Pesquisar este blog

Follow by Email

LINK...

sábado, 8 de dezembro de 2018

OXUM, TUDO SOBRE A ORIXÁ DO AMOR, HOJE 8 DEZEMBRO É SEU DIA:



Tempo de leitura: 11 minutos

Deusa do amor, Orixá das águas, Oxum é aquela que mantém em equilíbrio as emoções, da fecundidade e da natureza. Mãe gentil dos povos antigos e dos novos, é ela que renova e intercede por nós em todas as situações.

Receba as Mensagens Divinas Dos Orixás Por Especialistas em Jogo de Búzios Online

FAZER CONSULTA DE BÚZIOS



Por ter recebido o título como a Orixá do amor, é ela a mais procurada para as questões de união e relacionamentos. Todos aqueles que procuram por paz e estabilidade em uma relação, podem pedir à Oxum a sua benção para essa questão.

Também conhecida como Osúm, Osún ou Oxun, ela é a representação da sensibilidade, da delicadeza feminina e da paixão para motivar a essência da vida. Mamãe Oxum adora as águas calmas, e é através de sua energia que ela tranquiliza os corações dos apaixonados.

Durante as incorporações dessa Orixá, é de costume haver choro, pois sua sensibilidade é transferida aos seus filhos e aqueles que buscam por seu carinho e atenção.
A história de Oxum
Aprendendo a desvendar os búzios

Uma moça muito curiosa, filha de Oxalá, que tinha uma forte preferência pelo pai que sempre fazia tudo o que ela desejava.

Oxalá, pai de Oxum, era muito sábio e quando possuía algum questionamento ele cuidadosamente consultava Ifá, Deus da Adivinhação, para que ele auxiliasse no prosseguir do destino, por sua vez Oxum a acompanhar queria saber também como desvendar o Oráculo. Mas muitas foram as vezes que Ifá dizia a Oxum para que perguntasse a Exú suas dúvidas pois ele possuía o dom de ver o destino através dos búzios.

Curiosa e intrigada com essa questão a Orixá Oxum pediu ao pai que a permitisse enxergar o futuro, mas Oxalá de prontidão explicou que somente Ifá teria o dom de ler e interpretar os búzios.

Oxum, a filha de Oxalá, não se deu por satisfeita e foi diretamente a Exú pedir para que ele a ensinasse pois ela sabia que ele conhecia o segredo de Ifá. Obviamente Exú recusou-se.

Foi então que ela decidiu partir para a floresta e pediu para que as feiticeiras Yámi Oroxongá, a ensinassem. Mas o que Oxum não sabia é que as feiticeiras desejavam pegar Exú em uma brincadeira.

As Yámi ensinaram-lhe uma magia e pediram para que sempre que ela fizesse esse feitiço que ela lhes prestasse uma oferenda.
E então Oxum com as mãos cheias de um pó brilhante foi até Exú e pediu para que ele adivinhasse o que tinha em suas mãos. Quando Exú chegou perto e fixou o olhar Oxum soprou o pó no rosto dele deixando-o temporariamente cego.

E então Exú ficou preocupado com os búzios e pediu para que ela – que fingia preocupação – o auxiliasse. E então, pouco a pouco, ele foi respondendo os questionamentos do Oxum para que ele pudesse compor o jogo novamente. E todos os Odus passaram a ficar conhecidos por Oxum.
Ao retornar ao reino do pai Oxalá, Oxum contou ao seu pai o que havia acabado de fazer. Ifá, admirado por sua coragem, presenteou-a com a mão de jogo e disse que ela seria regente do Oráculo junto com Exú.

Foi então que Oxalá perguntou para a filha o motivo daquilo tudo. A Orixá, com toda a sua doçura disse que fez tudo isso por amor a ele.
Impondo suas vontades

Era comum que os Orixás masculinos se reunissem para discutir assuntos sobre a humanidade. Oxum sempre achou isso muito injusto, pois sabia que tinha sabedoria e poder o suficiente para opinar sobre as questões dos homens, mas mesmo insistindo nunca conseguiu espaço para se expressar.

Como última escolha, decidiu usar a sua astúcia. Como não existiam homens se não fossem as gestações das mulheres, a Orixá então tirou a graça da fertilidade de todas e assim a humanidade começou a minguar-se e não haviam nascimentos. Notando que algo de errado acontecia na terra, os Orixás decidiram consultar Olorum, que os revelou que a Mãe Oxum havia tirado o dom da maternidade de todos.

Como somente ela poderia resolver essa questão, eles a convidaram para participar da reunião e desde então, a Orixá se tornou figura presente em todos acordos e decisões tomadas pelos Orixás, e a humanidade passou a se multiplicar mais uma vez.

Conheça mais também sobre a imagem de Oxossi no Candomblé e Umbanda aqui em nosso blog!
Qualidades de Oxum

Oxum possui dezesseis qualidades que podem ser encontradas em sua personalidade, dons e formas de agir como Orixá. Vale lembrar que estas qualidades são costumeiramente cultuadas nas Nações de Candomblé, não sendo tão comuns na umbanda.
1. ÒSUN ABALÔ – É uma velha Oxum, de culto antigo, considerada Iyá Ominibú, tem ligação com Oyá, Ogum e Oxóssi, veste-se de cores claras, usa abebé e alfange.



2. ÒSUN IJÍMU ou Ijimú, é outro tipo de Oxum velha. Veste-se de azul claro ou cor de rosa. Leva Abèbé e Alfange, tem ligação com as Iyamís, é responsável por todos os Otás dos rios.

3. ÒSUN ABOTÔ também uma velha Oxum de culto antigo, ligada as Iyamís, feiticeira, carrega Abèbé e Alfange, tem ligação com Nanã, Oyá de culto Igbalé.

4. ÒSUN OPARÁ Oxum Opará ou Apará seria a mais jovem das Oxum, é um tipo guerreiro que acompanha Ogum, vive com ele pelas estradas; dança com ele quando se manifestam juntos numa festa; leva uma espada na mão e pode vestir-se de cor de marrom-avermelhada. Conhecida também como a Senhora da Espada.

5. ÒSUN AJAGURA ou AJAJIRA, outra Oxum guerreira que leva espada, jovem, tem ligação com Yemanjá e Xangô.

6. YEYE OKE Oxum jovem guerreira, muito ligada a Oxóssi, carrega Ofá e Irukerê.

7. YEYE ÌPONDÁ é também uma òsun Guerreira ligada a Ibuálàmò. Yeye Pondá é rainha da cidade que leva seu nome Ìponda, leva uma espada e veste-se de amarelo ouro e branco quando acompanha Oxaguiã.

8. YEYE OGA é uma Oxum velha e muito guereira, carrega Abèbé e Alfange.

9. YEYE KARÉ é um Oxum jovem e guereira, ligada a Odé Karè, Logun edé.

10. YEYE IPETU é uma Oxum de culto muito antigo, no interior da floresta, na nascente dos rios, ligada a Ossaim e principalmente a Oyá dada a sua ligação com Egun.

11. YEYE AYAALÁ- é talvez a mais ancestral dentre todas, veste-se de branco, ligada a Orunmilá e as Iyamis, considerada a avó.

12. -YEYE OTIN- Oxum com estreita ligação com Ínlè, ligada a caça e usa Ofá e Abèbé.

13. -YEYE IBERÍ ou merimerin- Oxum nova, concentra a vaidade e toda beleza e elegância de uma Oxum, dizem que ser a Oxum de mãe menininha do Gantois.

14. –YEYE MOUWÒ- Oxum ligada a Olokun e Yemanjá, grande poder das Iyamís, veste-se de cores claras e usa Abèbé e Ofange.

15. –YEYE POPOLOKUN- Oxum de culto raro, ligado aos lagos e lagoas.

16. -YEYE OLÓKÒ- Oxum guerreira , vive na floresta nos grandes poços de água, padroeira do poço.

Oferenda para Oxum

IMPORTANTE: toda oferenda deve ser orientada por alguém responsável do Candomblé ou Umbanda, cada Orixá possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e guiadas por quem os conhecem após anos de prática na religião.

Mel, frutas, flores e elementos doces. A doçura desse Orixá se expressa pelas oferendas que são entregues a ela nas beiras dos rios. Como é a Deusa do amor ela é extremamente conectada à natureza e aos elementos da Terra.

Quando se oferta algo a um Orixá os agradecimentos pelas energias a eles destinados ficam cada vez mais latentes e claros. Esse é o momento de entrega do filho da divindade àquele que cuida de todos os fios do seu destino. Abaixo seguem duas receitas de oferendas que podem ser feitas para Oxum.
1a Oferenda

3 cachos de uvas (claras tipo Itália) regados com mel
3 rosas amarelas (abertas e sem espinhos)
3 velas amarelas (número 0 ou 1)
mel, o suficiente para regas as frutas e as rosas
1 garrafa de água mineral
7 folhas de couve, arrumadas em círculo, com os cabos para fora, para servirem de suporte para a oferenda.

