Ouro”, que outrora era do cobre, por ser o metal mais valioso da época.

Nomes de Exús e Pombagiras de Oxum

Existem diversas entidades que trabalham na Falange de Oxum na Umbanda, listamos aqui alguns desses nomes para você.
imagem de vários Exús e Pombagiras  com a orixá Oxum ao fundo e o título: Nomes de Exús e Pombagiras de Oxum

1. Exús da Falange de Oxum

  • Veludo
  • Veludo das Almas
  • Gira Mundo
  • Exú Cigano Vladimir
  • Cigano Pablo
  • Cigano Juarez
  • Cigano Ramires
  • Exú Cigano Ramon
  • Cigano da Encruzilhada
  • Exú 7 Encruzilhadas
  • Exú dos Rios
  • 7 Sombras
  • Rei das Trevas
  • Quebra Barranco
  • Exú Pimenta
  • Mulambo
  • Rei da Encruzilhada
  • Exú Rei dos Rios
  • Exú da Capa Preta
  • da Capa Branca
  • Destranca Rua
  • Exú Carranca
  • 7 Porteiras
  • Rei das 7 Porteiras
  • Exú Rei das 7 Encruzilhadas

2. Pombagiras da Falange de Oxum

  • 7 Cravos
  • 7 Saias
  • 7 Véus
  • Dama da Noite
  • Pombagira Graciosa
  • Rainha Cigana
  • Pombagira Maria Mulambo
  • Maria Mulambo da Encruzilhada
  • Pombagira Maria Mulambo da Estrada
  • Maria Mulambo da Figueira
  • Pombagira Maria Mulambo da Lira
  • Maria Mulambo da Meia Noite
  • Pombagira Cigana Rainha
  • Cigana 7 Saias
  • Pombagira Cigana Tamara
  • Cigana Aurora
  • Cigana Cristal
  • Cigana Samira
  • Pombagira Cigana Carmencita
  • Cigana Dalila
  • Cigana Jade
  • Pombagira Cigana Zaíra
  • Cigana Tamara
  • Cigana Menina
  • Pombagira Cigana Rainha
  • Cigana Rosa Maria
  • Pombagira Cigana Sete Saias
  • Cigana da Encruzilhada
  • Cigana da Figueira
  • Pombagira Cigana da Lua
  • Cigana da Rosa
  • Pombagira Cigana das 7 Encruzilhadas
  • Cigana das 7 Luas
  • Pombagira Maria Farrapo
  • Maria Farrapo da Campina
  • Maria Farrapo da Encruzilhada
  • Pombagira Maria Farrapo da Estrada
  • Maria Farrapo das 7 Encruzilhadas
  • Pombagira Maria Farrapo das Almas
  • Maria Farrapo do Cabaré
  • Pombagira 7 Caminhos
  • 7 Caveiras
  • Pombagira 7 Chaves
  • 7 Coroas
  • Pombagira 7 Encruzilhadas
  • 7 Estrelas
  • Pombagira 7 Figas
  • 7 Figueiras
  • Pombagira 7 Luas
  • 7 Saias
  • Pombagira Maria Mulambo da Calunga Grande
  • Maria Mulambo da Praia
  • Pombagira Maria Mulambo das 7 Encruzilhadas
  • Maria Mulambo das 7 Figueiras
  • Pombagira Maria Mulambo das Rosas
  • Pombagira Maria Mulambo do Cabaré
  • Maria Mulambo do Lixo
  • Pombagira Maria Mulambo dos 7 Portais
  • Maria Molambo dos 7 Punhais
  • Pombagira Maria Mulambo dos 7 Véus
  • Cigana dos Lírios
  • Rosa Maria
  • Pombagira Rainha Rosa Vermelha
  • Pombagira Cigana Salomé
  • Rainha dos Rios
  • Pombagira Rainha da Encruzilhada
  • Rosa Vermelha
  • Pombagira da Cachoeira
  • Rainha Rosa Vermelha
  • Pombagira Rainha Rosa Vermelha da Encruzilhada
  • Rainha Rosa Vermelha da Estrada
  • Pombagira Rosa Vermelha da Figueira
  • Rosa Vermelha das 7 Encruzilhadas
  • Pombagira Rosa Vermelha do Cabaré

Características dos filhos de Oxum Orixá

Oxum é símbolo da sensibilidade e, muitas vezes; derrama lágrimas ao incorporar em alguém, característica que se transfere a seus filhos, identificados por chorões.
O filhos de Oxum dão muito valor à opinião pública, fazem qualquer coisa para não chocá-la, preferindo contornar as suas diferenças com habilidade e diplomacia.
São sensíveis e amorosos, sofisticados, mas; também podem ser manipuladores e vingativos.
Seus filhos e filhas são doces, sentimentais, agem mais com o coração do que com a razão e são muito chorões.

