Pesquisar este blog

Carregando...

Follow by Email

LINK...

quinta-feira, 2 de julho de 2015

UM RECADO DOS EXUS AMPARADORES:

POR WAGNER BORGES

Ainda agora, enquanto eu preparava o material para a 1ª aula do curso de Orientalismo e Espiritualidade (com ênfase nos ensinamentos dos Upanishads) que iniciarei daqui a pouco no IPPB para cerca de 235 pessoas, percebi uma certa manifestação energética por fora do meu apartamento. Fechei os olhos e concentrei-me para verificar o que era. Pulsei luz no meu chacra frontal e nas mãos enquanto erguia os pensamentos e sentimentos ao Supremo Amor para sintonizar a consciência com as energias elevadas.

Fora do apartamento (moro no quinto andar), em pleno ar, surgiu uma fenda escura. Eu sabia que era uma passagem interdimensional para o plano extrafísico. Do outro lado da mesma, muito embora eu não pudesse vê-los diretamente, estava um grupo de Exus que trabalham nos ambientes pesados do Astral desmanchando as porcarias que os encarnados encomendam aos seus asseclas desencarnados que patrocinam certos processos de magia trevosa.

Eles operam em climas pesadíssimos e são craques em dissolver as energias pesadas emanadas pelo ódio. Costumam trabalhar associados as egrégoras afro-brasileiras, principalmente na Umbanda. São espíritos que não costumam aparecer ostensivamente e não são dados a floreios espirituais. Costumam ser bem diretos e falam na cara o que for preciso, sem qualquer dose de concessão ao ego de quem os escuta. Dentro de sua maneira direta de agir, eles não suportam pessoas hipócritas e nem espiritualistas que complicam o serviço com os seus problemas corriqueiros. Também não gostam de pessoas que trabalham sem honra no caminho e apenas voltadas para a resolução de suas problemáticas infantis.

Apesar de aparentarem um jeitão meio agressivo (quem os critica não trabalha com as energias pesadas que eles tem que aturar a toda hora e nem tem metade da raça desses amigos que operam no Umbral e que tanto ajudam a humanidade sem receberem o mínimo reconhecimento),respeitam muito a quem trabalha verdadeiramente voltado para a Espiritualidade Superior. Em muitas ocasiões de minha vida fui ajudado por esses Exus e outras entidades ligadas às atmosferas psíquicas afro-brasileiras. Por diversas vezes, principalmente em projeções da consciência com resgates extrafísicos dificílimos, esse pessoal me ajudou e protegeu, sempre de forma limpa e sem me cobrar coisa alguma.

Alguns desses grupos extrafísicos trabalham ligados a diversos mestres espirituais que ajudam invisivelmente a humanidade. Servem nos planos densos sob o comando secreto dos mentores que patrocinam o esclarecimento espiritual planetário. São eles que seguram as barras pesadas nos ambientes crosta-a-crosta e nos planos extrafísicos densos (umbralinos). São eles os amparadores que descem as furnas malignas para enfrentar o mal que se esconde do olhar dos homens sem fé e sem coragem.

Sim, são eles que se revestem de coragem e partem para os combates com os agentes extrafísicos patrocinadores e exploradores das trevas humanas que se escondem aos olhos dos homens, mas que são observadas por esses Exus-amparadores. São eles que ajudam muito a proteção de diversos grupos espiritualistas e nunca são reconhecidos pelos mesmos (muitos grupos estão mais preocupados com combates com os agentes extrafísicos patrocinadores e exploradores das trevas humanas que se escondem aos olhos dos homens, mas que são observados por esses Exus-amparadores. São eles que ajudam muito a proteção de diversos grupos espiritualistas e nunca são reconhecidos pelos mesmos (muitos grupos estão mais preocupados com a pureza doutrinária do que com a verdade que se apresenta e precisa ser evidenciada de forma universalista).

Nesse instante, enquanto escrevo essas linhas, sinto a presença do Pai Joaquim de Aruanda, amparador Preto Velho ligado às vibrações da Umbanda e que também já me ajudou em muitas projeções. É ele que está patrocinando esse contato espiritual com os Exus amigos e permitindo a manutenção das vibrações sadias que me inspiram a escrever tudo isso.

Voltando ao relato com o qual iniciei esses escritos, os Exus que estavam do outro lado da fenda interdimensional me passaram uns toques espirituais importantes. Alguns deles são de cunho pessoal e referem-se a um processo extrafísico pesado no qual estão envolvidas algumas pessoas que estou tentando ajudar. Porém, alguns dos toques são de cunho geral e poderão ser úteis para a reflexão de outras pessoas que estudam a Espiritualidade. Aliás, esse foi o motivo que me fez correr aqui para o computador e escrever logo para não esquecer posteriormente.

Vou colocar por tópicos para facilitar:

1. "Muitas pessoas que correm para os lugares espiritualistas em busca de ajuda não merecem ser ajudadas. Não fazem nada para melhorar, só querem que alguém tire o peso de seus cangotes."

2. "O ser humano é muito falso mesmo. Vai pedir ajuda espiritual como se fosse um perseguido e injustiçado, mas nem conta dos desejos cruéis que carrega e que são a causa de sua desdita."