Entrega
Arrumar as frutas e as rosas no centro do círculo feito com as couves. Regar tudo com água mineral, depois com mel acender a vela (deixe-a firme dentro da terra, ou leve uma forminha de alumínio para suporte). Se possível, espere a vela queimar para evitar incêndios e aproveite para sentir o Axé da oferenda.
2a Oferenda

7 folhas de couve, para forrar o chão (arrumar em círculo, com os cabos para fora)
7 espigas de milho (in natura, não precisa cozinhar)
7 rosas amarelas (abertas e sem espinhos)
7 velas amarelas (número 0 ou 1) (leve 7 forminhas, para suporte, espere queimar e as recolha, podendo reaproveitá-las).
1 garrafa de água mineral

Entrega
Arrumar as espigas e as rosas intercaladas, em forma de cículo, em cima das couves, regar com a água e acender as velas.
Dia de Oxum

Dia 8 de dezembro é celebrado o dia de Oxum Orixá do amor, da fecundidade, fertilidade, das uniões como “Senhora do Amor” e da prosperidade como “Senhora do Ouro”.

Com canjica amarela, polenta, farinha de milho com mel ela costuma receber oferendas aos sábados – que é o seu dia da semana.
Cores de Oxum

Sua principal cor é o amarelo ouro, que representa toda a riqueza que a Orixá possui poder de atribuir.
Características das Filhas e Filhos de Oxum

Pessoas que dão muito valor à opinião das pessoas e não querem, de forma alguma, desagradar os demais. Por isso conseguem lidar com as diferenças e divergências de opinião politicamente e com muita diplomacia.

Os filhos e filhas de Oxum são pessoas obstinadas, focadas e que sabem exatamente o passo-a-passo que precisa ser feito para alcançar seus objetivos e ideais. São pessoas honestas, dedicadas, doces e carinhosas.

Não são levados por paixões arrebatadoras. Preferem a calma, o equilíbrio e a tranquilidade do amor. Guardam a sete chaves as traições de outros com relação a eles e – mesmo que não guardem mágoas – jamais perdoarão essas pessoas.

Os filhos de Oxum são dengosos, maternais e oferecem àqueles que convivem com eles um bom espaço de amor e calmaria. São também muito vaidosos e possuem a característica de sempre cuidarem da beleza. Por essas características e grande dedicação ao relacionamento, é costume dizer que filhas de Oxum tem sorte no amor.
Sincretismo de Oxum

A chegada das religiões afrodescendentes no Brasil trouxe diversos elementos de fé. Por conta disso é comum que se observe o sincretismo religioso como uma prática muito comum dessa época.

Os fiéis da religião Umbanda, por exemplo, incorporaram a figura de Jesus Cristo em suas práticas por tentarem esconder seus Orixás na parte de baixo do altar e – sobre ele – deixavam somente a figura do ícone do cristianismo.

Era uma forma de manterem-se seguros e de manterem sua fé sem nenhum tipo de embate com senhores de escravos e outras pessoas que pudessem desafiá-los por suas crenças.

Oxum, por exemplo, pode ser conectada à Nossa Senhora de Aparecida. A Santa católica encontrada no rio no interior paulistano. O sincretismo traz as mesmas simbologias para os diversos cultos.

Oxum, filha de Oxalá, é a Orixá da beleza, doçura, meiguice, ternura e das águas doces. Muitos dos seus elementos são fortalecidos por suas visões de equilíbrio e amor pelo mundo.
Oração para Oxum


“Senhora das Cachoeiras e Quedas D’água

Faço esta “Oração a Oxum” no começo de meu dia

Para que as boas vibrações espirituais da “Senhora das Águas Doces“

Estejam ao meu lado durante todo o dia, Ora Yê Yê Ô!

Inspire o meu dia com a mansidão e tranquilidade das águas calmas

Para que a bênção de sua energia traga saúde a meu corpo, mente e espírito.

Minha “Doce Mamãe Oxum” afaste de meus caminhos aqueles que desejam prejudicar-me,

Senhora “Dona do Ouro“, com sua rica energia aproxima de meus caminhos a prosperidade,

Para que nada falte a minha vida e de meus familiares.

Para que as boas vibrações espirituais da “Senhora das Águas Doces“

Estejam ao meu lado durante todo o dia, eu rezo a Oxum, Ora Yê Yê Ô!”
Saudação à Oxum

A saudação à Oxum é: Ora Yê Yê Ô! Que significa: Olha por nós mãezinha!

Oxum é a Orixá do amor, da beleza, ternura e riqueza. Seu corpo é coberto pelo amarelo ouro que é reflexo da sua preciosa aura. Mãe Oxum é a responsável por nos acolher durante as tempestades emocionais, nos tranquilizando e orientando os caminhos mais pacíficos a se seguir.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

IANSÃ HOJE É SEU DIA 4 DE DEZEMBRO:


IANSÃ



EPAHEY OYÁ! Homenageada em 04 de dezembro, Oyá, Iansã ou Inhançã é a orixá dos ventos e dos raios, a deusa que comanda as tempestades e também o espírito dos mortos, os quais controla com um rabo de cavalo chamado Eruexim – um dos seus símbolos.

Deusa guerreira da Umbanda comemorada em 04 de dezembro

Orixá guerreira, Oyá esposa amada de Xangô, recebe dele o título de Iansã que faz referência ao entardecer, que pode ser traduzido como “a mãe do céu rosado” ou a “mãe do entardecer” portanto o rosa é a de Iansã cor por excelência.

Iansã costuma ser saudada após os trovões, não pelo raio em si (propriedade de Xangô ao qual ela costuma ter acesso), mas principalmente porque Iansã é uma das mais apaixonadas amantes de Xangô, e o senhor da justiça não atingiria quem se lembrasse do nome da amada. Ao mesmo tempo, ela é a senhora do vento e, conseqüentemente, da tempestade.

Iansã sempre guarda boa distância das outras personagens femininas centrais da Umbanda, e se aproxima mais dos terrenos consagrados tradicionalmente ao homem, pois está presente tanto nos campos de batalha, onde se resolvem as grandes lutas, como nos caminhos cheios de risco e de aventura – enfim, está sempre longe do lar; Iansã não gosta dos afazeres domésticos.

Iansã é extremamente sensual, apaixona-se com freqüência e a multiplicidade de parceiros é uma constante em suas lendas, raramente ao mesmo tempo, já que Iansã costuma ser íntegra em suas paixões; assim nada nela é medíocre, regular, discreto, suas zangas são terríveis, seus arrependimentos dramáticos, seus triunfos são decisivos em qualquer tema, e não quer saber de mais nada, não sendo dada a picuinhas, pequenas traições. Iansã é o orixá do arrebatamento, da paixão.
Características dos filhos de Iansã Orixá:Iansã é homenageada em 04 de dezembro

O filho de Iansã é conhecidos por seu temperamento explosivo. Está sempre chamando a atenção por ser inquieto e extrovertido. Sempre a sua palavra é que vale e gosta de impor aos outros a sua vontade. Não admite ser contrariado, pouco importando se tem ou não razão, pois não gosta de dialogar.

Em estado normal é muito alegre e decidido. Questionado torna-se violento, partindo para a agressão, com berros, gritos e choro.

Tem um prazer enorme em contrariar todo tipo de preconceito. Passa por cima de tudo que está fazendo na vida, quando fica tentado por uma aventura.

Em seus gestos demonstra o momento que está passando, não conseguindo disfarçar a alegria ou a tristeza. Não tem medo de nada. Enfrenta qualquer situação de peito aberto. É leal e objetivo.

Sua grande qualidade, a garra, e seu grande defeito, a impensada franqueza, o que lhe prejudica o convívio social.

Iansã é a mulher guerreira que, em vez de ficar no lar, vai à guerra. São assim os filhos de Iansã, que preferem as batalhas grandes e dramáticas ao cotidiano repetitivo.

Costumam ver guerra em tudo, sendo portanto competitivos, agressivos e dados a ataques de cólera. Ao contrário, porém, da busca de certa estratégia militar, que faz parte da maneira de ser dos filhos de Ogum, os filhos de Iansãcostumam ser mais individualistas, achando que com a coragem e a disposição para a batalha, vencerão todos os problemas.
O arquétipo de Iansã Orixá

São fortemente influenciados pelo arquétipo da deusa aquelas figuras que repentinamente mudam todo o rumo da sua vida por um amor ou por um ideal. Talvez uma súbita conversão religiosa, fazendo com que a pessoa mude completamente de código de valores morais e até de eixo base de sua vida, pode acontecer com os filhos de Iansã num dado momento de sua vida.Bambuzal é o domínio de Iansã

Da mesma forma que o filho de Iansã revirou sua vida uma vez de pernas para o ar, poderá novamente chegar à conclusão de que estava enganado e, algum tempo depois, fazer mais uma alteração – tão ou mais radical ainda que a anterior.

São de Iansã, aquelas pessoas que podem ter um desastroso ataque de cólera no meio de uma festa, num acontecimento social, na casa de um amigo – e, o que é mais desconcertante, momentos após extravasar uma irreprimível felicidade, fazer questão de mostrar, à todos, aspectos particulares de sua vida.

Os filhos de Iansã orixá são atirados, extrovertidos e chocantemente diretos. Às vezes tentam ser maquiavélicos ou sutis, mas, a longo prazo, um filho de Iansã sempre acaba mostrando cabalmente quais seus objetivos e pretensões.
Vida Sexual dos filhos de Iansã Orixá

Têm uma tendência a desenvolver vida sexual muito irregular, pontilhada por súbitas paixões, que começam de repente e podem terminar mais inesperadamente ainda. Se mostram incapazes de perdoar qualquer traição – que não a que ele mesmo faz contra o ser amado.