Os filhos de Oxum adoram o luxo

São extremamente vaidosos e conquistadores, adoram o luxo, a vida social, além de sempre estarem namorando.
São obstinadas na procura dos seus objetivos.
Oxum é o arquétipo daqueles que agem com estratégia, que jamais esquecem as suas finalidades; atrás da sua imagem doce esconde-se uma forte determinação e um grande desejo de ascensão social.
Têm uma certa tendência para engordar, a imagem do gordinho risonho e bem-humorado combina com eles.
Gostam de festas, vida social e de outros prazeres que a vida lhes possa oferecer.

Tendência narcisista dos filhos de Oxum no amor

Filhos de Oxum podem ter uma vida sexual bastante ativa, alguns sendo até promíscuos; mas é algo que não vão deixar claro aos olhos de outras pessoas, pois detestam escândalos.
Os filhos da orixá Oxum podem apresentar um comportamento meio narcisista e não dar muito valor aqueles que estão ao seu lado, caso não os ame de verdade.
Podem ser frios como as águas geladas de uma cachoeira e não desesperarem pelas juras de amor de qualquer pessoa.
Os filhos de Oxum não gostam de se rebaixar no amor e, por mais que gostem de alguém, sua auto-estima é maior, e não vão desesperar nem praticar atos insanos por ninguém.

Compatibilidade dos filhos de Oxum no amor

As compatibilidades no amor são definidas na Umbanda através da interação entre os filhos dos orixás, o que pode facilitar ou dificultar muito os relacionamentos.
Se os orixás são inimigos no plano espiritual, o relacionamento amoroso pode passar por grandes provas para seus filhos.
Muitas vezes; basta acalmar os orixás com o trabalho espiritual correto e o relacionamento amoroso fica em paz.
Se os filhos de santo tem orixás incompatíveis, muitas vezes o trabalho espiritual feito para aproximar ou trazer o amor de volta pode não dar um resultado satisfatório, se a mãe de santo não souber conciliar os orixás regentes do casal.
Nesse caso, você deve fazer uma consulta espiritual para saber sobre o seu caso em particular.
Os filhos de Oxum pode ter maior afinidade com pessoas de Iansã, Xangô, Oxumarê, Oxalá, Exú, Ogum, Logunedé e Oxóssi.
Podem apresentar muita incompatibilidade com filhos de Nanã, Ossaim, Ewá e Obá.

Filhos intuitivos e grandes médiuns

O lado espiritual dos filhos de Oxum é bastante aguçado e geralmente são pessoas bastante intuitivas.
Essa é a razão de grandes mães-de-santo da Umbanda ou Candomblé, tenham sido ou sejam filhas de Oxum.
Seus filhos, quando bem orientados na espiritualidade, são capazes de transformarem-se em grandes médiuns e tem geralmente; mais de uma capacidade mediúnica.

Garra e determinação

Dona da graça e beleza, Oxun é a orixá da elegância, representada pelas mulheres que adoram as jóias e roupas caras, perfumes e tudo que o dinheiro possa comprar de melhor.
Oxum adora a riqueza, assim como seus filhos que farão de tudo para conquista-la ao longo de suas vidas; pois o que não lhes falta é garra e determinação para chegarem onde querem.
Seus filhos detestam o trabalho cotidiano doméstico e geralmente dedicam-se a ganhar dinheiro logo cedo, preferindo deixar os afazeres domésticos para os outros.

O lado profissional

Assim; podemos ver entre os filhos de Oxum grandes comerciantes, assim como profissões que exijam muito esforço de seus filhos como medicina, a engenharia, a educação, o magistério, a advocacia, etc.
Filhos de Oxum são muito dedicados ao trabalho e farão de tudo para crescer muito na vida. 
Muito comum também é ver seus filhos brilharem como artistas, atores, diretores, publicitários, pois as profissões que exigem criatividade  e envolvimento com o grande público são para os filhos dessa orixá.