3. "Os obsessores são tinhosos mesmo e perturbam muito, principalmente se a pessoa lhes dá fartura de pensamentos ruins na cachola e lhes dá a guarida de suas energias."

4. "Algumas porradas espirituais que as pessoas levam são bem merecidas. Quem manda mexer com o que não deve? Quem enfia a mão no vespeiro quer ser ferroado. Depois não adianta reclamar!"

5. "As pessoas olham muito para os defeitos dos outros. Por isso não tem tempo de enxergarem suas próprias mazelas. Mas os obsessores adoram vê-las, ao vivo e a cores, direto dentro delas mesmas, de preferência acoplados juntos e fazendo a festa."
6. "Quem trabalha direito e segue seu caminho com honra não precisa de proteção espiritual. A luz de seus propósitos já lhe protege e inspira.Porém, em alguma necessidade a mais, pode contar com a gente mesmo. Nem precisa pedir. Quem é raçudo no rala-rala da vida e ainda pensa no bem dos outros merece ser tratado com o devido respeito."

7. "Tem muita gente fazendo coisa braba para os outros. Problema delas! Vão se ferrar, mais cedo ou mais tarde. Tudo o que elas mandarem na intenção de alguém irá voltar para elas mesmas lá na frente."

8. "Quanto maior for à má intenção de alguém, maior será a chusma de espíritos perversos agarrados em suas energias."

9. "Tem muita gente rezando para acabar com alguém ou para conquistar a força o que não merece. Ah, eles vão se ferrar!!!"

10. "A maioria das pessoas não tem vergonha na cara. Rezam pouco, pensam mal dos outros, estão cheias de medo e ainda deixam a guarda aberta por causa de seus rolos emocionais. Depois ainda ficam se perguntando o porquê de tantas coisas ruins estourando em suas vidas pequenas e apagadas."

11. "A grana que o pessoal paga em algum lugar para fazer coisa braba para os outros poderia ser usada para ajudar os pobres. Quem faz isso merece as porradas espirituais que leva e os obsessores que arrasta em sua companhia."

12. "O dinheiro não é capaz de comprar uma noite de sono com a consciência tranqüila. E é durante o sono que muita gente se ferra no Astral. Tem espírito brabo doido para fungar em seus cangotes e sugar suas energias. E tem gente que ainda acha que é pesadelo."

13. "Quem é justo tem a proteção que merece. Pode sair do corpo sem susto. Está em casa e não tem o que temer. Pode voar por aí e aproveitar as horas de recreio espiritual. Os guias espirituais os orientarão e os protegerão de qualquer coisa, desde que sejam justos."

14. "Muitos já nos chamaram de polícia do baixo astral ou de lixeiros do Astral inferior. Pela parte que nos toca, muito obrigado. Mas nós somos mesmo é ajudantes de serviços gerais no Astral. Fazemos o que é preciso e justo, sem passar dos limites que os Maiorais da Espiritualidade nos determinaram. Nenhum de nós é traíra! Somos o que somos. Somos honrados e ninguém nos compra. E ai de quem tentar nos enrolar com promessas falsas ou intenções ruins."

PS: Um deles ainda me disse o seguinte: "Se você vai escrever mesmo o nosso recado, então vai fundo. Escreve tudo mesmo. Pode esperar que você será criticado por isso. Dane-se! Faz com honra e verdade e dane-se o que os hipócritas de plantão pensam. Os obsessores deles que se entendam com eles. Se você faz o seu serviço com convicção e é guiado pela Espiritualidade Superior, manda ver! O seu coração sabe o quanto de verdade que há nesse nosso papo. E tem muita gente que entenderá o recado sim. E não é aquela gente que se acha espiritualizada não (se acham muito espertos, mas dançam feio em muitas situações que só a galera do Invisível é que vê). Quem entenderá esse recado são as pessoas simples de coração e de mente. A elas o nosso respeito."

Nota: Enquanto finalizo esses escritos, também está presente um dos amparadores do grupo de Ramatís supervisionando tudo.

Um último esclarecimento: Como elemento interdimensional consciente e que percebe outros planos e seres espirituais, é minha tarefa passar para o plano físico muito do que vejo como forma de esclarecimento espiritual universalista. Alguns entendem isso, outros não. Não importa. Não escrevo para agradar a doutrina ou o condicionamento de ninguém mesmo. Só sei que apesar dos defeitos que tenho, os propósitos que movem o meu trabalho são justos e que tento caminhar com honra na tarefa que me foi designada pela Espiritualidade.

Agradeço muito ao Grande Arquiteto Do Universo pela oportunidade de viver na Terra e de andar com a mente e o coração abertos a tudo aquilo que seja positivo e criativo na manifestação da vida. Na casa secreta do meu coração há espaço para todas as correntes de trabalho espiritual que fazem o bem para a humanidade.

Agradeço aqui de forma explícita a todos os amparadores das egrégoras afro-brasileiras que sempre deram uma grande força e proteção na tarefa espiritual e humana em que estou envolvido.

E também deixo aqui registrada toda a minha alegria de trabalhar com a Espiritualidade, minha grande riqueza de consciência e que nem a morte pode roubar-me, pois é estado de consciência íntimo e intransferível. Paz e Luz.