Enfim, seu temperamento sensual e voluptuoso pode levá-las a aventuras amorosas extraconjugais múltiplas e freqüentes, sem reserva nem decência, o que não as impede de continuarem muito ciumentas dos seus maridos, por elas mesmas enganados. Mas quando estão amando verdadeiramente são dedicadas a uma pessoa são extremamente companheiras.

Todas essas características criam uma grande dificuldade de relacionamentos duradouros com os filhos de Yansã. Se por um lado são alegres e expansivos, por outro, podem ser muito violentos quando contrariados; se têm a tendência para a franqueza e para o estilo direto, também não podem ser considerados confiáveis, pois fatos menores provocam reações enormes e, quando possessos, não há ética que segure os filhos de Iansã, dispostos a destruir tudo com seu vento forte e arrasador.

Ao mesmo tempo, costumam ser amigos fiéis para os poucos escolhidos para seu círculo mais íntimo.
Sincretismo Religioso e a Oração a Santa BárbaraDia do “Acarajé de Iansã”

Yansã, ou Oyá, é um orixá cuja figura, no Brasil, é sincretizada com “Santa Bárbara”, santa da igreja católica.

ORAÇÃO:

“Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões, fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura.

Ficai sempre ao meu lado para que possa enfrentar de fronte erguida e rosto sereno todas as tempestades e batalhas de minha vida, para que, vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza: este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras.

Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

JÚPITER - ENTRADA EM SAGITÁRIO PRIMEIRAS ANÁLISES 2.019:





Ontem, dia 08 de novembro, mais especificamente às 10h39min, Júpiter adentrou no signo de Sagitário que é regido exatamente por esse astro. Poucas horas depois, por volta das 17 horas, a Lua Nova fez uma conjunção exata com Júpiter. Até o final de novembro de 2019, Júpiter permanecerá em Sagitário antes que adentre no signo de Capricórnio quando então teremos o grande evento astrológico de 2020 (descrito amplamente no livro “Brasil o Lírio das Américas” lançado no ano de 2016, página 285)

Júpiter demora 11 anos e 315 dias para completar uma volta ao redor do Sol, ou seja, seu ciclo astrológico é de aproximadamente 12 anos e aproximadamente 12 meses para cada signo. Júpiter representa no mapa de uma pessoa a busca pelo sentido da vida, a conexão com a sua jornada pessoal, ou seja, como a pessoa busca filosoficamente compreender e vivenciar a vida.


Júpiter é o maior planeta do sistema solar, representa o impulso primordial à ação, a boa sorte, tem profunda influência cultural no enriquecimento mental de uma pessoa, ele mostra onde a pessoa encontra felicidade e sentido pra própria vida, em suma, a busca filosófica pela própria missão de vida.


Por esses motivos Júpiter é considerado um astro benéfico ou de boa sorte no mapa, um facilitador, pois sua função no mapa é apontar em qual assunto (casa que está domiciliado) a pessoa encontrará sentido para a sua vida, encontrará a sua jornada e de qual forma (segundo o signo) ela buscará essa jornada e esse sentido filosófico para a sua existência.


Sagitário por sua vez é conhecido pelo dilema entre a razão e o instinto simbolizado no centauro que representa o signo: o lado racional impulsiona o conhecimento filosófico, o lado instintivo busca a aventura para descobrir na prática o que foi aprendido na teoria. Por isso que Sagitário rege, ao mesmo tempo, a busca pelo conhecimento filosófico, os grandes centros acadêmicos, as universidades e, ao mesmo tempo, rege as viagens, o contato com outras culturas e países.


O lado mais humano do centauro busca o conhecimento, mas ao mesmo tempo necessita da adrenalina da jornada, do aprendizado prático. Por esse motivo Sagitário, diferente do seu oposto (e complementar) Gêmeos não busca apenas o conhecimento, a troca intelectual, mas sim a compreensão dos sistemas que regem a vida e de que forma povos, culturas e filosofias compõe esses sistemas, e de que forma ele Sagitário pode fazer parte desse mundo no seu sentido mais amplo de compreensão e vivência prática.


Outro ponto importante que precisamos compreender é que a fama de “boa sorte” de Júpiter representa, na verdade, a capacidade para atingir um alvo, ter uma meta, determinar-se em uma direção. Tanto o astro Júpiter (representação romana de Zeus) como o signo por ele regido, Sagitarius (do latim sagitta que significa flecha, seta) são representados por seres (tanto Zeus como o centauro) que levam nas mãos uma arma de longa distância (Zeus segura um raio e o centauro as flechas para atirar com o arco).


Júpiter demarca o assunto (dependendo da casa que estiver localizado no mapa) que dará sentido para a vida da pessoa, onde ela buscará alcançar suas principais metas, enquanto que o signo de Sagitário demarcará em qual assunto (a casa na qual estiver localizado) ela encontrará o sentido da sua vida. Por exemplo: alguém com Júpiter na casa 07 (casa das associações com outra pessoa, seja um casamento ou sociedade na vida profissional) e com Sagitário na casa 11 (grupos que unem pessoas com um ideal comum, o trabalho em grupo por um objetivo social) buscará boas associações, pois é sua meta principal, o que dá sentido para a sua vida, mas na verdade esse será um caminho para chegar a casa 11, casa na qual realmente encontrará o sentido para a sua vida (pois Sagitário está nessa casa).


Obviamente um Júpiter em Leão será diferente de um Júpiter em Peixes (o primeiro sempre buscará a liderança a qualquer custo, o segundo estará mais disposto a sacrifícios, renúncias e a se adaptar ao grupo ou associação que estiver inserido) e obviamente os aspectos envolvendo tanto Júpiter como Sagitário no mapa da pessoa devem ser considerados, pois quanto maiores forem as tensões (quadraturas, oposições, quincúcios) mais árido será o caminho de realização desse Júpiter, enquanto que facilitadores (sextis, trígonos ou conjunções envolvendo astros “benéficos” como por exemplo com Sol e Vênus) mostram que será um caminho de despertar mais rápido ou com menos sobressaltos.


Com a entrada de Júpiter em Sagitário (assim como a entrada de Kiron em Áries) teremos coletivamente uma preocupação em atingir metas muito claras para o futuro próximo, maior debate sobre questões filosóficas e valores éticos e morais, ao mesmo tempo em que a população terá grande disposição para iniciar uma nova jornada com disposição para enfrentar os desafios e aventuras nessa nova trajetória. Isso representa um ponto positivo para o novo governo, pois no geral a população estará atenta às questões políticas, cobrando combate firme à corrupção e tendo metas muito claras, projetando prazos para os objetivos traçados.


Um deles que posso adiantar diz respeito às reformas (previdenciária, política, tributária entre outras): caso o governo não consiga até os idos de final de 2019/começo de 2020 passar as reformas que deseja, uma semi-constituinte via plebiscito com algumas emendas será realizado nas eleições de 2020 como uma espécie de “base” ou “gênese” de uma constituinte mais ampla que deverá ser realizada a partir da eleição do novo presidente ao final de 2022.


As mudanças que se iniciarão agora no início de 2019 no sentido de elevar os valores éticos e filosóficos do país na política, sobretudo no combate à corrupção encontrarão seu apogeu ao longo de 2020 quando Saturno e Plutão e depois na companhia de Júpiter, todos em Capricórnio, definitivamente “passarão a foice” em tudo aquilo que está carcomido nas instituições e valores não republicanos.


Curiosamente no ciclo anterior de Júpiter em Sagitário (2006-2007) tivemos o julgamento do mensalão na Câmara (o julgamento no STF só ocorreria em 2012), porém naquela época estávamos sob o grande ciclo do Sol (1981-2016) então tivemos “apenas” o grande esquema antiético e corrupto sendo exposto, iluminado, vindo às claras para todo mundo, só que agora o grande ciclo é de Saturno (2017-2052), a grande foice de chumbo retirando tudo aquilo que não presta e, para ficar ainda mais interessante ao longo de 2019 teremos a regência de Ogum (Marte) então os corruptos que se preparem, pois a caçada do super Moro aos corruptos será implacável (nas últimas vezes que tivemos a combinação Saturno – Marte na regência de grandes ciclos e ciclos menores, tendo Marte como o regente de ciclo, foi exatamente o período das duas grandes guerras)








Júpiter adentrará Sagitário na casa 11 e estará nessa casa na companhia de Sol, Lua e Mercúrio no próximo dia 08 de novembro, sendo que o trânsito do Sol nesse dia fará uma conjunção exata com o Meio Céu do mapa da Independência, realçando o mesmo movimento coletivo de libertação do povo na busca por uma transformação profunda (nada mais escorpiônico afinal o grito de “independência ou morte” foi dado com o MC em Escorpião e com Marte no mesmo signo). A depuração das mais altas instituições do país, simbolizadas no MC do mapa da Independência serão levadas a cabo pela união coletiva de um grupo unido por uma causa social/humanitária (a maioria que elegeu Bolsonaro) alavancando uma transformação profunda, a quebra de antigos hábitos enraizados (corrupção) nas entranhas do poder.


Poucas horas depois os mesmos astros (Sol, Lua, Júpiter e Mercúrio) estarão todos na casa 08 só que agora a conjunção exata Júpiter + Lua Nova, tendo Saturno e Plutão (ambos em Capricórnio no topo do mapa) como podemos observar na imagem abaixo:







A casa 08 fala do poder, controle, jogos de poder nos bastidores, transformações, regeneração, renascimento, tudo isso potencializado por essa conjunção de Júpiter com a Lua Nova.