Grandes feiticeiros

As pessoas regidas por Oxum tem grande poder de praticar magia, assim como são difíceis de serem enfeitiçados, pois dominam as artes mágicas como ninguém e tem dessa grande orixá um forte escudo protetor contra as feitiços em geral.

Personalidade dos filhos de Oxum Orixá em video

Carinhosos e sensíveis, os filhos de Oxum são conhecidos por chorões e outros apelidos semelhantes, por serem muito sensíveis, dramáticos e carinhosos, como uma mãe é com seus filhos.
Acolhedores e sempre dispostos a dar colo, costumam trazer também a beleza e a sensualidade das águas suaves de sua mamãe Oxum.
 Muito belos, não necessariamente no plano físico, os filhos de Oxum são carismáticos e sedutores, não é à toa que a orixá traz consigo os símbolos da espada, para defender seu povo e seus filhos, cortar os caminhos na terra para suas águas passarem e, também, do espelho, por sua vaidade e beleza.

Seus filhos são conhecidos pela beleza interior e exterior

Belíssima e de grande boca carnuda e brilhante com olhos brilhantes, aparentando sempre molhados de lágrimas, emoção e vida, assim são os filhos de Oxum: receptivos com quem chora enquanto suas emoções correm junto em lágrimas.
Cheios de esperança e de desejo, fiéis quando acreditam encontrar o verdadeiro amor e fiéis também com os verdadeiros amigos.
Busque por Mamãe Oxum e ela te atenderá quando tudo parecer perdido, quando você se sentir sem rumo, desamparado, pois, como uma mãe, ela te ensinará e te acolherá, te dará lição e te dará forças para seguir em frente, pois ela conhece seus filhos, e todos os filhos desta Terra.

Família espiritual de Oxum

Oxum é filha de Oxalá e Iemanjá.
Oxóssi aparece em diversas lendas ora como seu esposo, ora como irmão.
Oxum liga-se a Oxóssi e desse amor nasce o príncipe das matas: Logunedé.
Oxum foi a segunda esposa de Xangô, e rivaliza espiritualmente com Iansã, sua irmã, a predileta do “Deus do Trovão”.

Culto a Oxum Orixá

  • Dia principal de culto: Sábado
  • Comemoração Anual: 12 de Outubro e  08 de dezembro 
  • Cores: Amarelo, ouro, rosa, azul claro
  • Símbolo: Leque com espelho (Abebé)
  • Elemento: Água Doce (Rios, Cachoeiras, Nascentes, Lagoas)
  • Domínios: Amor, Riqueza, Fecundidade, Gestação e Maternidade
  • Saudação: Ora Yêyê Ô!
  • Velas: branca, rosa e azul clara
  • Oferendas: Omolocum, rosas e palmas amarelas, espelhos, bonecas, etc.

Qualidades de Oxum

Seus nomes relacionam-se com a profundidade do rio.
As mais velhas ou mais antigas Oxum são encontradas nos locais mais profundos (Ibu), enquanto as mais jovens e guerreiras respondem pelos locais mais rasos.
Ex.: Osun Osogbo, Osun Opara ou Apara, Yeye Iponda, Yeye Kare, Yeye Ipetu, etc.
  • Kare – veste azul e dourado, cor do ouro. Usa um abebé e um ofá dourados.
  • Iyepòndàá ou Ipondá – é a mãe de Logunedé, orixá menino que compartilha dos seus axés. Ambos dançam ao som do ritmo ijexá, toque que recebe o nome de sua região de origem. Usa um abebé (espelho de metal) nas mãos, uma alfange (adaga), por ser guerreira, e um ofá (arco e flecha) dourado, por sua ligação com Oxóssi. É uma das mais jovens.
  • Yeye òkè
  • Iya Ominíbú
  • Ajagura
  • Ijímú
  • Ipetú
  • Èwuji
  • Abòtò
  • Ibola
  • Gama (Vodun feminino da mesma energia de Sakpatá, incorporado ao culto Yorubá através de sua concernente Oxum)
  • Oparà ou Apará – qualidade de Oxum, em que usa um abebé e um alfange (adaga) ou espada. Caminha com Oya Onira, com quem muitas vezes é confundida. Diferente das outras Oxuns por ter enredo com muitos Orixás, vem acompanhada de Oyá e Ogum.