Texto extraído do Jornal de Umbanda Sagrada - Edição 28 - alexandrecumino@uol.com.br

Por Wagner Borges

Solange Christtine Ventura
www.curaeascensao.com.br

UMBANDA - O PRONTO SOCORRO ESPIRITUAL:

UMBANDA - O PRONTO SOCORRO ESPIRITUAL




Mestre Rubens Saraceni

Umbanda é uma Religião fascinante se estudada com isenção e racionalismo, mostrando-nos a Grandeza Divina de Deus e as infinitas possiblidades que Ele nos oferece para nos auxiliarmos quando entramos em desequilíbrio com o Plano Espiritual e o Natural.

Se soubermos interpretar o simbolismo umbandista veremos que, mais que uma Religião, a Umbanda é um Pronto Socorro Espiritual Equipadíssimo para acolher todos os necessitados de um rápido auxilio.

As pessoas seguidoras de outras religiões não vão à Umbanda para rezar e sim, vão em busca do socorro imediato para as mazelas que, em suas religiões, não tem como ser tratadas adequadamente. Vemos entrar e sair dos Centros Umbandistas pessoas seguidoras das mais diversas religiões, todas necessitadas de tratamento Espiritual imediato, muitas delas a beira de um colapso nervoso, do suicídio, da loucura, da confusão que incutiram em suas mentes com mensagens religiosas contraditórias que, ao invés de orientá-las, as confundiram de tal forma que muitas perderam a fé no referencial divino que tinham.

Com os espíritos que se manifestam através dos meus médiuns muitos encontram palavras de consolo, de conforto e de esclarecimentos que, pouco a pouco, fornecem-lhes novos referenciais, todos fundamentados na imortalidade do espírito e na necessidade de espiritualizarem- se porque só com uma pessoa se entendendo com espírito emortal encarnado para cumprir mais uma etapa da sua evolução, ela lidará de forma correta com suas dificuldades aqui na terra e alcançará o equilíbrio íntimo para superá-las ou transmutá-las.

Os referenciais divinos de quase todas as religiões são idênticos e estão calcados na existência de um Deus onipresente e onipotente que tudo pode e tudo faz; que é justo e perfeito e que não desampara ninguém em momento algum, fornecendo a todos o seu ampara divino.

Esse referencial divino é verdadeiro e não estamos negando-o ou questionando-o porquê também acreditamos nele e o ensinamos a todos que acreditam na existência de Deus.

O que questionamos acerca desse referencial divino é que muitos limitaram a religiosidade das pessoas nessa afirmação (verdadeira) e negaram tudo mais que faz - parte do aprendizado e da espiritualização delas, negando-lhes o benefício da busca e a satisfação de poderem, por si, solucionarem as dificuldades do dia a dia e de sanarem as dúvidas existência que surgem naturalmente no decorrem de suas passagens terrenas.

Na mente do doente, do desempregado, do solitário, do desesperançado, do desiludido, do desequilibrado mental e emocionalmente etc., passam pensamentos terríveis sobre sua condição de sofre- dor em meio a tantas pessoas saudáveis, em meio a tantas pessoas empregadas e em ótima situação financeira, em meio a tantas pessoas felizes, em meio a tantas pessoas cheias de esperança e felizes pelo sucesso já obtido em seus projetos de vida. A legião de sofredores encarnados é imensa e em certos momentos nós (eu e você, amigo leitor) já fizemos parte dela (ou ainda somos), certo?

Aos membros temporários ou permanentes dessa imensa legião de sofredores encarnados soma-se a dos espíritos já desencarnados, muito maior e em piores condições porque já não têm a estabilidade do plano material para se agarrarem e não serem tragados pelo abismo do desespero, do tormento e da sensação de desamparo total nos momentos mais difíceis das suas existências.

Faltou a alguns intérpretes de Deus revelarem aos seus seguidores que Deus é Onipotente, Onisciente e Onipresente, que tudo pode e tudo faz em nosso benefício, não desamparando ninguém em momento algum, mas que tem Sua forma de nos auxiliar na solução das nossas dificuldades, todas elas passando por nós mesmos e contando com a nossa participação na solução dos nossos problemas.

Deus possui muitos modos de operar em nosso benefício e um deles é através do auxílio dos espíritos mais evoluídos que, invariavelmente, voltam-se para os menos evoluídos e passam a auxiliá-los para que lidem de forma correta com suas dificuldades, sejam elas transitarias ou permanentes.

As dificuldades transitarias são solucionadas rapidamente. Já as permanentes, a solução delas só é possível com uma transformação integral do ser, pois a mente, que é a fonte dos pensamentos, não pode estar dissociada da razão e do bom senso, que são fontes de equilíbrio e racionalismo.
Ou a mente e a razão estão associadas e centradas ou a qualidade dos pensamentos deteriora-se e elas se auto-anulam pelas contradições, enfraquecendo a fé e anulando a crença em um Deus, Justo e Perfeito, que não desampara ninguém e a todos socorre o tempo todo, mesmo quando a solução das nossas dificuldades esta em nós.

Espiritualizar-se é mais que crer em Deus! E o ser crer-se parte Dele e que todas as nossas ações refletem Nele e retornam para nós, os seus emissores.