INDIVIDUALMENTE


Todo esse efeito de Júpiter, sobretudo fortalecendo, regenerando e aumentando a capacidade de renascimento de cada pessoa na busca por suas metas e sentido de vida será mais benéfico para aqueles que possuem Sol, Júpiter ou Ascendente natal em Sagitário (e receberão ao longo do ano a conjunção pelo trânsito de Júpiter no céu) como também aqueles que possuem Sol, Júpiter ou Ascendente em Leão (receberão trigonos pelo trânsito de Júpiter) ou em Aquário (receberão sextis). Os nativos que possuírem Sol, Júpiter ou Ascendente a menos de 5º ou acima de 20º em Libra ou Áries também serão beneficiados, assim como aqueles que possuírem Sol, Júpiter ou Ascendente entre o grau 5 e o grau 20 de Capricórnio (todos com essas posições terão em alguns momentos do ano a “sorte” favorecida, na realidade favorecido o caminho para aqueles que estão trilhando nos últimos meses a busca pela realização dos seus objetivos)


Para acompanhar a trajetória de Júpiter nos próximos 12 meses deixo a seguir uma tabela que mostra em quais graus o astro transitará mês a mês, lembrando que em 10 de abril ele inicia a retrogradação e em 11 de agosto volta ao movimento direto


Novembro – 0, 1, 2, 3, 4,5
Dezembro – 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11
Janeiro – 12, 13, 14, 15, 16, 17
Fevereiro – 18, 19, 20, 21
Março – 22, 23, 24
Abril – 23, 24
Maio – 23, 22, 21, 20
Junho – 20, 19, 18, 17
Julho – 16, 15, 14
Agosto – 15, 14
Setembro – 15, 16, 17, 18
Outubro – 18, 19, 20, 21, 22, 23
Novembro – 24, 25, 26, 27, 28, 29


Bem no início de dezembro, no dia 03, Júpiter adentrará em Capricórnio


Para complementar os assuntos abordados nesse post:


Urano Em Touro (2018-2026), Kíron em Áries, o grande ciclo de Saturno e a passagem de Saturno e Plutão em Capricórnio até final de 2020 (para acessar o link clique no banner abaixo):


sexta-feira, 12 de outubro de 2018

12 DE OUTUBRO DIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA E DIA NACIONAL DO POVO CIGANO:



Celebração do dia 12 de outubro
Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia Nacional do Povo Cigano

Oração do Dia dos Ciganos


"Opchá Nossa Senhora Aparecida, uita andro tiro chave,
lumie mur dromali,
blagois mere traiostiê.
Ave andro manzá tai meré famildjia,
partiê tai sastimôs.
Tai aná anavê deloro sos mur chave
actu sastivesti. Amim"

"Salve Nossa Senhora Aparecida,
olhe para seu filho,
ilumine minha estrada, abençôe
minha vida. Traga para mim e
minha família paz e saúde.
E em nome de Deus que meus filhos
sejam saudáveis. Amém".

O culto à mãe iniciado nos templos gregos, romanos, Druídas, entre outros passa a ser substituído pelos cultos as Santas católicas como a VIRGEM DE GUADALUPE ( a madona negra de toda a Espanha e do México), a NOSSA SENHORA DA APARECIDA no Brasil, a MARIA DE MAGDALA( St° Madalena) e, SANTA SARA KALI, a “rainha” dos ciganos. Todas são Madonas Negras cujo segredo está na arte da cura, na transmutação alquímica do metal inferior (alma) em ouro filosofal (espírito), possuem o poder de integração e resolução dos opostos. São denominadas “negras” por reterem a luz dos nossos desafios e limites e transcendê-los, motivo pelo qual possuem poderes e dons para lutar contra as forças retrógradas e obscuras. Vulgarmente também são denominadas “negras” por possuírem os dons de Agni, pombas vermelhas ou fogos do Espírito Santo.

As Madonas Negras são a perpetuação das antigas deusas pagãs e continuaram usando seus atributos de mães divinas e seus símbolos sagrados: a cor negra da sabedoria oculta, o barco para as oferendas e as “navettes” ( biscoitos doces), as cores de suas roupas, os cânticos e as procissões.

Místicamente, as madonas negras representam o que há de mais profundo em nós mesmos, a energia que não está acessível à consciência no dia-a-dia, e ao mesmo tempo, está presente em tudo que se manifesta através da emoção e da afetividade. Determinadas culturas associam esta força à sabedoria interior, ao mistério revelado pelo contato com o que há de mais primitivo em nós e o mais sublime dos sentimentos, ou seja, a própria união entre a energia feminina e masculina no âmago do ser. Tal representação as faz portadoras da força de cura e doadoras da vida em todas as antigas culturas. O útero é escuro e complementariamente claro, sendo o que tem o poder de abrigar e dar a luz a luz.
fonte: FACEBOOK - LUZEMAR OLIVEIRA ADANNA LUX

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

SANTA CLARA DE ASSIS DIA 11 DE AGOSTO E SEU DIA:




História de Santa Clara de Assis

Clara de Assis nasceu numa nobre família italiana, na localidade de Assis, em 1194. Desde cedo a jovem mostrou interesse pela vida religiosa, contrariando a vontade de sua família de a ver casada com um homem rico.

Quando completou 18 anos, fugiu de casa (e de um casamento arranjado) e foi ao encontro de Francisco de Assis, a procura de uma vida humilde e pobre.

Além de seu exemplo de pobreza, Santa Clara era um modelo de confiança em Deus. Numa ocasião, quando a cidade se viu atacada por sarracenos e se preparavam para saquear o mosteiro, a Santa pegou o Santíssimo Sacramento e subiu ao muro do convento, erguendo a hóstia. Sem explicação alguma, os soldados inimigos recuaram.



Clara de Assis morreu em 11 de agosto de 1253, aos 60 anos, e em homenagem a data de sua morte foi escolhido o dia 11 de agosto como festa litúrgica pela Igreja. A "dama pobre" foi canonizada em 23 de agosto de 1255, pelo Papa Alexandre IV.

Santa Clara de Assis é considerada a padroeira da televisão. A explicação está num episódio milagroso que ocorreu um ano antes de sua morte. Na ocasião, Santa Clara desejava muito ir a uma missa na Igreja de São Francisco, mas não podia, pois estava muito doente. A Santa entrou em oração profunda e, supostamente, conseguiu ver e ouvir toda a missa como se estivesse a ser projetada na parede de seu quarto.

Leia também: Dia da Televisão
Oração a Santa Clara de Assis

"Ó querida Santa Clara, que respondeste generosamente ao chamado do Senhor, entregando-te a uma vida de humildade e pobreza, ajuda-me, pela tua intercessão, a descobrir qual é o plano de Deus para a minha existência, alcança-me a coragem de dizer um sim generoso como o teu, como o de Maria, e a fidelidade em concretizá-lo todos os dias até o fim. Amém!"

quinta-feira, 24 de maio de 2018

SANTA SARA KALI, A PROTETORA DO POVO CIGANO, DAS GRÁVIDAS E DOS DESESPERADOS...





A Santa Sara é dentre todos os Santos da Igreja Católica, a escolhida pelos ciganos para dedicarem toda a sua devoção. Ela enfrentou preconceito e humilhação, mas em nenhum momento perdeu a fé em Jesus Cristo, ou abandonou os preceitos da Palavra de Deus.

Qual o Melhor Salmo da Bíblia Para Você? Nossos Especialistas Recomendam

RECEBER AJUDA DE ESPECIALISTA



Considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos desesperados, Santa Sara conviveu com Jesus durante sua breve passagem entre os homens, ela era servente de uma das três Marias que acompanhavam Cristo em sua pregação.
A História de Santa Sara de Kali

Por volta de 48 d.C, Santa Sara, juntamente com as três Marias (Maria Salomé, Maria Madalena e Maria Jacobina), foram colocadas em um barco sem remo e sem qualquer mantimento e jogadas à deriva no mar para morrerem. Este ato fazia parte da perseguição que todos os cristãos sofreram após a crucificação do Messias.

Diante de tal crueldade, elas concordaram que a única salvação seria a fé, onde prometeram que se chagassem salvas em algum local, continuariam a pregar a palava da Bíblia Sagrada, do Evangelho. Passaram então a rezar constantemente pedindo a misericórdia divina, milagrosamente o barco atracou na França, hoje a cidade é conhecida como Sante Maries de La Mer (Santas Marias do Mar).

Sara também fez uma promessa individual, a de que se conseguisse sobreviver, passaria a usar o lenço em sua cabeça pelo resto de sua vida, tal gesto simboliza a sua decisão de se manter pura pelo resto de sua vida e entregar seu coração somente a Cristo e continuar assim, a missão que ele começou na Terra. Por este gesto, é que a Santa sempre recebe lenços em sua imagem quando alguma graça é alcançada por um devoto.
Seu nome, sua pele – A mulher que trouxe Jesus ao mundo dos homens

O sobrenome “de Kali” diz respeito a cor de sua pele, que significa negro em hebraico.

Sara era uma cigana e escrava, enfrentou muitos desafios até encontrar-se com as três Marias que a acolheu em seus caminhos de louvação.