Sincretismo religioso de Oxum Orixá

Oxum é sincretizada com várias qualidades de Nossa Senhora, dependendo da linha de trabalhos de um terreiro, da região do país, etc.
Porém; em algumas regiões de Minas Gerais, podemos observar o sincretismo com “Nossa Senhora das Dores”, cuja comemoração ocorre em 15 de setembro.
Em algumas localidades da região Nordeste do BrasilOxum tem sincretismo com “Nossa Senhora do Carmo” e as suas homenagens acontecem em 16 de julho.
Em outras partes da região Nordeste, o sincretismo mais comum de Oxum é com com “Nossa Senhora das Candeias”, homenageada em 2 de fevereiro.
Na região Norte do BrasilOxum é sincretizada com “Nossa Senhora de Nazaré” e tem comemoração no dia 8 de setembro.

Itan ou lenda de Oxum orixá

1. Como Oxum conquistou o poder sobre o Jogo de Búzios

Oxum andava muito interessada no oráculo que Exú possuía e, através dele, revelava o passado presente e futuro de todas as pessoas.
Então Oxum resolveu procurar Exú e pedir-lhe que a ensinasse os mistérios do Jogo de Búzios, mas Exú recusou-se e mandou Oxum embora.

Oxum enfeitiça Exú

Oxum não se deu por vencida e bolou um plano para enfeitiçar Exú, e assim arrancar dele o que ela queria; os segredos do oráculo dos orixás.
Oxum criou então um pó mágico e foi a procura de Exú. Chegando em seu reino, Oxum brinca com ele, desafiando-o a descobrir o que ela tinha entre os dedos.
Exú então; inclinou-se para ver o que havia nas mãos de Oxum, e foi quando ela soprou o pó mágico em seus olhos, cegando-o momentaneamente.

Oxum arranca os segredos do Jogo de Búzios de Exú

Exú percebeu que Oxum estava apoderando-se dos búzios e gritou em desespero: – Eu não enxergo nada, cadê meus búzios? 
Oxum fingindo preocupação, respondia: – Búzios? Quantos são eles?
Dezesseis, respondeu Exú, esfregando os olhos.
Ao que Oxum responde: – Ah! Achei um, é grande!
É Okaran, me dê ele, disse Exú. 
E Oxum diz: – Achei outro, é menorzinho!
É Eta-Ogundá, da-me aqui, retrucou Exú.

Ifá reconhece a esperteza de Oxum

Dessa forma; Oxum descobriu os segredos do Jogo de Búzios, que antes pertencia somente a Exú.
Após esse feito; Ifá, o orixá da adivinhação, reconheceu que Oxum deveria dividir o poder de leitura do Jogo de Búzios com Exú.
Assim; ele ordenou a Exú que ensinasse a Oxum todos os mistérios da arte da adivinhação.

Orações

Oração a Oxum para começar bem o dia

Reza forte para os filhos de Oxum

Senhora de incomparável beleza,
Faço esta reza forte para Minha Mãe Oxum
Abençoar meus caminhos com a beleza e a harmonia
Faço esta reza forte para que todo feitiço jogado contra mim
Retorne àquele que o enviou e não afete minha vida
Faço esta reza forte para que a fartura e a fertilidade acompanhem-me onde quer que eu vá
Proporcionando bem estar a todos que vivem ao meu redor
Faço essa reza forte a Minha Mãe Oxum 
Para que a riqueza de amizades sinceras invada minha vida trazendo felicidade a meus caminhos
Faço essa reza forte a Minha Mãe Oxun
Para pedir que esteja comigo dia e noite protegendo-me.
Ora Yê Yê Ô Oxun!
Saravá Mamãe Oxun!
Reza para todos que desejam fazer pedidos a Oxum

Oxum e o sincretismo religioso

Oxum é sincretizada com diversas Nossas Senhoras.
Na Bahia, ela é tida como Nossa Senhora das Candeias ou Nossa Senhora dos Prazeres.
No Sul do Brasil, é muitas vezes sincretizada com Nossa Senhora da Conceição.
No Centro-Oeste e Sudeste é associada ora à denominação de Nossa Senhora, ora com Nossa Senhora da Conceição Aparecida.
Homenageada na Umbanda no dia 08 de dezembro ou 12 de Outubro.
No Brasil é tradição montar a árvore de Natal e enfeitar a casa no dia 8 de dezembro, dia de N.Sra. da Conceição.