E crer-se uma célula do corpo de Deus que, se esta saudável realiza suas funções sem chamar a atenção dos ‘anticorpo? Espirituais mas, se ficar enferma, atrairá a atenção deles e começará a ser atacada de todos os lados até ser devorada por eles, que tem justamente essa função: Destruir e remover do corpo todas as células que se tornarem enfermas e ameaçarem a saúde, o bem estar e o equilíbrio existente nele.

A “célula enferma” não entende porque só ela esta sendo atacada e todas as outras (suas irmãs) não são incomodadas pelos “anticorpos’, ainda que estejam ao seu lado. Com certeza essa célula enferma tem muitos porquês sem respostas, não é mesmo? Tal como todas as pessoas, em certos momentos de nossa existência, quando estamos sofrendo porque fomos atacados violentamente por forças desconhecidas, fraquejamos e sentimos que fomos abandonados à nossa própria sorte (ou azar).

Quantas pessoas não vêem suas vidas desmoronarem de uma hora para outra, perdendo tudo o que acumularam durante anos por causa de um mau negócio; de um projeto que não deu certo; devido uma onda de doenças; por causa de uma separação conjugal; pela perda de um emprego bem remunerado, etc., e daí em diante tudo muda para pior e escapa-lhes do controle? São acontecimentos corriqueiros, porque acontecem o tempo todo com muitas pessoas, independente da religião que sigam.

Quantas dessas pessoas sofridas e desesperadas não atribuem a Deus a responsabilidade pelos seus infortúnio, pois sentem-se abandonadas, punidas ou desamparadas por Ele, que tudo pode mas nada fez para minorar seus sofrimentos?

Quantas não abandonam suas religiões e começam a buscar nas outras e’ amparo e a proteção divina, já inexistentes na que segue? Daí em diante passam de uma igreja para outra; de uma religião para outra; de um sacerdote miraculoso para outro, sempre buscando nelas ou neles o que perderam.

E, por fim, quando nada mais lhes resta nesse campo (o religioso), já acreditando que tudo lhes foi tirado, aí sim, voltam-se para o Pronto-Socorro Espiritual conhecido por Umbanda.

Na Umbanda, em seus centros despidos de luxo, vergam-se ante a inexorável ação da Lei Maior em suas vidas e curvam-se perante a espiritualidade enquanto ainda há tempo.

Diante dos Espíritos-Guias as pessoas relatam seus sofrimentos, abrem seus corações e derramam suas lágrimas para que a esperança brote novamente em suas vidas.

Finalmente a humildade se fez presente em seus íntimos e o ”Centro de Macumba e os Macumbeiros?”, tão ofendidos e vitimas de todo tipo de sarcasmos e ofensas mostram-se aos seus olhos surpresos que a Umbanda é uma Religião Humanística e Socorrista e que os tão difamados “macumbeiros” são pessoas tão humanas quanto eles e que nada lhes pedem ou cobram-lhes para ajuda-los ria reconquista do amparo divino.

Não cobram nada, não pedem dizimo e não cobram caríssimos os ‘trabalhos” porque, dentro do verdadeiro centro de Umbanda quem trabalha são os Guias Espirituais, que não precisam de nenhuma vantagem financeira para estenderem suas mãos luminosas aos necessitados.

Isto é Umbanda!
**************************************************************************

Rubens Saraceni
www.colegiodeumbanda.com.br

AS SETE ENCRUZILHADAS:




Fonte: Jornal da Umbanda Sagradaalexandrecumino@uol.com.br

CONVITE AOS ENCARNADOS:






Irmãs, que a Luz nos fortaleça em nossos propósitos.

Com o crescimento dos casos de mortes coletivas, mais intenso se torna o trabalho das equipes de resgate no plano astral para trazer os que fenecem para nossas cidades.

Convidamos os irmãos encarnados que se sentirem tocados com o sofrimento do irmão de humanidade, para que se coloquem à disposição das equipes de trabalho do mundo espiritual (isso pode ser feito antes de dormir, após a oração, disponibilizando-se para o trabalho de caridade no plano astral durante o sono).

Reforço que esse é um pedido feito exaustivamente por inúmeros trabalhadores da espiritualidade. Esse pedido é feito porque, ao mesmo tempo em que se intensifica o caos planetário, em que aumenta o número de desencarnes individuais e coletivos, reduz-se a moral e cresce a corrida pelas conquistas materiais.

Todo esse conjunto de desequilíbrio na Terra diminui proporcionalmente o número dos trabalhadores encarnados no astral, mostrando que o aumento da dor diminuiu a fé e a vontade de servir. O homem encarnado, egoísta e materialista, crê que sua dor é a mais importante e recuperar-se de suas perdas materiais impede que se esforce em favor de seu irmão, por não possuírem mais energias e nem tempo para os trabalhos espirituais e caritativos. 

Exaustos, não possuem a força necessária para se afastarem do corpo ou até mesmo saírem do quarto de repouso durante o sono.
O trabalho não deixará de ser feito, é certo, mas o envolvimento dos irmãos encarnados é a certeza de que, no plano físico, a fraternidade reinará mais intensamente. 

No entanto, continuaremos trabalhando sempre em nome da Luz e as nossas cidades estarão sempre de portas abertas para abrigar cada vez mais os filhos do Pai que, desamparados, necessitam apenas, tão somente, de amor e esperança.
Paz e Luz.