A devoção dos ciganos é também devido a fé das mulheres desse povo com essa Santa, Sara foi a responsável pelo auxílio a Maria Santíssima no momento do nascimento do menino Jesus. Portanto, as ciganas que não conseguiam engravidar ou as que queriam ter um parto tranquilo, pediam fervorosamente o seu auxílio para este momento tão gratificante e abençoado na vida de uma mulher. É de sabedoria desse povo que, quanto mais filhos uma mulher tiver, mais abençoada a sua vida será, pois a maior sorte e felicidade da vida é se sentir realizada em poder dar a luz a outra vida. Essas mulheres sempre retornavam à cidade de Sante Maries de La Mer com lenços para agradecer a ajuda recebida.

Já por sua vez, o lenço, tornou-se símbolo de prosperidade e saúde, e toda mulher cigana casada o tem como principal peça em seu vestuário.

Mas seus títulos não se restringem somente às gestantes, Santa Sara também é conhecida como a Santa dos desesperados, essa nomenclatura deve-se ao fato de sua presença em momentos angustiantes e importantes da história de Jesus, que foram: seu nascimento e a sua crucificação. Sendo assim, quem se encontra em desespero e à beira de perder a fé e esperança, pode depositar a sua confiança nas mãos de Santa Sara de Kali que ela ouvirá a sua dor e intercederá a seu favor.

Sara foi canonizada no ano de 1712 d.C, a data festiva em sua comemoração é em 24 de maio.
Oração de Santa Sara de Kali


“Santa Sara, tu que és a única santa cigana no mundo.
Tu que sofreste todas as formas de preconceitos e humilhações.
Tu que foste amedrontada e jogada ao mar para que morresses de sede e de fome.
Tu que sabes o que é o medo, a fome, a mágoa e a dor no coração.
Não permitas que meus inimigos zombem de mim ou me maltratem. (fazer o pedido)
Que tu sejas minha advogada diante de Deus.
Que tu me concedas sorte e saúde, e que abençoe minha vida. Amém!”


Novena de Santa Sara de Kali

Durante 9 dias repetir a Oração e os passos citados abaixo à Santa Sara Kali:


“Sara, Sara, Sara!
Foste escrava de José de Arimatéia.
No mar foste abandonada,
Seus milagres no mar se sucederam,
E como Santa te tornastes,
a beira do mar chegastes e os ciganos te acolheram.

Sara, rainha, mãe dos Ciganos,
ajudastes e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas.

Sara, mãe dos aflitos.
A ti imploro proteção para o meu corpo
Luz para meus olhos enxergarem até no escuro,
Luz para o meu espírito e amor para todos os meus irmãos:
brancos, negros e mulatos, enfim a todos os que me cercam.

Aos pés de Maria Santíssima tu, Sara,
me colocaras e a todos que me cercam,
para que possamos vencer as agruras que a Terra oferece.

Sara, Sara, Sara, não sentirei dores nem tremores,
espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar,
a todos que me desejarem mal, tu com as águas me fará vencer

Sara, Sara, Sara, não sentirei dores nem tremores.
Continuarei caminhando sem parar assim como as caravanas passam,
no meu interior tudo passara e a união comigo ficara e sentirei
o perfume das caravanas que passam deixando o rastro de alegria e felicidade,
teus ensinamentos deixaras.

Amai-nos Sara, para que eu possa ajudar a todos que me procuram,
ajudados pelos poderes de nossos irmãos ciganos.
Serei alegre e compreensivo com todos que me cercam.

Corre no céu, corre na terra, corre no mundo e
Sara, Sara, Sara, estarás sempre na minha frente,
sempre atrás, ao lado direito e ao lado esquerdo e assim dizemos:
Somos protegidos pelos ciganos e pela Sara que me ensinara a caminhar e a perdoar.

Ao final da Oração, fazer o pedido da seguinte forma:


“Eu, (dizer seu nome) te suplico: Sara, fiques sempre na minha frente, sempre atrás de mim, no meu lado direito e no meu lado esquerdo, assim somos protegidos como os ciganos, e tu, Sara, me ensinarás a caminhar e a perdoar. AMÉM!”


Em seguida rezar 3 vezes a Ave Maria e 3 vezes o Pai-Nosso.

Como podemos notar na Bíblia, a fé não possui identificação de cor, de nacionalidade, ela parte diretamente de nossa alma e coração, quando se há o amor verdadeiro por Cristo e seus ensinamentos, não há a necessidade de temer os obstáculos da vida. Por isso, quando precisar de mais luz e força, lembre-se de Santa Sara que ela te conduzirá para as melhores estradas.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

SANTA RITA DE CÁSSIA: 22 DE MAIO É SEU DIA!!!




Santa Rita de Cássia era filha única. Nasceu em maio do ano de 1381, nas montanhas em Roccaporena, perto de Cássia, região da Umbria, Itália. Era filha de Antônio Mancini e Amata Ferri, casal de muita oração e do qual todos gostavam. Não sabiam ler nem escrever, mas ensinaram à filha tudo sobre a fé em Jesus e Nossa Senhora. Eles contavam a ela também histórias de vida de muitos santos e santas, o que muito contribuiu para sua formação.
Vida de Santa Rita de Cássia

Santa Rita de Cássia queria ser religiosa, mas seus pais escolheram para ela um marido, como era costume na época. O marido escolhido foi Paolo Ferdinando. Não foi uma boa escolha, pois Paolo era um infiel no matrimônio e tinha o hábito de beber demais. Por causa dele, Santa Rita sofreu por 18 anos, período em que foi casada. O casal teve dois filhos. Durante o tempo de casada, Rita demonstrou muita paciência e resignação por tudo que sofreu.

Mesmo sofrendo, ela nunca deixou de rezar pela conversão dele. Por fim, a mansidão e o amor de Rita transformaram aquele homem rude e bruto. Paolo se converteu e mudou sua vida conjugal de tal forma que as amigas de Rita e as mulheres da cidade vinham aconselhar-se com ela.


Paolo, embora verdadeiramente convertido, tinha deixado um rastro de violência e rixas entre alguns grupos da cidade. Assim, um dia ele saiu para trabalhar e não voltou para casa. Santa Rita de Cássia teve a certeza de que algo horrível tinha acontecido.

No dia seguinte ele foi encontrado morto. Tinha sido assassinado. Seus dois filhos, que já eram jovens, juraram vingar a morte do pai. Santa Rita, então, pediu a Deus que não deixasse eles cometerem esse pecado mortal. Logo os dois ficaram muito doentes, de forma incurável. Antes que eles morressem, porém, Santa Rita ajudou os dois a se converterem, ao amor de Deus e ao perdão. A graça foi tão grande que os dois conseguiram perdoar o assassino do pai, e morreram.

Parece estranho, mas a morte dos dois filhos de Santa Rita quebrou uma corrente de ódio e vingança que poderia durar anos, causando muito mais sofrimentos e mortes. Depois disso, Santa Rita de Cássia teve a certeza em seu coração de que os três estavam juntos no céu. Assim, tudo tinha valido a pena.
Deus coloca Santa Rita de Cássia no convento

Santa Rita, estando sozinha na vida, quis entrar para o convento das irmãs Agostinianas, obedecendo ao chamado que sentia desde menina. As irmãs, porém, estavam em duvida sobre sua vocação, visto que tinha sido casada, o marido fora assassinado e os dois filhos morreram de peste. Por tudo isso, elas não queriam aceitar Rita no convento.

Então, numa noite, Santa Rita dormia, quando ouviu uma voz chamando: Rita. Rita. Rita.

Ela abriu a porta e estavam ali, São Francisco, São Nicolau e São João Batista. Eles pediram que ela os seguisse e depois de andarem pelas ruas, os santos desapareceram e Rita sentiu um suave empurrão. Ela caiu em êxtase e, quando voltou a si, estava dentro do mosteiro, estando este com as portas trancadas. Então as freiras não lhe puderam negar a entrada. Rita viveu ali por quarenta anos.
Milagres de Santa Rita de Cássia

Em dúvida se vocação de Rita era verdadeira, a superiora mandou-a regar um pedaço de madeira seca que estava no jardim do convento. Ela deveria fazer aquilo por um ano. Rita obedeceu com paciência e amor. Depois de um ano, para a surpresa de todos, mais um milagre aconteceu: o galho se transformou numa videira que dá uvas até hoje.
Sofrimento de Cristo no corpo de Santa Rita de Cássia

Orando aos pés da cruz Santa Rita de Cássia pediu a Jesus que pudesse sentir um pouco das dores que ele sentiu na sua crucificação. Então, um dos espinhos da coroa de Jesus cravou-se em sua cabeça e Santa Rita sentiu um pouco daquela dor terrível que Jesus passou.

O espinho fez em Santa Rita uma grande ferida, de tal forma que ela tinha que ficar isolada de suas irmãs. Assim, ela fazia mais orações e jejuns para Deus. Santa Rita de Cássia ficou com a ferida por 15 anos. A chaga só foi curada quando Irmã Rita foi a Roma, no ano santo. Quando voltou ao mosteiro, porém, a ferida se abriu novamente.
Morte de Santa Rita de Cássia

No dia 22 de maio de 1457, o sino do convento começou a tocar sozinho. Santa Rita estava com 76 anos. Sua ferida cicatrizou-se e seu corpo começou a exalar um perfume de rosas. Uma freira chamada Catarina Mancini, que tinha um braço paralítico, ao abraçar Santa Rita de Cássia em seu leito de morte, ficou curada.