Orcadim

Intraterreno de OKay

GESH - 03/05/2015 - Festival de Wesak - Jacaraipe - Serra, ES - Brasil 
http://www.extraseintras.com.br



©2015 Solange Christtine Ventura
Obrigado por incluir o link do website quando compartilhar esta Mensagem com outros.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

PSA'S - PESSOAS ALTAMENTE SENSÍVEIS



PSA'S - PESSOAS ALTAMENTE SENSÍVEIS
Como pessoas altamente sensíveis interagem de forma diferente com o mundo


As pessoas altamente sensíveis já receberam muitos rótulos no passado – foram descritas como frágeis, excessivamente emotivas ou intensas. Mas a pessoa altamente sensível é muito mais que lágrimas e sentimentos em abundância.

As pessoas de personalidade empática são biologicamente condicionadas a ter o comportamento que têm. Por isso sua abordagem ao ambiente físico em volta é totalmente diferente, e isso não é necessariamente algo negativo.

Veja a seguir algumas maneiras em que as pessoas altamente sensíveis interagem com o mundo em volta diferentemente de suas contrapartes mais “casca grossa”.


O ambiente que a cerca pode facilmente ser estímulo excessivo para uma pessoa altamente sensível.

Barulho alto, muita gente em volta, decisões importantes a tomar – tudo isso é difícil de ser suportado por uma PAS, especialmente se ela tem pouco tempo de calma e solidão para se recuperar. Isso é porque a resposta emocional da PAS é muito ativa, diz Elaine Aron, autora de Use a Sensibilidade a Seu Favor – Pessoas Altamente Sensíveis e uma das primeiras pesquisadoras científicas a debruçar-se sobre esse traço de personalidade.

“Isso acontece porque a PAS processa tudo em volta com muita profundidade”, disse Aron ao Huffington Post. As PSAs processam o ambiente que as cerca e os acontecimentos da vida com base em suas emoções. Assim, quanto mais intensas e avassaladoras as circunstâncias, mais profundamente elas sentem.

A PSA capta as sutilezas presentes no ambiente onde estão.

Você mudou as coisas de lugar em sua sala?
Sua mulher disse algo que o magoou no jantar?

As pessoas sensíveis captam muitas nuances sutis, diz Aron, quer sejam coisas concretas ou estados de ânimo emocionais. “Há uma intuição em relação ao que as cerca, em relação a coisas das quais outras pessoas geralmente não têm consciência”, ela explicou.

Essa intuição também as guia em seus próprios relacionamentos. As PSAs captam atitudes diferentes que podem passar despercebidas de outras pessoas. Se você mudar o tom de voz ou mandar uma mensagem de texto em tom mais curto e grosso que o normal (por exemplo, usando pontos finais em vez de pontos de exclamação), é provável que a pessoa altamente sensível perceba.

As PSAs são mais emocionais em seus relacionamentos.

As pessoas altamente sensíveis querem e precisam de relacionamentos profundos. As pesquisas de Aron mostraram que as pessoas sensíveis tendem a ficar mais entediadas no casamento, principalmente porque, com o tempo, a interação profunda entre o casal pode ir se rendendo à rotina.

Mas isso não é necessariamente negativo. Aron diz que a falta de interações significativas não quer necessariamente dizer que uma PAS vai abandonar o barco – vai apenas motivá-la a buscar conversas mais estimulantes.

Para uma pessoa altamente sensível, a chave para um relacionamento bem-sucedido está em transmitir ao outro o que ela deseja do relacionamento e encontrar um parceiro que entenda que suas emoções fazem parte de sua natureza. “As pessoas sensíveis não podem deixar de expressar o que sentem”, diz Aron. “Elas mostram sua raiva, mostram sua felicidade. É fundamental que seu parceiro aprecie isso.”

Às vezes a pessoa altamente sensível prefere voar solo.

As PASs funcionam melhor em ambientes mais calmos, especialmente no local de trabalho, diz Aron.

“Os escritórios de plano aberto muitas vezes não são ambientes produtivos para elas”, explica a psicóloga. Essa preferência por operar a sós pode aplicar-se também às atividades de lazer, fora do escritório.

Ted Zeff, pesquisador e autor de vários livros sobre as características da personalidade altamente sensível, disse anteriormente ao HuffPost que as PSAs muitas vezes também evitam os esportes ou atividades físicas em grupo, porque têm a impressão de que cada gesto seu está sendo observado.

As PSAs podem ser mais sensíveis a cafeína e álcool.

Esse não é o caso sempre, com certeza, mas Aron diz que os autotestes que ela aplicou em sua pesquisa indicam que, na média, as PASs podem ter mais sensibilidade a estimulantes, como cafeína, e substâncias como o álcool. E a fome também as incomoda mais.

Conflitos ou desavenças as deixam ansiosas.

As PASs têm dificuldade em lidar com conflitos e desentendimentos, diz Aron.
Elas têm duas abordagens diante dessas situações, e uma está em guerra com a outra.

“As pessoas sensíveis se sentem divididas entre defender o que consideram justo ou se abster de intervir, porque não querem provocar uma reação violenta de outras pessoas”, disse Aron. “Elas são muito sensíveis aos ambientes em que são julgadas por sua sensibilidade ou por qualquer outra coisa.”

Por outro lado, as pessoas altamente sensíveis possuem o dom de lidar de modo racional com os desentendimentos. Graças a seus altos níveis de empatia, elas conseguem colocar-se na posição da outra pessoa e enxergar seu lado da discussão, explicou Aron.

Em última análise, o que a pessoa sensível precisa fazer é abraçar essa característica de sua personalidade e não combatê-la.

“As pessoas altamente sensíveis dão ótimas líderes, amigas e parceiras”, diz Aron.

Em outras palavras: continue a ter esses sentimentos, PAS, mesmo que a façam chorar.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar

Fonte: BRASIL POST






TEMPLO DO SOL

www.coandoestrelinha.ning.com

terça-feira, 30 de junho de 2015

O CONSELHO CÁRMICO:



O CONSELHO CÁRMICO


Oito Mestres Ascensos formam o conselho do carma. Estes Mestres são responsáveis por ministrar a justiça (ordem/ organização divina) em nosso planeta Terra. Eles decidem qual a porção de carma (positivo ou negativo) que cada indivíduo deve receber durante a existência na Terra.

Todas as almas precisam passar perante este conselho cármico antes e depois de cada vida encarnada. Durante todo o período de encarnação, a alma tem ao seu lado, um anjo que a acompanha registrando todas as suas manifestações. Este anjo é conhecido como o "anjo do registro". Todos estes dados são entregues a anjos chamados de "guardiões dos pergaminhos". Estes, atuam junto aos Senhores do Carma, que consultam estes registros, antes de tomar decisões sobre as nossas vidas.

São os Senhores do Carma que decidem quem deve encarnar, quando e onde. Suas decisões são sempre baseadas em três importantes pontos:

1 - A Vontade Divina para nossas vidas, o nosso "Plano Divino". Eles nos proporcionam uma vida para que possamos ter as oportunidades necessárias para atingirmos a nossa Vitória Divina.

2 - Eles nos proporcionam oportunidades para que possamos reparar nossos erros. O nosso carma negativo que precisa ser consumido/ transmutado, para que possamos evoluir na luz. Eles nos posicionam na vida, (em famílias, trabalhos, cidades, etc.) de forma que possamos resgatar nossos erros de vidas anteriores. Precisamos reencontrar o mal que fizemos ao próximo e à natureza. Esta má qualificação de energia precisará ser redimida por nós, precisamos servir ao próximo e pagar nossos débitos.

3 - Eles nos acompanham durante nossas vidas e podem aumentar as oportunidades ou as barreiras, o que dependerá de nossa evolução. Eles nos avaliam a cada seis meses, porém, somos fortemente avaliados a cada ciclo de doze anos. Aos 12, 24, 36, 48, 60, 72, 84, 96 anos, e ai por diante, se chegarmos a viver além desta idade.

Assim, quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do EU SOU, o Amado Santo Cristo Pessoal, (o nosso Eu Superior) e o conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das reencarnações.

De acordo com a mensageira da Grande Fraternidade Branca, Elizabeth Clare Prophet, os Senhores do Carma são atualmente representados pelos seguintes Seres Cósmicos:

1º Raio - Grande Diretor Divino;
2º Raio - Deusa da Liberdade;
3º Raio - Mestra Ascensa Nada;
4º Raio - Elohim Cyclopea;
5º Raio - Palas Athena;
6º Raio - Portia, Deusa da Justiça;
7º Raio - Kuan Yin, Deusa da Misericórdia;
8º Raio - Vairoshana, Buda Dhyani .

As Cartas aos Senhores do Carma

Os Senhores do Carma se reúnem, duas vezes por ano, após o solstício de inverno (30 de junho) e o de verão (31 de dezembro), para rever petições da humanidade não ascensa, e assegurar dispensações, baseadas em merecimento individual de cada um.

Esta é uma boa oportunidade para analisarmos nossa vida nos últimos seis meses. É a hora certa de agradecermos aos objetivos conquistados e pedirmos aos Senhores do Carma, dispensações e orientação divina para a solução de problemas pessoais e planetários.

Você pode preparar um projeto de trabalho e colocá-lo para a apreciação dos Mestres. Convença-os a investir em seu projeto. Os Mestres sempre apóiam boas idéias que venham a melhorar a qualidade de vida da humanidade. Desde que seu projeto não interfira com o plano divino, você terá todo o apoio que precisa.

Se convencer os Senhores do Carma a apoiá-lo, todas as portas se abrirão e seu projeto se tornará realidade mais cedo do que espera.

Peça por abundancia divina para sua família e amigos, proteção para os ensinamentos dos Mestres em suas escolas na Terra, libertação dos portadores da luz que os Mestres desejam trazer para os ensinamentos.

Esta carta deve de preferência ser escrita à mão. Lembre-se de assiná-la com seu nome completo e por extenso no final.

Estas petições devem ser queimadas em ritual de entrega nos dias 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano, quando os Senhores do Carma se reúnem para analisar caso a caso juntamente com seu Santo Cristo Pessoal.

Como fazer o ritual de entrega da carta para os "Senhores do Carma" ?

Você pode endereçar sua carta pessoalmente para a Deusa da Liberdade, porta voz para o Conselho Carmico, para o Amado Conselho Cármico, ou para um dos oito membros do conselho.