No lugar da ferida apareceu uma mancha vermelha que exalava um perfume celestial que encantou a todos. Logo apareceu uma multidão para vê-la. Então, tiveram que levar seu corpo para a igreja e lá está até hoje, exalando suave perfume, que a todos impressiona.
Devoção a Santa Rita de Cássia

Santa Rita de Cássia foi beatifica no ano 1627, em Roma, pelo Papa Urbano Vlll. Sua canonização foi no ano de 1900, no dia 24 de maio, pelo Papa Leão Xlll e sua festa foi é comemorada no dia 22 de maio de todo ano.

No nordeste do Brasil, na cidade de Santa Cruz, Rio Grande do Norte, ela é sua padroeira, inclusive lá está a maior estátua católica do mundo, com 56 metros de altura. Santa Rita é considerada a Madrinha dos sertões. Em Minas Gerais existe a Cidade de Cássia que Santa Rita também é a padroeira, e seu aniversário é no dia 22 de maio também.
Oração a Santa Rita de Cássia

Ó Poderosa e Gloriosa Santa Rita de Cássia, eis, a vossos pés, uma alma desamparada que, necessitando de auxilio, a vós recorre com a doce esperança de ser atendida por vós que tem o título de Santa dos casos impossíveis e desesperados. Ó cara Santa, interessai-vos pela minha causa, intercedei junto a Deus para que me conceda a graça, de que tanto necessito, (fazer o pedido). Não permitais que tenha de me afastar de vossos pés sem ser atendido. Se houver em mim algum obstáculo que impeça de alcançar a graça que imploro, auxiliai-me para que o afaste. Envolvei o meu pedido em vossos preciosos méritos e apresentai-o a vosso celeste esposo, Jesus, em união com a vossa prece. Ó Santa Rita, eu ponho em vós toda a minha confiança. Por vosso intermédio, espero tranquilamente a graça que vos peço. Santa Rita, advogada dos impossíveis, rogai por nós.

sábado, 12 de maio de 2018

PRETOS VELHOS, DIA 13 DE MAIO É O DIA DELES....



Na Umbanda os Pretos velhos são homenageados no dia 13 de maio, data que foi assinada a Lei Áurea, a abolição da escravatura no Brasil.

Pretos velhos ou Pretos-velhos são entidades de umbanda, espíritos que se apresentam em corpo fluídico de velhos africanos que viveram nas senzalas e que adoram contar as histórias do tempo do cativeiro. Sábios, ternos e pacientes, dão o amor, a fé e a esperança aos "seus filhos".

O preto velho, na umbanda, está associado aos ancestrais africanos, assim como o caboclo está associado aos índios e o baiano aos imigrantes nordestinos.

São entidades que tiveram pela sua idade avançada, o poder e o segredo da sabedoria, apesar da rudeza do cativeiro demonstram fé para suportar as amarguras da vida, consequentemente são espíritos guias de elevada sabedoria, trazendo esperança e quietude aos anseios da consulência que os procuram para amenizar suas dores, ligados a vibração de Omolu, são mandingueiros poderosos, com seu olhar prescrutador sentado em seu banquinho, fumando seu cachimbo, benzendo com seu ramo de arruda, rezando com seu terço e aspergindo sua água fluidificada, demandam contra o baixo astral e suas baforadas são para limpeza e harmonização das vibrações de seus médiuns e de consulentes.

A característica desta linha, devido a elevação espiritual de tais entidades, é o conselho e a orientação aos consulentes, são como psicólogos, receitam auxílios, remédios e tratamentos caseiros para os males do corpo e da alma.

Os pretos velhos se apresentam com nomes que individualizam sua atuação, do Congo ou de Angola, evidenciando sua atuação propriamente dita e procedência. Em sua linha de atuação eles apresentam-se pelos seguintes codinomes, conforme acontecia na época da escravidão, onde os negros eram nominados de acordo com a região de onde vieram:
Congo (Pai Francisco do Congo) – refere-se a pretos velhos ativos na linha de Iansã;
Aruanda (Pai Francisco de Aruanda) – refere-se a pretos velhos ativos na linha de Oxalá. (OBS: Aruanda quer dizer céu);
D´Angola (Pai Francisco D´Angola) – refere-se a pretos velhos ativos na linha de Ogum;
Matas (Pai Francisco das Matas) – refere-se a pretos velhos ativos na linha de Oxóssi;
Calunga, Cemitério ou das Almas (Pai Francisco da Calunga, Pai Francisco do Cemitério ou Pai Francisco das Almas) – refere-se a pretos velhos ativos na linha de Omolu/ Obaluaê;

Entre diversas outras nominações tais como: Guiné, Moçambique, da Serra, da Bahia, etc… Muitos Pretos velhos podem apresentar-se como Tio, Tia, Pai, Mãe, Vó ou Vô, porém todos são Pretos velhos.

ADOREI AS ALMAS!!! SALVE OS PRETOS VELHOS DE UMBANDA!!!





AS SETE LÁGRIMAS DE UM PRETO VELHO.




Num cantinho de um terreiro, sentado num banquinho, pitando o seu cachimbo, um triste preto-velho chorava.

De seus olhos molhados, esquisitas lágrimas desciam-lhe pelas faces e não sei porque contei-as… Foram sete.

Na incontida vontade de saber aproximei-me e o interroguei. Fala, meu preto-velho, diz ao teu filho por que externas assim uma tão visível dor?

E ele, suavemente respondeu: Estás vendo esta multidão que entra e sai? As lágrimas contadas estão distribuídas a cada uma delas.

A primeira, eu dei a estes indiferentes que aqui vem em busca de distração, para saírem ironizando aquilo que suas mentes ofuscadas não podem conceber…

A segunda a esses eternos duvidosos que acreditam, desacreditando, na expectativa de um milagre que seus próprios merecimentos negam.

A terceira, distribui aos maus, aqueles que somente procuram a UMBANDA, em busca de vingança, desejando sempre prejudicar a um seu semelhante.

A quarta, aos frios e calculistas que sabem que existe uma força espiritual e procuram beneficiar-se dela de qualquer forma e não conhecem a palavra gratidão.

A quinta, chega suave, tem o riso, o elogio da flor dos lábios mas se olharem bem o seu semblante, verão escrito: Creio na UMBANDA, nos teus caboclos e no teu Zambi, mas somente se vencerem o meu caso, ou me curarem disso ou daquilo.

A sexta, eu dei aos fúteis que vão de Centro em Centro, não acreditando em nada, buscam aconchegos e conchavos e seus olhos revelam um interesse diferente.

A sétima, filho notas como foi grande e como deslizou pesada? Foi a última lágrima, aquela que vive nos olhos de todos os Orixás. Fiz doação dessa aos Médiuns vaidosos, que só aparecem no Centro em dia de festa e faltam as doutrinas. Esquecem que existem tantos irmãos precisando de amparo material e espiritual.



Assim, filho meu, foi para esses todos, que viste cair, uma a uma.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

TUDO SOBRE OGUM - O ORIXÁ FERREIRO E GRANDE GUERREIRO:





Ogum é símbolo de luta e conquistas, um Orixá muito respeitado e cultuado aqui no Brasil. Tem um dos mais fortes sincretismos, representado por São Jorge, também destemido guerreiro e que nunca abandonou sua causa.

Ele é a figura do comandante supremo, e quem necessitar de proteção em momentos de perigo chame por Ogum, pois esse Orixá ferve seu sangue no momento de batalha e lutará a sua frente com todas suas forças.

Receba as Mensagens Divinas Dos Orixás Por Especialistas em Jogo de Búzios Online

FAZER CONSULTA DE BÚZIOS



Ogum é temido guerreiro que sempre lutou sem parar contra todos que o desafiassem ou procurassem por sua fúria. É também irmão amoroso, filho de Iemanjá, irmão mais velho de Exú e Oxóssi, pelo qual sempre teve grande estima, ele que fez suas armas com suas próprias mãos.

Ogum passou para todos os seres humanos o conhecimento sobre batalhas e o trabalho com o metal, trazendo a evolução para toda a humanidade.
História de Ogum

A lenda sobre como esse guerreiro virou Orixá conta que um dia, ele foi requisitado para uma batalha que não havia data certa para finalizar. Sendo assim, ele solicitou para seu filho que era o dono do trono de Irê dedicar um dia no ano em seu nome enquanto ele estivesse em batalha, toda população deveria jejuar e fazer silêncio. Dessa forma ele partiu e permaneceu durante sete anos em batalha.

Ao retornar sedento e faminto, bateu em diversas casas pedindo bebida e comida, mas ninguém o atendia, o silêncio na cidade era absoluto. Enfurecido pela falta de consideração da população, Ogum não se controlou e dizimou toda a aldeia a fio de espada. O Orixá só parou quando seu filho apareceu e com a ajuda de Exú, controlou a fúria do pai sem entender o que o motivou a tamanha atrocidade. Ogum então se explicou, disse que as pessoas deveriam ter-lhe recebido com festa e presentes, mas ao contrário quando pediu uma bebida pois estava morto de sede, eles o ignoravam.

Seu filho então o lembrou do pedido que ele fez antes de sair da vila, de um dia de homenagem em silêncio, e aquele era o dia. Tomado por vergonha e remorso, Ogum abriu o chão com sua espada e se enterrou de pé.

A Paixão de Ogum por Oxum

Uma vez, Ogum se cansou de produzir armas de metal e decidiu fugir do vilarejo, se escondendo no meio da floresta. Todos os Orixás fizeram de tudo para chamá-lo de volta, mas nenhum conseguiu. Oxum, ao saber do acontecido, resolveu tentar o feito, os Orixás desacreditaram dela, mas Oxum disse que tinha seus truques.