Escolha um bom lugar para seu ritual. De preferência diante de um altar montado para os Mestres da Grande Fraternidade Branca, ou, se não for possível, separe-se do tumulto das festas de fim de ano, e vá para um lugar tranqüilo na natureza, montanha, mar, rio, mata ou dentro de casa.

Se for queimar dentro de casa, escolha uma pia onde poderá apagar o fogo rapidamente, caso perca o controle. O ideal é que você tenha uma bacia ou cambuca não inflamável para queimar sua carta.

Invoque o Arcanjo Miguel, ... Em nome do Pai, do Filho, do espírito Santo e da Mãe Divina, Eu (diga seu nome completo e em voz alta) invoco o Amado Arcanjo Miguel para que entregue esta carta para a Amada Deusa da Liberdade, no Conselho Carmico de Deus.

Após esta invocação, leia sua carta em voz alta e conclua colocando fogo nela e dizendo Amém, Amém, Amém.

O fogo é para mandar sua carta para o plano etéreo. O resto das cinzas que sobrarem não tem valor algum, podem ser jogados em qualquer lugar, mesmo em uma lixeira.

As Cartas também podem ser queimadas em grupo, onde uma pessoa faz a invocação e coloca fogo por todos.

Uma boa seção de decretos antes e depois do ritual, também é muito bom.

Paulo Rodrigues Simões
do site: www.eusouluz.com.br

domingo, 28 de junho de 2015

10 RITUAIS PARA PROTEGER A SUA CASA:


Das crenças populares nasceram os rituais de defesa energética. Inspire-se nas receitas desta reportagem e mantenha sua casa livre das negatividades sutis




No ritual de proteção da casa, escolha os elementos que lhe trazem paz e imprima fé neles.


Dizem que colocar espada-de-são-jorge na porta de casa afasta o mau-olhado. Há quem acredite que um punhado de sal grosso em cada cômodo impeça as energias negativas de adentrar na morada. Para outros, rezar um pai-nosso com muita fé desintegra todo o mal que vem da rua.
A verdade é uma só: as crenças dos muitos povos que se estabeleceram no Brasil, mas principalmente as dos índios e africanos, acabaram por gerar em nós uma brasilidade meio, digamos, curandeira. A tal ponto que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), ligado ao Ministério da Cultura, reconheceu as benzedeiras de duas cidades de Santa Catarina como patrimônio imaterial da cultura.
Acreditamos que os sistemas de segurança, como grades e câmeras, podem assegurar nossa casa, mas não perdemos de vista os poderes de defesa energética de ervas, pedras, cristais, defumações e de uma reza bem feita.
“O brasileiro é muito religioso. Faz parte de nossa cultura criar rituais simbólicos com esses elementos para entrarmos em contato com o espiritual”, explica o xamã Alexandre Meireles, de São Paulo.
Como o lar é nosso abrigo, o lugar de comunhão familiar, descanso e meditação, tão importante quanto sua saúde física é a que rege o universo das energias. “As brigas, as preocupações, os pensamentos negativos e as coisas ruins que trazemos da rua podem desestabilizá-lo”, explica Silvana Occhialini, presidente do Instituto Brasileiro de Feng Shui.
Para fazer uma boa limpeza e garantir proteção espiritual, convidamos cinco profissionais, de crenças diversas, a revelarem suas pérolas curadoras da casa, exibidas nas próximas páginas. “Não é preciso que alguém as faça por você. Acesse sua centelha divina, encontre a força que vem do coração e coloque nesses rituais a intenção que deseja”, recomenda a erveira paraense dona Coló. Se sentir vontade de modificar os rituais propostos, siga sua intuição. O que vale é sua fé.


Ritual 1
Materiais
- Quatro cristais de quartzo branco ou quatro pedras de turmalina negra
- Quatro pequenos ímãs
Como fazer
Coloque em cada uma das extremidades da casa – junto à parede da entrada e à parede oposta mais distante – dois ímãs com dois quartzos brancos, ou duas turmalinas negras. Na parede da porta principal, faça cruzes no ar ou qualquer outro desenho (como um coração) que simbolize proteção para você. Visualize uma redoma de energia dourada se formando dos cristais ou das pedras até abranger a casa toda. Diga mentalmente ou em voz alta: “Minha casa está segura e protegida de toda e qualquer energia contrária ao bem. Que sejam cortados qualquer perigo e quaisquer intenções de inimigos físicos e espirituais”. Uma vez por mês, lave os cristais ou as pedras e reative o campo de proteção dourada.


Ritual 2
Materiais
• quatro cristais de quartzo branco, ou quatro pedras de turmalina negra
• quatro pequenos ímãs
Como fazer
Na tigela com água, derrame algumas gotas do perfume de sua preferência e, depois, deposite o cristal. Com as mãos sobre o recipiente, coloque sua energia, invocando proteção para a casa. Em seguida, pegue o maço de arruda, molhe-o no líquido e vá abençoando todo o lar, dizendo: “Há uma só presença aqui e é a presença do amor. Pelo amor eu vivo e me movo. Tudo e todos que não estiverem pelo amor não ultrapassarão esta porta”. Quando terminar, jogue fora a arruda e o restante da água na frente de sua casa ou, se morar em apartamento, no ralo. Ponha o cristal na terra ou em um vaso próximo da porta de entrada.