Chegando no meio da floresta e avistando o guerreiro ao longe, Oxum começou a dançar e cantar espalhando seus encantos pela mata. Assim que Ogum a viu, se apaixonou perdidamente, e começou a segui-la. Fingindo não vê-lo, enquanto ele a seguia, Oxum o levou até a vila. O Orixá não teve outra escolha ao não ser voltar a trabalhar como ferreiro.

Iansã e Obá deixam Ogum por Xangô

Iansã e Obá foram esposas de Ogum, mas ambas se apaixonaram pelos encantos de Xangô e o abandonaram. Para conhecer suas histórias clique em: História de Iansã e História de Obá.

Ogum e sua quizila de quiabo

Ogum não suporta quiabo porque foi devido a esse legume que ele perdeu uma batalha para o Orixá que ele mais detesta: Xangô. Ela foi pego em uma armadilha, uma pasta feita com quiabo, preparada por Xangô, na qual ele pisou e escorregou durante a batalha, o que o levou a derrota.
Qualidades de Ogum
Ogun Akoró Usa coroa e roupa de mariwó, ele toma conta da casa de Oxalá, ligado a Oxossi e também não come mel.
Ogun Mejé Ligado a Exú, toma conta das 7 entradas do Irê
Ogun Wáris Ligado a Oxum, muito requintado, é ferreiro de metais dourados.
Ogun Oniré Senhor do Irê, filho de Oniré
Ogun Amené Ligado a Oxum, possui uma conta verde clara
Ogunjá Somente na África essa qualidade recebe cães como oferenda, está ligado a Yemanjá
Ogun Alagbedé Ligado a Yemanjá, é o Ogun dos ferreiros.

Oferendas para Ogum

IMPORTANTE: toda oferenda deve ser orientada por alguém responsável do Candomblé ou Umbanda, cada Orixá possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e guiadas por quem os conhecem após anos de prática na religião.

Ogum aprecia muito a manga, feijão fradinho, camarão e cerveja clara. São as oferendas mais simples dentre os Orixás, elas podem ser entregues em beira de cachoeira, praias, estradas de terra, mato e até mesmo em um jardim. Sua quizila é o quiabo, então muito cuidado!

Mangas para Ogum

Ingredientes:
7 cravos vermelhos
7 mangas espadas sem descascar
1 água mineral
1 cerveja clara.

Material para montagem: 7 folhas de couve que serão arrumadas como um círculo, 1 coité para a cerveja e 7 velas intercalando brancas e vermelhas.

Modo de preparo: colocar as folhas de couve como se fossem um prato, formando um círculo, com o cabo sempre para fora. Divida as mangas em duas partes sem tirar a casca nem o caroço e coloque sobre as couves, regue com a água mineral para se manterem frescas, coloque os cravos, as velas e o coité com cerveja para completar.

Oferenda de pedido de prosperidade para Ogum

Ingredientes:
250 grs de feijão de cavalo crú
250 grs de feijão fradinho crú
8 ovos cozidos (descascados e inteiros)
8 azeitonas verdes
8 folhas de louro, azeite de dendê
8 moedas douradas limpas (lavadas com sabão)
1 cerveja clara.

Material para montagem: 1 coité para a cerveja, 4 velas brancas (0 ou 1), 4 velas vermelhas (0 ou 1), 7 folhas de couve para fazer o suporte e 8 formas de empadinha para as velas.

Modo de preparo: Dispor as 7 folhas de couve como um prato, formando um círculo com os cabos para fora. Colocar o feijão cavalo no centro e o feijão fradinho envolta dele. Enfeitar tudo com os ovos, azeitonas e folhas de louro, regue tudo com dendê. Colocar as velas envolta e acendê-las em cima das formas.
Dia de Ogum

O dia de comemoração a Ogum é em 23 de Abril, data em que São Jorge foi degolado ao defender os cristãos em Roma.O dia específico para esse Orixá é a Terça-feira.
Cores de Ogum

Suas cores características são os azuis escuros e o verde. Em algumas qualidades ele também aparece com o uso do vermelho.
Características das Filhas e Filhos de Ogum

De físico magro, mas definido, os filhos e filhas de Ogum são aquelas pessoas que não dispensam uma “farra” e pagam para entrar em uma briga, nem precisa iniciar por causa deles, se enxergarem uma confusão nem sabem porquê mas estarão lá no meio. De temperamento forte e impaciente, eles não perdem tempo procurando explicações, já partem para o ataque.

No relacionamento são pessoas muito complicadas de se apegarem a alguém, costumam trocar sempre de parceiros. Eles não acreditam em probabilidades, batalham até mesmo se souberem que é impossível alcançar o sonho, e geralmente eles conseguem o milagre de realizá-lo. Os filhos de Ogum são pessoas de desejos simples, preferem dormir sobre o piso ou em uma rede do que em uma cama confortável, e vivem com o pé no chão.

A principal característica dos filhos e filhas de Ogum é o esforço para conseguir alcançar o desejado, são pessoas batalhadoras e com um espírito incansável. Precisam tomar muito cuidado para não se tornarem desagradáveis, pois possuem o dom de serem líderes e de atingir a vitória, então é bom não deixar a prepotência e a falta de humildade subir a cabeça.

Não conseguem acumular riquezas, tudo que ganham logo gastam com algo que os satisfaça momentaneamente. São pessoas muito comunicativas e alegres, daqueles que dividem sua felicidade, risadas e histórias com todos.
Sincretismo de Ogum

Um dos sincretismos mais fortes, Ogum é conhecido como o São Jorge (não é mais considerado Santo pela Igreja Católica, mas os devotos são inúmeros, principalmente aqui no Brasil). Ambos são tradicionalmente guerreiros, que lutam de espada na mão contra a opressão.

A História de São Jorge

Jorge era de família cristã e lutava no exército de Roma desde jovem, após a morte de seu pai, ele mudou com a sua mãe para a Palestina. Aos 23 anos foi promovido a capitão do exército, ágil e muito habilidoso com a espada, despertou inveja em diversas pessoas. Ao se mudar para a corte em Roma para exercer altos cargos, tornou-se de seu conhecimento que o imperador Diocleciano estava organizando uma extermínio aos cristãos. Ao ver o mandato, Jorge apresentou-se e disse que os ídolos que eles cultivavam eram na verdade falsos deuses e que Jesus era o único caminho e salvação. O imperador não pensou duas vezes e mandou torturá-lo, ele acreditava que perante a dor, Jorge abandonaria o seu Deus. Mas isso não aconteceu, ele insistiu em sua fé.

Outra lenda de São Jorge é sobre o seu simbolismo em matar um dragão. Um reino na Europa estava correndo perigo devido a um dragão que aparecia sempre para tentar quebrar o muro da cidade e destruía tudo a sua volta. Para conter a sua fúria, ele queria o sacrifício de uma jovem moça virgem. Certo dia, a filha do Rei foi a sorteada para servir de oferenda ao monstro. Enquanto esperava a beira do lago sem esperança de ser salva, apareceu um jovem cavalheiro de espada na mão que transformou o dragão em um cordeiro e o entregou a menina dizendo para ela voltar para casa e dizer a todos para que nunca perdessem a fé nos milagres de Deus, pedindo para que todos se convertessem.

Na Bahia Ogum também ficou conhecido como Santo Antônio.
Oração de Ogum

Devido ao seu forte sincretismo com São Jorge, as orações ao Orixá Ogum são as mesmas do Santo, entre elas está a mais forte e conhecida:


Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge.
Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem,
tendo mãos não me peguem,
tendo olhos não me enxerguem
e nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não o alcançarão,
facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar,
cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem.

Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua Santa e Divina Graça,
Virgem Maria de Nazaré, me cubra com o seu Sagrado e divino manto, me protegendo em todas minhas dores e aflições,
E Deus com a sua Divina Misericórdia e grande poder, seja meu defensor, contra as maldades de perseguições dos meus inimigos,

Glorioso São Jorge, em nome de Deus,
me estenda o seu escudo e as suas poderosas anulas,
defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza,
do poder dos meus inimigos carnais e espirituais e de todas sua más influências,
e que debaixo das patas de seu fiel ginete,
meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós,
sem se atreverem a ter um olhar sequer que me possa prejudicar.

Assim seja com o poder de Deus e de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

Amém.
Saudação a Ogum

A saudação a Ogum é: Ògún ieé! Que possui o significado: Salve a Ogum, cabeça coroada. Também pode ser mencionada como Ogunhê.

Apesar da imagem de guerreiro temido, Ogum na verdade é a vida em sua plenitude. Poderoso protetor, temido lutador, sua força e garra inspiram muitos filhos e seguidores.

segunda-feira, 26 de março de 2018

CÓDIGOS GRABOVOI PODEM ATRAIR TUDO!!!