Ritual 3
Materiais
• um copo de vidro novo, cheio de água
• um pedaço de carvão virgem
Como fazer
Insira o carvão dentro do copo com água e coloque-o atrás da porta de entrada. Faça uma mentalização para que todas as energias negativas sejam sugadas pelo carvão. Troque esta proteção a cada três meses ou, antes, se o carvão submergir. A água deve ser jogada no mar, num rio ou ralo, e o carvão, no lixo. O mesmo copo pode ser usado para um novo ritual.
Gilmar Abreu, sacertode e orientador do Templo de Orixá Ogunde, vinculado ao Oduduwa Templo dos Orixás.


Ritual 4
Materiais
• fósforos
• carvão vegetal
• um pires
• folhas secas de arruda e alfazema
Como fazer
Esta prática deve ser feita pelo menos uma vez por mês, sempre ao entardecer. Inicie fechando todas as portas e janelas. Depois, vá para o cômodo mais distante da porta de entrada. Posicione-se no centro do ambiente e acenda o carvão vegetal no pires. Sobre ele, adicione as folhas secas de arruda e alfazema para defumar o local. Quando estiver bem esfumaçado, passe para os cômodos seguintes, mantendo-se sempre na área central. No total, a defumação deve durar cerca de 30 minutos. Quando terminar, jogue todo o carvão queimado, as ervas e o pires no lixo e coloque-o imediatamente para fora de casa.


Ritual 5 (continuação do 4)
• spray de óleo essencial de arruda e capim-santo (lemongrass)
Como fazer
Borrife o óleo essencial de arruda e capim-santo (lemongrass) nos cantos de todos os cômodos. Enquanto isso, faça a seguinte reza: “Senhor que estais no céu. Todo-poderoso que ama o Sol, a Lua e as águas da natureza, fazei com que hoje à tarde, quando o Sol se ausentar no Ocidente, que ele leve de minha casa todas as más innuências, trazendo para o dia de amanhã, ao raiar do Sol, todas as virtudes e felicidades para minha família e para meu lar. Peço também toda a Sua proteção espiritual. Que assim seja. Amém”.
Levi Mendes Jr. Vivian Frida Lustig, terapeuta alquimista, coach e astróloga.


Ritual 6
• velas coloridas ou brancas, de qualquer formato
Como fazer
Escolha um ambiente da casa. De pé ou sentado, renita sobre a proteção que deseja para seu lar, invocando paz, amor e fé e pedindo que a energia divina esteja sempre ali, com você e sua família. Mantenha-se concentrado e acenda velas a seu redor, espaçadas entre uma e outra. Irá se formar uma mandala, com você no centro. Você pode optar por mcar ali até as velas queimarem totalmente ou apagá-las no mm da meditação. Pode ainda acendê-las novamente num outro momento ou não, retirando-as do lugar onde a mandala foi feita.


Ritual 7
• sino (de preferência, o tibetano)
Como fazer
Comece pela porta de entrada e, em sentido horário, percorra todos os ambientes, batendo o sino e pedindo ao universo luz, bênçãos, proteção, alegria e tudo mais que você deseja para si próprio e para seu lar.
Silvana Occhialini, fundadora do Instituto Brasileiro de Feng Shui


Ritual 8
• sete cabeças de alho roxo
• figa de arruda
• figa de guiné
• estrela de davi
• um pedaço de cipó-azougue
• saquinho de tecido branco ou verde
Como fazer
Insira todos os elementos no saquinho e costure-o. Feche os olhos, silencie a mente e entre em contato com seu eu divino. Coloque as mãos sobre seu amuleto, invocando a Deus suas bênçãos de proteção para o lar e para toda a família. Depois, pendure-o na porta de entrada ou no lugar mais próximo a ela, mas tem de ser dentro de casa.


Rituais 9
• cumbuca funda, ou tigela de barro
• uma folha de comigo-ninguém-pode
• uma folha de pinhão roxo
• punhado de sal grosso
• uma cabeça de alho roxo
• pimentas-malaguetas
Como fazer
No fundo do recipiente, disponha as folhas de comigo-ninguém-pode e de pinhão roxo em forma de cruz. Sobre elas, acrescente o sal grosso até o topo da tigela ou da cumbuca. Bem no meio, enterre a cabeça de alho roxo e, em volta, finque as pimentas-malaguetas. Faça seu pedido com fé e coloque a proteção no lugar dentro de casa que desejar.


Rituais 10
• balde, ou bacia, com água
• sal
Folhas* de:
• maria-sem-vergonha
• caruru, ou bredo
(sem espinho)
• alfavaca, ou manjericão
• guiné
• costela de adão
• serralha
• pau-d’água
Como fazer
Lave todas as folhas e as coloque numa bacia, ou num balde, com um litro de água. Acrescente uma colher de chá de sal. Macere as plantas, esfregando-as com as mãos. Depois, retire-as dali, deixando no recipiente somente o líquido. As folhas devem ser jogadas na natureza, como num jardim, na grama ou no mato. Mergulhe um pano nessa água e limpe com ele móveis, janelas, portas e piso. Concentre-se nessa tarefa acreditando, de coração, que todas as energias negativas estão sendo retiradas de seu lar e que boas energias estão adentrando para proteger sua casa.

Texto: Keila Bis | Fotos: Veer/Stock Photos/ Latinstock