Olá, queridos.
Dando sequência à nossa série “aprendendo a manejar a “Lei da Atração”, quero agora falar-lhes sobre as sequências de Grabovoi.  Para quem nunca ouviu falar, vejam um resumo da biografia dele, que é muito vasta:

Grigorij Petrovich Grabovoj, ou Grigori Grabovoi (nascido em14 de novembro de 1963 no Cazaquistão) é um médium, numerólogo, matemático eocultista russo que afirma a possibilidade de abolir a morte, ressuscitar mortos, curar o câncer e AIDS; a possibilidade do teletransporte e de identificar e resolver a distância mecânica e problemas eletrônicos em aviões, estações espaciais, estações de energia elétrica atômicas e quaisquer outras construções técnicas.
Ele discute suas habilidades em seu livro de três volumes, “A Prática do Controle, o caminho para a salvação”. Doutor em Ciências, e acadêmico graduou-se na Faculdade de Matemática Aplicada e Mecânica da Universidade Estadual de Tashkent - com especialidade em mecânica, em 1986. Possui uma formação em saúde. Ele é também um acadêmico da Academia Internacional de Informatização; membro correspondente da Academia de Ciências da Rússia e conselheiro do Federal Aviation Service da Rússia.
Seus livros explicam como a descoberta do campo criativo da informação ou da energia da consciência podem manifestar fisicamente qualquer informação ou objeto que você desejar, assim como também aqueles que não estão sujeitos ao continuum espaço-tempo, ao converter essa informação em forma geométrica conhecida. Isto é por que os números de Grabovoi podem ser usados para diagnóstico remoto, regeneração da matéria, dentro de qualquer período de tempo por meio da transformação do tempo em forma de espaço. O objetivo do ensino de Grabovoi, segundo o próprio, é transmitir o conhecimento do Senhor para as pessoas de todo o mundo, a fim de salvá-los de uma possível catástrofe global e possibilitar que cada um possa alcançar saúde perfeita, imortalidade física, ressuscitar em seus corpos físicos todos os que se já se foram e proporcionar o desenvolvimento construtivo, harmonioso e eterno de toda a humanidade.
Ele alega habilidades pessoais de controle remoto da matéria física a qualquer distância, cura de centenas de pessoas doentes, incluindo câncer e aids, sem mesmo estar presente no local. Esses fatos são certificados pela medicina tradicional e comprovada por declaração autenticada de pessoas curadas. Usando sua clarividência, ele consegue examinar remotamente aeronaves, para descobrir possíveis defeitos, trabalha com materialização, desmaterialização e teletransporte. Ele regenera até matéria destruída. Ele quer que essas habilidades sejam aprendidas por todos, para que assim possam usar esses dons para evitar catástrofes, através da criação, sem destruição.
Uma das maiores autoridades sobre os ensinamentos de Grabovoi no Brasil é Dulce Ferraz, que é professora licenciada, autorizada a ministrar cursos sobre seus ensinamentos. Quando perguntada sobre comprovação da eficácia dessas técnicas, ela nos informa que Grabovoi trabalha somente com documentos registrados em cartório. Se alguém chega com um problema de saúde, ele pede laudos médicos, os registra e trabalha a pessoa. Depois ele pede que a pessoa retorne ao seu médico, refaça os exames e os traga de volta para que sejam registrados. Ele tem um livro só com registros de casos
Fonte:
📷
Grabovoi, através dos seus livros, liberou uma série enorme de sequências numéricas para serem utilizadas como "remédios" para os principais males que afetam a humanidade, sejam eles na área da saúde, do comportamento, da sorte e do destino de cada ser humano.
Eu vou lhes passar o “modus operandi” para trabalhar com estes códigos (sequências numéricas) com o objetivo de atrair e manifestar em seus planos físicos as coisas que esses números vibram.  
O significado vibratório de cada número está relacionado a um estado espiritual ou um processo:
Chamamos o manejar destes números de “pilotagem”.  Funciona assim: 
1) Você define criteriosamente o que quer atrair;
2) Escolhe a sequência numérica correspondente àquela coisa ou situação;
3) Visualiza a coisa ou situação concretizada dentro de uma esfera, com o maior     número de detalhes possíveis.  Procure sentir-se utilizando aquela coisa ou situação. Tenha confiança. Não imponha empecilhos como medo e dúvida nas suas mentalizações.   Assim que ficar mais seguro (a),  inicie o trabalho com as “pilotagens”.
4) Verbaliza ou mentaliza os números da sequência algumas vezes, dizendo todos os números “sem apelido” (por exemplo: diga seis e não meia).  Repita quantas vezes sentir vontade.  Existem alguns sites que nos dizem para repetir a sequência 108 vezes, colocando-as na mesma categoria dos mantras que se repetem assim, alegando que as 108 repetições fazem com que as ondas de som dos números vibrem mais facilmente.  Mas não é necessário.  É melhor repetir menos e “sentir” mais.  Se você repetir 108 vezes automaticamente, sem nenhuma conexão real com a sequência numérica, não vai adiantar nada. O importante é conseguir primeiro se conectar com o Criador, com a abundância e opulência universais, com os bons propósitos em sua vida e daí sim, você pode dizer apenas uma vez que conseguirá resultados.  Por isso eu digo que a meditação é a ferramenta número um para atrairmos as coisas boas para nós. Porque sem ela nenhuma medida vai te trazer resultados. Você vai precisar dela para fazer suas orações, seus pedidos, seus agradecimentos e tudo o mais pois o Criador precisa te ouvir, e para Ele conseguir te ouvir você precisa aquietar sua mente, acalmar seu ser externo e aumentar sua frequência vibratória. Ele, o criador, vai diminuir a frequência Dele para falar com você mas se você não aumentar a sua, não tem como conseguir o contato.  E, sem contato não há resultados.  Você também pode escrever as sequências em folhas de cadernos várias vezes e olhar para elas sempre que puder. 
Ø Existem algumas orações construídas com as sequências, chamadas de“limpeza”, que alguns sugerem que façamos também, ao invés do procedimento acima, ou agregado a ele, como preferirem. Vou passar a vocês algumas sequências numéricas e duas limpezas, uma mais curta e outra mais cumprida.  Daí vocês escolhem com quais se identificam mais e mãos-a-obra!
Ø Vocês também podem fazer de outras formas. Por exemplo:
ü   -) Se o problema é na área da saúde, escrevam a sequência adequada numa fita adesiva; colem numa garrafa ou jarra de água (plástico, vidro, tanto faz) e bebam. Coloquem-nas também coladas próximo às áreas afetadas.
ü   -) Se o problema for emocional, colem a sequência escolhida em alguma parte do corpo onde vocês possam visualizar com regularidade. Espalhem também em áreas da casa ou do trabalho, para que a freqüência vibratória dos códigos possa ser disseminada.
ü   -) Se se o problema for financeiro, guardem-nas na carteira ou sobre o material de trabalho em lugares onde possam manter contato visual.
Presença divina Eu Sou = 123 111 5025
Saúde perfeita =  181 4321
Eliminar resistência do inconsciente = 5484 9169 8719
Abundância financeira = 318 798
Dinheiro Inesperado = 520
Solução Imediata = 741
Milagre = 777
Perdão = 706
Prosperidade = 71427321893
Abrir caminhos = 691
Harmonizar o passado = 781 901 9425
Harmonizar o presente = 71042
Harmonizar o futuro = 148 721 091
Tudo é possível = 519 7148
Criar circunstâncias favoráveis = 419 48871
Limpar memória emocional = 61 988 184 161
Harmonia familiar – 285555901
Infinito = 889
Universo = 8
Para o amor, existe a seguinte fórmula química:
C43H66N12O12S2
A receita é visualizar a fórmula química enquanto verbalizam ou mentalizam as sequências:
Amor (geral) = 888 412 1289018
Amor eterno  = 888 912 818848
Existem milhares de outras sequências na Internet. É só buscarem assim: “Código Grabovoi para _____”
1) Eu, (seu nome), ativo agora os códigos para eliminar qualquer resistência do meu inconsciente 5484 9169 8719 permitindo que o dinheiro flua em minha vida 520 de modo harmonioso e rápido 741. Recebo e acolho a prosperidade 71427321893 e a abundância financeira 318 798 em minha vida porque tudo é possível 519 7148 e tudo dará 100% certo 9181 97185.
Ilumino esta manifestação com a luz dourada do Criador 123 111 5025.
E libero tudo para o infinito 889 8
Que o Universo atenda o meu pedido.
2) Eu, (seu nome), através da minha amada presença divina “Eu Sou” 123 111 5025 transmuto agora e para sempre toda e qualquer resistência do meu inconsciente 5484 9169 8719 que reativa em minha vida a maravilhosa abundância financeira 318 798, que reativa a minha saúde perfeita 181 4321, que reativa minha felicidade e paixão de viver da alma 5148123, que reativa minha poderosa intuição 35986, que me faz um (a) grande comunicador (a) 57149819431, que reativa meu infinito e incrível carisma 4917185994817, que faz vender muito fácil e rápido meus produtos e serviços 54121381948, que me dá o poder de espalhar sabedoria por toda a terra 9721854218, que me faz agora viver em total harmonia no presente 71042 e com gratidão eterna sei que tudo isso é possível 519 7148.
Ilumino esta manifestação com a luz dourada do criador 123 111 5025.
E libero tudo para o infinito 889 8
Pratiquem a pilotagem até conseguirem se conectar com as vibrações numéricas. 
Uma dica:  Assistam a série americana “Touch” para ver como as sequências numéricas realmente nos conectam com as mais diversas coisas e situações. É maravilhosa e nos mostra como estamos todos conectados; como somos todos um só, como ondas em um oceano que vão até a praia mas logo voltam e se fundem com o todo, tornando-se o todo.  Os números identificam todas as coisas e situações e cada uma delas emite uma vibração.  Então, bora aprender mais esta forma de manifestar nossos desejos em nossas vidas!
Estou preparando mais um post incrível para a nossa série. Nos próximos dias estará no blog. Aguardem!
Paz e luz a todos!
Namastê!